FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. O nosso final


Fic: O que o futuro nos aguarda...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

No capítulo anterior:
“- Ei Neville! – Gritou James e o garoto se virou – Neville, nós podemos falar com você?
- Claro – disse Neville chegando perto do grupo e sentando no sofá.
- Nós podemos lhe fazer algumas perguntas sobre os pais do Harry?
Neville pareceu um pouco confuso – Que pais?
- A mãe e o pai do Harry!
- Do Harry, Harry Potter?! Como vocês querem que eu saiba dar respostas sobre os pais dele se eles morreram?!
Todos ficaram em silêncio e Remo que havia acabado de chegar parou a caminho do sofá ainda como se fosse ir até ele. James e Lílian estavam em estado de choque e Raissa e Sirius não acreditavam no que haviam ouvido.
- Morreram?! – Conseguiu perguntar Remo.
- É! Que espanto é esse? O Harry é famoso no mundo bruxo pelo fato de os pais dele terem morrido e ele ter sobrevivido a Você-sabe-quem.
- Você sabe quem?! Harry famoso? – perguntou Sirius e James e Lílian ainda permaneciam quietos com o espanto nítido em suas faces.
- Vai me dizer que vocês nunca ouviram falar dele? Onde vocês moram?! Onde vocês acham que o Harry conseguiu aquela cicatriz? Olha, se vocês querem tanto saber sobre isso é melhor falarem ou com Rony ou com Hermione que são tão amigos dele, ou aproveitem que ele vem vindo aí e perguntem. Eu tenho que ir, tchau.
Dizendo isso Neville subiu ao mesmo tempo em que a passagem era aberta por Harry. Todos olharam para Harry, Rony, Hermione e Gina que entravam e pela expressão do rosto dos de mais, Harry não teve dúvidas, eles haviam descoberto. Ele agora estava ferrado.
James e Lílian lançaram ao mesmo tempo um olhar para Harry, e naquele olhar Harry viu coisas que nunca gostaria de ter visto nos olhos dos pais: decepção, tristeza, medo e um sentimento de traição horrível que eles deveriam estar sentindo.
Agora como ele iria conseguir se explicar ele não sabia e a única coisa que sabia era que ao mesmo tempo em que sentia medo e nervoso estava feliz. Seus pais haviam descoberto o que ele tanto queria que eles descobrissem, mas e agora? Como seria o futuro depois disso? O que ele iria contar para os pais e o que ele ia omitir? Como ele ia contar para os pais?!
O nervoso o consumia cada vez mais e de uma coisa ele estava certo, o futuro agora dependia de tudo o que ele iria contar para os pais, agora só restava uma dúvida:
O que ele ia contar e o que ele queria contar?”


Último Capítulo – O nosso final


- Eu só queria saber como você pôde? Esconder a verdade da gente? – Perguntou Lílian com lágrimas nos olhos, que agora lhe caíam sobre a face.
- Vocês têm que entender – começou Hermione.
- ENTENDER O QUE? QUE ELE PREFERE VER OS PAIS MORTOS A OS CONTAR A VERDADE? – Perguntou James se alterando. Sorte deles que agora a sala comunal estava fazia, só tendo os que sabiam a verdade nela.
- ISSO NÃO É VERDADE! ISSO É LOUCURA! – Gritou Harry tão alto quanto o pai.
- Loucura? Não venha falar de loucura! Loucura é o que eu e a Lily temos passado. Nós viemos parar na época do nosso filho, com nossos amigos, e estamos lutando desde o começo para saber o que estava acontecendo com você e agora a gente descobre que você esconde o fato de não ter pais!
- Você acha que é simples assim?! Que é fácil chegar para os pais e falar: aí! Vocês vão morrer quando eu tiver um ano! – Disse Harry e se arrependeu, pois Lily chorou mais ainda.
- Um a-a-no? – disse Lílian e James a abraçou – Eu não acredito nisso! Não quero acreditar!
- Eu sinto muito – disse Harry indo até onde os pais estavam. James olhou para o filho:
- Se você realmente sentisse você teria nos dito a verdade!
- Você esperava que eu traísse a confiança de Dumbledore?
- Você prefere trair seus pais?!
- Meus pais estão mortos! – Exclamou Harry e James largou Lílian na hora, e Lílian tapou a boca com a mão. - VOCÊS ACHAM QUE É FÁCIL EU VER VOCÊS AQUI E SABER QUE EU NÃO POSSO DIZER NADA?! QUE É FÁCIL IMAGINAR QUE NO FUTURO, OU NO PASSADO, EU SEI LÁ, EU NÃO VOU TER PAIS E QUE VOU TER QUE MORAR COM MEUS TIOS?!
- Harry, ninguém disse que é fácil – disse Sirius enquanto Raissa ficava estática e Remo branco como papel.
- E por que você não poderia tentar deixar isso um pouco mais fácil? – Perguntou James se acalmando ao ver o desespero do filho.
- E-e-eu não sei – balbuciou Harry.
- Harry, pelo amor de Merlin! Nós já descobrimos metade da história – implorou Lílian segurando as mãos do filho – Nos conte a verdade, eu imploro.
Harry olhou bem para a mãe e para o pai.
- Vamos Harry, conte – disse Hermione e todos arregalaram os olhos. Ela foi até Harry e colocou a mão no ombro do garoto – Não adianta mais negar nada, a gente te ajuda a contar tudo. Estamos do seu lado, Rony?
- Pode contar comigo.
- Gina?
- É óbvio.
Harry olhou para os pais e para seus amigos e suspirou.
- Está bem, então eu acho melhor vocês sentarem.

