FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Tradições


Fic: Limite zero


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 

 

Hermione retocou seu gloss  e sorriu antes de abrir a porta do banheiro, o som abafado da grande festa na casa de Olívio Wood ficou ainda mais alto. Ela saiu do cômodo passando por um corredor cheio de pessoas com copo nas mãos a olhando e parabenizando pelo novo título que acabara de ganhar, havia se tornado capitã das animadoras. Mas a festa não era só por isso. Olívio, que era capitão do time de futebol da escola, namorava Angelina, a ate então capitã das animadoras. Depois de um jejum de cinco anos seguidos, Angelina acabara de trazer um novo troféu para casa, elas foram campeãs invictas do concurso anual regional de animação. E obviamente não poderia ter tido um presente mais incrível, já que aquele era seu último ano, e ela iria para a faculdade junto do namorado.  

Mas se você achou  que Angelina estava voando, nem imaginam o momento magnífico que Hermione Granger se encontrava. Ela havia conseguido, era a mais nova capitã das animadoras.

- FORÇA PIRIGAS!!!!! – Angelina brindou  com a equipe no meio da sala de estar.

Hermione estava bebendo refrigerante, ela não era muito de beber nada alcoólico mas, aquela noite ela queria comemorar.

- Vem comigo! – Angelina a puxou pelo braço e a levou perto do bar – É meu último dia como capitã e o seu primeiro, por favor não me faça quebrar essa tradição!

- Esse colégio tá cheio de tradições não é !? – segurou o riso.

Simas colocou seis shots de tequila sobre o balcão.

- O que, ficou doida!? Não vou beber tudo isso…

- São três meus e três seus, vamos lá garota!!! – Angelina segurou um copo e brindou com ela.

Em seguida elas viraram juntas os outros dois seguidos.

- Droga! – Hermione fez uma careta.

- Aí, vocês esqueceram dos limões! – Simas mostrou um prato com a fruta cortada.

- Agora já foi! – Angelina gargalhou – Mandou bem Hermione, aí você vai arrasar!

- Obrigada! – A castanha bateu na mão da antiga capitã e sorriu.

A escola em peso estava presente e participavam ativamente daquele momentos. Hermione esperou o grupo de animadores se dispersar e puxou alguns para ter uma conversa particular.

- Bom, aqui estamos, conseguimos!!!! – Hermione sorriu com os copos para o alto.

Luna, Gina, Lilá e Kurt brindaram junto a amiga.

- Foi um ano difícil, cheio de desafios mas eu sabia que conseguiríamos! – Kurt comemorou.

- Obrigada por trazerem nós duas amigos, vocês três foram ótimos! – Luna agradeceu.

- O que nós três fizemos foi o que a Angelina fez por nós, e esperamos que façam no futuro – Hermione se referia a entrada das novas integrantes ao grupo de animadoras Luna e Lilá. – Somos uma equipe, precisamos estar juntos, sempre!!!

- Oi nova capitã! – Jeniffer sorriu ao se aproximar das demais – Não se esqueça de cruzar os dedos para Victor conseguir ser o novo capitão do time, se não vão quebrar a tradição!

- Eu não sei se ele vai conseguir… – Hermione respondeu incerta olhando o namorado do outro lado.

-Ouvi dizer que as notas dele não vão chegar…- Lilá respondeu preocupada.

- Se não chegar será o Harry e vocês vão quebrar a tradição pela primeira vez! – Gina concluiu.

- A menos que largue o Krum e fique com Harry!

- Jenifer! – Lilá a repreendeu – Harry é ex da Gina! – sussurrou.

- Sério eu não sabia…

- É porque faz muito tempo, foi no sétimo ano e eu não me importo com…

-Tudo bem Gina, o lance nem é esse – Hermione disse seria – Harry e eu somos… amigos!

- E dai? – Kurt perguntou desentendido.

- Não rola! – suspirou – Além do mais, eu tô com Krum falou!

- E o Harry está com a Chang! – Gina apontou irritada.

