FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. "Confusão no vestiário" ou "Tr


Fic: Sweet Revenge - Não temos nada a perder!


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Rock andava com os marotos mais do que o normal, é considerada a agregada do grupo, apesar de Robbie passar bastante tempo com Wallace depois que se foi, ela e Rock não chegavam a se falar mais que "Bom dia" ou "Boa noite". Mas, por eles serem como são, as vezes Rock não se sente muito bem vinda a ficar com eles, afinal ela ainda era uma garota. Nesse tempo em que não ficava com eles, tinha o costume de ir tomar chá com o velho Hagrid, seu único amigo fora os marotos, três anos e meio se passaram assim. Numa dessas noites no qual passava sozinha, logo após tomar chá com Hagrid e voltar para seu dormitório, ela decidiu passar por um caminho diferente. Ela só não estava com sono e estava completamente entediada. Fazia algumas horas que ela estava andando pelo castelo, decidiu ir para o campo de quadribol, era um bom lugar pra se esconder do Filch e não teria ninguém lá essa hora, afinal era quase 3 horas da manhã e ela ainda não havia ficado com sono. Seguiu seu caminho em direção ao campo de quadribol, estava entrando no campo quando ouviu um barulho de passos, se assustou achando que era o Filch e entrou na primeira porta que viu, era o vestiário, e se escondeu dentro de um dos armários que havia lá.
- Danny, vai ter revanche! Se prepare. – Rock viu Joey e Daniel todos suados entrarem no vestiário e pararem perto de onde ela estava, os dois estavam rindo, parecia que ficaram treinando sozinhos por um bom tempo.
- Aham. Vou me preparar pra você perder de novo. – Daniel disse risonho e tacou uma toalha em Joey e fazia uma cara emburrada, logo voltando a rir. – Vai subir agora ou vai tomar banho primeiro?
- Pode ir na frente. – Joey disse abrindo o armário que, por sorte, era do lado do que Rock estava, ela respirou aliviada quando viu ele fechando o armário.
- Tudo bem então, até mais. – Daniel disse acenando e saindo pela porta.
- Até. – Joey disse jogando a toalha em cima de um dos bancos do vestiário e começando a tirar o tênis. Rock arregalou os olhos. Ele realmente estava tirando o uniforme de quadribol sujo e suado da Sonserina.
‘Ele... Será que ele... Ai, meu Merlim! Quê que eu faço?’ – ela pensou. Joey tirou a camisa suada do treino, revelando um corpo... E que corpo. - ‘Por Merlin, como esse garoto conseguiu esconder esse corpo por todo esse tempo? Uau...’ – Rock pensou sem mover um músculo sequer, ainda observando o maroto. Joey seguiu em direção a um dos chuveiros e o ligou, enquanto a água começava a cair e esquentar Joey começou a tirar o resto da roupa, Rock acordou de seu transe acabando por fazer um ruído estranho quase abrindo a porta do armário.
- Tem alguém aí? – Joey perguntou, com a calça desabotoada, olhando em volta. Rock prendeu a respiração, se ele a encontrasse ali iria ser o fim, ela não teria como explica o motivo de estar ali, afinal, nem ela lembrava mais do porquê queria ir pro campo. Pra sua sorte, ele apenas olhou em volta e deu de ombros. Rock rapidamente tampou os olhos enquanto Joey terminava de tirar a roupa, ficando apenas com uma cueca boxer preta. Rock espiou através dos dedos, vendo Joey seguindo em direção ao chuveiro, cobriu os olhos novamente e o maroto tirou a boxer e entrou no chuveiro, fechando o box. Rachel abriu os olhos lentamente vendo se ele já havia entrado no banho, só assim conseguiria sair de lá sem ele ver. Como viu que ele já estava tomando banho, abriu completamente os olhos e respirou fundo.