Todos se sentaram no sofá e Harry sentou no chão com os amigos em frente aos pais.
- O que vocês querem saber?
- Tudo.
- Tudinho?
- Tudinho.
- Hermione – chamou Harry e falou no ouvido da amiga – E a parte do rabicho?
Hermione olhou bem para Harry e depois para os demais que estavam super ansiosos.
- Você ouviu Harry, eles querem saber tudo.

Harry narrou toda a história de sua vida que ele conhecia, pelo menos. Narrou tudo com a ajuda de Hermione, Rony e Gina. A cada parte da história alguém soltava uma exclamação e a cada parte da história que Harry contava que chocava, Lílian soltava um suspiro e James tinha que abraçá-la para que ela pudesse, ou tentasse prender o que seria um choro. No final da história estavam todos paralisados e estáticos.
- FILHO DA PUTA, AQUELE RATO DESGRAÇADO!!! – Gritou Sirius assustando todos presentes. O garoto levantou do sofá com um olhar mortal – Eu vou matar aquele desgraçado! Eu vou esganar ele! Matar!
- Calma Sirius! Pelo amor de Merlin, se acalma! – Pediu Raissa puxando o garoto para que sentasse ao seu lado.
- Sirius, xingá-lo não vai adiantar em nada – disse Remo ainda chocado.
- E o que vai? – Perguntou James com um olhar desafiante – Aquele idiota nos traiu! Ele merece morrer!
- Lily, o que você tem a falar? Você está quieta! - Disse Raissa e todos olharam para a garota que estava parada com o olhar fixo.
- Nunca gostei dele – disse em um sussurro e olhou para James desesperada – O que nós vamos fazer?!
James parou para refletir – Eu não sei.
Sirius olhou para o amigo e deu-lhe um tapa no ombro. James olhou intrigado para Sirius – Porra James! Por culpa daquele idiota, filho de uma mãe, você morreu, eu fui parar em Askaban e estou foragido, Remo não tem mais sossego aonde quer que vá, Lílian morreu e nenhum de nós sabe o que aconteceu com Raissa.
- É verdade, nós nunca ouvimos falar da Raissa – disse Harry.
- Vai ver, se ela não tivesse vindo para o futuro, ela não teria ficado com Sirius e... Ah meu Merlin! Por isso a gente nunca ouviu falar dela! – Disse Hermione tapando a boca com a mão.
- Vocês não entenderam não é? – Perguntou Lílian e todos olharam para ela – Só Hermione conseguiu compreender, nós estamos alterando o futuro! Todas essas nossas ações estão alterando o que vai acontecer na história.
- E? – Perguntou Sirius nervoso.
- E que se vocês tomarem alguma medida drástica nós não saberemos o que vai acontecer! – Disse Hermione e Sirius bufou – Sirius, seu idiota! Se vocês se vingarem ou algo assim do rabicho é capaz de no futuro a gente não ter nenhuma chance contra Voldemort!
- E é capaz de a gente ter! – Disse Remo – Nós nunca saberemos como isso afetaria!
- Só se a gente afetar – disse Sirius com um sorriso maroto – É o seguinte, a gente não precisa se vingar deles, e vocês não precisam confiar nele para o feitiço, vocês podem confiar em Dumbledore.
- Seria um bom plano. – Disse James.
- Vocês não conseguem entender que a vida de todos nós está em jogo? – Perguntou Gina.
- E as nossas também! – Exclamou Raissa.
- Tudo está em jogo! – Falou Harry – Mas se bem que eu gostaria de poder ter pais.
James apontou sorridente para Harry – Estão vendo? Ele nos quer aqui, VIVOS!
- Todos querem, mas quem disse que esse é o certo? – Perguntou uma voz atrás de todos.
Todos se viraram e tomaram um susto ao se depararem com Alvo Dumbledore na entrada da sala comunal.
- Diretor, eu-ee-eu juro que eu não contei! – Exclamou Harry aflito.
- Nós descobrimos – disse James e todos concordaram.
Dumbledore sorriu para os garotos – Meus caros, eu acredito na palavra de vocês, só que essa não é uma questão para se discutir. Acho que temos uma questão muito mais importante aqui.
- Senhor – começou Lílian aflita – não sabemos o que fazer!
Dumbledore fitou todos por baixo de seus óculos – Eu gostaria de falar em particular com a senhorita Evans e com o senhor Potter.
- Ah não! Nós queremos saber! – Disse Sirius para Alvo que sorriu enquanto Raissa dava um tapa no braço do garoto.
- Acho que o senhor, senhor Black, já alterou o futuro demais – disse lançando um olhar divertido para Raissa que corou – Mas depois eu falarei com os senhores.
Sirius assentiu com a cabeça.
- Senhoritas – disse chamando as meninas – eu poderia conversar com eles em particular no quarto de vocês?
- Por que no quarto delas? – Perguntou Rony sem se conter.
- Porque no quarto dos meninos todos podem ouvir a conversa e nos das meninas teremos mais privacidade, além do mais eu duvido que elas deixassem vocês subirem lá.
Rony corou enquanto Dumbledore subia para o quarto com Lílian e James.


