FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Capítulo Único


Fic: Mudanças DM-HG Song


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

MUDANÇAS


Hermione estava na cozinha. Abriu o lixo e jogou fora tudo que havia na panela. Um feitiço resolveria o problema, mas ela precisava extravasar sua raiva. Engoliu de uma vez o conteúdo de sua taça de vinho. Jogou a taça contra a parede. Ele nunca aparecia. Sempre se atrasava. Que merda de vida era aquela?

Eles faziam cinco anos de casados. Ela havia preparado o jantar preferido dele. Ela sempre cozinhava coisas que ele gostava. Mas, ele não aparecia para jantar. Quando chegava, comia calado. Ou chegava brigando com ela por coisas bobas. Coisas que ela tentava entender. Depois de tudo, ela trancava-se no banheiro e chorava. Quando deitava na cama com os olhos inchados, ele já estava roncando.

Naquele dia, abriu outra garrafa de vinho. Ele chegou tarde. Muito tarde.

- Já falei que você não precisa me esperar.

- Faz muito tempo que não espero por você, Draco.

- E o que está fazendo acordada?

- Apenas bebendo uma taça de vinho – Hermione respondeu encarando o vazio.

- Já disse que não quero você me cobrando! Preciso trabalhar para que possa apreciar esse vinho! – Hermione levantou-se e jogou a taça contra ele que se desviou – ESTÁ LOUCA? Que porra foi essa?

- Só estou cansada, Draco!

- Cansado estou eu disso tudo! Trabalho feito um condenado! Odeio minha vida! – aquilo machucou Hermione. Seus olhos encheram-se de lágrimas. Draco percebeu e mudou o tom de voz – Não quis dizer isso.

- Mas disse.

- Que merda, Hermione...

- Já deixou bem claro que vive na merda... prometo que isso mudará. – ela tomou o caminho para o quarto, mas o corpo dele bloqueou o caminho.

- Espere...

- Não, Draco. Cansei de esperar. Você só sabe chegar aqui e gritar. Chegar e dizer a merda que sua vida se tornou.

- Não é isso... Eu...

- Não precisa explicar... Vou dormir. – e passou por ele.

Draco tirou a gravata e jogou-a no sofá. Foi até a sala de jantar e encontrou a mesa semi arrumada. Havia um cartão sobre a mesa.


Draco,
Acredito que estamos numa fase ruim que será superada. Cinco anos de casados... só posso dizer que amo você acima de tudo e de todos. Obrigada por ensinar-me o que é amar.
Amo você...
Beijos,
Hermione.


Porra. Ele havia esquecido. Foi até a cozinha e encontrou outra taça quebrada. Abriu o lixo e encontrou o jantar intocado. Lasanha. Seu prato preferido. Xingou a si mesmo.

Subiu para o quarto. Ela estava deitada.

- Hermione? – ela não respondeu. O loiro sabia que ela fingia dormir. Tocou no ombro dela – Hermione? Eu...

- Esquece...

Na semana seguinte, ele sempre a encontrava dormindo. Ou melhor, fingindo que dormia. Mesmo quando aparecia mais cedo. Encontrava uma garrafa de vinho vazia e ela na cama.

Ele girava na cadeira da presidência. Uma batida na porta. A secretária entrando.

- Senhor Malfoy, a reunião agendada para hoje a noite...

- Cancele.

- Mas, senhor...

- Cancele. Estou indo para casa.

- Senhor... – ele levantou-se, pegou o paletó e passou pela porta.

- Estou indo embora, senhorita Greene. Até amanhã.

Hermione abriu mais uma garrafa de vinho. O sol estava se pondo. Pendurou seu jaleco atrás da porta e tirou os sapatos. Assustou-se com o barulho da porta. Quem seria? Foi até a sala com a varinha em punho.

Um dia, ele chegou tão diferente do seu jeito de sempre chegar

Ela olhou e desacreditou que era Draco. Era cedo demais. Olhou esperando um xingamento, uma reclamação. Mas, não. Ele apenas...

Olhou-a de um jeito muito mais quente do que sempre costumava olhar
E não maldisse a vida tanto quanto era seu jeito de sempre falar


Silenciosamente, Draco aproximou-se dela. Como deixara a distância imperar entre eles? Sua mulher era linda, sensual, inteligente... Ela usava a roupa do trabalho.

Hermione ficou parada com sua taça de vinho na mão. Aquele olhar e aquele silêncio causaram certo incômodo. Nos últimos dois anos ele entrava gritando, xingando. Coisas eram quebradas, palavras eram como faca cortando sua pele. Tantas vezes pensara em ir embora. Só que ela fraquejara. Ainda amava demais aquele maldito sonserino.

- Vamos sair? – ele perguntou quebrando o silêncio.

E nem deixou-a só num canto, pra seu grande espanto, convidou-a pr a rodar

- Sair? – Hermione perguntou com a voz trêmula.

- Sim... tem aquele restaurante próximo à praça que você gosta. Faz tempo que não vamos lá...

Ela sorriu. Subia as escadas correndo...

E então ela se fez bonita como há muito tempo não queria ousar
Com seu vestido decotado cheirando a guardado de tanto esperar


Ela desceu as escadas correndo. Ele já estava pronto. Hermione sorriu novamente e Draco sentiu seu coração mais leve,

Depois os dois deram-se os braços como há muito tempo não se usava dar
E cheios de ternura e graça, foram para a praça e começaram a se abraçar


Ao chegar ao local, Draco puxou-a. O restaurante que ficasse para mais tarde. Abraçou-a e beijou-a.

E ali dançaram tanta dança que a vizinhança toda despertou

Não precisavam de música.

- Desculpe... – ele murmurou. As pessoas que caminhavam pelo local para ver o jovem casal dançando ao som de música alguma.

E foi tanta felicidade que toda cidade se iluminou
E foram tantos beijos loucos, tantos gritos roucos como não se ouvia mais


Nas casas, as pessoas sorriam de outra forma. Quem estava pela praça andou mais rápido para encontrar seu parceiro. Quem estava acompanhado, juntou-se na dança de música silenciosa. Foi então

Que o mundo compreendeu

Aparataram em casa após o jantar e amaram-se. Tendo Hermione deitada em seu peito, Draco sabia que era o homem mais sortudo do mundo.


E o dia amanheceu
Em paz






Song inspirada na música Valsinha de Chico Buarque.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 6

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Biib's Malfoy em 26/01/2017
que lindaaaa! <3
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tatiane Marchi em 13/12/2012

Diz ai como é que você ainda não escreveu um livro??????
são demais as suas historias
não tem nenhuma que eu tenho lido ate agora que eu não tenha gostado
você escreve maravilhosamente bem e emociona a todos
então ponha a sua caixola para funcionar e escreva mais historias lindas como essa e um livro super emocionante
hehehehehehehe
beijos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Minerva Lestrange em 23/04/2012

q linds! Quase chorei (tenho que dizer que ando muito sensivel e lendo as suas fics choro mesmo), muito legal! Parabéns.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Milena Pinheiro em 24/10/2011

Você escreve muito muito bem ' O.o

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Jheni weasley em 28/08/2011

Eu achei tudo maravilhoso!

Parabéns...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Elisa Carvalho em 27/08/2011

Mais uma maravilha escrita pela Ártemis!!

Muito linda!

Bjs, bjs!

Obs.: Amo suas fics, você sabe, né? rsrs

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.