FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. Capitulo Dezenove


Fic: Alugando Hermione Granger III - Epílogo ON- Dramione


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Feliz 2014, gente!! 
Desculpem a demora! =/ sei que tenho dito isso direto, mas ainda não estou completamente adaptada ao meu novo mundo. Então, ando me perdendo um pouco no tempo. --' 
Bem, espero que vocês gostem... e lembrando que estamos entrando na reta final da fic!!

Para quem não está conseguindo acessar:

AGH 1 - http://fanfic.potterish.com/menufic.php?id=40452

AHG 2 - http://fanfic.potterish.com/menufic.php?id=43026


Eu leio todos os reviews, gente! E AMEI cada um deles, viu?! *--* Então, continuem deixando reviews, e façam 2 autoras felizes! hahahahaha

Beijos
Angel_S

---**---

 


1 ano depois 


 


           A residência Malfoy já não era mais a mesma, objetos coloridos e brinquedos estavam por todos os lados, alegrando a casa que por tantos anos pertencera a uma família desprovida de sentimentos. Mas agora amor era o que mais havia por ali, junto com os risos e gargalhadas do pequeno Alexander Draco Malfoy, que recém completara um ano.


 


- Você ainda não me explicou a que se deve esse jantar – Draco disse ao se aproximar por trás de Hermione, pousou as mãos em sua cintura e beijou seu pescoço.


- Quando acontecer, você vai saber – ela disse com um casual dar de ombros.


- Herms! – murmurou ele distribuindo beijos por seu pescoço e nuca, o que a fazia se arrepiar.


- Nada disso, Draco Malfoy! – ralhou ela empurrando-o. – Tenho de terminar de me arrumar, amamentar o seu filho e depois trocá-lo.


- Você não muda mesmo, senhora Malfoy! – murmurou ele ao se afastar.


- Você nunca foi tão curioso – acusou ela.


- Só achei estranho um jantar apenas para a nossa família, arranjado assim tão de repente – ele deu de ombros. – Pensei que você pudesse ter algo a me dizer.


- Eu? – ela perguntou com o cenho franzido.


- Não é para um anúncio? – ele perguntou com um dar de ombros. – Achei que eu merecia saber antes...


- Saber? – ela perguntou com o cenho franzido, mas seus olhos logo se arregalaram ao entender onde o marido pretendia chegar. – Draco, não! Não é isso que você está pensando – ela disse com um risinho.


- Você passou mal essa semana, estava cansada...


- Eu sei que nós já falamos sobre termos mais um filho, mas eu disse e repito, por enquanto não. Você sabe tudo que eu adiei para ficar com você e ter Alexander, agora é hora de eu voltar ao que eu queria – ela disse se aproximando dele. – O anúncio de hoje não é meu, por isso não posso lhe dizer nada. – ao ver que ele não tinha mais nada a dizer, Hermione se afastou em direção ao banheiro, de onde saiu minutos depois, já maquiada e vestindo apenas um robe. – Vou cuidar de Alexander enquanto você se arruma – ele assentiu e a viu se retirar.


 


           Cada vez que olhava o filho, Hermione sentia seu peito inflar, era um sentimento tão grande e magnifico que sequer poderia ser descrito, e pensar em ter mais filhos só a fazia sorrir, mas ainda não era hora. Não era de hoje que Draco parecia decidido a ter vários filhos, um logo após o outro, e ela vinha tendo dificuldades em lhe explicar que queria mais da vida que ser mãe, não que não amasse cada momento que passava com seu bebê, mas tinha planos além desses.


           Conforme foi se desenvolvendo, Alexander mostrou cada vez mais que seria uma cópia perfeita do pai. O cabelo continuava loiro platinado e bem ralinho, os olhos cinza e um rosto de traços fortes. E Hermione se apaixonava novamente cada vez que o olhava.


 


- Hey meu amor – ela chamou o menininho que em passos cambaleantes se aproximou, soltando algumas palavras desconexas, mas que para ele pareciam fazer todo sentido do mundo. – Isso, está na hora de mamar – ela murmurou divertida e o viu rir, soltando uma gargalhada gostosa.


 


           Mesmo com mais de um aninho, Hermione fazia questão de amamentá-lo, complementando a amamentação com papinhas e frutas. Adorava esse momento mãe e filho, e queria aproveitá-lo ao máximo, já que Draco vinha insistindo nos últimos dias para que ela passasse a amamentá-lo apenas pela noite. Alexander era um bebê grande para sua idade, tinha o porte dos Malfoy, e muito guloso, o que acabava por cansá-la.


