FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. "Gritos no Salão" ou "As coisa


Fic: Sweet Revenge - Não temos nada a perder!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Loren levantou um pouco mais cedo que o normal. Na verdade, ela sequer dormira. Passou a noite pensando, ponderando, decidindo o que fazer. Sabia que o modo como havia falado com Robbie na noite passado fora um pouco duro, mas a verdade é que ela odiava o fato de ser tão simples pra amiga e tão complicado pra ela mesma. Quer dizer, se o Daniel quisesse alguma coisa ele faria alguma coisa, certo? Qualquer coisa. Queria ele ser prensada numa parede qualquer do corredor e não aguentar o gelo percorrendo por sua espinha ao simples toque do garoto. Mas nem isso ele faria. Nem perto ele chega. Era isso, o plano estava falhando. Era hora de jogar a toalha. Ela bufou se olhando no espelho. Os longos cabelos ruivos como fogo ondulados, caindo sobre seus ombros, a pele clara com algumas sardas espalhadas pelo nariz e bochecha, os olhos castanhos carregando marcas claras de que passara a noite em claro. Ela riu. "Arrumou" o rosto, escovou o dente e foi trocar de roupa. Era sábado, graças a Merlin. Ela iria terminar com o pobre garoto assim que o visse, logo no café da manhã. Colocou um jeans skinny escuro e uma camiseta branca larga qualquer. Decidiu deixar os cabelos soltos e calçou um tênis também branco. Percebera Rock acordara e antes que pudesse sequer dar bom dia, a garota correu pro banheiro e fechou a porta. "Estranho" pensou "Aconteceu alguma coisa... Ela chegou tarde ontem..." lembrou, mas antes que pudesse pensar algo além disso, viu Robbie se remexer na cama. A culpa a atingiu. "Eu resolvo com ela mais tarde" pensou, saindo do dormitório e caminhando tranquilamente pro Salão Comunal. Estava tão distraída e perdida em seus pensamentos que nem reparou que alguém a chamava.
— LOREN POTTER! - Carly gritou alcançando a garota e a puxando pelo ombro. A ruiva a olhou assustada. - Eu tô te chamando faz uma década!
— Ah, desculpa... O que você...
— A Midori e o Wallace estão discutindo no Salão Comunal. É melhor você vir rápido! - ela puxava a amiga pelo braço e as duas foram correndo em direção ao Salão Comunal da Grifinória. Chegando lá, antes mesmo de passar pelo quadro, Loren conseguia ouvir os gritos.
— ... VOCÊ ACHA QUE EU SOU O QUÊ, IDIOTA? SEU MENTIROSO DE MERDA! - a oriental gritava jogando uma almofada em Wallace que tentava desviar dos objetos aleatórios jogados pela garota.
— SE ACALMA, MIDORI! - ele gritava de volta. Midori de repente ficava quase roxa de raiva.
— NÃO MANDA EU ME ACALMAR NÃO, IMBECIL! - ela tentou correr pra atacar o garoto, mas Loren entrou correndo no Salão na mesma hora e segurou a garota, fazendo com que as duas caíssem no enorme sofá vermelho. - LOREN, NÃO ME SEGURA QUE EU VOU MATAR ESSE PALHAÇO!
— MIDORI PÁRA! - ela pediu entrelaçando as pernas na cintura da garota e segurando seus braços enquanto ela tentava levantar de qualquer forma. Dorothy estava quieta no canto, segurando um pedaço de pergaminho e boquiaberta. Parecia bem chocada. Carly correu pra garota e a sacudiu.
— Dorothy, larga isso e vem ajudar! - ela puxou a amiga, a acordando de seu leve transe e as duas foram correndo até as duas garotas praticamente lutando no sofá e pulando sobre a oriental antes que ela conseguisse se soltar.
— WEASLEY, VAZA! - Dorothy gritou e Ramon puxou Wallace pra fora da sala.
— VOLTA AQUI, SEU PUTO! EU JURO QUE EU...
