FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. Capitulo 8


Fic: *Reflexo do nosso amor* |T/L| Hiatus|


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Os exames haviam acabado em clima de ‘’tranquilidade’’. Houve alunos que queriam se jogar da Torre da Astronomia, e por incrível que pareça, a enfermaria estava lotada! Madame Pomfrey precisou de ajudantes, pois não estava dando conta dos alunos estafados.

Apesar disso muitos septuanistas, pelo que achavam, tinham se saído muito bem nos n.i.e.m.s. Dumbledore explicou sobre o atraso, que estava relacionado a Voldemort. Tinha um grande numero de alunos que perderem familiares nessa ‘’guerra’’, e por isso, o diretor não achou que estivessem aptos para prestar os exames, decidindo assim, adia-los um pouco.

O baile estava se aproximando, faltavam dois dias. Mas para alguns grifinórios o momento não era de festa. O clima entre os marotos estava bem estranho. Tiago tratava Remo cordialmente, e esse lhe devolvia na ‘’mesma moeda’’. Sirius e Pedro eram os mais perdidos. Tiago já não tocava mais no assunto do suposto namoro de Lílian e Remo. Sirius sabia que tudo não passava de um mal-entendido e nem tentara convencer o amigo disso, pois sabia como ele era, e no momento achava que ele precisava refletir. Mas estava cansado do clima que se instalava no dormitório, e percebeu que deveria tomara logo uma providência.

*****


No dormitório feminino

A ruiva ainda estava no dormitório sem ânimo pra se levantar. Havia se passado três dias desde a ‘pequena’’ confusão com Tiago e ela ainda não havia contado tudo detalhadamente para Alice. A desculpa era os n.i.e.m.s, Lílian afirmava que não tinha estudado absolutamente nada e passava todos os dias enfurnada na biblioteca. As aulas tinham sido suspensas para os alunos terem mais tempo pro estudo.

A garota deixava seus pensamentos livres e estes se direcionavam para Tiago, quem diria que um dia isto estaria acontecendo... Ela rapidamente se desperta do ‘’transe’’ com a entrada de Alice, que tinha batido a porta de propósito.

- Bom dia!! – A morena disse sorridente.

- ‘ Dia!

Mesmo com o bom dia tão morno de Liy, Alice não se intimidou, fingiu que não percebeu a desanimação dela e continuou:

- Acho que a senhorita tem muita coisa pra me contar heein!! Lily eu quero saber de tudo! O que aconteceu com os garotos?? Por que que eles estão tão frios uns com os outros? –Disse de uma vez só.

Lílian revirou os olhos, ela sabia muito bem que teria que enfrentar o interrogatório. Alice era o que se podia dizer de curiosa ao extremo.

- Lice, eu to morta de fome. Vamos lá pra baixo e no café eu te conto tudinho.

Ela concordou e esperou a ruiva trocar de roupa.

- Tem alguém no salão comunal? – Lily perguntou, ela queria falar com Remo já que não conversava com o garoto direito desde o incidente.

- Só o Sirius com uma garota meio loura.

- Novidade... Deve ‘ta procurando um par.

- Eu já tenho meu! –Cantarolou a morena rindo.


Depois de um olhar assassino da amiga ela parou, mas ainda tinha a voz risonha.


- Li você vai com quem?

- Ainda não sei... – Falou dando de ombros. – Acho que só me resta a solidão.

- Merlin! Como é dramática – Disse olhando pro teto. – Se você for sozinha é por opção.



A ruiva ficou calada e continuou a pentear seu cabelo. Alice vendo que a amiga ia demorar começou a arrumar sua cama.


Depois de uns minutinhos em silêncio, a morena falou:

- Posso te perguntar uma coisa?

- Uhum – Concordou.


Ela ficara meio receosa, pois Lílian era meio imprevisível. Num momento poderia estar de ótimo humor, já se alguém tocasse num assunto no qual não a agradasse, seu humor mudava da água pro vinho. Mas como era persistente, decidiu continuar com a conversa.