‘Vamos, você consegue. Aporta esta bem ali, você só tem que atravessar o vestiário sem que ele te veja. Ai, Rock, é cada uma viu...’ – ela abriu lentamente a porta do vestiário, torcendo para que não faça ruído algum. Saiu lentamente do armário e o fechou fazendo um pequeno ruído quando fechava a porta do armário. Respirou fundo e olhou para o box onde Joey se encontrava, ele parecia não ter ouvido pois começou a cantar uma canção qualquer, ela agradeceu a Merlin por isso. Andou na ponta dos pés atravessando lentamente o vestiário quando tropeçou em algo, sorte que ao mesmo tempo em que ela colidiu com o chão, Joey espirrou e voltou a cantar. Ela olhou para os pés para ver no que havia tropeçado, quase teve um ataque cardíaco quando viu a cueca preta presa no feixe de sua bota. ‘Ai meu Merlin! E agora?’ ela tentou desprender a cueca da bota, mas estava presa de um jeito que ou ela quebrava o zíper da bota ou rasgava a cueca. Não tinha outra opção, tirou a bota do pé, se levantou fazendo o maior silêncio o possível e saiu do vestiário, correndo em direção ao dormitório feminino da Sonserina... Com a cueca e a bota na mão.
-Droga. – ela cochichou pra si mesma olhando a bota. Pegou uma tesoura no criado-mudo ao lado da sua cama, fazendo o máximo de silêncio o possível pra não acordar as outras meninas que dormiam. Cortou a pontinha da cueca que estava garrada no zíper da bota. Guardou a bota em baixo da cama e jogou a cueca dentro do seu malão. – Amanhã você vai pensar no que fazer com isso. - Empurrou o malão pra debaixo da cama e se deitou, dormindo.
No dia seguinte, Rock decidiu deixar pra lá. Ele não iria sentir falta de uma simples cueca, certo? Afinal, não tinha como ela devolver pra ele sem que ele descubra. Naquela mesma tarde, Rock foi se encontrar com os marotos perto do lago.
- Oi, gente. – ela disse se aproximando deles. Eles olharam pra ela e sorriram.
- Oi. – eles disseram juntos, quase que como um coro. Rock percebeu que Joey não estava lá.
- Cadê o Joey? – ela perguntou eventualmente olhando para o lago e se sentando ao lado dos meninos. James riu.
- Você não soube? Ele foi atacado ontem. – James disse risonho, os outros marotos riram.
- Atacado? – ela encarou James, não entendendo.
- Ontem eu e ele estávamos praticando quadribol e eu o deixei pra trás e voltei pro dormitório. – Daniel começou. – Ele disse que foi tomar banho quando ouviu um barulho estranho, achou que foi o vento e foi tomar seu banho. Ele disse que se sentiu estranho, como se estivesse sendo observado – Rock arregalo os olhos na mesma hora.
- Ah é? E-Ele disse. – disse tentando parecer não se importar. Daniel confirmou com a cabeça.
- O estranho é que quando ele saiu do banho e foi juntar suas coisas... – Wallace completou fazendo um pausa olhando para o lago e se espreguiçando. – Uma coisa tinha sumido.
- Sério? E o-o quê tinha sumido? – ela disse olhando o lago. Daniel também olhava o lago e deu um sorriso de lado e a olhou, surpreendendo-a.
- A cueca. – e voltou a olhar para o lago.
- Joey está chocado. Ele acha que tem algum tipo de pervertida na escola que está perseguindo ele, o coitado não consegue nem ir ao banheiro com medo de estar sendo observado. – Thomas comentou. Rock arregalou ainda mais os olhos.
- Eu tenho que ir fazer dever de herbologia. Falo com vocês depois. – foi tudo o que ela conseguiu inventar pra sair de lá o mais rápido o possível. Se levantou e saiu correndo em direção ao castelo, deixando cinco marotos rindo para trás.
- Hey gente, aconteceu algo engraçado comigo ontem. – Daniel parou de rir e ficou sério olhando para os amigos.
~~~~
Rock correu em direção ao salão comunal da Sonserina e encontrou Joey sentado em frente a lareira lendo um livro.
