FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. A Vespera do Natal


Fic: Novos Tempos --- BREVE CAP 37


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
.::Jaline Gilioti::.: Olá Jaline, aqui é o Harry, estou aqui pois o Autor está fazendo um prova dificilima naquela faculdade ou sei lá oque q vocês trouxam fazem depois da escola.
Bem Agradeço pelo comentario, quanto a Gina, bem esse capitulo ira ser do seu agrado então, continue mandando comentarios assim eu poderei aparecer mais vezes, afinal sou o Perfeito e lindo Harry Potter.
Beijos para você
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Harry acordou naquela manhã de natal, sorriu ao olhar para o lado e ver uma cabeleira ruiva, deu um beijo em sua irmã que resmungou um pouco, saiu da cama em direção ao banheiro, tomou seu banho quente tão esperado cobriu a irmã que remexia um pouco na cama e desceu. Entrou na cozinha e beijou sua mãe, pegou seu suco na geladeira e se sentou esperando as panquecas.
-Meu filho. – Lílian chamou a atenção do menino. – Onde está sua irmã?
-No meu quarto mamãe, deitada na minha cama. – Respondeu entre um gole do suco.
-A Nicole, tem que parar com essa mania. – Falou Lílian indo até o filho com as panquecas.
-Eu nem ligo mãe, deixa ela. – Falou Harry sorrindo. – E o papai?
-Chamado urgente do ministério. – Falou Lílian calma se sentando também.
-Logo no natal? – Falou ele desanimado.
-Vida de Auror é assim, não tem hora, nem lugar. – Respondeu a mãe comendo. – Sua irmã está demorando, vou acordá-la.
-Deixe-a, deve estar cansada. – Respondeu Harry terminando suas panquecas.
-Ela tem que acordar agora. – Falou a mãe. – Os Longbottons virão aqui almoçar, eles e seus tios.
Harry sorriu, seus amigos viriam almoçar hoje na sua casa, podiam conversar sobre seus “planos”, sobre quadribol, e sobre o natal. Harry acabou seu café e se levantou, quando estava saindo sua irmã passou por ele e deu um sonolento bom dia, o menino foi em direção ao jardim onde encontrou um Allan correndo em direção a sua casa.
-HARRYYYY. – Gritava ele de longe. – HARRYYYYY.
-O que foi criatura? – Perguntou Harry afoito.
-Nada. – Falou sorrindo. – Queria apenas te dar um susto.
-Ai meu deus, Allan. – Falou rindo também. – Você quase me mata de susto.
-Meu pai vai pro ministério por uma causa urgente. – Falou calmo. – Ai me aparece você correndo igual uma gazela.
-Certo, em primeiro lugar gazela é o seu pai. –Falou sorrindo.
-CERVO, C-E-R-V-O. – Falou Gritando.
-Que seja, tudo tem chifre. – Respondeu revirando os olhos. - E seu pai já voltou, ele está na minha casa, com o meu pai.
-Hum... Vamos chamar o Ed? – Perguntou Harry animado.
-Vamos. – Falou começado a andar.
-Bom dia, Harry. – Virou-se para ver quem era, deu de cara com Alicia.
-Bom dia, Alicia. – Respondeu sorridente. – Está indo para a minha casa?
-Sim, vou ficar conversando com a Nick. – Respondeu calma.
-Ah, certo. – Retrucou Harry indo embora.
Alicia caminhou em direção a mansão dos Potter, a encontrar-se com sua amiga, chegou a enorme porta da mansão e bateu três vezes, não demorou muito a um elfo doméstico abrir a porta.
-Bom dia, menina Alicia. – Falou sorrindo. – A jovem Nicole está em seu quarto.
- Obrigada Dobby. – Alicia adorava a atitude de seus pais e tios, eles tratavam os elfos como da família. (N/A: O Dobby foi para a casa do Harry depois da queda de Voldemort, pois Lucio Malfoy foi encontrado entre os Comensais e mandado a Azkaban, sua a casa foi investigada e tudo que pode foi levado).
A menina subiu as escadas da mansão e seguiu até o fim do corredor onde ficava o quarto de Nicole e Harry, respectivamente à esquerda e direita, ela então abriu a porta e entrou.
-Nick, onde você tá? – Perguntou Alicia.
-Aqui no banheiro, eu já to saindo. – Falou uma voz abafada do banheiro.
Alicia parou em frente à janela do quarto da menina e observou quatro meninos cochichando, nos jardins. “Oque será que esses garotos estão aprontando, o Rony já chegou também, ainda falta a Mione e a Ângela”, mas seus pensamentos foram atrapalhados pelo barulho da porta se abrindo. Uma menina ruiva saia do banho enxugando os cabelos, e se sentou em frente a uma penteadeira muito bonita, e começou a escovar os cabelos.
