FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. # Na casa do inimigo


Fic: °-° The Weasley Power °-°


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Depois de falar com Gina, Rony subiu as escadas na maior velocidade que conseguiu executar, tendo um pé ferido e o outro cansado de tanto apoio. O garoto subiu as escadarias apoiando-se nos restos de corrimãos que ainda existiam, e logo chegou ao último andar da casa, antes do sótão, aonde ficava seu quarto. O garoto começou a abrir as portas dos quartos, nervoso, procurando algum sinal de Hermione, e ao abrir a porta do seu quarto, não conseguiu conter uma audível exclamação, seguida por um palavrão assustador. Seu quarto estava absolutamente destruído, com um enorme rombo na parede laranja, e uma única criatura pulava de um lado para o outro, tentando ajeitar o quarto antes que alguém o visse.




-- Senhor Weezy! Senhor Weezy! -- Era Dobby quem gritava, pulando em volta de Rony com um olhar de pavor no rosto, os olhos grandes escorrendo lágrimas. Rony olhava aparvalhado para ele, a boca ligeiramente aberta.




-- VOCE ESTÁ PARTICIPANDO DESSA MARCHA ANTI-WEASLEY QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI, DOBBY?!?




O elfo tremia de pavor.




-- Não, meu senhor, Dobby tentou impedir os outros elfos de virem, meu senhor, eles não tem que sair de Hogwarts, e Dobby tentou impedí-los, meu senhor, mas acontece que eles estavam muito animados, senhor, e Dobby não conseguiu impedí-los de vir, meu senhor.... Eles são muitos para Dobby contê-los, senhor...




-- Até em Hogwarts esses (cortamos a palavra dita por Rony nesse momento, levando em conta que a fic não tem restrição etária) conseguem reunir criaturas imbecis para acabarem com a gente?




As orelhas de Dobby abaixaram tristemente.




-- Desculpe... desculpe a... liberdade, meu senhor, mas.... mas os elfos nem sempre... meu senhor, nem sempre respeitaram muito os... Gêmeos Weasley, meu senhor, eles.... os elfos domésticos acham que eles são muito bagunceiros, meu senhor.. compreenda os colegas de Dobby, meu senhor, eles não tinham motivo para não vir, meu senhor...




Rony grunhiu.




-- Tá bem... está certo, Dobby! Você por acaso viu aonde está Hermione? Hermione Granger?




Os lábios do elfo, juntamente com o resto do corpo, tremeram ligeiramente, como se Dobby estivesse sofrendo de arrepios agudos.




-- Acredito.... acredito que Dobby tenha visto, sim, meu senhor... a srta. Granger, meu senhor.... a srta Granger.... foi levada pelos.... pelos colegas de Dobby. -- Disse o elfo, finalmente, muito ressentido.




-- Ahh, eu bem que disse para ela não continuar com aquela besteira de F.A.L.E.! Nada contra você, Dobby... mas você sabe para onde a levaram?




-- Absolutamente, meu senhor... Dobby está devidamente envergonhado que os seus colegas o tenham traído desta maneira, e Dobby vai levar o senhor até onde está a srta Granger, meu senhor, pois o senhor é um homem grandioso, corajoso, que faz de tudo para salvar os amigos...




-- Pare com isso e vamos logo, Dobby. -- Disse Rony, porém sorrindo de prazer e com as orelhas ligeiramente coradas pelos elogios gratuitos. Em seguida, seguiu o elfo. A criatura entrara pelo rombo na parede ofuscante de Rony, e deslizara tranquilamente por canos nunca antes vistos pelo garoto. Para Rony, que era no mínimo duas vezes mais largo de Dobby e três vezes mais alto, a tarefa foi um pouco mais complicada. Mas conseguiram passar por diversos canos até caírem em um salão gigantesco e tenebroso, iluminado apenas por diversos archotes espalhados em todo o local. Dobby estremeceu, e disse para mais para si mesmo do que para Rony:




-- Dobby nunca pensou que voltaria neste lugar, nunca.... mas a maioria dos elfos da Grã-Bretanha está aqui... e era o único lugar espaçoso e próximo de Hogwarts para um comitê élfico de férias....




-- Aonde estamos, Dobby? -- Perguntou Rony, olhando curioso para o elfo.




Mas uma única imagem respondeu a pergunta de Rony, para o horror do garoto; iluminado por no mínimo uma dúzia de archotes, estava pendurado na parede um retrato gigantesco de Draco Malfoy, que sorria arrogantemente e olhando fixo para o nada, seus olhos azuis faiscando a medida que os archotes o iluminavam. Rony rosnou para a imagem, sem querer. Dobby estremeceu mais uma vez.




-- A mansão Malfoy, meu senhor, foi o único lugar que encontramos para nos reunir -- Sussurrou Dobby para Rony, que ainda mantinha os punhos cerrados. -- Era grande o suficiente para nós, quando estamos de férias em Hogwarts. Dobby particularmente preferia estar em Hogwarts nesse momento, meu senhor, com certeza.. -- Disse o elfo, como se pedisse desculpas.




-- Onde ela está, Dobby? -- Perguntou o garoto, aparentemente ignorando os esforços de Dobby.




-- Acredito que no nosso salão de reuniões, é o único lugar que temos realmente direito, meu senhor -- Disse Dobby, ainda ressentido. Os dois mergulharam em escuridão, e Dobby apanhou um archote para atravessarem o corredor. Assim feito, o elfo bateu três vezes, archote na pequena mão, em uma parede de pedra. Rony já ia resmungar quando a parede se abriu, dando vista para uma multidão de elfos domésticos, que guinchavam sorridentes. Hermione olhava incrédula para cada um deles, cercada pelos elfos como se fosse uma vítima. Seus olhos pareciam estar cheios d'água.




-- ESTUPORE! -- Ordenava Rony para sua varinha, estuporando de um em um os elfos domésticos que se rebelavam. Havia ainda uma grande massa élfica tentando chegar até o garoto, mas caíam estuporados antes. Rony chegou até a amiga, e perguntou, baixinho:




-- Mione, aonde está sua varinha?




A garota não falou, e sim apontou para uma mesinha, em que jazia sua varinha, a poucos metros de distância da garota. Rony invocou a varinha da amiga e entregou-a, ocultando um sorriso:




-- Sei que você não vai querer, mas use-a contra eles, Mione... são eles ou nós...




CONTINUA - NÃO PERCAM, ÚLTIMOS CAPÍTULOS!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.