- Joey, eu sinto muito mesmo, não foi minha intenção te deixar assim. – Joey fechou o livro e olhou pra Rock que parecia que tinha corrido uma maratona, estava toda descabelada e começou a falar como se não precisasse de um pulmão para isso - Eu só estava tentando me esconder do Filch, eu não sabia que você e o Daniel estavam lá, eu achei que vocês logo iam embora e eu ia poder sair de lá e voltar pro dormitório, mas você ficou lá e começou a tirar a roupa, eu entrei em pânico, você entrou no banho, saiba que eu fechei os olhos, eu não sou nenhuma tarada, eu só tava entediada e queria andar pelo castelo, eu sinto muito! Não foi minha intenção! Você pode ir no banheiro em paz que ninguém vai te olhar, eu juro! – ela disse finalmente pegando ar para respirar. Joey parecia não ter entendido muito bem o que estava acontecendo. Então ele sorriu de lado olhando a ruiva (agora ela estava ruiva) e pensou um pouco tentando ligar tudo o que ela tinha falado. Foi desfazendo o sorriso do rosto lentamente.
- Espera. Se era você quem estava lá ontem, o que aconteceu com a minha cueca? – ele arregalou os olhos a olhando.
- Eu... Tropecei nela. Ela ficou... Presa na minha bota. Então eu saí correndo pro dormitório e cortei. – ela disse quase que sussurrando desviando o olhar de Joey.
- Você cortou? – ele disse e ela afirmou com a cabeça ainda desviando o olhar. Joey começou a rir alto. Rock ficou vermelha.
- Olha, Joey, sinto muito por tudo. Não foi minha intenção, eu nem sabia que vocês estavam lá, eu só estava me escondendo do Filch. Então, é isso. – ela disse se virando, ele parou de rir, se levantou e segurou o braço dela pelo pulso a fazendo ficar de frente com ele.
- Isso quer dizer que você me viu tomar banho? – ele disse e ela arregalou os olhos.
- Já disse que não. – ela voltou a ter o ar frio de sempre e puxou o braço com força se soltando dele. Ela se virou para ir embora, mas ele segurou novamente seu pulso, mas ela não virou.
- O que você viu? – ele perguntou curioso. Ela sentiu suas bochechas queimarem ao lembrar da cena da noite anterior, deu graças a Merlin estar de costas e ele não poder ver.
- O suficiente. – ela disse puxando novamente o pulso e andando até a porta do dormitório das meninas e entrando.
- Isso me dá direito ao mesmo. – ele disse pra si mesmo, sem que ela pudesse ouvir e sorriu de lado se sentando na poltrona e voltando a atenção ao livro.
~~~~
Três dias após o ocorrido, todos agiam normalmente, como se nada tivesse acontecido. Mal sabia Rock que naquela noite iria receber o “troco”. A noite foi chegando e Joey ficou observando a metarmorfomaga sem que ela saiba. Estava começando a desistir, achando que ela simplesmente iria ir dormir, como todas as outras noites. Quando viu que ela começou a agir estranho, já era 11 horas da noite e ela ainda não tinha ido dormir. Passou um monitor do lado dela, mas ela logo se transformou na monitora da Sonserina e ele simplesmente acenou com a cabeça pra ela e ela acenou de volta seguindo em direção as escadas. Joey se escondeu para o monitor não o ver e logo a seguiu, ela se transformou de volta ao seu corpo “normal” e subiu uma das escadas rapidamente. Joey começou a subir a mesma escada mas esta começou a se mexer. ‘Droga!’ ele pensou. Assim que a escada parou, ele tomou outra escada e finalmente conseguiu chegar onde viu Rock pela última vez. Olhou para os lados e só viu uma porta, entrou nela e se viu em um corredor vazio que nunca tinha visto antes. Tinha várias portas, todas trancadas com cadeados, mas ele viu uma que não estava. Sorriu e abriu a porta lentamente, era uma espécie de banheiro enorme, com um tipo de grande banheira no meio, cheia de bolhas, havia duas portas do outro lado do cômodo e uma grande fonte que jorrava água na banheira. Ele ouviu a porta se abrindo do outro lado do cômodo e correu pra se esconder atrás da fonte. Era Rock com um roupão na mão e uma toalha na outra. Ela foi em direção a um grande armário perto da fonte e o abriu, colocou a toalha e o roupão dentro do armário e começou a tirar a blusa.
