FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Pelo pão de cada dia


Fic: o garoto da janela ao lado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Eu resolvi abrir a janela no dia seguinte, como eu havia dito eu não vou me privar por causa dele.Quando ele aparecia, eu nem olhava para a cara dele e vice-versa.Pelo menos eu me livrei da cara feia dele.
Ok, a cara dele não tem nada de feia, muito pelo contrário.Cabelos loiros prateados um pouco desalinhados, olhos prateados, um lindo sorriso, um nariz perfeito e tudo mais.Era uma bela visão se simplesmente ele não fosse Draco Malfoy.
Por que todos os meninos lindos e maravilhosos têm de ser metidos, irritantes e convencidos!Mas pêra aí, Harry Potter é lindo e maravilhoso e não é metido, idiota, retardado, convencido, Barbie, fuinha, desgraçado, maldito, um filho... de Lucius Malfoy.
Mas o melhor de tudo que a marca da minha mão ficou até hoje no rosto dele.Hahaha!
E o mais curioso é que falando em Harry Potter, Edwiges acaba de pousar aqui na minha janela.A linda coruja branca do Harry tinha uma carta no bico.Depois de acariciar a coruja eu peguei a carta.E logo vi a letra meio desalinhada de Harry.

Querida Hermione

Me desculpe a demora, mas a Edwiges quebrou a perna e eu não tive como mandar uma carta antes dela melhorar.Como vai?
Eu vou indo, ainda inconformado com a morte de Sirius, mas depois daquilo que você me disse eu estou melhorando.Mas jurei vingança.
Aqui na casa dos meus tios está a mesma coisa.Talvez melhor porque Duda e o meu tio estão no interior de viagem.E a minha tia é bem mais tranqüila (quer dizer a “menos pior”).
A Sra. Weasley me escreveu ontem e pediu para avisá-la que o Rony não escreverá porque ele está de castigo.O Rony deve ter feito uma coisa muito grave para a Sra. Weasley
deixá-lo de castigo.Eu queria ver a cara do Rony.
Saiba que estou morrendo de saudades suas.Muitas mesmo.Estou louco para vê-la na estação.E voltar para Hogwarts logo, porque eu considero lá o meu verdadeiro lar.Estou com muitas saudades suas.

Beijos Harry.


O Harry me escreveu!E ele disse que ele sente saudades de mim, que fofo!Pena que não é ele que é o meu vizinho.E logo tratei de responder a carta.O Harry sim era um garoto que presta isso sim!
O que mais me chamou atenção nessa carta foi que Harry nos cumprimentos finais ele respondeu com “beijos” coisa que ele nunca havia feito.Isso pode ter duplo sentido.Uma forma mais carinhosa desse cumprimentar ou que realmente ele esteja gostando de mim, então é melhor esperar.Mas seria ótimo se ele gostasse de mim.

