FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

24. "A vitória de alguns, a dor de


Fic: Sweet Revenge - Não temos nada a perder!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Carly, Robbie, Midori e Loren procuraram o salão inteiro por Rock, até finalmente achá-la no camarim atrás do palco, conversando com Joey.



 - Ai, meu Deus. – Midori disse parada no que era pra ser a porta se Loren não tivesse a destruído um tempo atrás. É obvio que ”conversando” era a última coisa sendo feita naquela sala. Rock estava completamente descabelada, o vestido estava quase ao contrário, os saltos jogados no meio da sala, a camisa de Joey jogada sobre uma cadeira próxima ao sofá onde os dois estavam, com Rock deitada e o garoto sobre ela, ambos olhando para as garotas na porta do camarim que seguravam o riso.



~~~~



 - Valeu, gente! – Ramon agradecia do palco após finalizar a última música, a platéia gritava muito, aplaudia e pedia bis, Ramon riu – Mais uma vez, esses são Joey, Daniel, tem o babaca do James lá atrás, meu nome é Ramon e nós somos os Marotos! – ele acenou pra platéia animada. Eles saíram do palco pra dar espaço para o DJ que logo montou suas coisas no palco e começou a tocar. Saindo do palco, descendo a escadinha e parando na porta entre o camarim e o palco, Joey e Daniel estavam parados com o ouvido colado na porta. Ramon ergueu uma sobrancelha. – O que vocês tão fazendo? – ele perguntou.



 - Shhhh... – Daniel pediu, apontando pra porta – James ta cantando, parece que a Carly ta lá dentro – ele sussurrou. Ramon arregalou os olhos e colou o ouvido na porta logo em seguida. Eles podiam ouvir a voz de James acompanhada do violão.



 - Merlin... – Ramon sussurrou descolando o ouvido da porta – Não acredito que ele escreveu uma música e não falou nada. – ele fez um bico. Joey e Daniel se entreolharam e riram baixo.



 - Bom... – Daniel olhou de lado para Ramon e piscou – pelo menos ele ta tentando resolver a vida dele, né... – Ramon e Daniel deram um olhar significativo pra Joey que entortou o nariz.



 - Olha quem fala.



 - Eu não sei do que você está falando, caro amigo. – Daniel abraçou Joey com um braço, Ramon com o outro e puxou os três pra saída de emergência do outro lado do palco que levava pro lado de fora do salão. – Eu, Daniel Fontaine, to com a vida muito bem resolvida, obrigado. – Joey e Ramon começaram a rir. – É sério. – Danny



 - Ah, tá. Vai nessa. – Ramon disse se soltando. Eles saíram pela porta rindo, conversando e foram andando pelo enorme quintal até a varanda da casa que tinha uma mesa de madeira com quatro cadeiras. A música vinda do salão ainda se era ouvida abafada, graças a um feitiço que Hermione colocara pra não incomodar os vizinhos. A música dentro da casa era baixa e calma, mas mal se podia ouvir já que a varanda era longe da sala onde a “festa dos adultos” ocorria.



 - Sim, eu realmente não estou interessado. – Daniel insistia, irritado – E, além disso, ela ta com aquele bosta do Martin.



 - Bom, isso eu já não sei... Ele não tá aqui e, bom... O James falou que ela não comenta muito dele. – ele pensou um pouco - Mas ele viu os dois saindo algumas vezes depois do baile. – Joey se lembrou da conversa que ele, Daniel e James tiveram na outra noite em Hogwarts. – Então eles podem acabar realmente tendo alguma coisa, não? – Ramon deu de ombros, Daniel parecia pensar um pouco no assunto.



 - Mas não importa muito, de qualquer forma. – Daniel respirou fundo antes de continuar – Eu to com a Morkuey. Então não vou ficar pensando muito nisso. – ele sorriu de lado, levando um tapa na cabeça dado por Joey.



 - É por isso que ela ta com outro, mané. Você não para sozinho. – Joey revirou os olhos – Como você quer uma chance com ela se passa o tempo com outras?



 - Outras, não. Tô com a Lianne já tem um tempo, ok? – Daniel cruzou os braços – Eu não podia ficar parado esperando a Loren ficar disponível.



 - O que eu conheço dela me diz que nem ela vai ficar no teu pé como a Lianne fica ou as outras, cara. – Ramon riu.



 - O senhor “agora eu namoro” tem razão, Danny. – Joey concordou – Ou Loren ou Lianne.



