FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. uma surpresa desagradável


Fic: o garoto da janela ao lado


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Apenas fechei os olhos e respirei fundo.O que eu teria que enfrentar não era uma das melhores coisas.Mas antes de começar a contar sobre a minha relação de ódio tudo começou há três dias.

Seria um dia lindo, ou melhor, era um dia lindo.O céu estava azul e sem nuvens.O sol reluzia nos vidros da casa vizinha.Eu estava de férias na minha casa em Londres.A janela do meu quarto que tinha uma pequena varanda era de frente para a janela presumo eu de um dos quartos da casa vizinha.
Casa que na verdade era uma enorme mansão, que ocupava quase o quarteirão inteiro há não ser a parte que a minha casa ocupava.A mansão que estava desocupada há anos pertencia há uma família muito rica que meu nunca comentou o nome.
Eu ainda estava de camisola, ainda não havia trocado de roupa, apenas lavei o rosto e penteei os cabelos.Abri a janela (na verdade uma porta) e segui para a pequena varanda.Minha mãe disse que a casa fora ocupada no início da manhã.Não vi nenhum movimento de mudança ou algum ruído.Eram ainda oito horas da manhã.
“Eles devem ser bem rápidos”.A uma leve brisa balançava meus cabelos.De repente ouvi um certo ruído, da janela em frente a minha.Eles pareciam ter aberto as cortinas.Não deu ainda para ver o rosto da pessoa em questão, já que os vidros eram quadriculados.A pessoa fez o movimento de abrir a janela.
E abriu.E tive uma surpresa, na verdade uma péssima surpresa.E parece que aquele do outro lado da cerca viva e da janela logo a minha frente também.Apenas gritei, os pássaros que estavam na rua voaram assustados, devo ter acordado a rua inteira, mas não foram só os meus gritos, ele também gritou.
-MALFOY!
-GRANGER!
As palavras não saiam da minha boca.Eu estava assustada demais para dizer alguma coisa.Queria gritar, espernear, sei lá, fazer qualquer coisa, e sair dali, mas o meu corpo não se movia.Finalmente reuni coragem e disse:
-O que simplesmente você está fazendo aqui?
-Bendito quarto que eu escolhi!Agora eu vou ter que aturar a cara feia da Granger todos os dias até o início do ano letivo.
-Malfoy, você não respondeu a minha pergunta!
-Não te interessa Granger.Eu não estou nem ligando para as suas palavras tolas.
-Onde está a sua educação?
-No mesmo lugar que a sua!
-Você é um idiota!
-Você é uma retardada.
-Mimado.
-Baba ovo.
-Filhinho de papai.
-Sangue-Ruim.
-Seu filho da...
Antes que eu completasse a minha frase minha mãe me chamou no corredor.Fechei a janela (na verdade porta), fechei as cortinas e se eu pudesse usar a varinha eu lacrava a janela para ela nunca mais ser aberta, para que eu não tenha de enxergar aquele... educação Hermione, educação.

Tem três dias que a minha vida tem sido um inferno.Mas não resisti e mais tarde ainda no primeiro dia abri a janela.Eu não ia deixar de tomar meus “banhos de ar” diários e matinais por causa do Malfoy, eu estava na minha casa afinal.
Todos os dias eu vejo aquele...aquele...ser monstruoso.Até aí tudo bem.As nossas briguinhas matinais até que vão, mas hoje tenho certeza que a minha mãe passou dos limites e além de um castigo que levei vou ser obrigada a aturar aquela aberração aqui em casa.
Isso mesmo.A minha mãe convidou os Malfoys para jantar aqui em casa.O convite se restringe á Narcisa Malfoy e aquele filho dela, já que desde o ano passado Lucius Malfoy está preso.
Os jantar vai ser as sete da noite e eu não posso sair do quarto para nada porque estou de castigo, por causa daquela fuinha, daquela Barbie ambulante, por causa daquele...ah, deixa pra lá!

-Eu convidei os novos vizinhos para jantarem aqui hoje.
-O que?Como a senhora pode ter feito isso, você está louca?
-Hermione tenha modos!E por favor, a Sra. Malfoy é uma mulher muito educada e o seu filho é um ótimo rapaz, de uma educação exemplar.
-O Malfoy exemplar!?Ah, fala sério.Eu conheço Draco Malfoy para a minha tristeza, há seis anos.Ele também estuda em Hogwarts.
-Que gracinha, os dois estudam na mesma escola.Isso quer dizer que ele também é bruxo.Mais um motivo para vocês serem amigos.
-AMIGOS?Mãe nós somos inimigos mortais.Você ouviu INIMIGOS MORTIAIS!
-Deixe de bobagens Hermione.Os jantar é as oito e se arrume bem bonitinha.
-Para começar eu não vou a esse jantar.
-Vai sim mocinha.
-Não vou mesmo.
-Você vai e ponto final.E você está de castigo por hoje.Não saia desse quarto até a hora do jantar.
Minha mãe fechou a porta do meu quarto.

