FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

25. Uma tola


Fic: Moulin Rouge - Amor em Vermelho


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 25: Uma tola




Gina finalmente entendeu o por quê de estar sempre sentindo aquela dor no coração, falta de ar e desmaios. Estava com tuberculose. Uma doença gravíssima que era famosa nos séculos XIX e XX. Sabia que deveria ter buscado um médico logo nos primeiros sintomas, mas ela achara que não era nada de grave. Agora que estava com a doença já há algum tempo, ela era incurável, agora sabia que era tarde para fazer qualquer coisa, mesmo porque ela não tinha dinheiro para um tratamento e iria morrer.

Por mais que sua vida desde que viera para o Moulin Rouge tivesse sido uma tristeza, agora ela sentia-se feliz por estar com Harry.

Sim, Harry era agora a sua principal razão de viver, ela o amava e ele a amava e isso bastava, ele fazia sua vida valer a pena e sentia vontade de viver.

Sua vida nunca fora como um conto de fadas. Sempre fora quando criança uma garota tímida que vivia em seu próprio mundo, mas foi ao lado de Harry que descobriu o amor aos quinze anos, no entanto, ela superou quando ele teve que terminar com ela para protegê-la e também quando ele começou a sair com outra garota quando ela tinha catorze anos, mas não completamente.

Terminou Hogwarts aos dezessete anos e teve que trabalhar no Moulin Rouge para sobreviver, sua felicidade despencou mais ainda quando soube da morte de todos os seus familiares exceto Rony; sua vida voltara a ser a tristeza com a morte de sua família e com a vida que tinha.

No entanto, Harry voltara a sua vida alegando que a amava mais que tudo em sua vida, ela sentiu-se feliz de novo. Mas agora que sua vida melhorara, iria tudo por água abaixo com sua morte.

Desejou a vida todo morrer para acabar com seu sofrimento, mas agora que sentia-se feliz, infelizmente seu pedido foi atendido.

Como reagiria Rony quando souber que ele será o único e último Weasley? Suas amigas e amigos que a amavam? E principalmente Harry?

Gina nunca se sentiu mais triste do que se sentia agora. Já suportou a idéia de que Harry jamais a amaria quando tinha onze anos, quando descobriu que Harry e Cho estavam namorando, quando Harry terminou com ela quando tinha quinze anos, quando soube que teria que trabalhar no Moulin Rouge, quando sua família morrera, quando aparecem obstáculos para fazer Harry e Gina se separarem... no entanto, eles seguiam em frente pela força do amor que sentiam um pelo outro.

Mas agora era diferente, ela não poderia enganar a morte, iria morrer e nada mudaria isso.

Ela estava mais arrasada do que nunca, mas ainda assim, ela conseguia cantar, mesmo que fosse uma música triste e baixinha.

GINA
I was a fool...
(Eu era uma tola...)
...to...
(...por...)
...believe
(...acreditar)
A fool...
(Uma tola...)
...to believe
(...por acreditar)
It all...
(Que tudo...)
...ends today
(...termina hoje)
Yes, it all...
(Sim, que tudo)
...ends...
(...termina...)
...today
(...hoje)


- Mande o Harry embora. – dizia Zidler – Só você pode salvá-lo.

- Ele lutará por mim. – disse Gina, as lágrimas escorrendo pelo seu rosto suado e frio.

- Sim, a menos que pense que você não o ama.

- O que? – ela já chorava mais ainda angustiada, fechara os olhos agonizada no abraço de Hermione que não dizia nada.

- Você é uma grande atriz, Gina. Faça-o acreditar que você não o ama.

- Não...

- Use seu talento para salvá-lo. Magoe-o. Magoe-o para salvá-lo. Não há outra maneira. O show deve continuar, Gina. Somos criaturas do submundo, não podemos nos dar ao luxo de amar.

Zidler a olhava muito triste, Gina que havia sentado na cama e abraçava Hermione, chorava compulsivamente.

Sentia que precisa retribuir o que Harry um dia fez para protegê-la, pelo bem dela, agora ela faria a mesma coisa com ele. Ele se afastara dela para protegê-la de Voldemort, agora ela se afastaria dele para salvá-lo de ser morto nos mãos de Malfoy.

GINA
Today’s...
(Hoje é...)
...the day...
(...o dia...)


Zidler se juntara a ela contando baixinho.

ZIDLER E GINA
...when dreaming...
(...em que o sonho...)

GINA
...ends
(...termina)





_____________________________________________________________________________________

Continua...

No próximo capítulo...


“Zidler chegou ao salão e começou a cantar sozinho um pouco mais alto e com mais energia.”

“Em seu camarim, Gina já se vestira com roupas tristes que mostravam seu estado de humor.”

“Gina passou por Zidler sem olhá-lo e ele também não a olhou. Ela estava com os olhos vermelhos de alguém que não dormiu a noite inteira e havia chorado muito.”



N/A: Oi. Eu sei que eu não costumo comentar os capítulos, mas eu não resisti em abrir uma exceção para “esse” capítulo em especial. Só queria falar que esse capítulo trás a cena mais linda e emocionante da história do cinema que eu já vi na minha vida. Pessoalmente eu AMEI essa cena em que a personagem fica sabendo que vai morrer, era para ela estar arrasada e chorando pelos cantos, mas ela consegue cantar. Nossa, mesmo que seja uma música triste, ela canta. Se fosse eu que ficasse sabendo que iria morrer, eu não iria querer falar com ninguém nem fazer mais nada, muito menos cantar, ficaria completamente arrasada, não teria humor para cantar. Admiro a personagem que num momento crítico como esse ela canta. Bem, é isso. Só queria contar para vocês meus queridos leitores que essa é a minha cena favorita em todo o filme. Assistam ao filme “Moulin Rouge – Amor em Vermelho” para verem essa cena e se emocionarem.


Bjus a todos

Lady Potter

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.