FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

26. Capítulo 26


Fic: Nós... Irmãos ?


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 26

Lily acordou calmamente, abriu os olhos e foi direto pro banheiro, lavou o rosto e fez tudo o que tinha para fazer e então voltou para o quarto e trocou de roupa, colocou o uniforme e arrumou os materiais, prendeu o cabelo em um coque mal feito e desceu as escadas, Sirius e James tomavam café.

-Bom dia Lily. – disse Sirius animado, parecia ter dormido muito bem depois da noite passada.

-Bom dia Six, Potter! – respondeu ela corando e sentando-se em frente a Sirius que decidiu brincar um pouquinho.

-Nossa Lily, você me deixou moído. – caçoou ele.

-Cala a boca Sirius, você dormiu a noite inteira. – respondeu ela concentrada em cortar o pão.

-Oun, assim você magoa os meus sentimentos. – respondeu Sirius pegando mais pão. – E eu que pensei que estava agradando.

-Desculpe-me babe, foi sem intenção. – respondeu ela engolindo o pão e bebendo leite rapidamente. – Bom, eu vou indo, bom dia pra todos.

-Hey Lilian, será que eu poderia falar com você? – perguntou James, no que ela pensou não estar ouvindo bem porém apenas o olhou e esperou que ele dissesse – Bem, mas tarde né, você tem aula. – completou ele levemente envergonhado ,então ela agradeceu aos céus e saiu pela sala, desejando que dessa vez ele realmente tivesse um assunto para falar, ela achou que não sobreviveria a outra visita a biblioteca de madrugada.

Andou pela rua mas percebeu que estava se esquecendo de Lucy, então deu meia volta e voltou para a sua antiga casa, a morena havia acabado de sair então elas se cumprimentaram e rumaram para a casa de Lene.

-Então Lily ,como foi a noite? – perguntou a morena marota.

-Foi boa, dormi com o Sirius se quer saber.

-Hum, e ele é bom de cama quanto parece?

-Na verdade ele é ótimo de cama, não ronca nem nada. – brincou ela, pois sabia que a morena havia entendido a brincadeira.

-Vocês parecem ser bem apegados, irmãos de verdade, mas em comparação você e James, meu deus, é mais que físico o que rola entre vocês.

-É, em partes você tem certa razão.

-Ah, vai dizer que não acha ele lindo? E fala sério, depois de dar os pegas que você deu nele, e não adianta tentar me enganar.

-Quem disse que fui.. – começou a ruiva, mas parou no meio do caminho e riu cansada, então disse – Eu sou tão transparente assim pra você?

-Mais ou menos como a água, mas não ligue babe, eu não vou contar para as meninas, eu sei que você esta meio apreensiva quanto a isso.

-Obrigada. – respondeu a ruiva agradecida.

-De nada babe, só não entendo o porquê de não querer contar a elas.

-Ah, é uma historia difícil, sem contar que foi só um simples amasso, e elas ficariam preocupadas a toa.

-Okay, você pode estar certa, mas eu descordo a parte do simples amasso, menina, aquilo foi brutal, ele ficou todo marcado e você também, estou pasma que você tenha saído virgem da onde vocês se pegaram.

-Okay, eu sei que você sabe que eu sou virgem, mas como? – perguntou a ruiva curiosa.

-Ah sei lá, você não agiria da mesma forma com ele se tivesse rolado algo mais, e eu te digo, não é porque a dor é cruciante ou qualquer outra cosia que a primeira vez é inesquecível, e sim porque é com quem você está se entregando, e sem querer parecer clichê ou melodramática, pense bem antes de escolher qualquer coisa, virgindade pode ser apenas uma coisa com que você acaba, mas tem um significado diferente depois que você a perde, as coisas mudam, e é mais drástico que o primeiro beijo, eu posso lhe garantir.

-Eu me senti idiota ontem, por ser virgem sabe. – confessou a ruiva.