O que eu fiz de errado para merecer isso?Além de ter que aturar o Malfoy em Hogwarts, de aturá-lo como vizinho, vou ter que aturá-lo como visitante, dentro da minha própria casa.E ainda ficar de castigo por causa daquele idiota.
Sei que é uma vergonha uma menina da minha idade ficar de castigo, mas é que eu tenho respeito demais pelos meus pais, para mim eles são meio que autoridades.Onde está o meu espírito Harry Potter nessas horas, driblar castigos.Mas não tenho coragem, principalmente com os meus pais.
Eu me odeio e odeio aquele imbecil mais ainda.São cinco e meia e a minha mãe já veio aqui no meu quarto para mandar que eu me arrume.Me dá vontade de me arrumar, bem mal arrumada.Mas não vou fazer meus pais passarem vergonha e eu não quero ser humilhada pelo Malfoy.
Tomei um relaxante banho e vesti uma das minhas melhore roupas.Um vestido curto, justo preto.Um dos poucos curingas do meu guarda-roupa.Calcei as minhas sandálias de salto fino.Eu odiava usá-las, já que além de não saber andar direito com salto, elas eram bastante desconfortáveis. Mais cedo, fiz uma escova no cabelo, para me deixar mais apresentável.Mas não adiantaria muito já que ele já me viu de camisola.
Pêra aí, O MALFOY JÁ ME VIU DE CAMISOLA!Eu não acredito, simplesmente não pode ser.Justamente eu estava com a minha camisola que ganhei no terceiro ano, e el está curtinha.Oh Merlim!
Acabei de gritar e consegui controlar o meu desespero.Voltando ao assunto da roupa, além dos itens que já citei, coloquei também os conjunto de colar e brinco e cristal que eu havia ganhado de Harry no ano passado.
Eram sete e quinze.Passei um suave perfume e fiz uma leve maquiagem (rimél, gloss e lápis.).Alguém bateu a porta do meu quarto, era a minha mãe.Ela parecia que ia para uma festa.Acho que Narcisa Malfoy deve ser tão elegante que a Sra. Alice Granger deve querer impressioná-la.
Desci as escadas.Meus usava um terno, porém sem gravata, para dar um visual mais informal.Menos de um minuto depois a campainha tocou.Minha mãe fora atender.Deu para ver um pedaço do hall.
A Sra Malfoy cumprimenta a minha mãe.Ela usava um elegantíssimo vestido vinho e uma jóia magnífica no pescoço.E ela era realmente elegante, tipo mesmo se ela estivesse com roupas de mendigo era estaria chiquérrima.
Logo atrás de Narcisa surgiu Draco Malfoy.A fuinha usava um jeans e uma camiseta trouxa normais, mas muito bem escolhidos.Ele segurou a mão da minha mão e beijou as costas da mão dela.Alice abriu um sorriso, e eu simplesmente revirei os olhos.
Bem enquanto isso a Sra. Malfoy veio me cumprimentar.Ela era realmente alta e muito bonita.Deve ser por isso que o Sr. Granger estava boquiaberto.
Malfoy entrou na sala.Seu olhar caiu justo sobre mim.Eu apenas levantei um das sobrancelhas.Mas ele parou por um instante na minha frente.Eu apenas o fuzilei com um olhar de ódio.Mas ele para a mina surpresa parecia surpreso.E o cretino, também beijou as costas da minha mão e depois me olhou com o habitual ódio e desprezo.
Nos sentamos na sala.Meus pais e Narcisa conversavam sobre alguma coisa que nem quis prestar atenção.Malfoy (infelizmente sentamos no mesmo sofá) disse em voz baixa:
-Eu sei que eu sou lindo, mas não precisava se arrumar tanto.Não há nada que melhore a sua aparência.
-Muita obrigada pelo seu amistoso elogio.Você está também muito arrumado.Eu adoraria contar para Hogwarts inteira que Draco Malfoy, o Sangue-Puro, o anti –trouxas, está trajando roupas e morando num bairro trouxa e além do mais jantando na minha casa.
-Eu não vim por vontade própria, fui quase que arratado.
-Eu também.
-Você é ridícula.
-Fuinha.
Ele calou a boca.Ainda bem!Se houvesse um campeonato de “noite mais chata” com certeza, “Jantando com Draco Malfoy” ganharia.Ele era insuportável.Eu sempre soube disso.Mas o pior de tudo foi que noite não terminou por aí.
-O jantar está pronto. –disse a minha mãe.
Seguimos até a sala de jantar, onde havia um decoradíssima mesa.Minha mãe comprou pratos, talheres, taças e uma toalha de mesa nova.Só para aquela ocasião.O prato era uma massa italiana, ou melhor, uma lasanha.Coisa que não era muito comum aqui na Inglaterra.
O jantar estava ótimo, quase não comi.Simplesmente perdi totalmente o apetite.Alguns minutos depois minha mãe trouxe a sobremesa.Pudim de chocolate.Dessa vez eu comi, uma fatia enorme.O meu apetite voltou pelo menos o meu apetite por doces.Todos comeram a sobremesa, a senhora Granger disse:
-Claro mãe.
-O Draco vai ajudá-la. –disse a Sra Malfoy.Parece que Malfoy iria falar alguma coisa, mas a Sra Malfoy deu um olhar tão mortal para ele e simplesmente ele deu meia volta.
Levamos muitos pratos para a cozinha.Faltavam ainda os talheres e copos.Mas em vez de ir para o lado da porta ele se voltou para o lado onde eu estava e...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.