           Amamentou-o e depois lhe deu banho, vestindo o menininho com uma calça jeans e uma camisa de botões azuis, que o fazia ficar ainda mais parecido com o pai – e enchia Draco de orgulho. Terminou de calçá-lo e logo o perfumou, para voltarem ao seu quarto, onde Draco, já vestido, esperava por eles.


           Ao ver o pai Alexander correu em passinhos cambaleantes e jogou-se nos braços de Draco, que já o aguardava de braços abertos. O menino tinha tamanha adoração pelo pai que quase arrancava lágrimas de orgulho de Hermione.


 


           Minutos mais tarde os convidados já estavam dispostos pela sala. Harry junto de Gina, William com sua esposa e Annelise acompanhada de Harry.


           O jantar foi servido em meio a muita conversa e sorrisos, e Alexander tinha toda a atenção concentrada em si, passando de colo em colo dos tios e padrinhos que o adoravam. Até que Harry largou a mão de Annelise e se pôs de pé, pedindo a atenção de todos a mesa.


 


- Eu tenho um anúncio a fazer – disse ele, o que arrancou exclamações felizes das mulheres presentes a mesa.


 


           Com um risinho Annelise se levantou e ficou ao lado de Harry, só então pôs no dedo o anel que havia ganhado no dia anterior. Uma pedra de diamantes reluziu arrancando sorriso de todos a mesa.


 


- Vamos nos casar! – disse ela com empolgação.


 


           Hermione rapidamente foi abraçá-la e Draco cumprimento Harry com um abraço. Nesse último ano, Harry havia provado a todos que o passado ficara para trás, estava envolvido com o parlamento e a Guarda Nacional, pois anos atrás havia servido na base militar. Festas, bebidas e, principalmente, drogas, não faziam mais parte da sua rotina.


           Já Annelise depois de finalmente se formar, havia ido para a Oxford onde cursava moda por puro hobbie, era uma área que sempre a havia fascinado e não tinha grandes pretensões quanto a uma carreira, estava apenas vivendo um dia após o outro, seus planos imediatos eram com Harry e com a família, o resto podia esperar.


           Champanhe foi servido a todos que brindaram com alegria ao casamento. Sentado na cabeceira da mesa, Draco pensava nas ironias da vida, depois de toda a reviravolta dos últimos anos, seu envolvimento com Catherine, ter conhecido Hermione, ter brigado com William, agora ali estavam eles, todos fazendo parte da mesma família.


           Sentiu Hermione apertar a mão que ele segurava e lhe sorriu, a cada dia que passava a via mais bonita e se sentia mais apaixonado, e depois que Alexander nascera, esse sentimento só aumentava. Tinha orgulho da mulher que havia escolhido como esposa e agradecia todos os dias por tê-la em sua vida.


           Mais tarde naquela noite ele fez questão de lhe dizer o quanto a amava, e de demonstrar ao fazê-la sua mais uma vez. Percorreu as mãos pelo corpo nu de sua esposa e beijou-a nos lábios quando, já saciada, ela descansava sobre seu corpo.


 


- Estive pensando no que você me falou mais cedo, ou melhor, no que você pensou que seria esse anúncio – Hermione lhe disse enquanto dedilhava sobre seu peito.


- E? – Draco perguntou com uma sobrancelha arqueada.


- Você tem uma grande chance de ser eleito na próxima semana e, com isso, não poderei ir para Cambridge no próximo ano, Alexander ainda é muito pequeno para passar boa parte do tempo longe de mim... – um sorriso brotou nos lábios de Draco. – Então, se você se tornar primeiro ministro, um filho seria uma recompensa justa.


 


           Draco gargalhou e a abraçou contra si, beijou-a nos lábios e logo a deitou na cama, ficando sobre ela.


 


- Você tem certeza? – ele perguntou com a expressão séria.  – Fui egoísta uma vez ao engravidá-la, você teve de adiar a faculdade graças a isso, não gostaria de repetir o mesmo erro.