-Ah, fala sério, você é pura meu bem, e outra, os meninos ficam doidos com a idéia de serem os primeiros, mesmo que não passe de um amasso. – disse Lucy quebrando o clima “conversa mãe-e-filha” que havia se estabelecido ali.

-É, talvez você tenha razão. – disse Lily avoada enquanto lembrava da noite com James.

-Então, ta com vergonha ainda ou não bateu a vontade doida de contar da sua noite pra ninguém?

-Ih, você que pensa, minha língua esta coçando pra contar para as meninas, mas eu não queria ouvir o que elas irão dizer.

-E o que elas iriam dizer?

-Primeiro seria “Oh Lily, não acredito” e depois “Eu sabia, tava na cara que você estava apaixonada por ele” e eu não sei se estou.

-Borboletas no estomago?

-Sim.

-Desejo incessante.

-Na maioria das vezes.

-Fraqueza nas pernas?

-Sempre.

-Já gaguejou?

-Por enquanto não.

-Aperto no peito?

-O tempo todo.

-É, são todos os sintomas de uma menina prestes a se apaixonar, mas ainda tem uma escolha, e você apenas a fará se for o certo babe, você não precisa gostar do James pra esquecer do Rafael.

-Como sabe do Rafael?

-Eu ouvi falar, mas é pro seu bem, você nem ao menos precisa esquecer do Rafael, os sentimentos mudam, você pode transformar o amor louco que sentia por ele em indiferença, é só uma questão de escolha e tempo, e com sorte não demora muito,e eu vou repetir, você não precisa gostar do James pra esquecer do Rafael, mas você pode gostar do James e esquecer do Rafael, por tabela, entende?

-É, eu entendo.. mas sabe, quando eu to com o James eu esqueço do Rafael, mas não da certo, sabe? Hoje de manhã por exemplo, eu dei uns pegas nervosos com ele e o máximo que eu consegui dizer foi um “Bom dia Six, Potter!” e tipo, ele disse que precisava falar comigo, mas o que? E vai ter o casamento da minha mãe fim de semana que vem, e a gente teve a maior briga porque ele disse que eu ficaria bem de vermelho, mas eu não quero ir, e sem contar que a minha mãe acharia o cúmulo, ela me deserdaria, me mataria, e o pai dele faria o mesmo com ele, e se apenas passasse pela cabeça deles que a gente já beijou, nossa, seria o fim, eles ficariam super chateados e se sentiriam traídos, no mínimo, sem falar na vergonha que eles teriam da gente.

-Já te falaram que você pensa demais nos outros?

-Vai dizer que você não pensaria?

-Faz quanto tempo que vocês são irmãos? Um mês?

-Uma semana, pra ser mais exata.

-Nossa, só isso e você já está pensando tanto nos outros, ai Lily, esqueça isso por enquanto, sofrer por antecipação não vai adiantar nada e se você tiver que sofrer depois, vai doer do mesmo jeito.

-Você tem razão, mas não posso dizer que é fácil né? – concluiu Lily sorrindo cansada, era realmente difícil a situação.

-Cara, vamos falar de coisas pervertidas porque isso ta ficando muito desanimado.

-Começa você, eu não tenho nada em mente... – respondeu Lily sorrindo, de manhã cedo não era hora certa para coisas pervertidas, ela estava sem inspiração.

-Ah, eu esqueci, eu Lucy Caulldwell não sei uma perversão para dizer, oh meu deus, o mundo irá acabar em gelatina.. – mas a morena parou com a dramatização, ela tinha visto uma coisa que a tinha deixado paralisada – Jesus me chicoteia... que isso?

-Hãn?

-Morri, eu morri... aquele é o Symon? – perguntou Lucy olhando descaradamente para o menino, que estava parado conversando com alguns outros rapazes.

-É sim, de onde você o conhece?

-Orkut. – respondeu ela simplesmente, sem tirar os olhos do menino.

-Explica... – pediu Lily não entendendo muito.