— MIDORI, CALA A BOCA! - Dorothy gritou no meio da confusão. Wallace já havia deixado a sala e todos ficarão quietos, até mesmo os desocupados que observavam a cena surpresos pararam os cochichos. As quatro ficaram lá paradas, Loren deitada no sofá segurando Midori pelas costas, Dorothy em cima de Midori e Carly por cima de Dorothy, segurando o braço direito da oriental. - Isso. Agora, jardim. Urgente. E, Loren, corre na Sonserina e leva Rock e Robbie. Anda, vamos. - Loren concordou com a cabeça e elas foram se levantando uma por uma. Midori parecia um pouco menos alterada. Loren suspirou profundamente antes de levantar, tentou arrumar as roupas bagunçadas e saiu correndo. Buscou as duas, apesar de Robbie entortar o nariz para ela e Rock concordar com a cabeça sem dizer uma palavra, as três logo chegaram no jardim escondido atrás do castelo. Para falar a verdade, essa era a única vez que elas entraram no jardim durante o dia e conseguia se ver claramente algumas folhas caídas pelo lugar, uma fonte quebrada que ninguém nunca se deu o trabalho de consertar cheia de teia de aranha, alguns bancos de pedra espalhados, mas a maioria já estava quebrado, alguns vasos de flores espalhados ao redor do local e, claro, o enorme carvalho mais ao fundo do jardim. Midori calada e emburrada sentada na fonte e Dorothy e Carly sentadas num banco de pedra que não havia quebrado.
— O que aconteceu? - Rock perguntou passando por debaixo do enorme arbusto que escondia a entrada do jardim com Loren e Robbie logo atrás. Midori se remexeu no lugar, mas não falou nada. Dorothy tirou um pedaço de pergaminho do bolso e levou até as três.
— Quê isso? - Robbie pegou o papel e começou a ler - COMO É QUE É?
— Que foi? - Loren puxou o papel da mão da garota e ela e Rock leram juntas.
— Ai... Meu... Merlin. - a metamorfomaga disse terminando de ler.
— Isso é sério? - Loren olhava de Dorothy pra Midori e então pra Carly.
— Pelo visto, sim... - Dorothy respondeu - Eu também fiquei chocada.
— Mas ela nem sequer... Isso é tão ridículo. - Loren foi em direção a amiga sentada na fonte. As outras quatro a seguiram. - Precisamos fazer alguma coisa, Midi. Não vamos deixar assim, ele não pode...
— Acontece que ele pode. - Midori finalmente se pronunciou. - É ridículo e infantil, mas aconteceu e eu não posso fazer mais nada.
— Midori aquilo não foi culpa sua, ok? - Dorothy sentou ao lado da amiga - Isso foi há muito tempo e você não tinha ninguém do seu lado como você tem agora.
— É, Midi... Ele não pode te afetar mais. Você é mais forte que isso. - Carly a confortou. Loren agachou em frente a garota, limpando suas lágrimas.
— Midori você não vai passar por isso de novo, eu não vou deixar. - Midori a olhou - Isso aconteceu há tanto tempo... E nós todas mudamos bastante. Acho que tá na hora de... desistir dessa ideia maluca de vez. - Loren sugeriu com a voz levemente frustrada, mas Midori percebeu.
— O que foi? Aconteceu alguma coisa?
— Não exatamente... Eu só cansei de acreditar numa coisa que não vai acontecer.
— Como assim, Loren? - Carly a olhou confusa.
— Eu estava indo terminar com o Jerry quando você me achou. Eu desisti. Não quero mais tentar chamar a atenção do panaca do Fontaine. Eu sequer consigo ter uma conversa decente com ele e ele sequer chega perto de mim desde o baile. - concluiu. Midori parou de chorar.
— Não, senhora. Sem desistências. - Ela se levantou tirando sua confiança do ar. - Agora é a hora. Carly vai se vingar de James por ter estragado o namoro meio bosta dela e humilhado ela em frente a todo mundo...
— Valeu por lembrar. - Carly disse chorosa, mas foi completamente ignorada.
— A Rock por ter sido trocada por uma loira falsificada e aquele panaca do Bones ter brincado com ela até o final...
— É... Eu não sei se.... - ela tentou se pronunciar, mas Midori parecia não ouvir então ela desistiu de falar.
— A Robbie de ser assediada constantemente nos corredores dessa escola...
— Eu... - Robbie tentou contar. Mas Midori agora havia subido onde estava sentada anteriormente.