 - Olha, olha, ein... – Daniel olhou o amigo dos pés a cabeça. – O que aconteceu com o Joey, rei delas? O cara que ficava com uma num dia e outra logo em seguida? Que ria da monogamia?



 - Ele vai resolver a vida dele hoje à noite, ok? E você também devia fazer isso. – Joey riu – Mais tarde pode ser tarde demais. – Daniel mostrou a língua pro amigo. Ramon avistou Robbie na porta do salão acenando pra ele.



 - Eu vou voltar lá pra dentro, vocês vêm? – ele perguntou se levantando, Joey e Daniel concordaram com a cabeça e os três seguiram pro salão. Lá dentro festa ainda estava animada com as músicas do tal DJ e os três acabaram se separando quando Robbie e Ramon foram se sentar com Loren e Lianne Morkuey puxou Daniel pra pista de dança. Joey acabara por ficar sozinho e, antes que pudesse ceder e ir se sentar com Loren, Robbie e Ramon, ele avistou Rock dançando no meio da pista e sorriu. Ele caminhou lentamente até a garota que estava de costas, a puxando pela cintura e a segurando.



 - Oi... – ele disse em sua orelha. Ela sorriu ficando de frente para o maroto.



 - Oi. – ela o olhou nos olhos.



 - A gente precisa conversar. – ele disse sério. Rock concordou com a cabeça e ele a guiou pela mão, saindo da multidão e entrando atrás do palco. – Espera. – ele pediu a parando no corredor e indo olhar o camarim pelo buraco que era pra ser a porta, procurando por algum sinal de James ou Carly lá dentro. – Pronto. – eles entraram na sala que funcionava como uma espécie de camarim ara os garotos. Não era muito grande, nem muito pequena. Paredes altas e brancas, um sofá preto ao fundo, ao lado de uma porta que levava ao palco, uma mesa de centro, três banquinhos e uma cadeira de madeira próxima ao sofá. Uma espécie de frigobar ao lado do sofá. As guitarras, o baixo e o violão de Ramon estavam pendurados na parede e a bateria de Daniel se encontrava já desmontada ao canto. Rock andou lentamente até o baixo de Joey pendurado na parede, o observando. O garoto foi até o frigobar e pegou uma garrafa de água, bebendo um longo gole em seguida. – Então... – ele começou, um pouco nervoso. Ela o olhou ainda sorrindo. De alguma forma, Rock sabia o que ele queria falar, quase como suas mentes conversassem com apenas um olhar. Ele sorriu. Joey se aproximou da garota, confiante. A segurou em seus braços a fazendo perder o ar. Não era preciso um segundo para que seus lábios se juntassem. Rachel levou sua mão ao peitoral do garoto, deslizando até a barra da blusa e a puxando, Joey terminou de tirar a camisa, Rock beijou seu peitoral e ele a puxou, prensando-a contra a parede e beijando seu pescoço. A morena pegou ambas as mãos dele e as colocou em sua bunda, Joey ficou surpreso por um segundo, mas logo a pegou no colo fazendo com que suas pernas abraçassem seu abdômen e os saltos dela caíssem. Ele a levou até o sofá, deitando por cima da garota, sem separar seus lábios por um segundo, num beijo profundo e quente. Ele acariciou sua coxa e ela passara as unhas pelas costas do garoto.



 - Ai meu Deus. – Rock congelou por um momento ao ouvir a voz da amiga na “porta” do lugar. A garota olhou Joey nos olhos e eles se viraram lentamente para a porta onde Carly, Robbie, Midori e Loren estavam bem ali paradas encarando a cena.



 - E-eu... – Rock tentou se explicar. Joey saiu de cima dela rapidamente procurando pela blusa que ele nem se lembra de ter tirado, Rock se levantou abaixando a saia do vestido e ajeitando o cabelo, sem sucesso. As quatro ali paradas seguravam o riso.



 - Eu fico feliz que vocês estejam se entendendo tão bem. – Carly declarou enquanto Joey colocava a camisa. – Mas precisamos ir, Rock.



 - Como assim? – ela perguntou olhando para as quatro que agora pareciam bem sérias. Loren suspirou e Midori colocou a franja atrás da orelha, um pouco descontente.



 - Código azul, Dorothy tá esperando lá fora. – Rock ficou um segundo em silêncio, séria, antes de pegar os sapatos jogados e se virar para Joey que parecia bem confuso.



 - Eu preciso ir. – ela beijou seu rosto e saiu junto com as meninas. Joey ergueu uma sobrancelha e sorriu logo em seguida, tudo parecia estar se ajeitando afinal.