Os dias foram passando.Estou esperando a carta resposta do Harry.E enquanto isso, continuo evitando o Malfoy.Mas discutimos, estou achando ótimo...talvez nem tão ótimo assim.Me sinto solitária.Pelo menos com ele eu me lembro de Hogwarts.
Ainda é muito cedo e eu não vou conseguir dormir mais.Então me levantei.Tomei um banho e troquei de roupa.Pronta para o dia começar.Desci para o café.A minha mãe parecia um pouco preocupada.
-O que foi mãe?
-Minha filha você pode ir comprar pão, é que o meu joelho está doendo um pouco.
-Claro.
-Aqui está o dinheiro.Tome cuidado aí na rua.
-Sei sim, pode deixar.
Estava um pouco frio lá fora.Continuei a andar.A maioria das pessoas nem tinham acordado.Afinal era sábado.Sete e quinze, informava meu relógio.A padaria não ficava longe.Apenas dois quarteirões.
Da rua senti o cheiro de pão.Peguei a cestinha e o pegador e segui até a parte de pães.Ainda havia pães das primeiras fornadas.Era eu e um alguém que nem olhei a cara estavam na parte dos pães.Peguei cinco e havia sobrado um eu ia pegar, mas ele também. Foi aí que olhei para a pessoa.
-Malfoy esse pão é meu!
-Granger eu cheguei primeiro.
-Eu iria pegar primeiro.
-O pão é meu!
-É meu!
-É meu cabelo de arame!
-É meu fuinha idiota!
-Sua baba-ovo do Potter.
-Metido irritante.
-CDF arrogante.
-Idiota.
-Feiosa!
Todos na padaria pararam para olhar para a gente.Brigávamos iguais a crianças e tudo por causa de um pão.Ele era um tremendo de um sem-educação.Retardado.E continuamos a discutir.A distância entre nós era de mais ou menos de 50 centímetros.
De repente entre nós passou uma velhinha, que simplesmente pegou o pão e seguiu para o caixa.Eu e Malfoy paramos de discutir e paramos, um olhando para a cara do outro incrédulos.
Dei um longo suspiro.Passamos para pesar o pão e fomos até o caixa.Chegamos um depois do outro, íamos começar a discutir, mas desistimos.Malfoy me deixou passar a sua frente.Saímos da padaria e fomos para casa.
-Se você não fosse tão lerda, eu iria pegar o pão. –disse Mafoy
-Você que foi lerdo.
-Lerdo é o seu...
-Olha vamos para de discutir.Já pagamos muito mico por hoje.
-É verdade. – disse Malfoy com um sorriso.Ele era até bonito sorrindo (ou sério também ou até fazendo careta, eu estou exagerando, mas eu continuo odiando ele). – Eu achei até melhor assim.
-Por que?
-Porque nenhum dos dois saiu prejudicado.
-Isso é verdade.
Uma conversa totalmente pacífica (mas também depois de uma discussão daquela) com Draco Malfoy.Continuamos em silencio por alguns instantes até que ele puxou conversa.
-Já recebeu a carta de Hogwarts?
-Não.Mas espero que eu tenha ido bem nos NIEMs.
-Eu também.Eu tenho que tirar boas notas em Poções,Herbologia,DCAT e Feitiços para poder ir bem na profissão que quero seguir.
-Você quer ser auror?
-Com certeza.
-Eu não posso acreditar.
-Não vou virar comensal.Não quero ficar obedecendo a um velho com cara de cobra que quer selecionar o mundo. É ridículo.
-Eu nunca esperei ouvir isso de você.Afinal você odeia o Harry e tudo mais.
-Eu continuo odiando o Potter, mas isso não quer dizer que eu quero destruir o mundo trouxa.Eu até gostei.
-Ah Malfoy, nós podíamos gravar essa conversa e mostrá-la a você á um ano atrás.Você nunca acreditaria que seria você próprio, que estava falando.
-Com certeza.
Paramos na frente da minha casa.Era a hora de entrar.Mas acho que eu dificilmente esqueceria essa conversa.Nunca imaginei Darco Malfoy, um auror.
Deixei pão na cozinha e subi para o meu quarto.Edwiges estava na minha janela.Animada peguei a carta e abri:

Cara Mione

Como assim Draco Malfoy é seu vizinho!Eu não consegui acreditar quando li a sua carta.Acordar todas as manhãs vendo o rosto daquela fuinha asquerosa.Eu jamais iria agüentar.
Aqui vai bem e o Rony continua de castigo.Qualquer coisa que o Malfoy fizer a você me escreva, pois eu mesmo acertarei com ele.Estou com muitas saudades suas.

Beijos
Harry

Só podia ser o Harry mesmo.Acertar as contas com Malfoy.Bem que ele merece, mas de alguma forma a conversa que tivemos hoje me tocou muito.Draco Malfoy não quer ser como o pai, e isso é muito surpreendente.
Acho que nunca mais vou voltar á aquela padaria, depois do mico que eu paguei por causa da Barbie.Barbie idiota!!!! !!!!!!!!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.