— A Dorothy pelas malditas cartas falsas. - a loira apenas riu da amiga - Você, Loren Potter, Vai conseguir que aquele imbecil se arrependa de ter te perdido pro Jerry Delícia Martin. E eu, Midori Ojean, vou acabar com aquele bostinha. - disse confiante. - Então...?
— Midori eu não vou perturbar alguém que não tem o mínimo interesse por mim, mas eu ajudo vocês com o que...
— Conta logo! - Rock quase gritara pra Midori.
— Ah, é verdade! - Midori se lembrou. Loren olhou as duas, confusa.
— Contar o quê? - Dorothy olhou para as duas, curiosa.
— A Rock tava espionando Joey e o Danny jogarem sem camisa de madrugada, de novo.
— Eu não estava... - ela a protestar, mas todas as cinco a olharam com a sobrancelha erguida - Tá, eu tava. - confessou emburrada.
— Enfim... - Midori voltou pra história - Acontece que um certa loiro estava muito curioso sobre o status de relacionamento de uma certa amiga ruiva.
— Quem? Eu? - Loren arregalou os olhos. Midori riu.
— Não, eu. Ruivaça aqui. - ela apontou os longos cabelos castanhos.
— E aí? O que ele falou? Quando foi isso? - ela praticamente sacudia Rock pelos braços.
— Ontem a noite e não sei, por que eles foram pro dormitório perguntar pro James se ele sabia alguma coisa sobre vocês dois. - ela respondeu segurando a ruiva pelos braços também.
— Ai, meu Merlin. - Carly disse animada. - Isso é bom, não é?
— É... Eu acho. Mas eu não entendo. - Loren se sentou na fonte e Midori pulou da mesma. - Se ele tem algum tipo de interesse por mim, por que nunca tentou falar comigo?
— Homens são estranhos, amiga. Não falam o que sentem e acha que nós somos obrigadas a adivinhar. - Carly riu - E digo isso porque você conhece o meu pai: todo sério e meio bobo. E meu irmão, todo bobo e nada sério. - Loren riu. Sabia bem que Draco Malfoy era bem misterioso, mas a "tia" Hermione sabia lidar muito bem com a teimosia dele.
— Ah, é verdade! - Midori se tocou. - Carly, seu aniversário vai ser logo no primeiro final de semana de férias! Finalmente vamos poder entrar com o plano B.A.N.D.A!
— Nossa, é mesmo! Faltam duas semanas para a festa. - Robbie contou.
— Muito bem, então. Garotas se recomponham. Precisamos deixar tudo pronto. - Loren declarou. As seis se entreolharam, sorrindo.
~~~~
Uma semana desde o ocorrido havia se passado e Midori agia como se absolutamente nada tivesse acontecido. Aliás, fingia até que nunca conhecera Wallace, o que estava deixando os garotos nervosos.
— Olha lá! Nada! - Wallace apontou pra Midori entrando no Salão Principal para jantar. - Aquele ataque todo, aquela histeria toda e agora, nada. Não chega a olhar para mim. - ele disse meio irritado, meio ressentido.
— Cara, você precisa sair dessa. - James deu um tapa na cabeça do garoto. - Se ela seguiu em frente, você também devia. Encara isso sem estresse, talvez vocês possam até levar uma amizade numa boa.
— Olha quem fala. - Wallace devolveu o tapa.
— É, James. Você tá muito longe de dar conselho pra alguém, palhaço. - Danny riu.
— É. Desde que rolou aquela ceninha no lago, as garotas tão correndo de você como vampiro da cruz. - Joey zombou jogando uma torrada no amigo.
— É tudo uma questão de tempo, caros manés. Quando voltarmos das férias, ninguém mais vai lembrar disso e se isso não funcionar, tocar no baile de boas-vindas, vai. Ninguém resiste ao meu charme. - ele respondeu piscando pro moreno, que revirou os olhos.
— Tá, gente. Foca. - Wallace sacudiu a mão na frente dos três. - Olha beeeem praquelas quatro. Mas presta bastante atenção meeesmo. - ele apontou pra mesa da Sonserina onde Midori, Loren, Dorothy e Rock comiam e riam tranquilamente.