- Sentem-se – disse Dumbledore indicando uma das camas do dormitório enquanto ele sentava em outra na frente dos dois. – Então, vocês já sabem de tudo?
- Professor, eu deveria estar muito nervoso com o senhor – começou James – Mas como eu sei que o senhor não queria que a gente soubesse para proteger o futuro do nosso filho e dos seus amigos...
- Sei que você irá me perdoar e iremos conversar como pessoas civilizadas.
- Isso mesmo diretor.
- Então, vocês já decidiram o que vão fazer? – Perguntou Alvo e os dois ficaram confusos.
- Como assim, diretor? Eu pensei que você fosse nos proibir de tentar mudar algo. – Disse Lílian.
- Eu nunca faria isso. Porque sei que as duas decisões serão feitas com sabedoria. Então?!
- Se a gente não fizer nada, nós morremos, e se a gente fizer, é capaz de todos morrerem... – Começou Lílian.
- Ou viverem felizes – terminou Dumbledore – Vocês terão que enfrentar uma grande escolha. Faça-a com sabedoria e tudo irá acabar bem.
- Mas qual é a escolha certa? – Perguntou James quase que suplicando.
- É a escolha que vier de bom grado para vocês. Conversem e discutam que eu sei que vocês chegaram a uma solução. Façam a escolha de coração que eu sei que dará tudo certo.
- Como você sabe? – Perguntou James.
- Porque eu tenho fé. Agora se os senhores me derem licença eu gostaria de falar com Sirius, Remo e Raissa. E se vocês puderem, não comentem nada com os do futuro, não saberemos como seria a reação.
- Obrigada diretor – disse Lílian saindo com um confuso James atrás.