- Por que a sua implicância com os marotos? Ou melhor, sua implicância precisamente com 2 marotos. Porque tipo, o Remo é seu amigo, e o Pedro é como se fosse uma mosca morta – Ela disse num sorriso.


Lily pareceu pensar na pergunta, geralmente Alice não tocava muito no assunto marotos, pois sabia que isso irritava um pouco a ruiva, mas com essa mudança de Lílian era não viu problema nenhum em tocar nesse assunto.


- Sinceramente – Ela virou um pouco do banquinho onde estava sentada e encarou Alice. – Eu não sei. Quando eu os vejo provocando aquelas confusões, e sendo tão imaturos, querendo se achar, ou melhor, já se achando os melhores, saindo com todas as garo-


Ela não pode continuar a frase, já que a menina a interrompeu.


- Mas Lílian! Qual o problema em sair com garotas? Eles são livres, bonitos, jovens. Eu ainda não entendi.


A ruiva revirou seus olhos excessivamente verdes, e continuou:

- Lice, a srta não me deixou terminar – Ela disse num sorriso sincero.


Alice se impressionou com o bom humor dela, geralmente Lílian odiava ser interrompida.

- Desculpa amiga. Pode continuar!


- Então... quando eu os via fazendo tudo aquilo, me dava uma revolta sabe? O porquê eu não sei. O Sirius eu não me importava tanto, mas sentia uma raiva diferente, mas com o Tiago...- Disse ela corada. – Quando ele sorria pras outras garotas me dava um aperto, quando eu o via beijando outra era a mesma coisa, eu sempre assimilava isso a uma raiva, mas depois de um tempo eu percebi que ele já tinha me conquistado, com aquele jeito espontâneo e maroto, que eu tanto odiava.

A morena olhou pra amiga com um certo carinho... Não que Alice não sentisse carinho por Lily, longe disso! Mas naquela hora era diferente.


Lílian estava com seus olhos marejados, então percebeu que precisava desabafar com alguém, aqueles últimos dias estavam acabando com ela. Primeiro a briga, depois os N.I.E.M.S. Ela necessitava da sua melhor amiga naquele momento. Lice viu aquilo, nos olhos da outra e disse:


- Lílian – Começou seriamente.- Não ‘ta na hora de você desabafar não?! Você parece estar tão... triste.

Elas estavam frente a frente. Alice sentada em sua cama, e Lílian no banquinho. Ela percebeu então que já estava chorando, e viu que aquele era o momento de conversar.

Que se dane a fome, que se dane tudo.-Pensou.

Num impulso Lily levantou-se do banco e abraçou a amiga fortemente.



No dormitório masculino

Todos ainda estavam dormindo, quer dizer, quase todos. Havia um maroto que se encontrava bem acordado. Tiago Potter.
Esse fitava o teto do dormitório com grande interesse. Pensava nos acontecimentos dos últimos dias. Por que tinha que ser tão cabeça-dura? Por que se importou tanto com aquele namoro. É claro que ele já sabia muito bem a resposta, não só ele como praticamente toda Hogwarts, mas a mais importante não acreditava. Só bastava ela, só importava ela saber. Mas ele havia desistido de chamá-la pra sair, de perturbá-la, estava tratando Lílian Evans cordialmente. Não adiantou muito... Ela continua me odiando..- Pensou o maroto. Mal sabia que estava muito enganado.


Ele saiu do transe, pois Sirius começou a se debater na cama, e gritar coisas desconexas.


- Hey!!! Sai daqui seu sebo! Não não não! Eu não! IDIOTA! Me ajudem!! – Gritava com uma feição desesperada.


Acabou rolando da cama, e conseqüentemente caindo no chão.


Tiago começou a gargalhar vendo a cara do amigo. Sirius fez uma careta e se levantou sentando novamente na cama. Logo depois os outros marotos acabaram acordando, devido ao discretoriso de Tiago.


- Quem em sã consciência acorda a essa hora? –Perguntou Remo irritado.


