FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Más surpresas


Fic: o garoto da janela ao lado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Ele se voltou para o meu lado e colocou a pilha de pratos que carregava no balcão da pia que se situava ao meu lado.
-Eu nunca me imaginei nessa situação.
-Que situação Malfoy?
-Recolher os pratos, isso é tarefa para os elfos.
-Mas os trouxas não têm elfos.
-E é por isso que eu estou realizando essa tarefa chata.
Um diálogo sem ofensas e sem palavras de baixo calão.E justamente com Draco Malfoy.Só podia ser milagre ou simplesmente ele se esqueceu com quem estava conversando, ou melhor, o espírito da boa vizinhança começou a fluir.A primeira opção é a mais viável.
Mas com certeza a maior das surpresas foi a que veio a seguir.Paramos de falar.E ele passou a me olhar nos olhos, coisa que nunca fizemos.Eu estava encostada no balcão da pia da cozinha e na tinha como eu andar para trás.
A distância entre nós, eu poderia chamar de segura.Mas ela começou a ficar insegura.E isso não era um bom sinal.Ele foi se aproximando ainda mais e de repente aconteceu um efeito inesperado em mim.
Ele usava um perfume, o melhor perfume que já senti.Mas esse perfume causou um estranho efeito em mim.Eu comecei a ficar entorpecida.Meu corpo amoleceu, eu não conseguia me mexer.
Malfoy se aproximou de mim e eu não reagia, como se alguma coisa me prendesse.Seus lábios se se encostaram aos meus e ele começou a me beijar.Me enlaçou pela cintura.
Eu não estava acreditando no fato.Draco Malfoy estava me beijando.De repente eu comecei a me concentrar e consegui, digamos “acordar”, e o empurrei.Ele parecia ter acordado de um transe.Ei aí que o meu “Eu” entrou em ação.Meti um belo tapa na cara dele.
Ficou a marca da minha mão num dos lados do seu rosto.Saí da cozinha rapidamente, quase aos prantos.Passei pela sala quase direto, mas aí que eu lembrei que havia pessoas ali.Todos me olhavam assustados.
-Com licença, mas eu vou subir, estou com uma tremenda dor de cabeça.Boa noite.
Subi as escadas, e do espelho que havia nela, o Malfoy com uma das mãos passando no lado em que eu bati.Doeu, bem feito!
Entrei no meu quarto, a minha raiva era tanto que eu queria chutar a primeira coisa que ver pela frente, mas infelizmente não havia nada para chutar.Fechei a janela que dava para a janela dele e deitei na cama e comecei a chorar, a chorar muito.
Como ele simplesmente ele fez isso comigo.E o pior de tudo foi, eu ter deixado.Agora ele deve estar simplesmente rindo da minha cara.
Será que aquele perfume tinha maconha?Ou melhor, cocaína, crack ou alguma droga alucinógena?Porque esse efeito só pode ter sido causado por drogas.Simplesmente eu estou frustrada.
Aposto que ele deve espalhar para Howarts toda que ele me beijou e que deixei, ou melhor, ele não deve espalhar isso não porque eu sou “uma sangue-ruim”, eis a vantagem de ser nascida trouxa.
Agora ele vai me atormentar todos os dias e todas as horas em que eu por o meu lindo rosto na janela.Aquela fuinha filho da...
Aquela Barbie ambulante está me fazendo pensar em palavras de baixo calão.FUINHA MALDITA! Mas a minha vingança será perversa (eu espero).Porque aquilo que ele fez foi imperdoável.Certo eu estou fazendo drama de novela mexicana, mas é que essa possibilidade disso acontecer era inimaginável.
Mas tem uma coisa que me indignou, na hora que eu o empurrei ele parecia ter saído de um transe.Será que aquele perfume entorpecente e alucinógeno dela, também o afetou?Certo, ele já é afetado, mas o afetou mais ainda.
Tenho certeza que ele nunca mais vai usar aquele perfume, vai quebrar o vidro e queimar o perfume.Mas seria uma pena, pois apesar de entorpecente e alucinógeno, foi o melhor perfume que já senti na minha vida.
E a droga do perfume impregnou no meu vestido, bem eu não posso negar esse perfume é muito bom.E eu estou começando a sentir os efeitos alucinógenos, porque a idiota aqui está cheirando o vestido.
Tomei um bom banho e vesti um pijama, dessa vez mais comportado que a minha camisola azul curta.A fuinha vai espalhar a cor da minha camisola para toda Hogwarts, quer saber problemas.
E o pior que aquele desgraçado não me sai dos pensamentos, todos ruins, mas ele continua aqui.E eu estou deitada na minha cama tentando dormir e não consigo.
Mas a única coisa da pior noite da minha vida, foi que a minha marca ficou no rosto do Malfoy, minhas mãozinhas nada delicadas ficaram lá, vermelhas e até com as marcas dos dedinhos.Aposto que só vai sair amanhã.Depois de ter quase quebrado o nariz dele no terceiro ano, este tapa foi até fraco.
-Hermione pode entrar?- perguntou meu pai batendo na porta.
-Claro pai.
-Minha filha vim ver como está, melhorou?
-Melhorei sim.
-Gostou do jantar?
-A comida estava ótima, mas eu perdi o apetite.
-Você não gosta do Draco, não é?
-Com toda a certeza, pode crer.Ficou tão na cara assim?
-Sinceramente...ficou.Os olhares que vocês trocavam era realmente assustadores.Sua mão não percebeu nada, mas eu sim.E essa dor de cabeça não é de verdade, não é?
-Pelo visto eu não consigo esconder nada de você, não é pai.
-Digamos que eu sou...observador.
-De tão observador, você não tirou os olhos da Sra Malfoy.Pensa que eu não vi espertinho!
-Se sua mãe escutar estou perdido.
-Realmente ela é uma mulher muito bonita.
-E põe bonita nisso.
-Olha, olha em pai!
-Agora vai dormir.Boa noite.E durma com os anjos.
-Boa noite pai.
Eu simplesmente caí de sono.Eu estava cansada.Meu pai é D+.Não consigo esconder nada dele!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.