Dez minutos depois os três alunos que Dumbledore chamou se encontravam no quarto.
- Eu só quero falar uma coisa com vocês – disse Alvo – Eu gostaria de pedir, que for qualquer, qualquer, escolha que Lílian e James tomarem, que vocês dessem apoio e conforto na hora da decisão.
- Mas...
- Sem “mas”, senhor Black. Eles são seus amigos e esta com certeza é a maior decisão que irão tomar na vida. Quero ter certeza que vocês os apoiaram como eles fariam o mesmo se fosse com vocês.
Os três se olharam e assentiram com a cabeça.
- Prometemos senhor – disse Lupin.
- Pode deixar – disse Raissa dando uma cotovelada em Sirius.
- Isso aí – disse o garoto.
- Fico feliz de saber isso – disse Alvo – E vocês podem chamar o resto do pessoal para eu falar com eles? – Perguntou e todos saíram.


Harry, Gina, Rony e Hermione praticamente entraram pulando no quarto.
- E aí?! O que eles decidiram?! – Perguntaram juntos e Dumbledore sorriu.
- Eu não sei.
Todos ficaram paralisados.
- Como assim não sabe?! – Perguntou Harry em choque.
- Eu acho que é melhor não sabermos da decisão.
Hermione e Gina fizeram que sim com a cabeça, mas Rony e Harry não agüentaram calados.
- Então não saberemos da maior decisão?! Isso é tão injusto! – Exclamou Harry.
- Isso mesmo! Nós fazemos parte disso! – Falou Rony em choque.
- Meninos – começou Alvo e eles se calaram – com qualquer decisão nós ficaríamos apreensivos e totalmente curiosos com o que vai acontecer. É melhor deixá-los tomarem a decisão e deixar por conta deles. Agora vamos descer que eles têm que ir embora.
- Como é que é? – Perguntou Harry.
- O vira-tempo está pronto.
- Então foi por isso que o senhor veio até aqui? – Perguntou Hermione.
- Exatamente.



Todos desceram para a sala comunal onde se encontravam o resto do pessoal. Todos que estavam na sala pararam de conversar ao verem que os demais haviam descido. Alvo sorriu:
- Tomaram suas decisões? – Perguntou e Lílian e James mesmo pálidos assentiram com a cabeça, decididos – Ótimo. O vira-tempo nos aguarda – disse Dumbledore tirando o pequeno objeto do bolso.
- Então, é hora de dizer adeus?! Certo? – Perguntou James e Dumbledore assentiu com a cabeça.
Todos se entreolharam e no momento seguinte estavam todos se abraçando.
- Harry – chamaram Lílian e James.
- Fala.
- Vem cá – James puxou o filho para um canto mais afastado com Lílian.
- Harry, nós queremos que você saiba que mesmo se nossa decisão der errado, nós te amamos muito – disse Lílian com lágrimas nos olhos – E mesmo se nossa decisão der certo nós sempre lembraremos do filho super corajoso que você foi ao tentar esconder uma verdade tão suja.
- Não sabemos se escolhemos o certo ou o errado, e nós vimos que mesmo voltando e não alterando será alterado mesmo assim, então... Bom nossa decisão está nas mãos do futuro.
- Eu confio em vocês – disse Harry e notou que também estava com lágrimas nos olhos como James e Lílian. Abraçaram-se e se despediram no silêncio do abraço, não era necessário palavras.
Quando o abraço se desfez Lílian segurou o rosto de Harry – Até mais.

Todos se despediram e Dumbledore trancou o retrato para que ninguém aparecesse. A sorte era que ninguém havia aparecido, sorte ou não, pois também teve um dedinho de Dumbledore.
- Tchau – disseram todos.
- E Harry – chamou Sirius antes de tocarem no vira-tempo – Foi um prazer ser seu padrinho.

Rindo todos voltaram para os seus devidos tempos e os que ficaram tiveram os sorrisos apagados ao verem os outros desaparecendo.

- Harry – chamou Gina – Que decisão você acha que eles vão tomar?
- Eu não sei.



De volta ao passado, na hora em que todos se viram caídos no chão embolados, olharam direto para a porta onde rabicho os olhava de uma forma curiosa:
- Onde vocês foram? Vocês estavam brigando e agora estão caídos?!

Sirius bufou por dentro e Lílian e James se entreolharam. Eles já sabiam que decisão tomar...
... E você? Qual tomaria?!


Fim.