~~~~



As seis estavam reunidas na suíte. Dorothy, que finalmente parar de chorar, foi tomar banho primeiro. Enquanto isso, as garotas conversavam sobre o que precisavam fazer.



 - Meninas, é isso. Esqueçam tudo que planejamos pra hoje. – Loren disse enquanto trocava de roupa por um par de micro shorts de pijama azul escuro e uma regata preta. – Precisamos resolver isso.



 - Como assim? – Midori perguntou sentada na cama.



 - Bom, pelo que entendi até agora... – ela se jogou em um dos puffs – Carly e James se acertaram porque o James não sabe se expressar e nem a Carly, mas eles chegaram numa solução; - Carly sorriu, feliz – Ramon e Robbie agora namoram lindamente; - Loren sorriu pra Robbie que sorriu de volta – Rock e Joey se pegaram como sempre fazem, mas boatos que entre a pegação rolou um entendimento. – ela riu e Rock cobriu o rosto, corada – Essas foram a que resolveram alguma coisa da vida hoje. – ela voltou o olhar para Midori - O que nos leva à minha pessoa que esqueceu de terminar com o Jerry e esqueceu de convidar ele pra essa festa pra poder terminar com ele; Dorothy que nós provavelmente fodemos a situação mais do que já estava fodida e Midori.



 - O que tem eu? – ela cruzou os braços, emburrada.



 - Midori. Amiga. – Carly sentou ao lado da asiática e passou a mão pelos seus longos cabelos escuros. – Precisa ser cega e burra pra não ver o que você ainda sente pelo Wallace. – Midori revirou os olhos.



 - De que importa? Ele pensa que eu sou uma vadia igual todo mundo em Beauxbatons. – ela cruzou os braços e desviou o olhar. Robbie respirou fundo e foi até a amiga.



 - Midori, vocês dois precisam conversar. Eu conheço meu primo. Só porque ele descobriu o que aconteceu na outra escola não significa que ele pense isso de você.



 - Mas todo mundo em Hogwarts já tá sabendo dessa história, gente. E não importa o que eu diga ou faça, nada muda o que aconteceu. Nada vai mudar o que eu fiz.



 - Midori, não foi culpa sua. – Carly respondeu irritada.



 - Você ter dormido com um cara mais velho e comprometido numa festa que te encheram de bebida não é culpa sua. Você não sabia que ele namorava, Midi. Nem que ele ia espalhar isso pra escola inteira. O que você podia ter feito? – Rock disse tirando os sapatos.



 - Eu sei que não aconteceu como todo mundo acha que aconteceu, mas não importa. Isso vai me assombrar pra sempre. Quando eu achei que estaria salva em Hogwarts, eu estava errada. E o Wallace descobrindo isso só torna tudo pior. Agora que ele sabe e contou pros meninos, eu não tenho um pingo de dignidade nessa escola. – Midori segurava as lágrimas.



 - Midori, conversa com ele. – Robbie aconselhou abraçando a morena. – A última vez que conversamos, ele não era um completo idiota. Tenho certeza que ele não perdeu o senso nos últimos meses. – ela riu.



 - Quer saber? – Midori limpou uma lágrima que escorria pelo seu rosto – Não importa agora. – Ela soltou Robbie e se levantou. – O que importa agora é a Dothy. Pelo que entendi dessa história, talvez Thomas não estivesse brincando com aquelas cartas.