- Então me diga baby – Kurt a estranhou – Se não se importa mais, porque o estresse?  

Todos olharam curiosos para a ruiva.

- Bom, não que eu não me importe, Harry e eu nos tornamos amigos…mas, quer saber? Ta, eu me importo se ele namora a galinha nojenta da Chang! – disse irritada antes de sair batendo os pés.

- Eu também não curto a Chang mas, enfim! – Hermione deu de ombros.

- Se você ficasse com ele talvez ele não ligasse pra ela… - Luna disse simplesmente.

- Vamos, parar com esse assunto e curtir a noite tá!? – Hermione pediu antes de seguir o caminho de Gina.

*

-  Aí gato, vamos embora?

- O que já!? – Harry olhou seu celular – Não, ainda é cedo!

- Mas eu quero ir! – Chang cruzou os braços- Você sabe que eu odeio dormir tarde, e eu sei que você vai querer namorar quando chegarmos! – ela se aproximou dele provocativa, ela o estudou por uns instante e olhou para o topo da cabeça dele - Já te falei que odeio quando você usa boné?

- Já! – ele suspirou – Aí, eu vou te levar mas depois eu volto! – disse sério.

- Nada disso, você vai me deixar sozinha?

- Eu não quero ir agora, sabe que eu vou trabalhar o verão todo com meu pai…

- Você não tem escolha, vamos e pronto! – ela puxou ele pelo braço.

- Não! – ele se soltou  bruscamente – Eu não vou e pronto! – disse antes de virar as costas pra ela.

-Harry? Harry? Droga!!! – Ela se virou para Pansy – Vamos embora.

- Vai deixar ele aqui?

- Vocês duas, fiquem e me contem tudo! – Ordenou para as gêmeas Patil.

Harry saiu dali irritado, ele encontrou Rony com duas cervejas na mão e pegou uma.

- Aí cara essa cerveja era pra Stacy!

- Foi mal cara, eu tô puto com a Cho!

- Ela já foi? – O ruivo comemorou quando o moreno assentiu com a cabeça enquanto bebida a cerveja – Então já era cara, vamos comemorar, a Gabriela amiga da Stacy é uma gata, vem eu vou te apresentar…

- Não da cara, olha ali, as gêmeas Patil ficaram pra me vigiar.

- Droga! Não esquenta, eu vou me livrar das duas!

- Vai se livrar de quem Ronald?

- Hermione!!!! – o ruivo se assustou – Nada, de ninguém, eu vou me livrar dessas duas cervejas! – Ele tirou a garrafa da mão de Harry e junto da sua depositou-as sobre o balcão ali perto – Nós paramos de beber por hoje!

-A quem quer enganar Rony? – ela cruzou os braços.

-Ninguém eu só…tô de boa! – deu de ombros.

-É claro… - a castanha se virou para Harry – Podemos conversar?

- Sim.

- Aí, qualquer coisa…me liga!  - o ruivo fez um gesto com a mão.

Hermione o empurrou gargalhando da brincadeira do ruivo. Ela caminhou com o moreno até se afastarem dali, eles passaram pela cozinha e saíram para o quintal dos fundo, área quase vazia.

- Vi a Chang indo embora, vocês estão bem?

- Não, ela ficou brava porque eu não quis ir com ela.

- Acabaram de chegar – ela estranhou.

- Pois é!? – Harry viu Padma fingir pegar água na cozinha para espia-lo pela janela – Ela ainda me deixa essas duas de olho em mim – sussurrou – Na boa, não sei como posso ficar com alguém que não confia em mim!

- Bom, você sabe que já deu motivos pra ela desconfiar…

- Qual é!? Faz tempo que eu não fico com outras garotas! – disse irritado.

- Claro que faz, está sempre vigiado pelas  três espiãs demais!

Ele segurou o riso mas gargalhou junto da castanha.

- Victor e eu também estamos mal, ele não aceitou bem o fato de eu ser capitã e ter mais responsabilidade.