Ok, não me matem! Sim! Esse é o final da Fic. É porque eu não quero que algumas pessoas saiam chateadas porque eles tomaram essa ou aquela decisão. Então cada um escolheria a decisão que lhe fosse melhor.
Mas eu tive uma idéia, se vocês quiserem uma continuação que fosse com eles decidindo alterar de vez o futuro não confiando no rabicho, me avisem que eu faço sim uma continuação, não agora, pois eu tenho outras fics pra cuidar, mas eu faria quando desse tempo e inspiração. Deixem recados, mesmo que a fic tenha acabado, e se a escolha da maioria for ter uma continuação, eu continuo a fic! XP

Agora aos agradecimentos finais:

Larissa – Menina, valeu pelo comentário! Que bom que você gostou da Fic e que acompanha também as minhas outras, eu adoroooo seus comentários, sabia?! Valeu por tudo.

Lily Black ♥ x)~ - Que bom que você gostou da idéia da Fic, espero ver outro comentário seu e eu vou ler sim a sua, mas é que eu estava fazendo o último capítulo dessa e programando as outras, então não deu tempo!! Obrigada pelo comentário.

maluh aluada evans potter – Valeu por todos os comentários ao longo da Fic e pode deixar que eu vou continuar lendo os capítulos da sua! xD Valeu.

Maari V. Potter – Não bate em mim não! Estou até com medo de você agora que eu postei o último capítulo! Auahhuauhahua Obrigada pelo comentário, viu? Adorei ele!

alexa_zabini – Está aqui o último, e eu sei que você vai entender os meus motivos para esse final, espero! Hauahuhuahua Quem sabe se eu fizer a continuação eles não irão ter irmãos e o Sirius um filho? xD Agora me inspirei!! Valeu por todos os comentários!

¥ Anna Weasley ¥ - Essa daqui sumiu! Puft! Mas sempre comentou nas minhas fics e eu sei que ela não está tendo tempo para entrar no site! Mas eu espero os comentários dela! Sempre! Ela disse que não ia abandonar as fics! Uhauahhauhua E não chora não! Mesmo sendo o último capítulo pode ter continuação! Se Merlin quiser vai ter! Valeu por todos os seus comentários nessa minha Fic!

Gabizita – Que bom que você amou a Fic! Quem sabe eu não faça uma continuação? Só se o pessoal postar comentários pedindo uma! Hauhauhahu Malvada eu né? Valeu pelo coment!

lilica86 – Essa é outra que sumiu, mas eu sei que é porque está ocupada! Mas eu espero por comentário! XP Valeu por ter acompanhado minha fic, não só essa como os outras também! Valeu por tudo menina!

Sany Evans – Valeu pela capa, e que bom que você postou uns recadinhos na fic. XP

Pollita – Você também comentou na fic que eu me lembro! XP Valeu pelos coments.

Nathália – Gente, ela não tem conta aqui na Feb, mas sempre me ajudou nas minhas fics, então agradeço a ela!

E por último queria agradecer a todos que acompanharam a Fic! Valeu gente! E comentem se essa Fic precisa de uma continuação ou não.

Amei fazer essa Fic!
Beijos,
Cecília Potter ;***

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 6

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Marinamadson em 03/10/2014

Oh, continua pf!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mary Lilian Potter em 03/04/2014

tipo eu tava aqui lendo super emocionada e curiosa e vejo que a fic acabou assim, eu quase me matei!!!!!!!mas isso me lembrou um pouco a J.K. achei legal depois de um tempo de drama, mas isso NAO QUER DIZER QUE EU NAO QUERO CONTINUAÇAO!acho intereçante a opçao do autor pois da para ver melhor como ele pensa entao por favor continua a historia é realmente boa!!!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Clenery Aingremont em 19/06/2013

Continue porfavor. Eu quero muito ler a continuação!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Clenery Aingremont em 02/04/2013

Continue a fanfic! Se continuar me mande um tweet avisando o nome da fanfic. É @Clenery

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por lily jean OLIVER em 16/03/2012

sua má =( enfin acho que você deve continuar e concordo plenamente com minha colega potteriana continua continua por favor

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lorienv em 26/02/2012

A história é realmete muito boa. Mas... Francamente, na hora que a história ia ficar mais interesante, você acaba. Portanto continue, vc nunca vai conseguir agradar a todos mesmo, nem JKR conseguio. A fic é sua, continue como vc acha que deva continuar. 
PS: Se vc continuar, me avisa. Faço questão de ler.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.