-Oi Alicia, como está a sua vida em Hogwarts? – Perguntou à ruiva.
-Tá boa, fiz duas ótimas amigas, a Ângela e a Hermione. – Falou alegre.
-Que bom, elas vem cear aqui não vem? – Perguntou interessada.
-Sim, elas e os Weasley também vêm. – Falou calma como sempre.
-Quem? – Perguntou agora se virando para a amiga.
-Os Weasley, conhecemos três dos seus filhos lá. – Respondeu.
-Ah sim, vamos descer, passear nos jardins? – Perguntou fazendo um rabo de cavalo em suas mechas ruivas.
-Sim, hoje tá um dia tão bonito. – Falou se levantando do parapeito da janela.
-Sei, sei, você quer ver o meu irmão né sua safada. – Falou Nick correndo para não ouvir os gritos da morena que ficava cada vez mais vermelha.
-NICOLE EVANS POTTER, VOLTE AQUI AGORA, QUE HISTÓRIA É ESSA DE EU IR PARA OS JARDINS POR CAUSA DO POTTER? – Gritava correndo atrás da menina, que agora se encontrava rindo no sofá.
-Calma amiga, assim você estoura uma veia. – Falou a Ruiva sorrindo. – Vamos?
As duas saíram para os jardins onde quatro ruivos, dois morenos e dois castanhos, conversavam alegres e rindo. As meninas se aproximaram, e se sentaram ao lado de seus irmãos.
- Oi Nick. – Falou beijando a irmã, a ruiva que ninguém conhecia tinha fica vermelha. – Pessoas essa é Nicole Potter, minha linda e adorada irmã.
Todos acenaram.
-Esse é o Ronald Weasley, ou Rony.- Falou apontando para o ruivo. – Fred e Jorge. –Apontou para os Gêmeos sentados. – e Gina Wesley. – apontando para a última ruiva que agora estava em sua coloração normal.
-Oi Nicole. – Responderam em uníssono.
-Me chamem de Nick. – Falou doce.
-Então meninos, o que vocês tanto discutiam? – Perguntou interessada.
Mas foram interrompidos por uma mesa que passou voando e quase matou Edward, todos olharam assustados, três homens vinha correndo atrás da mesa.
-Tiago, olha o que você fez! – Gritava Sirius.
-Eu nada, foi você que não sabe brincar, acha que eu ia matar meu afilhado? – Falou gritando também. – Não sou você não!
Os Weasley olhavam a cena abismados, enquanto os outros riam, nessa hora uma segunda mesa veio voando e passou por eles também.
-Ganhei!! – Gritava Lupin na outra extremidade.
-Que ganhou o que Aluado, você vai ver. – Responderam os dois apontando a varinha para suas respectivas mesas.
-Agora Almofadinhas. – Falou Tiago sorrindo.
-Com todo o prazer Pontas. – Retrucou o outro, também sorrindo.
A mesa dos dois voou em direção a mesa de Lupin, que se defendia como podia, mas essa briga foi interrompida por um ruiva, que saiu soltando fogo e gritando com todos, atrás, vinham duas outras, um morena e outra loira, para impedir que Lílian fosse presa por assassinar três homens por brincarem com mesas, os três ficaram ali ouvindo a ruiva falar por muito tempo, foi então que arrumaram as mesas, e foram em direção aos meninos.
-Meninos suas mães estão chamando vocês. – Falou Tiago sorrindo como sempre.
-Papai tomou esporro da mamãe hoje. – Falou Nick sorrindo para o pai.
-E quando é que a ruivinha linda dele não dá esporro nele? – Falou Sirius sorrindo da cara de revoltado do amigo.
-Bem, isso não vem ao caso, todos vocês para a mesa agora. – Falou num tom autoritário fingido.
Todos foram até as mesas, Lupin foi a sua casa e voltou com os Weasley atrás, todos conversando, ao sentarem-se à mesa havia ali cinco famílias, e ainda faltavam duas, que só viriam à tarde.
Ficaram almoçando e conversando por horas, até que um carro parou na frente da mansão dos Potter, e de lá desceram as duas últimas famílias que faltavam, os Granger e os Simons, se cumprimentaram e voltaram para as mesas agora completas.
Ficaram ali até altas horas conversando, quando se deram conta do horário, correram para se trocarem, afinal, era véspera de natal, e teriam uma ceia para aproveitar e conversar mais.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.