- Eu tenho certeza – ela respondeu. – Durante o jantar estive pensando em como gosto da nossa vida assim, desse jeito. Ainda pretendo me formar, mas se você se eleger não será fácil ir para a universidade, sei de como há rixa quando se trata de política e conheço a sua superproteção. Então, se você for eleito, passarei a ter aulas em casa, sei que não é de praxe em Cambridge, mas tenho certeza que o primeiro ministro pode conseguir esse pequeno agrado à sua esposa, então nada mais justo que lhe dar como recompensa o que tanto deseja.


- Gosto do jeito que você pensa – Draco respondeu mordiscando-lhe o pescoço. – E me parece que temos um novo acordo, senhora Malfoy – isso a fez rir, mas Draco rapidamente se ocupou em silenciá-la.





 


           Na semana seguinte estavam todos no grande salão do Palácio de Buckingham aguardando o anúncio que, independente de quem ganhasse, mudaria o rumo da Inglaterra dali em diante. Depois de um desgastante, mas promissor, ano em campanha, Draco sentia que tinha chances reais de ganhar o cargo e sentia-se orgulhoso disto.


 


- Será como nós sempre dissemos que seria – William lhe disse assim que chegou, abraçou o amigo com força e ambos riram.


- Falta você pegar a coroa – Draco disse e William gargalhou.


- Enquanto isso não acontece, você prepara o terreno para a mim – concordaram e logo se afastaram, cada um indo ao encontro da mulher da sua vida.


 


           Hermione o esperava sentada na mesa que lhes fora destinada, em seus braços Alexander se mostrava impaciente. Agora que aprendera a caminhar com as próprias pernas, o pequeno Malfoy não queria nada além de correr para todos os lados.


 


- William parece confiante – Draco lhe disse.


- Todos estamos! – assim que ele se sentou, ela se inclinou e o beijou nos lábios. Só se afastaram quando Alexander, munido de um garfo que conseguira pegar sobre a mesa, os afastou.


 


           Rindo Draco tirou o instrumento da mão do filho e o ergueu nos braços, jogou-o para cima e ouviu a doce gargalhada.


 


- Preparada para me dar mais um filho? – Draco perguntou com um sorriso sedutor nos lábios. - E desta vez será uma menina! – ele anunciou.


 


           Horas mais tarde a eleição finalmente havia acabado e Hermione já se sentia exausta, mas, ao mesmo tempo, via-se muito ansiosa. Jamais imaginara que um dia chegaria a estar ali, assim como jamais imaginara que Draco poderia se dar tão bem no meio político, sim ele tinha um título que honrava todos os dias no Parlamento, mas concorrer em uma eleição destas para um cargo de tamanha importância não havia lhe passado pela cabeça. Quando ele lhe contara que William havia lhe pedido que concorresse, tendo como apoio todo o Governo da Rainha, para Hermione havia soado como um absurdo sem tamanhos.


           Mas agora, ao vê-lo tão bem entrosado nesse ambiente e tão determinado a realmente fazer diferença junto ao governo, só podia ansiar pelo resultado. Jamais havia se sentido tão ansiosa em sua vida.


 


           Quando a contagem se aproximava do fim, todos já comemoravam a vitória de Draco Malfoy, gritos encheram o salão despertando o pequeno Alexander que dormia em seu colo. O choro veio logo em seguida e ela o consolou com todo carinho, mas manteve-se atenta a tudo e quando o anúncio final confirmou a vitória de Draco, Hermione se juntou aos gritos e riu quando ele veio abraçá-la para comemorar. Draco a abraçou com força, mantendo o filho entre eles, beijou-a nos lábios e depois pegou o pequeno no colo, beijando sua bochecha rosada.


           Logo todos no salão se aproximaram e o cumprimentaram com fortes apertos de mãos e tapas no ombro, congratulando-o pela vitória arrasadora, afinal Draco conseguira quase setenta por cento dos votos, um resultado jamais visto na história da Inglaterra, mas que mostrava que o povo realmente confiava em suas propostas. E Draco não pôde evitar sentir-se orgulhoso, estava fazendo exatamente o que queria de sua vida, ao lado da mulher que amava e do herdeiro que cada dia o deixava mais cativo.


 


           Só conseguiram chegar em casa quando o sol já ameaçava despontar no horizonte, mas apesar do cansaço não conseguiam parar de sorrir. Colocaram Alexander no berço e juntos foram para o quarto. Bastou fechar a porta para Draco pressioná-la contra a mesma, seus lábios buscando os dela.


 


- Eu já lhe agradeci hoje? – ele perguntou enquanto beijava seu pescoço.