Sirius ainda não havia recuperado seu bom humor, mas não ia perder a chance de implicar com o amigo.


- Ihh! O lobinho ta irritado!


- Cala a boca Sisi.

Sirius exibiu outra careta, ele odiava esse apelido. Foi uma de suas milhares namoradas que havia designado. A partir daí os amigos quando queriam pirraçar o maroto, o chamavam por esse apelido.

Tiago já tinha parado de rir, mas exibia uma feição intrigada. Com o que será que Sirius estava sonhando?


- Ô cachorrão! Tava sonhando com o que? Porque pra cair da cama daquele jeito. – Disse num sorriso.


Aluado gargalhou, e sua feição se transformou em uma curiosa.


- Caiu da cama? –Disse maliciosamente. – Não acredito que perdi essa cena.


- Ele começou a murmurar alguma coisa de sebo. – Falou sorrindo.- Será que estava sonhando com nosso idolatrado ranhoso?


Remo gargalhou mais uma vez. Parecia que o clima voltara a ser como antes, Tiago voltara a ser o mesmo.


Sirius também estava sorrindo internamente, apesar da piada ser ele, não podia deixar de comemorar, não agüenta mais aquele clima frio, mas como conhecia muito bem Tiago, tinha certeza de que o amigo queria conversar melhor com Remo depois.


- Hey! Eu to aqui! – Disse ele fingindo-se de indignado.


Remo e Tiago reviraram os olhos automaticamente. Pedro tinha visto que estava meio deslocado da ‘’reunião’’ e resolveu tentar dormir, de novo.

- E eu não tava sonhando com nada que interessem vocês – Continuou.- Agora licença que eu tenho que tomar meu banho e procurar uma certa loura.

- Sei sei –Ironizou Remo.- Procurar a Gabi?! Nossa Almofadinhas, ela ainda não te deu a resposta? Acho que alguém aqui está perdendo o jeito.

Será que Remo estava certo? Nenhuma garota demorava tanto pra pensar em um convite dos marotos, principalmente de Sirius Black

- Nah! Ela só ‘tava meio enrolada com os exames. –Desconversou.

Não querendo prolongar o assunto, e também deixar Remo e Tiago a sós, o moreno foi de uma vez tomar seu banho.


Um silêncio incomodo e constrangedor se instalou no dormitório. Mas Tiago resolveu se pronunciar, na mesma hora que Remo.

- Então... – Os dois disseram em uníssono.

- Ééé... –Falaram mais uma vez juntos.


- Fala primeiro. –Disse Remo.

- Não pode falar.

Eles se entreolharam e começaram a rir, e sem mais sem menos Tiago levantou e deu um forte abraço no maroto.
Naquele momento não precisavam de palavras.

Sirius observava tudo pela fechadura do banheiro, com um sorriso sincero. Agora sim eles eram os antigos Marotos!


===XXXXX

O capitulo não está terminado!!!!!!!!

E tb nao está betado! Fê depois eu te mando inteiro xP

Só avisando! Gente eu dou a explicação no outro capitulo que eu pretendo postar até a semana que vem!

Desculpa mesmo! Mas é que agora eu to indo viajar! Mas volto segunda, mas terça eu vou viajar de novo ’’ (sou obrigada!) Então eu resolvi deixar o capitulo aí mesmo, prq eu nem vou passar em casa direito! E fazem meses que eu não psoto.

E não eh pra dar clima de mistério não viu?
Aconteceram várias coisas, que depois eu explico melhor. Eu sei que ta curto, mas eu parei aí prq vai começar a conversa da Lily e da Alice. E depois da conversa eu continuo essa parte (eu meio que divido os caps...dah pra ver pelos outros) xD

To até envergonhada... então mais uma vez DESCULPAS!!

E comentem pra eu saber se vcs gostaram dessa parte (eu sei que é basicamente diálogos.) ou se devo modificar alguma coisa x)

Beijinhos Luh ;*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.