FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. VII - O Ministério


Fic: Análise Frontal


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

-----------------------------------------------------------


::N/A :: ( T.T ) E quando tudo era para ficar melhor... Será que é só eu que fiquei com raiva da Krinski ?? Kisses para voces.



-----------------------------------------------------



..:: O MINISTÉRIO ::..

Capítulo VII




-----------------------


Que bagunça.


Somente hoje penso no verdadeiro "bolo" que foi essa situação.


Abri os olhos, estava encarando um teto branco.


Olho para o lado e vejo várias camas cobertas de lençóis brancos, isso só tinha em um lugar.


Estava na ala hospitalar.


Parecia que tinha acabado de sair de um estado de gripe muito forte, era horrível essa sensação, me sentei e vi Catherinne e Any, elas estavam de costas e cochichavam entre si; o tom de Catherinne era de preocupação e Any roía as unhas insistentemente, foi aí que ela olhou pra trás e ficou espantada ao ver que eu estava acordada, Catherinne também percebeu e se dirigiu a mim se sentando na ponta da cama.


- Gina, você comeu alguma coisa hoje de manhã?


Não sei se foi pela agitação antes mesmo de começar o dia, talvez seje mesmo, tinha certeza de estar meio quilo mais pesada por causa das coisas que as meninas tinham posto no meu rosto, antes de sair do Dormitório.


A Questão era que...


- Bem - respondi embaraçada - tinha bastante gente na mesa hoje e já que íamos almoçar não muito tempo depois, eu acabei tomando só um pouco de chocolate quente.


- Pelo Amor de Deus, você quase nos matou de tanta preocupação!


- Você sabe que eu não queria, só não entendo o que ocorreu.


- Não ? Sua pressão caiu. Nenhuma surpresa se voce não comeu nada de sal e isso realmente não foi nada sensato - eu comecei a olhar para meus joelhos - não mesmo, aliás, você sabe o que eu faria se estivesse no seu lugar? - falou ela seriamente.


Fiz sinal de negativo com a cabeça.


E Fiquei surpresa que a expressão de intriga da Catherinne se desfez.


- A mesma coisa que você e exatamente igual - disse ela agora rindo e Any a acompanhando.


- Jura?


- Ta bom, nem tanto talvez, mas o que ela acha que é? Eu hein, não sabia desse lado da Lourem não. Também, a Wendy devia ter colocado umas "minhoquinhas" na cabeça dela para ficar daquele jeito, EU é que não ia querer ter uma amiga como ela.


Senti a ausência de alguém.


- Cadê o Rony? - perguntei mais aliviada.


- Tava mais preocupado que nós duas juntas e Mione com muito jeito levou ele para almoçar, nós também ainda não almoçamos, porém ao contrário da senhorita tomamos café reforçado.


- Aliáaaaas, a Papoula nos puxou a orelha por causa disso. - finalmente Any tinha falado.


Falando nela, vinha trazendo uma grande bandeja.


- Então a mocinha acordou - disse ela pondo cuidadosamente a bandeja em pé no meu colo - vocês podem ficar conversando com ela mas só depois de terminar a refeição e você - disse ela se referindo a mim - vai estar liberada mais tarde.


E saiu.


As duas tinham acenado com a cabeça, sabe, não seguimos muito bem o que ela disse...


- O que ocorreu depois que eu desmaiei? - Ainda não tinha tocado na comida, não estava com um pingo de fome.


Catherinne hesitou mas Any parecia estar num estado de empolgação invejável.


- Foi incrível Gina !! Nunca vi nada igual, acho que entra para a História.


- Pera aí, como assim?


- O óbvio: Hogwarts inteira já sabe do ocorrido.


- E isso é bom ou ruim? - perguntei temendo a resposta.


Catherinne interrompeu falando algo que realmente parecia preocupá-la.