- Isso! – Joey comemorou sussurrando. Ela parou e olhou para os lados, ele prendeu a respiração. Ela foi em direção a uma espécie de torneira e a ligou. Joey quase se molhou, sorte que deu tempo de arredar para o lado sem que ela visse. Ela se virou de frente pro armário (de costas pra fonte) e tirou a blusa revelando um sutiã vermelho. Joey ficou de queixo caído ‘Por Merlin, ela devia ir só de sutiã pra escola!’ ele pensou e ela abriu o zíper da saia da escola. Joey escorregou mas conseguiu se segurar antes de cair com tudo no chão, mas mesmo assim fez barulho.
- Tem alguém ai? – ela perguntou olhando para a porta de entrada do banheiro indo até ela e a trancando rapidamente. Voltou para o armário e terminou de tirar a saia revelando um shortinho preto que usava por debaixo da saia, Joey bufou desapontado, nisso ele escorregou novamente dessa vez caindo com tudo no chão. Rock correu em direção a suas vestes e pegou sua varinha. – Quem está aí? – Joey viu que não dava mais pra se esconder, ele se levantou e sorriu de lado. – Anda, quem está aí? – ela disse se aproximando da fonte e a desligando.
- Vingança. – Joey saiu de trás da fonte sorrindo e Rock arregalou os olhos e correu pegando o roupão e o vestindo rapidamente. Joey riu. – Não adianta. Eu já vi tudo. – ele disse fazendo pose de herói. Rock bufou de raiva.
- Satisfeito?
- Nem um pouco. – ele sorriu irônico, ela revirou os olhos e abriu a porta que dava pro corredor apontando pro lado de fora.
- Sai. – ela disse sem olhar pra ele, ele deu um olhar indecifrável pra ela.
- Não. – ele a encarou.
- Anda Joey, sai fora. – ela disse olhando pra ele. Ele fez cara de criança fazendo pirraça, cruzou os braços e a encarou.
- Não vou sair. Você não me contou o que viu. – ele encarou. Ela o encarou de volta.
- Disse sim. – ela cruzou os braços e o encarou de volta.
- Não, não. Quando eu perguntei, você disse “O suficiente” – ele disse imitando a voz dela de um jeito engraçado. – Como eu vou saber o que é o suficiente? Dessa mente depravada sua pode ser qualquer coisa.
- Mente depravada? – ela disse descruzando o braço – Escuta aqui, seu perverittido, eu vi o suficiente quer dizer que eu não nada demais, ou seja, eu vi você de cueca! – ela disse quase gritando, ela já ia falar mais alguma coisa quando Joey ouviu passos e fechou a porta rapidamente, Rock já retrucar quando ele encostou ela na parede e tampou sua boca com uma mão.
- Shhh. – ele colocou o ouvido na porta e o barulho de passos foi se distanciando até não se poder mais ouvi-los. – Pronto, já foi. – ele disse tirando a mão da boca dela. Ele olhou pra baixou e desviou o olhar rapidamente. – Você deveria se vestir. – ele disse e ela olhou pra si mesma, o roupão estava completamente aberto, revelando o sutiã vermelho e o microshort que ela usava, ela ficou vermelha e fechou o roupão rapidamente.
- É. – ela respondeu.
- Então, eu... Eu já vou indo. – ele disse indo em direção a porta.
- É, melhor você ir. – ela concordou. Ficou um silêncio estranho, ele abriu a porta. – Ah, Joey.
- Sim? – ele disse se virando pra ela.
- Cuidado com os monitores, eles não andam muito por aqui essa hora, mas é bom ter cuidado. – ela sorriu, ele sorriu de volta.
- Entendi, obrigado. – ele saiu pela porta e a fechou atrás de si. Rock suspirou ainda olhando para a porta. O que estava acontecendo com ela afinal? Por que ela queria que ele tivesse ficado e conversado com ela um pouco?
- Não, Rock, é bobagem. Vocês são amigos e só. – ela disse voltando ao seu banho. Do outro lado da porta, Joey se perguntava o mesmo, mas decidiu apenas continuar seu caminho.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.