- Pelo quê? – Hermione questionou de olhos fechados, desfrutando as carícias.


- Por tudo que você fez por mim desde o dia em que a conheci, desde aquele dia me tornei outro homem.


- Você sempre foi o mesmo Draco, apenas se negava a mostrar aos outros o seu melhor lado – ela respondeu olhando nos olhos dele.


- Eu amo você – ele disse erguendo-a nos braços.


 


           Depositou-a sobre a cama e com calma a despiu das sandálias de salto alto, logo do vestido e por último soltou seu cabelo, deixando as madeixas onduladas caírem sobre seu ombro e costas.


 


- Não existe no mundo mulher mais sexy que você – ele murmurou mergulhando em seus seios. Tirou a lingerie que ela usava e se deleitou observando cada contorno do corpo feminino.


- Estamos em desvantagem aqui – ela disse com um sorriso malicioso, embora estivesse completamente vestido ainda, ela podia sentir a pressão de sua ereção.


 


           Não demorou para Draco se livrar de toda a roupa que usava e voltar a se deitar sobre ela.




- Já lhe disse como você é incrível? - perguntou ele antes de lhe beijar os lábios.


- Hoje não - ela respondeu com um sorrisinho.




Prolongaram as carícias até o ponto em que o desejo tornou-se quase palpável, sem poder mais esperar, Draco entrelaçou seus dedos aos de Hermione, erguendo o braço dela sobre a cabeça, mordiscou-lhe o pescoço e então investiu contra ela com verocidade, arrancando um gemido prolongado da esposa.


As investidas eram fortes e ritmadas, e a todo tempo trocavam carícias, ela o beijava no peito ele se deilatava com seus lábios e em seu pescoço, até Hermione soltar sua mão da dele para agarrá-lo pelas costas, cravando as unhas contra a pele branca, deixando marcas avermelhadas conforme o clímax se aproximava.


Quando o orgasmo a atingiu, Hermione sentiu desfalecer entre os braços dele, tão intenso que havia sido. Mas Draco continuou investindo contra ela até que, poucas estocadas depois, o orgasmo o atingiu tão intenso quanto havia sido o de Hermione, fazendo-o cair sobre ela. Não demorou para deitar contra o colchão, puxando a esposa para os seus braços.


Não demorou para adormecerem até que, durante a madrugada, o celular de Draco tocou acordando a ambos.




- Draco? - a voz de William do outro lado da linha parecia agitada demais para alguém que estava ligando as quatro da madrugada.


- William? - Draco perguntou ainda de olhos fechados, a voz arrastada pela sonolência.


- Vou ser pai! - comemorou do outro lado da linha, falando tão alto que Draco despertou na hora. - Catherine começaram passou muito mal agora de madrugada, então eu a trouxe para o hospital e eles confirmaram: ela está grávida! - contou em êxtase. - Quase quatro meses!


- Parabéns, papai! - desejou Draco de forma sincera enquanto era observado pela esposa. - Sei o quanto você desejava isso.


- Não consigo nem definir o que estou sentindo - confessou. - Eu estou tão nervoso e tão alegre com a notícia que não pude esperar, liguei para meu pai, agora estou falando com você e depois vou ligar para Harry, enquanto Catherine sõ sabe rir da minha afobação.


- Vocês batalharam muito por isso, e agora você tem a prova de que valeu a pena ela se submeter ao tratamento - Draco o lembrou.




Por mais que meses atrás Catherine houvesse constatado que não havia nada de errado com o seu corpo, nada que a impedisse de engravidar, os dois tentaram por meses a fi sem terem sucesso, foi então que, pouco menos de seis meses atrás, Catherine havia procurado uma clínica de fertilização para buscar uma forma mais eficiente de conceber uma criança. O tratamento por mais tranquilo que fosse, a desgastou emocionalmente, mas ela havia prometido a William que lhe daria um filho e iria cumprir sua promessa, por isso aceitou tudo, suportou tudo e seguiu a risca cada recomendação.




- Vocês merecem esse filho! Agora vá lá ficar com ela - disse com uma risada.


- Desculpa ligar a essa hora, Draco - William se desculpou, só então tendo noção da hora.


- Tá perdoado - Draco respondeu com humor.




Poucos comentários depois, Draco colocava o celular sobre o criado mudo ao lado da cama.




- Catherine está grávida? - Hermione perguntou ao voltar a se ajeitar contra o marido, abraçando-o pela cintura e deitando a cabeça contra seu peito.


