FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. O traidor


Fic: *Reflexo do nosso amor* |T/L| Hiatus|


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/a: Mil desculpas se vocês acham que eu demorei!! É que no carnaval eu não estava aqui no rio e a semana passada foi MUITO corrida pra mim, eu tinha várias coisas pra fazer etc e tal... no fim de semana não deu tempo, tipo sábado eu fiquei em casa, mas tava sem inspiração... e domingo eu saí e só cheguei de noite! Mas vou parar de enrolação aqui e ir direto ao capítulo. Talvez seja o penúltimo =/ Então aproveitem bem e POR FAVOR não esqueçam de comentar!!! É uma coisa tão fácil... nm precisa aqueles coments enooormes! Pode ser um pequenininho mesmo. *sorriso maroto*.


Os marotos ficaram um tempinho nos jardins, conversando. Quando estavam indo em direção ao saguão, Sirius esbarrou numa linda garota loira que estava cheia de livros na mão. Ela possuía olhos de um azul muito claro e um corpo bem definido, parecia uma boneca de porcelana, só que mais bronzeada.
Conseqüentemente foi tudo para o chão! Os marotos rapidamente ajudaram a menina, que sorriu agradecida.

- Muito obrigada! – Disse simpaticamente. – Prazer, meu nome é Gabriela Andrew.

Tiago ia responder a menina, mas Sirius foi mais rápido:

- Eu sou Sirius Black, e estes são Tiago Potter e Remo Lupin.

Os dois marotos cumprimentaram com a cabeça a jovem.

- Óbvio que eu sei quem vocês são! Os grandes marotos, mas eu acho que está faltando um, não?!

- Ah sim... Obviamente, Pedro Pettigrew. Deve estar almoçando. – dessa vez quem falou foi Tiago.


- Ah, tá.

- Você é de que casa? – Sirius perguntou interessado, abrindo um LINDO sorriso maroto.


- Também sou da Grifinória.

- Ué! Eu nunca te vi por lá. Em que ano a mademoiselle está??


- Sexto ano. Acho que sei por que você nunca me viu, estou quase todo dia na biblioteca. Hum... Por falar nisso, preciso ir. Sabe como é que é, né?! Exames amanhã... – a garota falou timidamente.

- É... amanhã nós teremos N.I.E.M.S! – Aluado falou para Gabi. Simpatizara com a garota quando esta disse que sempre estava na biblioteca, mas o estranho era que nunca a tinha visto por lá.

- Então até logo! – a loira disse acenando.


- Tchau – eles responderam em uníssono.

Continuaram a andar calmamente em direção a mesa da Grifinória.

- Já decidiu quem vai chamar para o baile, Sirius? – Tiago perguntou ao maroto.- Almofadinhas??

Como não teve resposta, perguntou novamente.

- Almofadinhas?? Ô SEU CACHORRO PULGUENTO!!

Sirius que antes estava com um semblante confuso, parecia que tinha acordado de um transe e olhou para Tiago irritado.


- O que é Pontas?? E Pulguento é sua vó, com todo respeito a Sra. Potter.

- Acho bom ter respeito mesmo. E “ o que é “ digo eu! Em que mundo você estava hein?! Parecia até o Aluado.

- É Sirius, no que você estava pensando? Ou melhor, em quem? – O lobinho falou divertido.

Sirius corou, e isso foi percebido pelos dois meninos.

- Nossa!! O Siriusito corou com um comentáriozinho do Aluadinho. – falou Tiago zombando.

- Ah... Tiago! Cala a boca!!

- Sirius, você não respondeu minha pergunta. – repetiu Remo.

- Ah... não era nada de mais. Mais tarde a gente conversa.

Quando chegaram no salão, procuraram por Pedro na mesa Grifinória, mas não o acharam.

- Onde será que o Rabicho está? – Sirius disse curioso.

- Não sei... Eu pensei que ele estivesse aqui almoçando.

- Pera aí! Olhem para a mesa da Sonserina... aquele lá não é o Pedro?? – Remo falou.


Sirius e Tiago rapidamente olharam para o lugar que Aluado apontou. Era mesmo verdade, o maroto estava conversando com uma garota que estava acompanhada de dois grandalhões.

