FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

0. Trailer & Vídeo


Fic: Courage


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

“How can you see into my eyes, like open doors?”
(Evanescence, My Immortal)



Algumas coisas nunca mudam.

Bellatrix evitava olhar o primo nos olhos, nunca gostara muito da sensação que eles lhe passavam. Era como se Sirius pudesse ver através dela, pudesse ler seus pensamentos e chegar até seus mais profundos segredos, sentia-se nua e desprotegida quando ele lhe olhava daquele jeito.


Sweet boy, come in
- Doce garoto, entre -


Mas as pessoas sim. Algumas para sempre, e não para melhor.

Se encararam nos olhos pela primeira vez aquela noite – o primeiro erro. O cinza contra o negro. Era impossível decifrar os mistérios que ambos guardavam. Sirius pôde perceber que ela mudara, mas continuava tão insuportavelmente bela quanto antigamente. A cascata de cabelos negros ainda caía encaracolada nas pontas pelas suas costas. Os lábios continuavam vermelhos, mas agora o sorriso era mais doentio, e cruel. A face pálida, embora mais maltratada pelo tempo, continuava livre de imperfeições. Pode-se dizer que Bellatrix possuía todos os defeitos de uma mulher perfeita, de uma Black perfeita. Era isso que Sirius mais detestava nela: a maldita perfeição.


I am the dark side of you
- Eu sou o seu lado obscuro -


Mas certos detalhes continuam os mesmos.

Tão diferentes, e ao mesmo tempo tão iguais. Apesar da rebeldia, ele possuía características dos Black, também. Era arrogante, sarcástico, inteligente, bonito... Exatamente como ela. Ironicamente parecidos. Sirius era tudo isso, uma série de outros adjetivos que poderiam ser relacionados aos Black – faltando provavelmente apenas a maldade, o apego às Artes das Trevas e coisas do tipo. Se ela manifestasse esses pensamentos, provavelmente ele diria que a maldade que falta nele, sobra nela.


Die for my sins
- Morra por meus pecados –


Ideais fortes, difíceis de serem corrompidos.

"Muitos que vivem merecem a morte.” – o homem começou, sério e com aquele olhar misterioso por trás de seus óculos de meia-lua. “E alguns que morrem merecem viver. Você pode dar-lhes vida? Então não seja ávido para julgar e condenar alguém à morte. Pois mesmo os muito sábios não conseguem ver os dois lados.”
“Ainda assim, continuo achando que ela deve morrer.” – o outro disse, irredutível.
“Você ainda tem muito o que aprender, jovem Black.”



A wild thing
- Uma coisa selvagem -


Um duelo pode trazer mais conseqüências que simplesmente vitória ou derrota.

“Você sabe que sou mais ágil que você com a varinha, Sirius.” – a mulher disse, com um sorriso vitorioso ao escapar de (mais) um feitiço.
“Oh, é mesmo?!” – ele retrucou, sarcástico. “Então que tal resolvermos isso como antigamente?”
Afastou a capa preta que usava para trás, e, de seu cinto, puxou uma longa e fina espada de prata, adornada com esmeraldas no punho e realmente bonita. Os olhos de Bellatrix faíscaram ao ver aquela relíquia, e Sirius percebeu, embora ela tenha tentado esconder.



Love lying, enticing
- Ame mentindo, sedutor -


Ações imprudentes, o desejo sobrepondo a razão.

Não havia nada de bonito naquele beijo. Não era carinhoso, romântico, nada. Era apenas... Intenso. Beijavam-se de uma maneira ardente, com urgência, como se suas vidas dependessem daquilo. Era uma sensação totalmente diferente de todas que eles já tinham experimentado. Não conseguiriam parar nem que quisessem – e nenhum dos dois pensava em fazê-lo.


Crowning the moment
- Coroando o momento -


A princesa das trevas se envolve perigosamente com o maior defensor do bem.

Esqueceram-se de tudo naqueles momentos, estavam loucos de desejo e nada mais interessava. Dane-se o mundo. Dane-se a guerra. Dane-se o bem ou o mal. Isso tudo era assunto para depois.


This is what I am
- Isso é o que eu sou -


E se ele lhe desse uma chance para mudar de lado... Ela o faria?

“É, é isso que eu sou, Sirius. Uma Comensal da Morte. Fria, cruel. Eu já fiz coisas mais terríveis do que você possa sequer imaginar. E mais do que tudo, eu gosto de ser assim. Conforme-se. Você nunca vai me mudar.”
“Nunca diga nunca, Trix. Ainda acho que consigo trazer você para o lado certo dessa guerra.”
“A questão não é de que lado você está.” – ela comentou, séria. “Mas como você enfrenta a batalha.”



There's no such priest that can pray me to heaven
- Não há nenhum padre que possa me levar para o céu -


As conseqüências acabam por serem inevitáveis.

“Espero que o inferno não seja muito quente.” – Sirius disse, sorrindo marotamente, enquanto observava a mulher vestir novamente a capa. “Nós acabamos de cometer o pior dos pecados.”
“Como se você se importasse.” – Bellatrix disse, tentando parecer indiferente.
“Você iria para ele de qualquer jeito.” – disse, dando de ombros.
“Dos males o menor.” – ela comentou, séria. “Estou mais preocupada com a punição em vida, do que depois da morte.”



When done with me
- Quando acabar comigo -


Orgulho demais.

“Vá embora, Sirius. Eu não preciso de você e do seu estúpido amor.”


Never felt sorry for anything
- Nunca lamente por nada -


Mas nenhum arrependimento.

“Algumas coisas são certas, Bellatrix. E não há nada que você possa fazer para mudá-las. Arrependimentos são inúteis.”
“Arrependimento é uma palavra que não existe no meu vocabulário, primo.”



Love lying...
- Ame mentindo... -


“Nós somos de mundos diferentes, Bellatrix. Vá embora.”


COURAGE
(Coragem)


“Não há muita coisa que nos une, não é?”- ela disse, apoiando a cabeça do homem ferido em seu colo.
“Apenas... uma porção... cada vez menor de sangue.”



Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.