FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Chapter II


Fic: Veela, Draco?- Dramione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione pensou que estivesse ficando louca quando p assou pelo corredor para chegar ao Salão Principal e viu Draco passar por ela, acenar com sua cabeça e dizer:



 



- Bom dia.



 



Ela definitivamente devia estar sonhando. Provavelmente ainda estaria no segundo ano e tudo seria apenas um sonho. Ainda devia estar petrificada, era a única explicação para sonhar com todos esses anos. Onde que Malfoy lhe ajudaria com uma resposta de um exército e seria bom dia normalmente para ela? Alguma coisa não estava nem um pouco certa. É nesse caso, ela nem preferia descobrir o motivo.



 



Draco se sentia na merda. Nunca pensou que pudesse existir algum para ele, porém a sua dificuldade em falar com o Hermione chegava a ser patética. Ele não era anti-social,já havia ficado com algumas garotas, era extrovertido e bom de papo. Não tinha sentido o suor frio que sentia ao tentar chegar perto da garota. Zabine desconfiava que ele estava travado por ser a sua paixão platônica e tivesse medo de dar errado. Ou pior ainda: medo de conseguir a garota. Desde a sua descoberta, ambos pensavam numa maneira de fazer aquilo dar certo.



 



-Eu li em algum lugar que suas mudanças foram justamente para atrair ela.



 



-Blás, não creio que ela tenha me notado.



 



-Pelo amor de Deus, auto depreciação não é o seu forte. Não faz o menor sentido isso. Já se olhou no espelho? CORAGEM HOMEM! Não ouvi seis anos sobre como você a queria para agora dar para atrás!



 



-Eu...



 



-Ainda, como era mesmo? “Aquele cérebro exala sedução para um amante como eu! É um pacote completo, adoraria revoltar aquele seu cabelo ainda mais. Eu ainda vou ter lá para mim!”- Blásio imitou a voz de Draco.



 



-Falar é fácil, quero ver e tentar manter uma conversa com ela!



 



-Ah, então eu posso? Será um prazer contar o seu segredinho para ela.



 



-NÃO!- a voz do loiro tomou um tom assustador, presas cresceram de sua boca e seus olhos ficaram pretos.



 



-Você sabe o que fazer. Não cometa o erro de ignorá-la.



 



***



 



“Apenas pense, Draco. Era tudo que você sempre quis. Sem pressão. É Só Chegar e... Ai, caramba!”



 



Ele literalmente tinha um plano até seu lado veela sentir o cheiro dela e querer tomar conta. O único problema foi que encarou a morena por tempo suficiente para que ela percebesse.



 



-Caham.- Hermione coçou a garganta.



 



-Algum problema, Hermione?- O veela falou.



 



-Eu quem te pergunto.- ela tinha um olhar incrédulo.- que bicho te mordeu, Malfoy? 



 



Antes que ele pudesse perceber a garota juntou seus livros e ia saindo de perto dele. Rapidamente ele segurou seu braço, impedindo de dar mais algum passo.



 



-Não posso mais te dar bom dia? – perguntou com a voz levemente rouca, com uma sobrancelha arqueada.



 



-Considerando que você nunca fez isso... O que você quer?



 



-Que você me responda uma simples pergunta.



 



Hermione achava aquela situação um tanto irônica. Porque justamente ela?



 



-Você percebeu alguma mudança em mim? – seu sorriso era sedutor.



 



-Não. Continua o mesmo idiota de sempre. Agora, se me dá licença...



 



Nunca que ela contaria na cara de pau o quão bonito ele estava. Era óbvio que ele sabia a verdade, só estava tirando sarro com ela.



 



O veela não se sentiu ameaçado ou triste. Ele sabia o que a garota pensava sobre ele. Com seus sentidos apurados era facilmente perceptível a coloração ruborizada em suas bochechas, ou o quão rápido o coração da garota bateu quando ele segurou seu braço.



 



Se ele continuasse a tomar conta, logo logo ela estaria em seus braços.



 



Era isso ou deixar Draco ficar parado sem dizer nada


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.