FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

17. [A05C17] Conselhos da Ginevra.


Fic: FreGeMione: How Can I Resist U?


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

* * *


H E R M I O N E


 


Eu estava no banheiro feminino do Expresso. Sentia que já estávamos a apenas mais algumas horas de chegarmos em Hogwarts e isso estava me aliviando por dentro. Não entendia a razão, mas ter visto a pré-cena trágica entre Fred e Angelina, além de ficar sabendo sobre Katie e George, me deixara enojada. E, confesso, chateada.


Não porque eles tivessem algum tipo de relação com as garotas, visto que isso era notável e eu nada tinha a ver com a vida deles, mas porque Angelina e Katie eram as criaturas mais baixas que eu já vira na minha vida. Enojáveis. Como dois caras tão bacanas se relacionavam com garotas assim? Bem, talvez fosse a lei da vida.


Eu estava me olhando no espelho levemente gasto da parte ao norte. Aquele era um cômodo amplo, certamente obra de magia, que me lembrava muito o banheiro da Murta. Isso era, de verdade, uma visão reconfortante. A verdadeira noção que eu possuía de lar era Hogwarts e o banheiro feminino interditado era um lugar que eu sempre ia quando precisava ficar sozinha para pensar. E era isso que eu estava fazendo ali, até que Gina apareceu.


 


— Hermione? — ela questionou, se aproximando o suficiente para me reconhecer sem dúvidas — O que faz aqui sozinha?


— Bem, Gina, estamos num banheiro. — eu forcei o riso, tentando parecer natural, mas ela não se deixou enganar tão facilmente.


— Compreendo que não possa entrar aqui com seus fiéis escudeiros. — ela riu comigo — Mas é visível que algo está te incomodando. Vamos lá, me diga o que houve.


— É só que...


— Ron confirmou suas suspeitas?


— Não Gina, ele negou. Isso me deixou aliviada. — eu sussurrei para ela.


— Não é o que parece. Hermione, você queria que ele tivesse dito aquilo ao Gui? — Gina franziu a testa, me encarando.


— Não, claro que não. — eu respondi com segurança — Acontece que fui investigar Fred sobre isso logo depois de falar com Rony, mas Angelina apareceu na porta e disse coisas horrorosas.


— Aquela vaca oferecida falou sobre você? Não acredito que ela tenha perdido o amor à vida. — Gina bufou irritada.


— Não, ela não disse nada sobre mim. Não se preocupe.


— Não estou entendendo.


— Ela simplesmente fingiu que eu não estava conversando com Fred na cabine e disse que estava ali para se divertir um pouco com ele, visto que Katie e George estavam ocupando a cabine dela com gemidos. — eu falei, me deixando enojar novamente — Foi algo horroroso de se escutar.


— Concordo plenamente. — minha amiga ruiva revirou os olhos em desprezo — Quando você começou a contar, achei que fosse confessar sentimentos pelos meusadoráveis irmãozinhos gêmeos, mas concordo que as palavras de Angelina foram impactantes o suficiente para te deixar assim.


— Você é maluca, Gina. — eu sorri.


— Seria legal te ter como cunhada, Hermione. Por mais que eles sejam os irmãos com quem eu mais brigo, são os que eu mais gosto. — ela me abraçou demoradamente — Agora ande, vamos tomar um ar lá fora. Temos um ano inteiro para dar o troco na Angelina.


— Vá aproveitar seu tempo com Harry antes que os amigos dele o encontrem e não deixem vocês em paz. — eu disse, vendo ela me agradecer com o brilho apaixonado nos olhos enquanto saía dali.



* * *


G E O R G E


 


— Hermione? — eu perguntei, vendo ela andar em passos lentos pelo corredor principal do Expresso.


 


Ela demorou alguns segundos pra se tocar de que alguém tinha dito o seu nome, mas finalmente olhou na minha direção. Teria passado reto, indiferente, se eu não tivesse segurado o seu braço.


 


— Eu te fiz algo? — perguntei um pouco assustado — Sou o George, sabe.


— Ah, oi George. — ela disse, fingindo um sorriso para mim — Se não se importa, eu queria encontrar o Harry e a Gina.


— E eu queria saber o que é que você tem, é muito a perguntar?


— Não se preocupe. — ela riu baixinho — Eu estou bem.


— Espero que sim. — eu disse, a abraçando com carinho. Desde quando eu havia ficado assim por uma garota, não sabia, mas era óbvio que ela havia trazido à tona o melhor de mim.


— George. — ela falou entre o meu abraço — Eu preciso mesmo ir, todos já estão se trocando. Disseram que em meia hora estaremos em Hogwarts.


— Oh sim, me desculpe. — eu sorri — Vou fazer o mesmo. Obrigado Hermione.


— Não há de que. E obrigada George. — ela me disse com um sorriso pequeno, mas sincero — Pelo abraço, digo.


— Disponha.



* * *


F R E D


 


Eu estava me trocando na cabine, quando George entrou, fechando a porta atrás de si e acompanhando meu gesto. Eu estava mudo, distante. Por um momento deixei minha mente vagar nos acontecimentos mais recentes.


— O que houve? — perguntou o meu gêmeo.


— Angelina.


— O que ela fez dessa vez? Achei que não fosse nos procurar tão cedo depois de tudo. — ele revirou os olhos em desdém.


— Eu também tinha pensado isso, mas ela se superou novamente. — eu ri tristonho — Eu estava conversando com Hermione quando ela abriu a porta da cabine de repente e disse um série de bobagens.


— Bobagens de que tipo? — George questionou, parando na minha frente e me deixando sem reação — Anda Fred, que o que ela disse?


— Ela disse que você e Katie estavam gemendo muito alto na cabine dela, então foi me procurar pra se divertir um pouco.


— Hermione ainda estava lá quando Angie disse isso? — ele disse, socando o estofado do banco na sua frente.


— Sim. — eu respondi brevemente — Eu sei, foi estúpido da parte da Angelina. Hermione saiu logo em seguida, antes que eu pudesse dizer algo. Eu mandei Angelina sair dali no mesmo instante, mas não consegui encontrar Hermione depois disso.


— Ela estava tão... Ah, sei lá. Não estava normal. Parecia estar pensando sobre algo, mais distante do planeta Terra do que a tal da Lovegood.


— Vamos falar com ela depois. — eu sugeri, preocupado — Espero que ela não esteja irritada ou magoada comigo, porque não tive culpa de nada.


— Também espero, meu caro irmão. — ele me disse, jogando a capa por cima do uniforme quando escutamos o barulho do Expresso, anunciando nossa chegada.



* * *


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.