- Que idiota!

-Pois é, que belos namorados nós fomos arrumar!

Harry suspirou irritado, odiava essa desconfiança de Cho. Ele já havia pisado na bola mas, ela jurou que confiaria nele, e desse jeito era impossível pensar que havia confiança da parte dela. Hermione odiava ver o amigo naquela situação, obviamente ela não aprovava as puladas de cerca que ele dava mas, vê-lo preso era desesperador, ele deixava de ser o cara gato, engraçado de piadas inteligentes, e passava a ser o playboy revoltado que nada a atraia.

Sim, ela se sentia atraída por ele, e quem não se sentia!? Harry era alto, atlético e inteligente. Mas haviam uma  coisa que deixava Hermione encantada, a família Potter era uma das mais ricas e bem sucedidas da cidade, mas Harry tinha uma essência humilde, ele era humano com as pessoas, sempre ajudando o próximo e valorizando o simples, exatamente como seus pais.

Ela olhou para o lado e viu Neville em uns amassos com Luna.

- Ai, eu tive uma ideia mas não sei se vai funcionar, vem comigo.

- O que, o que foi?

Eles foram até a mesa de bebidas e Simas colocou dois shots sobre o balcão. Hermione pegou um e deu pro moreno, em seguida tomou o outro.

- Aí…não sabia que bebia tequila.

- É nem eu, esse já é o meu quarto! – ela segurou um soluço- Bebe logo.

Harry virou o seu e em seguida fez uma Careta.

- Cara, vocês também esqueceram dos limões! – Simas disse frustrado.

- E você vem dizer isso agora! – Harry se irritou.

- Sem problemas, serve mais um pro Harry aqui! – ela se aproximou do moreno- Fica de olho no relógio, daqui uns dez minutos, sobe pro quarto principal.

- Espera mas, e as duas?

- Deixa elas te verem!

Harry não entenderá nada, também não teve tempo de perguntar, Hermione se dispersou no meio de todos e sumiu.

- Tomando tequila amigão? – Rony se aproximou do moreno – Eu quero Simas!

O garoto serviu uma dose pro ruivo e esse parecia esperar mais alguma coisa.

- O que foi?

- Como o que foi? Cadê os limões?

- Ah, achei que não ia querer…

- Quem toma tequila sem limão cara!? – Rony então puxou Harry dali – Aí cara, temos que substituir urgente o Simas do bar, ele é péssimo!

- Qual é Rony, deixa o cara!

-Tanto faz, escuta – O ruivo olhou para os lados pra garantir que ninguém ali ouvia – Vai rolar um after lá em casa, meus pais estão no vovô e só voltam domingo! – comemorou – Aí não deixa essas duas te seguirem!

- Relaxa, elas não vão! – Harry consultou seu relógio e  viu que devia encontrar Hermione – Eu já volto! Ele se desprendeu seu pescoço do braço de Rony e rumou para a sala, contornou o sofá e disfarçou para ver se as gêmeas o notaram por ali. Ele subiu as escadas assim que viu Parvati entrar no aposento.

- Oi Harry! – Duas garotas que conversavam na escada  derreteram por ele.

- Oi! – respondeu sorrindo sem deixar de subir os degraus.

Ele viu no corredor algumas pessoas conversando mas virou para o outro lado, bateu na porta. Ele olhou para o lado, Parvati acabara de subir e disfarçou fingindo entrar na fila do banheiro.

Uma mão agarrou-o pela camiseta e o fez entrar depressa.

- Droga, me…assustei. – ele notou Hermione de frente pra ele.

Sentada na cama estava Lilá com as pernas cruzadas, e perto da janela Chad com uma garrafa de cerveja na mão.

- O que tá rolando? – ele não entendeu nada.

-Tirem as roupas! – Hermione ordenou para os dois.

-Legal!!! – Chad  ia começar pelas calças.

- Epa, alto lá cara! – Ela levantou a mão para ele – A jaqueta e a camisa! A calça você pode ficar!