- Acho que a casa toda da Corvinal te odeia a partir de hoje. - Só falta eu arrumar encrenca com alguém da Lufa-Lufa que Hogwarts inteira vai querer me abolir


- Não, nós nunca vamos querer te abolir Gina - tentou consolar Any.


Depois de um Silêncio mínimo ela continuou.


- Rony te acudiu depois que você teve o treco, a Minerva apareceu e dispersou todo mundo menos os envolvidos aí ela passou uma bronca enorme, a sala dela ficou cheia sabe? A Lourem e a Wendy receberam detenção também por ter causado a briga e... Você perdeu 50 pontos - falou Any cautelosa, fiz uma careta - sua detenção começa segunda-feira, elas com a Cristy é claro. Harry só apareceu depois acho que os dois terminaram.


- Bobagem, é só o que disseram Gina - disse Catherinne apreensiva - Mione e Rony por exemplo não falaram nada sobre isso.


- Ahn, vejamos, se eu não esqueci de nada - Any fez um ar de pensativa enquanto isso - Ah sim ! Quando entramos no castelo estava no quadro de avisos que ia ter visita à Hogsmeade e o jogo da Grifinória vai ser Quinta feira, é, acho que é mais ou menos isso.


- Gina, está tudo bem? - perguntou Catherinne se levantando - se sim eu e Any vamos avisar ao Rony que você acordou.


- Tudo bem.


- Não se preocupa, você vai sair ainda hoje, não poderia ficar de fora da comemoração do dia das bruxas... - disse ela rapidamente antes de sair.


Como é ? Dia das Bruxas? Era mesmo. Amãnha.


Não tinha percebido esse "pequeno" detalhe.


Sinceramente ? Não estava com uma boa sensação.


Eu, meus caros, nunca arranjei tanta briga num período só, é aquela coisa de tentar ser a pessoa perfeita no lugar perfeito e quando não dá eu tento ser uma pessoa normal que se irrita com algumas pessoas de vez em quando, fica feliz com outras e tem um ou mais amigos em que se pode confiar.


Ultimamente essa tese tem vindo abaixo.


Rony não demorou muito, ele devia ter se assustado, pois deu um grande abraço na sua "irmãzinha" dizendo coisas como "tomar muito cuidado" enquanto Hermione deu de ombros rindo.


Colin também apareceu pra jogarmos xadrez (e perdeu todas as vezes) mais tarde, foi legal isso da parte dele.


A Papoula não estava querendo deixar eu sair, alegava que eu estava pálida e quando o fez deixou ir com muita má vontade, jantei bem cedo ainda que com gente olhando torto para mim, então chegou a melhor hora do dia, iria fazer uma coisa que eu amo, e que se eu pudesse passaria o dia todo assim: Dormindo.

Quando acordei o dormitório já estava vazio, me vesti rápido, pelos corredores tinha um cheiro delicioso de comida pelo ar, eles sempre caprichavam na decoração; várias faixas adornadas pelo salão com luzes encantadas, à noite, durante a comemoração já deu pra notar alguns efeitos do acontecimento de Sábado, a Lilá Brown e Parvati Patil não estavam tão receptivas e vários Corvinais faziam careta para mim.


Não tem problema, eu também sei fazer caretas, olha...


Eu não me senti muito à vontade, também EU é que não ia deixar de curtir o Dia das Bruxas por causa disso.


Não é Gina ? Hein ? HEIN ?


Aquilo só foi uma discurssão, aliás, um mal entendido muito mal entendido


Não podia me afetar muito, podia ?


Sai mais cedo da Comemoração e não foi por nenhum desses motivos acima, até que foi muito legal tirando a tentativa de Pirraça virar uma taça de suco de Abóbora na cabeça de Any.


Pensando melhor, talvez eu saiba por que algumas pessoas estavam me tratando daquele jeito.


Eu sou só mais uma Weasley na escola, não sou muito popular e não sou aluna modelo.


Ótimo !