-Bem, ano passado eu tava vagando pelo Orkut e vi ele, eu entrei no Orkut da Carol, uma amiga minha, então eu entrei no Orkut de uma tal de Carla, ai eu fucei nos depoimentos dela e lá tinha um tal de Jasper, lindo esse Jasper, então eu fui ver as fotos dele e tinha um comentário de uma tal de Alice, então eu entrei no Orkut dela também e fui ver suas comunidades, então, na comunidade “ai ai, cérebro é uma coisa tão fantástica! Todos deveria ter um ;)” e ele tava lá.

-Hem?

-Que foi? – perguntou Lucy olhando para a cara espantada da amiga.

-Como você lembra disso tudo? – perguntou a ruiva abismada.

-Memória Fotográfica babe.

-Jura?

-Aham. – respondeu Lucy piscando para a menina.

-Meu deus, que incrível Lucy, nossa, que inveja, dês de que assisti o Código Da Vinci que eu queria uma memória fotográfica.

-Hehehehehehe, bem, a minha não é como a do Tom Hanks no filme, mas eu me lembro das coisas detalhadamente, e bem, como o mundo é pequeno, nunca pensei em encontrá-lo aqui, sabe, eu gostei das comunidades dele. – respondeu a menina simplesmente, como se não tivesse dado um ataque a poucos minutos.

-Bem, isso explica você ter aprendido os passos tão facilmente ontem, apesar que pelo pouco que sei, memória fotográfica é uma coisa duradoura não é? Você precisa de um tempinho pra coisa ficar gravada na cabeça, não precisa?

-Ixe, pergunta difícil, eu não procurei saber muito sobre isso, pra não ficar bitolada, sabe? Eu só deixo a coisa fluir, mas eu tenho mais facilidade com as pessoas e com falas, por exemplo, minha memória não funciona tão fotograficamente pra memorizar as provas que eu já roubei dos professores ou o que eu leio nas apostilas, mais o que eles falam, ah fia, fica tudo guardadinho na minha cachola.

-Você roubou provas de professores já?

-Claro, umas par de vezes, mas foi só por diversão, sentir o gosto do perigo, porque eu realmente não precisava, então numa noite, eu entrei na casa da professora e peguei a prova, daí dei uma lidinha e vi que eu nem precisava ter pulado um muro de dois metros pra fazer a prova, já que sabia de toda a matéria, daí guardei o que tinha mexido e voltei pra casa.

-Meu deus, você é uma bandida praticamente. – caçoou Lily.

-Bem, eu seria mais bandida se tivesse usado minha super memory e vendido a prova pros burros que não sabiam a matéria, mas não, eu apenas dei uma olhadinha e voltei embora, sem contar que eu entrei lá mais pelos cachorros que ela tinha, além de que eu queria praticar umas coisas que tinha aprendido.

-Nossa, a Super Lucy faz o que mais? Além de roubar provas, é claro.

-Bem, naquele dia eu estava praticando andar sem fazer barulho, bem útil sabe, principalmente quando você dorme com um cara e quer sair logo da casa dele, sumir sem nem ser vista, daí ‘cê pula pela janela, cai silenciosamente no chão e boa, ele só vai perceber que você foi embora quando virar para o outro lado.

-Lucy, você é uma vadia, meu deus, como você consegue?

-O que? Dormir com um cara e sair de fininho ou andar silenciosamente? – perguntou a menina normalmente.

-Os dois.

-É fácil, a pratica leva a perfeição. – respondeu a menina marota enquanto Anna, Dori e Lene se aproximavam.

-Prontas para uma aula maçante de botânica? – perguntou Dori assim que chegou.

-Nem me fale Dori, cinco horas estudando plantinhas irritantes não me deixa feliz, principalmente depois de não ter dormido nada a noite. – respondeu Lene.

-Não dormiu por quê? – perguntou Lily.

-Sei lá, acho que to gripando, to começando a sentir dores no corpo.