- Está - Draco respondeu.


- Isso ainda mexe com você? - Hermione questionou depois de um instante em silêncio.


- Catherine? - retrucou ele com o cenho franzido.


- O bebê que ela abortou.


- Não - disse ele. - A princípio me questionava de como teria sido, mas quando penso em Catherine, tenho certeza de que foi apenas uma ilusão, não sentia por ela nem um terço do que sinto por você e penso que, apesar de ser desprezível o que ela fez, isso permitiu que você entrasse na minha vida. Inclusive foi por causa do casamento dela que eu lhe fiz aquela proposta - riram juntos. - Hoje somos tão felizes juntos, Alexander nos completa tão bem e trouxe um amor que eu nem sabia ser possível de existir, então as mágoas ficaram no passado e eu desejo que eles sejam tão felizes quanto nós dois somos!


- Eu amo tanto você - ela murmurou erguendo o rosto para encará-lo.


- E eu amo você - ele respondeu apertando-a ainda mais contra seu corpo. - E logo seremos nós sentindo essa alegria novamente.


- Quanto a isso - Hermione murmurou com um sorriso nos lábios. - Já que já estamos acordados - ela se pôs sobre o corpo do marido, jogando as cobertas para o lado.




Draco riu, mas seu riso logo se transformou em um gemido ao sentir como, atrevidamente, Hermione deslizava a mão sobre seu membro, excitando-o em poucos minutos. Ele a segurou pela cintura e com facilidade ergueu o corpo feminino, posicionando-a sobre seu membro até Hermione deslizar sobre o mesmo, gemende ao ser penetrada.


Movimentou-se vigorosamente sobre ele, gemendo e arqueando o corpo conforme o orgasmo se aproximava. Sentiu-o capertar sua cintura com mais força, prendendo-a a ele enquanto o orgasmo o atingia.




- Eu não me importo de tentarmos assim todas as noites - Hermione murmurou deitando-se sobre o corpo dele, o membro de Draco ainda dentro de si.


- Eu muito menos - ele disse erguendo o rosto para beijá-la.




Sem se darem conta, adormeceram nessa posição.



Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 12

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por camp half blood em 10/03/2014

ai amo essa fanfiction!!! sei que o FeB saiu do ar, algo assim, mais poste logo por favor! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por sonimai em 07/03/2014

ameiiiii

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mary Potter Malfoy em 16/02/2014

Acabou ? Pf diz que não ! Amei as três temporadas ... Vcs são escritoras muito boas, parabens !

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Aylane Cristina Macedo em 12/02/2014

Adorei o capítulo, o Draco e a Hermione merecem toda essa felicidade!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Anne Lizzy Bastos em 29/01/2014

Perfeito como sempre. Adorei o capitulo. Ficou demais.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por camp half blood em 09/01/2014

Esse capitulo ta show!!! legal o draco ganhar a eleicao! nosaaaa eles estao tao felizes!!! amei o casorio do harry com a annelise( faltando do outo harry com a gina) parabens pro willian ele merece ter um filho.... nosssa a hermione!! safada... nao, nao foi reamente muito lindo a cap. ADOREIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!! esperando o proximo, que consrteza vai ser otimo tambem! bjs ate!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Jamie Darrow em 08/01/2014

adorei muito bonito o capitulo,por mim a hermione poderia ter gêmeos um casal,para garantir a linhagem dos malfoy a bruaca da narcisa ia ficar doida mas você quem sabe bjus e até o proximo capituilo.
 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por RiemiSam em 05/01/2014

Merecida a família que a Herms e o Draco conquistaram. Contente tbm pelo William E pelo Harry. Algumas vezes da maior dor surge a gde alegria. Feliz 2014 que tenha muita saúde e muitas alegrias e reLizações.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Barbara Rosier Malfoy em 05/01/2014

Aiiii finalmente o Will vai ser pai, seria uma grande injustiça com ele !! 
Kkk será que o próximo filho da Herms vai ser uma menina ??
Bjo 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 05/01/2014

MAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIS!!!!
Por favor, meu deus! Isso tá perfeito de mais menina! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lisa Granger em 04/01/2014

Ai que bom q ta tudo se resolvendo!!:)

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Landa MS em 04/01/2014

Parece que tudo ficou muito bem. Agora com tudo resolvido. acho que Draco realemnte vai ser muito feliz.

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.