- O que será que ele está fazendo lá? – Tiago perguntou curioso.

- Não tenho a mínima idéia.

Todos nós sabemos que grifinórios não se dão bem com sonserinos e vice-versa. Então o que será que Pedro estava fazendo lá?

* Na mesa sonserina...

Ele estava conversando com Jennifer Burton, uma morena que tinhas olhos e cabelos muito negros. Ela era até bonitinha, mas tinha uma aparência perturbadora. Estava acompanhada de Jonathan e Ruan Milles, seus melhores amigos gêmeos. Tinham alunos que diziam que Jenny, como era conhecida pelos mais íntimos, tinha um pequeno caso com os dois. Como legítimos sonserinos, tinham horror a quem não fosse puro-sangue e para o trio Voldemort estava sempre certo, matando sangue-ruins. Quase ninguém sabia, mas eles eram Comensais da Morte, ou seja, seguidores do poderoso bruxo.


- Pettigrew, já decidiu? O Lorde está esperando a resposta! Ele não tem a vida toda. – Jennifer falou irritada.

- Eu já falei que eu tenho que pensar. Não é uma decisão fácil. Mas foi só por isso que me chamou aqui, para saber a resposta? Não podia esperar a reunião?! – Rabicho falou olhando pros lados.

Jennifer já tinha percebido que ele estava com medo.

Mas não era só de Voldemort, do resto dos marotos também. Se eles descobrissem que Pedro estava indo a reuniões de seguidores do bruxo, acabavam com ele. Eles perdoavam com facilidade, mas se tivesse Artes Das Trevas no meio, Pedro teria que esquecer sete anos de amizade.

- Você não percebeu, Pedrinho? – começou a morena ironicamente.- Você não tem a Marca Negra, mas já entrou no “jogo”, compareceu as reuniões. Eu acho que o Lorde das Trevas está sendo muito bondoso com você.

Depois disso soltou uma sonora gargalhada. Jonathan e Ruan ainda não tinham aberto a boca, tudo que a garota falava eles concordavam, eram tipo Crabble e Goyle.

- A Jenny tem razão. – Disseram os irmãos em uníssono.

- Olha só, vocês não tem que se intrometer nas minhas decisões! Se Você-Sabe-Quem me deixou pensar um pouco, o problema é dele.

Depois de ter falado isso, se virou e foi em direção à cozinha. Mal sabia ele que na mesa grifinória três garotos acompanhavam seus passos.

--************


Quando Pedro saiu do salão principal, Remo, Tiago e Sirius foram atrás muito curiosos.
Ele estava tão avoado que nem percebeu que os marotos seguiam-o. Entrou na cozinha e pediu aos elfos uns sapos de chocolate e um copo de suco de abóbora.

Ele levou um susto quando a passagem se abriu e entraram por ela seus três melhores amigos.

- O que vocês estão fazendo aqui?? – Pedro perguntou surpreso.

- Quem tem que fazer perguntas aqui somos nós. – Sirius disse irritado.

- O que houve?

- Onde você estava na hora do almoço? –Remo perguntou. Estava achando muito estranho essa história de Pedro.

Pedro gelou. Será que eles me viram falando com a Sonserina? – Pensou.

- No salão principal, oras!! Vocês demoraram tanto que eu resolvi comer de uma vez. – ele disse nervoso.

- Engraçado! Quando nós entramos no salão você não estava na mesa da Grifinória. E sim na da nossa PIOR inimiga.

- É.. que.. h-hum... e-eu – gaguejou Pettigrew.

O que ele iria falar para os marotos? Precisava arranjar uma boa desculpa.

- Fala logo, Rabicho! Você não estava fazendo nada errado com aquele pessoal, né?! – disse Tiago ameaçadoramente.


- Claro que não!! Como vocês podem desconfiar de mim? Eu não me envolvo com o que vocês estão pensando! - disse o garoto fingindo estar indignado. (N/A : Cínico... )


- Não é isso Rabicho... – Remo tentou explicar calmo como sempre.

- Então é o que?? Meus melhores amigos desconfiando de mim!!