— Tá, minha irmã e as amigas rindo, conversando e comendo como se fosse um comercial de shampoo. Quê que tem? Elas fazem isso todos os dias, cara. - James disse enfiando um pedaço de bolo na boca.
— Sério que vocês não estão sentindo? - Wallace perguntou, assustado.
— Sentindo o quê? - Joey revirou os olhos. Wallace respirou fundo.
— Essa energia... É a mesma de quando a Robbie ficava brava comigo e agia como se nada tivesse acontecido. - os três o olharam ainda sem entender - Elas vão aprontar alguma. - ele explicou, irritado. James, Joey e Daniel se entreolharam.
— N-não... - James disse engolindo o pedaço de bolo de uma vez - A Loren e eu temos um trato: sem planos, pegadinhas ou nada que envolva minha integridade física na escola.
— Eu não disse na escola. - Wallace respondeu. James parou por um momento e bufou. Wallace tinha razão. Era a calmaria antes da tempestade. Nesse exato momento Thomas entrou no Salão e foi em direção aos meninos na mesa da Grifinória. Carly entrou bem atrás e foi direto ao encontro das meninas.
— Meus veados lindos e amados! - ele cumprimentou os quatro que encaravam a mesa da Sonserina em silêncio. - Eu tenho uma novi... Que foi?
— Shhhhh... - James pediu. Thomas seguiu o olhar e revirou os olhos.
— Gente, presta atenção. É sério. - ele sentou na mesa e os quatro decidiram ouvir o que ele tem pra dizer, continuando a jantar.
— Fala. -Daniel o encorajou.
— É aniversário da minha irmã no próximo final de semana e ela pediu para vocês tocarem. Como a gente vai voltar pra casa amanhã, eu pensei de vocês irem passar a semana lá em casa, a gente pode ensaiar no sótão ou em um dos quartos. Eu vou mandar uma carta para a mamãe e...
— Oou-ou-ou. Espera.- James o interrompeu. - A Carly? Carly Amy Malfoy? ELA pediu para você pra gente tocar no aniversário dela semana que vem? Na sua casa? - perguntou descrente.
— É, James. Na verdade, ela pediu pro Ramon, mas eu tava junto, então...
— E cadê ele? - Wallace perguntou curioso.
— Ele disse que precisava mandar uma carta avisando para os pais que não ia voltar pra casa nas férias. Eu chamei ele pra passar lá em casa. Vocês acreditam que ele não tem primos nem irmão, o pai dele assinou um contrato com um time novo e a mãe dele vai passar as férias trabalhando na Itália e ele ia ficar em casa com o elfo domésticos deles as férias inteiras? - Thomas olhou para os quatro meio indignado.
— Thomas, não sei não... - James parecia receoso. - Sua irmã não gosta muito de mim e...
— Ela disse que isso não era problema que você é um inseto insignificante no para-brisas dela. - Thomas respondeu sorrindo.
— U-um inseto... Um inseto no para-brisas?
— Sim, eu perguntei então não tem problema, né? - ele olhou pra Daniel e Joey que seguravam o riso e concordavam com a cabeça.
— Boa sorte pra vocês, porque eu não vou passar portão de entrada nem se eu qui...
— Você pode ir. Ela disse que "se é pra montar o circo, que leve todos os macacos". Acho que ela tá lendo algum livro de autoajuda... - Thomas concluiu. Wallace olhou rapidamente para a mesa onde as meninas estavam. Pensou que seria a chance perfeita para pelo menos tentar se desculpar com a garota. Pelo menos devia tentar...
— Tá, eu vou. - Wallace concordou.
— O quê? - James o olhou surpreso.
— A gente também vai. - Joey disse se referindo a ele e Daniel que tava mais preocupado em comer do que com a discussão.
— Mas eu...
— Então está resolvido! Lá em casa, amanhã para o ensaio. Vocês ralam, eu observo e cuido do cachê.
— Ela vai pagar? - Joey o olhou surpreso.
— Lógico que ela vai pagar. Eu cuidei disso, caros amadores. - o Malfoy debochou.
— Tá né. - James deu de ombros ainda emburrado. Sabia que não teria escolha. De qualquer forma, sua mãe o faria ir na maldita festa.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.