FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. 1#


Fic: Las Vegas J&L hiatus.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


1#

- Tudo o que eu queria era ser famosa! – reclamou a ruiva.

- Esquece isso.

- Não quero “esquecer isso”. Eu vim pra cá para isso.

- Lily, calma. Relaxa, ele vai te ligar.

- Eu odeio esses diretores de Hollywood. – exclamou Lílian Evans.

- Somos duas! – exclamou Lene. - Acho que esse é meu 578780548105484 roteiro... rejeitado.

- Amiga, estamos definitivamente no fundo do poço.

- Yes, girl. We are... – concordou Marlene McKinnon.

I’m burning up, burning up with you, baby.

- Alô? – Lily atendeu seu celular desesperadamente.

- Lílian Evans? Infelizmente, não trago boas notícias. Os diretores escolherem uma outra atriz, eu sinto muito.

- Ah, claro. Isso acontece, eu entendo. Quem sabe outro dia. Até mais. – desligou o celular e jogou-o no sofá do apartamento com força.

- Lily, não fica assim. Você não queria esse papel mesmo, não é?

- Não, não queria. – respondeu confiante, mas... – eu ia ser o par romântico do Josh Duhamel. – chorou a menina.

- Esquece isso. Tenho algo melhor. – ela disse.

- O quê? – perguntou Lílian.

- Los Angeles!

- Com direito à Las Vegas?

- Aham, com direito à Las Vegas!


-



- Mas por que uns tem tanto e outros tão pouco? – perguntou James revoltado.

- É apenas a má distribuição de renda desse país, meu querido.

- Mãe, custava você nascer no lado norte da América?

- James, dá pra parar de ser egoísta?! Você tem tudo o que sempre quis.

- Nem tudo, mãe. Serei uma criança frustrada até que não realize o meu sonho.

- O tem que tem de tão bom assim em Los Angeles, meu filho?

- Sol. Praias. Mulheres.

- Isso tudo tem aqui também.

- Las Vegas. Cassinos. Bebida. Casamento.

- Casamento?

- É, aqueles casamentos do qual no outro dia você não reconhece quem está do seu lado, na cama, mas aí vocês se lembram de terem se casado bêbados no dia anterior.

- Ah. – a mãe já não agüentava mais a criança de 22 anos reclamando por não ter nascido no lado norte da América. – Tire umas férias. Você está precisando.

- Minhas férias são no final desse ano e já tenho quase toda a quantia que preciso para a viagem. Só mais dois meses, sem gastar o meu salário...

- E gastando o meu, James Potter. – a mãe interrompeu.

- ... e estarei em LA. – continuou.

- Filho, você sabe que eu realmente quero que você realize seu sonho, mas você não é mais uma criança. Sonhos adolescentes, não dão mais certo James.

- Mãe, eu prometo que depois de conseguir isso, eu sossego.

- E eu acredito, né? – ironizou Sarah Potter.


-



- Mas será que não existe um roteiro descente em toda Los Angeles? – se perguntava Sirius.

- Senhor Black, o Sr. Woodsen aguarda no telefone. – sua secretária falou pela secretária eletrônica (?).

- Obrigada, Mary. – pegou o telefone. – Sr. Woodsen? Bom dia. Sim, sim... Realmente. Claro, estou aguardando... Eu que agradeço. Até mais.

Vida de diretor não é nada fácil. Se ao menos Sirius Black encontrasse um roteiro que realmente valesse a pena perder seu tempo e o dinheiro do Sr. Woodsen, ele ficaria feliz.

Ser diretor tinhas suas vantagens: atrizes iniciantes se propõe a dormir com você para conseguir um papel no próximo filme que você está produzindo; recebe constantemente tênis e camisetas da Nike, Puma... apenas para que a marca apareça também no próximo filme.

Mas, nem tudo são flores. Agüentar os produtores de cinema dizendo que você é um incompetente e não sabe escolher um bom roteiro e até mesmo agüentar as atrizes iniciantes reclamando de todos e de tudo.


-



- James, meu caro. Tenho boas notícias. – o Sr. Jonnies dizia. – Rapaz, você acaba de ser promovido.

- C-como?

- Isso mesmo. Agora terá uma sala só sua, um salário 4 vezes maior e agora mesmo lhe entrego um cheque bônus de U$$ 2.000,00.

- Uou, ou. Não estou entendendo.

- Rapaz, é simples. O seu projeto conseguiu ser aceito pela empresa e por isso eu, como seu patrão, tenho o dever te parabenizar e recompensar com isso. Ficamos ricos, James. E graças a você.

- Uau. – foi tudo que James disse olhando para o cheque em suas mãos. “Hello, LA”, pensou com um sorriso.


-


n/a: oooooie. depois de mto³ tempo eu apareço e posto o primeiro cap. ahsuahsua, sorry. ficou curtinho, mas eu gosteei (y) espero que gostem também :D . aaah, e o último cap. de Shut Up And Drive tá chegaaando (;, aguardeem. é isso aee, a gente se vêee. aah e não esqueçam de comentar, nóois agradeceee :P

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.