Peguei um livro e me sentei perto da lareira.


Ás vezes chego a conclusão que realmente eu sou uma compulsiva maníaca por comida quando estou chateada, não tava muito legal, aquela mistura toda não me fez bem (3 Sapos de Chocolate, 4 pedaços de Torta, mais o Jantar com 2 pedaços de chouriço, 2 taças de sorvete e...).


Devia ter me entertido demais com o livro (não sei como pois aquilo era um verdadeiro porre) por que com o tempo os alunos começaram a chegar na Sala Comunal, inevitavelmente eles entraram no assunto que eu não queria ouvir.


- Gina, você devia ter lançado uma azaração nela! - disse Jonnathan rindo - ou utilizado um caramelo incha-língua das Gemialidades Weasleys talvez - completou ele com ar de sonhador.


- Não precisa me animar Jonnathan - falei fingindo estar ainda lendo o livro.


- Não acho certo - disse Lara para ele - sei que no fundo vocês duas quando se vêm tem um sentimento igual de...


- Náuseas? - perguntou Jonnathan inocentemente.


Falei como se não tivesse ouvido Jonnathan.


- Só se for beeeeeeemmm no fundo Lara, aquele Fundo de que esta tão escondido que eu nem sabia que existia.


Lara olhou feio para ele mas não se prolongou, eles tinham entrado no assunto de Quadriboll e Harry tinha chegado na Sala Comunal sozinho; Rony e Hermione tinham saído para namorar um pouco.


Foi algo super automático: Subi definitivamente para o dormitório.


Até que não foi tão ruim como pensei.


A Profª Minerva não devia saber que eu pretendia me tornar uma Professora de Transfiguração senão certamente ela não teria escolhido essa detenção para mim, o que era nada mais, nada menos que corrigir provas, trabalhos e pequenos exercícios de alunos da Lufa-Lufa do 1º até o 4º Período.


A Maioria das pessoas quando pensam em Transfiguração antes de estudar em Hogwarts pensa que é só utilizar varinhas o que é muito absurdo porque temos que memorizar cada detalhe do que queremos transfigurar, a fórmula mágica que normalmente consiste de 3 etapas e aí entra a matéria para evitar certas catástrofes, como Neville que tentou fazer transfiguração humana no período passado e digamos que não teve resultados muito bons.


Ainda não tentamos isso nesse período, por enquanto estamos só na teoria.


Nos exercícios que corrigia com a ajuda do gabarito sempre tinha perguntas como "Quais são as palavras mágicas para transformar uma minhoca em uma lagartixa" (Francamente, qual a utilidade disso?).


Nem tudo é rosas, verdade, se a detenção era até Sexta por exemplo e sempre depois das aulas eu perderia o jogo da Grifinória vs. Lufa-Lufa que teria inicio ás 6:00 da tarde.


Mas Colin me contou tudo depois, que o jogo foi bem apertado, e que a Grifinória ganhou por apenas 10 pontos, Harry e o resto do time estavam exaustos, isso rendeu uma festa feita por Brian e Jonathan na Sala Comunal, tá certo que a diferença foi pouca, mas como Vitória é Vitória e qualquer desculpa para festa era bem vinda, então teve cervejas amanteigadas e feijõezinhos de todos sabores à vontade.


Finalmente Sábado foi a visita à Hogsmeade só que ela não tinha saído como planejado.


No Ponche fomos em quatro, Eu, Any, Catherinne e Íris.


O Tempo estava gélido, começava à nevar, Any encontrou Teo no meio do caminho, então "sem querer" deixamos eles à sós pela Hogsmeade. Era um festival de Capas Pretas por causa do frio, tanto que resolvemos passar no 3 Vassouras primeiro para tomar cervejas amanteigadas.