Lilá gargalhou gostosamente – O que achou que seria, uma orgia?

- Vai que cola! – acompanhou a gargalhada.

Harry tirou o boné e entregou para Hermione, ela acompanhou cada movimento dele, primeiro a jaqueta, depois a camiseta. Senhor, como ele estava gostoso. Segurou o riso pegando a peça de roupa, se auto- penalizou por ter esses pensamentos impróprios com seu melhor amigo, ao mesmo tempo se sentiu irritada por tudo aquilo ser de Chang.

- E aí? – Chad perguntou também já sem camiseta.

- Veste isso! – Hermione deu as roupas de Harry pra ele e pegou-as dele.

Ela se dirigiu até o moreno e lhe entregou as peças.

- Acha que vai funcionar? – Perguntou.

- Bom, esteticamente vocês não se parecem – Lilá avaliou – Mas fisicamente sim, acho que o boné da pra esconder. – Concluiu.

- Por favor- Hermione ficou de frente pra ele e se aproximou – Não…fica bravo! – Ela pediu com as mãos sobre o peito dele já vestido.

- Por que eu ficaria..?

Ela desceu uma das mãos e enfiou-as no bolso da calça dele, pegou as chaves de seu  Mustang devagar enquanto Harry fechou os olhos já imaginando o que a castanha pretendia.

- O encanto se quebra a meia noite! – ela jogou a chave do carro para Chad.

- Beleza! – ele colocou o boné de Harry com um enorme sorriso nos lábios – Vamos gata!

- Vamos nessa gato! – Lila sorriu ao acompanhá-lo, saíram depressa e fecharam a porta em seguida.

Harry respirou  fundo assim que colocou a jaqueta de Chad, coçou a cabeça – E agora?

- Bom, esperamos…Lilá vai…ela vai nos avisar, se o plano funcionou.

- Certo, bom…vou chamando um Uber pra casa do Rony. – ele pegou seu celular.

- Nada disso gato! – a castanha sorriu – Vamos de Carro! – ela mostrou as chaves do carro de Lilá.

- Beleza! – ele sorriu ao estender a mão.

- Não, não bobinho! – ela alargou ainda mais o sorriso – Eu vou dirigir!

- O que? – ele fez uma cara engraçada – Você odeia dirigir!

- Mas hoje eu vou! – Ela quase tropeçou ao colocar a cerveja sobre a mesinha.

-Não! – se  aproximou dela sério.

- Hã hã, não confia em mim? – deu um passo para trás.

- Pra fazer uma coisa que você morre de medo, não! – gargalhou e segurou sua mão.

- Espera aí Harry! – ela levantou a mão pro alto e segurou o pescoço dele com a outra.

Harry perdeu o equilíbrio e caiu por cima dela, os dois na cama.

- Quer parar!? – ele insistiu na briga.

-Não mesmo! –  resistiu.

Depois de pouquíssimos segundos, Hermione desistiu entregando-lhe a chave e suspirou frustrada – Você não confia em mim!

- Eu confio, você sabe! – ele a olhou nos olhos.

Hermione retribuiu o olhar, Harry não saiu de cima dela, e isso causou uma certa sensação estranha. Eles se olharam por alguns instantes e Harry desceu seu olhar sobre sua boca. Fazia um tempo que a boca dela lhe chamava atenção mas, olhar assim tão de perto estava o deixando louco. Hermione suspirou depressa, irritada por ter prendido a respiração por tempo de mais. O cheiro do perfume dele a deixou extasiada, ela amava aquele cheiro familiar, que sempre associava ao moreno. Ela seguiu o olhar dele e percebeu que ele olhava seus lábios, corou violentamente mas não resistiu ao fazer o mesmo. A boca dele estava incrivelmente convidativa.

Ela abriu sua boca para dizer algo mas, desistiu ao ouvir o som vindo a porta, ela se abriu em um estrondo.

- Hermione? – Krum se surpreendeu ao vê-los ali.

 

[CONTINUA]

 

 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.