-É isso que dá dar demais. – respondeu Anna no que todas riram, Lily estranhou a fala da amiga.

-Pra falar a verdade, depois daquela noite eu não tive muito tempo com o Sirius e ontem eu tentei falar com ele, mas não o achei em lugar nenhum. – respondeu Lene e isso fez Lily pensar se a amiga ficaria chateada se soubesse onde ele estava, e por um momento achou que não, mas com certeza ela ficaria, era horrível ver o cara que você gosta com sua amiga, ainda mais dormindo juntos, mesmo que não haja nada demais naquilo.

-Nossa, ontem eu cheguei em casa e fui dormir, estou sentindo que essa noite vou precisar de muitas energias.


-Ué, por que? – perguntou Lily.

-Bem, oficialmente, é a minha primeira noite na cidade, então eu não pretendo dormir em casa.

-Ah sim, bem, espero que você não tenha que pular nenhum muro para isso. – respondeu Lily enigmática, no que ela e Lucy riram, e Lene sentiu-se levemente enciumada pelo fato das duas se conhecerem a apenas um dia e já terem internas.

-Bem, eu pular um muro não é problema, só não espero que ele tenha uma cerca para pular, por que não sei se serei quietinha desta vez.

-Huahuahuahauhauhauhauha! Lucy, você não presta. – concluiu Lily.

-E você presta né? – perguntou a outra marota.

-Claro! – respondeu a ruiva rindo loucamente, então elas continuaram indo para a escola, chegaram e entraram rapidamente para a sala, não podia se demorar no pátio quando era uma aula do Ricardo.

-Bom dia pessoal, vamos pegando a apostila que a gente tem um módulo inteiro pra terminar essa manhã, então vamo que vamo que a prova ta de rachar o coro. – começou o professor assim que todos entraram na sala, e assim se passou toda a manhã, e as meninas saíram quebradas da sala de aula, ao meio dia.

Se despediram rapidamente e cada uma foi para sua casa, elas teriam ensaio as duas horas, então Lily entrou rapidamente em casa e encontrou Sirius sentado no sofá, ele passava os canais de tevê rapidamente e parecia não olhar nenhum.

-Boa tarde Six.

-Boa tarde Lily, vamos comer? Eu tava te esperando.

-Ih, nem dá hem, to indo dormir, to morta, tem ensaio as duas, será que dava pra você me acordar uma e meia? – perguntou ela já subindo as escadas.

-O que você quiser, meu amor. – respondeu ele olhando para a tevê novamente.

-Valeu Six, eu te amo.

-Eu também. – disse ele se levantando enquanto ouvia a porta do quarto da ruiva ser fechada.

_____

Lily entrou no quarto e jogou os materiais de qualquer jeito no sofá, então pegou um cobertor fino e deitou na cama de uniforme mesmo, estava com fome, mais comeria depois, o sono era maior.

Uma hora depois Sirius subiu as escadas para acordar a ruiva então abriu a porta e a encontrou dormindo de cobertor, toda suada.

-Lily do céu, que perigo, nesse calor dormir de coberta, meu deus. – disse ele descobrindo a ruiva e vendo sua camiseta da escola toda molhada, ela poderia pegar uma pneumonia por isso.

-Lily, acorda.. – Ele subiu um pouco na cama para chacoalha – lá, então ela o abraçou e continuou dormindo, ele agora parecia um ursinho nos braços da ruiva, e por isso começou a ficar todo molhado assim como ela, e esforçando-se bastante, ele conseguiu finalmente acordá-la.

-Lily, acorda dorminhoca.

-Ai Six, já é uma e meia?

-Aham, logo logo vai ter gente ai, mas você precisa tomar um banho, ta toda suada.

-Verdade, e você também, ta todo molhando igual a mim.

-Advinha por quê?

-Nossa, eu te agarrei? - perguntou ela ficando vermelha.