Pedro estava gargalhando por dentro. Nunca pensou que um dia estaria enganando aqueles três. Gostava deles? Sim, mas queria poder, queria deixar de ser aquele puxa-saco baixinho e gordinho, ser famoso, fazer coisas que duvidavam que ele fazia. E com Voldemort saberia que teria tudo isso e muito mais. Sua decisão estava tomada. Falaria isso com Lucius na próxima reunião.

- A gente não estava desconfiando de você, Pedro. Só achamos estranho o fato de estar na mesa da Sonserina e, ainda por cima, conversando com um deles. – Tiago disse pausadamente.

- Mas o que você estava fazendo lá? – Sirius falou. – Dever ter algum motivo, né?!

- Ela queria saber se vocês dois – disse apontando para Sirius e Tiago - já tinham par para o baile. – mentiu.

- Sério?

- É, Pontas...

- Rabicho, estamos indo... Poções agora.– Remo disse meio acanhado.- E você, vai para que aula?

- Trato das Criaturas Mágicas. – falou dando de ombros.

- A gente se vê mais tarde. – disse Sirius por fim.


--******

Depois de se despedirem dos marotos, as meninas estavam caminhando em direção a torre da Grifinória, mas no meio do caminho encontraram Frank. Lílian como não queria ficar “de vela”, arranjou uma desculpa e deixou o casal sozinho. Estava muito feliz por Alice, ela viu que a menina tinha sofrido muito por causa do moreno, e agora merecia ser feliz.
Continuou andando, pensando em como ia sentir saudades de Hogwarts. Não estava com muita fome, por isso não iria almoçar.
Quando dobrou um corredor viu nada mais nada menos que Bellatriz Black, uma prima de Sirius, mas que estava na Sonserina, azarando uma primeiranista. A ruiva ficou furiosa, uma mulher de 17 anos contra uma garota de 11.

- BLACK! FRANCAMENTE! – Lílian gritou.

- Ora ora, se não é a sangue-ruim da Evans!! – Bellatriz riu com gosto.

Enquanto isso, a primeiranista começou a correr no que foi percebido pela sonserina.


- Expelliarmus. – Bellatriz mirou e acertou em cheio na menina, que levou um tombo.

- BLACK!! MENOS 30 PONTOS PRA SONSERINA! – Gritou Lily- Atacando garotinhas indefesas!! Olha o seu tamanho!!

- É melhor sair Evans, seu namoradinho não está aqui pra te proteger. – ela viu que Lílian corou, e decidiu continuar.- Ou vai ser você quem será estuporada!!

A menina já tinha se levantado e dessa vez correu um pouco mais rápido, com medo de Bella, mas felizmente a sonserina não percebeu.
- Eu não tenho nem um pouco de medo de você, Black. – disse estreitando os olhos.

- Pois eu acho que deveria ter! – disse furiosa.- Vocês sangue-ruins serão os primeiros a morrer quando o Lorde das Trevas alcançar o auge.

- Acho que vou me esconder debaixo da minha caminha! – a ruiva disse ironicamente. – Eu não me importo com isso, garota.

- Você já está me deixando sem paciência. CRUCI...

Mas Bellatriz não conseguiu lançar o feitiço, pois caiu inconsciente no chão.
Lílian olhou pros lados procurando o seu salvador...


*****
N/A 2:Oiii de novo!! E aí o que acharam do capítulo??? Quem será que salvou a Lily? Eu sei que ficou sem romance etc... mas no próximo eu dou um jeitinho ; )

Vamos aos coments... Eu não vou responder porque nm da tmp agora... e tb eu nunk respondi.... Mas quem sabe se eu escrever uma outra fic?
MUITO OBRIGADA!!!!!!!! Por todos comentários, amei cada um... as sujestões, as críticas.... vlw fê, Mabia que tb esta me ajudando muito... Eu adoroo vcs!!! E tbm aos que fizeram um esforçinhoo batendos os dedinhos no teclado. ; )


Mais uma coisa basik: COMENTEM!!!!!!!!!! prq sem comentarios, sem atualizações!!!!!!!

beeeijoos Luh.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.