Ao entrar foi notável que não foi só nós que tivemos essa idéia. A Rosmerta nos atendeu (é incrível como ela é sorridente!) foi meio difícil acharmos uma querida, amada e idolatrada mesa (menos Gina...) mas mesmo assim arrumamos uma em que o Wesley já estava saindo, ele era do 5º Período, um dos unicos Corvinais com qual eu conversava.


- Bem que podia ter um baile não acha? - disse Íris puxando assunto.


- Ihhh sem chances, Lara me contou que juntaram um bocado de meninas para convencer á ter um baile e ainda não obtiveram resposta, tudo indica que não - respondeu Kitty.


- Desde que você não vá de PRETO, eu concordo - disse Catherinne cautelosa.


- Na verdade não sei do que estão reclamando. De qualquer forma teremos um baile, quero dizer, o 7o período vai se formar, se alguém convidar alunos do 6o período não terá problema algum em participar da cerimônia - falou Kitty.


- Por mim, tudo bem, o único problema é que vai ter que usar salto e eles são horríveis! - disse sem graça e elas acabaram rindo, na verdade foi um desastre usar salto alto no meu aniversário de 15 anos, sempre machucava meus pés e quando podia tropeçava na hora errada.


A conversa continuou com as possibilidades de um baile, o legal não era ver o que era provável que aconteceria e sim ao contrário, quando Kitty parecia falar uma tese absurda, muito derrepente, todos se calaram.


Barulho do lado de fora...


Várias pessoas começaram a sair rapidamente, a mesa onde estávamos era mais ao fundo então demorou alguns minutos para ver o que o ocorria.


Havia várias vozes apavoradas, Mila Bulstrode e Blás Zabini eram umas das poucas pessoas que entravam dentro do 3vassouras normalmente.


Quando finalmente saímos, soubemos o por que da agitação.


Vultos.


Vultos Negros, que viam do sentido contrário.


E varias pessoas não sabiam pra onde ir.


Nunca tinha visto tantas pessoas Aparatarem e Desaparatarem ao mesmo tempo.


Algumas pessoas que aparatavam me pareciam familiar.


E num estalo percebi que aquelas pessoas já tinham estado em minha casa para falar com meu Pai sobre relatórios, acontecimentos ou qualquer coisa do gênero.


Era o Esquadrão de Aurores do Ministério, Hogsmeade estava sendo atacada por Comensais, tinha que ser e se não fosse impressão minha, deviam estar com reféns ou algo assim por que eles estavam apenas os rodeando.


Havia dois corpos no chão, não sabia quem podia ser pois desatamos a correr até a Estação


Tínhamos que voltar o MAIS rápido possível à Hogwarts, não importava como, mas teríamos que voltar a Hogwarts.


Eu não tive palavras.


Era um ataque de Comensais a Luz do Dia !!!


O que eles queriam com aquilo ?


Justo num Sábado, qual é o bruxo que não sabe que é um dos dias em que Hogsmeade praticamente lota? Tirando uns "Nevilles" da vida, eu fiquei indignada e em pânico com o que vi.


Um frio percorria insistemente em mim, será que eu conhecia as pessoas que estavam caídas, ou pior, talvez mortas? Quando chegamos à estação foi pura sorte termos encontrado a Profª Sprout, cada professor é responsável pelos alunos de sua determinada casa então Minerva deveria estar procurando nós, mesmo que indiretamente, Sprout estava tentando manter a ordem, pondo a maior quantidade possível de alunos nos Ponches, quanto mais longe dali, melhor.

No ponche que fiquei, estava sendo uma verdadeira luta, Susana Bones chorava muito e parecia totalmente inconsolável por que sua irmã que estava no 2o Período não tinha aparecido ainda, Kehnet Dwilight, um garoto mais ou menos do tamanho de Colin tentava acalmá-la, eu e Iris fomos no mesmo ponche, Catherinne e Kitty foram em um outro ponche, com outros alunos.


Começou a chover.


----------------------------------------------------


"Enviado por uma coruja especial...."

..:: Angelina Michelle ::..

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.