-Aham, e você é forte hem ruiva, dá até pra pensar que você me carregou ontem até a cama.

-Você ainda não esqueceu isso?

-Tsc tsc, um dia ainda descubro o que você fez, mas agora já para o banho ruiva.

-Você também. – disse ela apontando para a mancha de suor na roupa dele.

-Isso é um convite? – perguntou ele sedutor.

-Ah, cala a boca Sirius, vai logo tomar banho que você ta fedendo.

-Olha quem ta falando, eu tava cheirosinho até uma ruiva maluca me agarrar.

-Besta, vasa logo daqui, ou quer me ajudar a tirar a roupa?

-Olha, não brinque com fogo, ruiva. – advertiu ele.

-Como se você fosse fazer alguma coisa. – respondeu ela divertida, mas ele apenas fez uma cara sexy e saiu do quarto, então ela foi tomar um banho, seu corpo estava quente.

______________

James estava na cozinha quando a campainha tocou e ele foi atendê-la.

-Oi Lucy.

-Oi Jay, a Lily ta ai?

-No quarto dela, ela chegou e foi dormir, nem comeu ainda.

-Será que ela já ta acordada?

-O Sirius subiu pra chamar ela faz uns vinte minutos, então ela ta acordada sim, sobe lá, se sabe o caminho?

-Aham, sei sim. – disse ela subindo rapidamente as escadas, seus pensamentos estavam longe dali e ela deixou seus pés a guiarem para onde seria a porta do quarto da amiga, porém nem prestou atenção direito, apenas abriu a porta e entrou, fechando a porta rapidamente atrás de si.

E foi ai então que ela viu algo que fez os cabelos de sua nuca ficarem em pé.

___________________
AÉÉÉ POVÃÃÃO, mais um capitulo sem muito Jay né? Fazer o que? Bem, é isso.. espero que curtam o capituloe até semana que veeeeem.

Tchaau;*

Resposta dos Comentários:

Caroline Black:poostei certiinho dessa vez :D e espero que não esteja tão pequeno quanto o outroo ;p valeu por comentaar.. beijos;**
Carolzinha Gregol:Hshsiuhsiahsuhauhssahu, os pcs das escolas aqui bloqueiam o orkut, mais na floreios AP Ra entrar tranqüila :D eu sempre dou uma olhadinha nas fics nas aulas de metep, ashaihahaishasuh e se minha mãe sonhar com isso, ela me mata também :D e a sua pergunta será respondida me breve, daqui uns 40 capitulos, quem sabe? E eu também amo seus comeents :DD e não se preocupe, os teclados de todas as escolas são péssimos, beeijos;*

Mandy Jonas:nhaain, vlw! :D e eu também amo essas cenas, são as melhoores :D e uma fic do Six e da Lily como irmãos ficaria shoow hem :D e vixee! Seu amigo mostrou o lado negro do nome dele? Ahsaisiasiuhs é duro viiu! Beeijos e continue leendo;*

ઇઉ Lola Potter ઇઉ: aihsiauhsaihsaiushiauhsa, conversa realmente bizarra né? As vezes eu escrevo e não percebo pq bem, eu já sei de tudo, dá um trabalho pra retirar as coisas que ficariam sem nexo se uma pessoa de fora lesse (de fora da minha cabeça né), nhaain, e que bom que eu consigo fazer um misteriozinho, acho muito perfeito fics assim :D que bom que a minha ta no camiinho ;p e para o casamento vai ter uma surpresa boa :D James Potter irá mostar seu lado negro para com a ruiva mais faça de conta que eu não disse isso, porque se não perde a graça, e os momentos Six&Lily são muiitos lindos mesmo, eu amo os doois, e eu choro toda vez que leio o Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, principalmente quando o Harry fala pro Six que não é ele que ouve sua mãe morrer toda vez que chega perto de um dementador, ai ai (como a conversa veio parar ai? Oo) e bem, esse não ficou muito enorme, mais dá pro gasto né? Até capitulo que vem, onde vai ter mais action ;D