 - Sim, eu nunca pensei nisso, mas talvez ele... – Carly começou a falar, mas a porta do banheiro se abriu e Dorothy saiu de lá, coberta por uma toalha.



 - E, aí, fofa? – Midori foi até a amiga. – Melhor? – Dorothy negou com a cabeça, voltando a chorar.



 - Merlin... – Rock a olhou com dó. – Amiga, você não é assim.



 - É, você é tão forte e nada te derruba. – Loren complementou.



 - É horrível te ver assim. – Robbie a olhava. Dorothy respirou fundo, parando de chorar.



 - Vocês têm razão. Eu não sou assim. Dorothy Sierra Cormich não fica parada chorando. Por nada nesse mundo. – ela olhou Midori – Mas hoje eu sou só Dorothy. E eu só quero encher a cara de bobagem e ficar aqui com vocês. – ela sorriu fraco. Midori a abraçou.



 - E é isso que nós vamos fazer. – ela sorriu. As seis logo estavam de banho tomado, Carly havia descido pra explicar para os pais que a festa acabara um pouco mais cedo pra ela e as meninas, mas os convidados poderiam ficar até o DJ ir embora. Aos poucos, a festa ia esvaziando até que o DJ finalmente fora embora, os convidados também e os adultos. Só restavam Hermione e Draco, que já haviam ido dormir; os marotos, que se reuniram no quarto de Thomas e conversavam e tocavam alguma coisa enquanto dividiam um whiskey que James não tinha permissão de beber por ter bebido sozinho mais cedo (não que ele ligasse, tava desmaiado na cama de Thomas); as meninas assistiam um filme e comiam doces no quarto de Carly.



~~~~



Um raio de sol entrava pela janela do quarto de Carly, acordando Loren que deu uma breve olhada em volta, as seis deitadas em puffs e colchões pelo chão. Olhou para Dorothy, a loira dormia tranquila, diferente do estado em que estava na noite anterior. Ah, a noite anterior, a festa. A maldita festa. Bom, nem pra todos... Rock e Carly estavam felizes, Robbie estava oficialmente com Ramon havia umas duas semanas. Mas ela não poderia reclamar, tem um namorado lindo, popular e capitão do time de Quadribol, as melhores amigas do mundo e estava indo bem nas aulas. Mas por que isso não parecia ser o suficiente? Por que ela se sentia tão vazia? Com essas dúvidas em mente, se levantou silenciosamente e seguiu em direção à cozinha pra pegar um café ou qualquer coisa que a lembrasse que ainda era um ser humano. Desceu as escadas rapidamente e entrou na cozinha. Ainda era bem cedo e todos estavam muito cansados da festa pra acordar, de qualquer forma. Encheu uma caneca de café e leite e a colocou sobre a mesa enquanto procurava por algo pra comer no armário.



 - Cadê...? Cadê...? – ela procurava pelas prateleiras – Meus lindos biscoitos de chocolate e mel... Cadê vocês? – ela dizia frustrada. A ruiva se lembrava de ganhar uns desses da tia Hermione toda vez que vinha visitar, biscoitos doces de chocolate cobertos de mel. Caseiros. Um dos poucos motivos que seus pais a convenciam a ir à casa dos Malfoy quando era pequena e ela simplesmente não conseguia encontrar. Estava prestes a desistir e esperar a Carly acordar pra perguntar onde ficam quando sentiu um calor atrás de si. Congelou por um segundo ao sentir um corpo colado ao seu.



 - Procurando por isso? – ela ouviu a voz de Danny atrás de si. O garoto puxou um pacote da prateleira mais alta, logo acima do alcance de Loren. Ela se virou para encará-lo e quase caiu dura no chão ao reparar que ele usava apenas uma calça de moletom cinza, revelando seu corpo deliciosamente definido. Pobre ruiva, mal conseguia respirar quem dirá responder. Danny se afastou, pegando um biscoito e entregando o pacote pra garota. – Bom dia, ruiva. – ela disse sorrindo antes de se virar e sair da cozinha.



 - B-bom dia. – Loren disse pra cozinha vazia momentos após a saída do garoto. – Merlin... – ela suspirou pegando um dos biscoitos e enfiando na boca.


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.