FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. Começaqndo de novo...


Fic: Começando de novo...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

EPÍLOGO


Hermione estava no Largo Grimmald n°12. Fazia três anos desde a morte de Voldemort. Nessa guerra, ela perdeu duas pessoas nas quais fariam falta o resto de sua vida.
Ela pegou a bolsa e saiu de casa. Ela estava indo a um cemitério. Chegando lá, encontrou as lápides que procurava.

MÔNICA CARTER GRANGER _1967-1999
JOHN WALTER GRANGER _1964-1999



Hermione chorava em frente ao túmulo dos pais. Eles haviam sido assassinados há um ano e meio por alguns comensais que ainda não tinham sido mandados para Azkaban.
-Como eu queria que vocês estivessem aqui. Eu vou me casar amanhã, era para ser o dia mais feliz da minha vida. – ela então colocou um buquê de rosas vermelhas no túmulo.
-E vai Mi! – Rony chegou sem que ela percebesse e a abraçou- Eles vão estar conosco amanhã. Eles sempre estarão.
Hermione se acalmou com a presença daquele ruivo que tanto amava. Eles saíram do cemitério alguns minutos depois. Como já estava tarde, ele a deixou na Ordem e foi para a Toca.
__________________**___________________________________________


No outro dia, a morena foi à última a acordar. A casa dos Black, que agora também pertencia a ela, estava um caos. Só havia mulheres na casa. Todas estavam ali para ajudar Hermione, já que o casamento seria somente ao por do sol.
Às seis e meia, todas as mulheres já estavam prontas e foram para a igreja, onde seria celebrado o casamento, só ficaram Bellatrix e Gina para acompanhar a noiva.
A igreja estava cheia, havia muitos bruxos ali. Rony já não agüentava mais a demora da noiva.
-Harry, cadê a Mione? Será que ela desistiu de casar comigo?
-Rony relaxa daqui a pouco ela chega. Ela só está uma hora atrasada. – quando ele acabou de falar, as portas se abriram- Eu não disse que ela já iria aparecer!
Hermione usava um vestido branco tomara que caia que descia até o tornozelo, com fios de ouro, a maquiagem era leve e nos cabelos ela fez uma trança que terminava na nuca, deixando o resto solto.
O padre começou a cerimônia. Depois pediu para que cada um fizesse os votos.
-Você foi a melhor pessoa que eu conheci na minha vida. Eu sempre vou agradecer a três pessoas. A terceira é o Neville, por perder o sapo dele aquele dia no trem. A segunda é aquele trasgo montanhês que quase me matou, mas você e o Harry salvaram a minha vida. E a primeira é a sua mãe, por ter tido você, a pessoa mais importante da minha vida. Eu te amo Sr. Ronald Billius Weasley. – por fim ela colocou a aliança no anular esquerdo dele e beijou.
-Bom- começou ele- não fui bem eu que fiz meus votos, mas acho que você vai gostar.



“Há certas horas que não precisamos de um Amor...
Não precisamos de uma paixão desmedida...
Não queremos beijo na boca
E nem corpos a se encontrar na maciez de uma cama...

Há certas horas que só queremos a mão no ombro, o abraço apertado ou mesmo o estar ali, quietinho ao lado
Sem dizer nada...

Há certas horas, quando sentimos que estamos para chorar,
Que desejamos uma presença amiga, a nos ouvir paciente,
A brincar com a gente, a nos fazer sorrir...

Alguém que ria de nossas piadas sem graça...
Que ache nossas tristezas às maiores do mundo...
Que nos teça elogios sem fim...
E que apesar de todas as mentiras úteis, nos seja de uma sinceridade
Inquestionável...
Que nos mande calar a boca ou evite um gesto impensado...
Alguém que possa nos dizer:
Acho que você está errado. Mas estou ao seu lado...

Ou alguém que apenas diga:
Sou seu amor! E estou aqui!”


-Eu te amo Srta. Hermione Jane Granger Black. –depois desse pequeno discurso, o ruivo pôs a aliança no anular da morena e beijou-lhe a mão.
-Então eu os declaro unidos pela eternidade. – disse o padre por fim e a igreja inteira chorava.
A festa era na Toca. Havia muitos convidados, dentre eles o ministro da magia, o professor Dumbledore, a professora McGonagall, Lupin, Tonks que estava grávida e membros da Ordem.
-Rony, você recitou Shakespeare na igreja? – Hermione sorriu ao ver a cara do marido.
-Para você ter uma noção do poder que exerce em mim, “eu” li um livro inteiro e ainda por cima de um escritor trouxa! – ele agarrou a morena pela cintura- Eu te amo Sra. Weasley.
-Eu também te amo Sr. Weasley! E tenho um presente para você. – ela pegou uma caixinha pequena e lhe deu.
Ele abriu a caixinha curioso, afinal o embrulho era tão pequeno. Ali, ele encontrou um par de sapatinhos cor de rosa com um bilhete: “Parabéns papai”. Ao olhar para sua mulher, ela estava com as mãos no ventre. Ela sorriu para ela e logo a abraçou.
-Você me fez o homem mais feliz do mundo. – sussurrou no ouvido dela- Por favor! Eu gostaria da atenção de todos. – com um aceno da varinha, ele baixou o som- Hoje eu sou a pessoa mais feliz. Eu me casei com a mulher que amo e ela me deu o melhor presente da minha vida. – ele levantou os sapatinhos para que todos pudessem ver- Eu vou ser pai!
A Sra. Weasley e Bellatrix começaram a chorar e foram abraçar os novos pais. Os convidados mais chegados também foram cumprimentá-los. O resto dos convidados apenas bateu palmas.
Já passava das onze horas da noite, quando Hermione jogou o buque. Que pegou foi Gina, deixando um Harry muito vermelho e seis irmãos os encarando sérios. Depois o casal foi embora, passariam a lua de mel na França.


Eles só tinham certeza de uma coisa: A vida estava apenas começando...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.