Yumi Morticia voldemort:vlw, espero que curta o capiitulo ;DD beeijos;*

Lily...:ahsaihsihsihahsa.. pior.. eu sou masoquiiista véi, adoro o sofrimento dos meu amados amoras leitoores, :D e acho que um nome pro Six poderia ser.. hm.. tcho veer.. precisa ser um cara cequissy pra combinar com ele,, até agora não encontrei nenhuum ;p mais qdo saber te faalo :D E eu já to respondnedo a Jessy, e quando eu ser um ser do mal.. hoho :] você descobriu minha verdadeia iindentidade.. haha.. deverá morrer.. siasiauhiuhsaus (que nada a ver ¬¬) e o Jay é meu e eu não abro mããão hoho :] ais te impresto ele nos fins de semana, pq meus fins de semana são para o Six e as quartas e sextas são do Draco, e eu não admiti naada.. ashiaushisiushias.. só coloquei algo pra Dra pano pra mangá.. hehehehe.. CARA EU ACENTUEI O MANGA, FICO MANGÁ, aff.. que burra ¬¬ e véi.. a Lily em cima do James sem o Six pra tirar seria fueda.. por isso ela não foi. Concordo com vocêê :D e beeijos, continue lendo :**

Vanessa Sueroz:ahsiahihasihaisah pequeeno meesmo mais nada que um capitulo gande não posa compensar. .apesar que esse parece ter ficado minúsculo tambeem ;p ai ai. Que triste.. eu preciso começar a escrever mais coisas... ;p e bem.. valeu por comentar :DD e continue leeendo ;**

Aluada Black: aishisiahsiahss tambééem amo o amor fraterno deles.. e eu não posso responder essas perguntas.. ospokpoks por mais que minha lingua coçe para isos.. auhsiuasuas ai ai.. meus leitores amoras são tão curioosos [?] e bem.. nem teve J/L nesse.. ta deprimente as coisas.. aiusuiasiuhsiuauisaiu e eu temrineei siim.. nhaain! ameei a Reneesme.. muiitcho perfeeita.. mais meeeenineee.. me manda o link do outro liro? o quinto? cara.. eu não achei o link dee aqui. .to desesperaada ausiuasuhsa e se sabe se a Stephenie decidiu continauar a escreveer? beeijos ;*

Nathália Krein:Sauhsiuhasiuhauasaius, pioor.. parece memso que ele ama ela né? mais bem.. ele não ama.. não como o Jay, é mais como uma irmã mesmo :D apesar das brincadeiras e tals.. e o nome nenhum pouco sujestivo né? e como ela levou ele pra cama é segreeedo.. quem abe nos proximos capitulos eu reveelo? aihsiasisihs e vc não é lenta não. eu é que su chata e não conto tudo logo :DD beeijos e continuee leeendo ;**

Gabrielle •:aihsihsiuhsiahiahusi era pro povo pensar besteira mesmo. ashiahsiahs e Siirus PEGAEL PRIMEEIRO!, e o love dele é lindo meesmo :DD peerfeito.. e bem.. o cap. ta ai.. espero que cuurta :D

BOOM POVO.. É ISSO.. EU AMO VOCÊS AMORAS LEITOORAS ;DDD

beeijos;*
______________________________________

N/B-Oie Galera!!!
Aiii vão dizer que esse cap da Vanessa num fikou perfeito!!!!
O.O...aiii meu deus....fikou MUITOOO show Vanessa parabéns...
E tipo...eu soh mais o Livro do código da Vinci...achei melhor que o filme...
O.o....bem...eu tenha a ligeira impressão do que a Lucy viu...
Será que eu estou certa???
O.o....aaoskaoksoaksokasosoksoaosaoksokasok...
Bem...toh indo gente...
Já sabem que qualquer errinho eh por minha conta...
COMENTEM e beijinho no coração!!!
Lethicya Black

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.