FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. A dança


Fic: Diário de Hermione Granger Mudanças


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

23 de Maio de 2007 - A Dança
Diário,
Acabei de chegar do meu ensaio com o Malfoy. Poisé... Eu e ele pela primeira vez concordamos em algo... (antes nao ter concordado.) Eu escolheria o tema do baile e ele a nossa dança.
ACONTECE QUE AQUELE IMBECIL DESGRAMADO IDIOTA FUINHA escolheu para nós dançarmos uma dança chamada Glamour.
Bem... Essa dança ela é muito sensual, parece um pouco com um Tango sabe? Só que em Glamour os dançarinos dançam completamente colados.
Ai diário... eu quase surtei na hora.

- COMO ASSIM MALFOY! EU NÃO VOU DANÇAR ISSO! - Eu berrei
- Granger, não seja egoísta! Eu concordei com o tema do baile e você concordou que eu escolhece o tema!
- MAS ESSSA DANÇA É INDECENTE!
- Dumbledore achou uma ótima idéia... - Ele dizia tão calmo
- DUMBLEDORE DEVE ESTAR FICANDO LOUCO!
- De qualquer forma Granger... Vamos começar o ensaio. Não tô querendo ficar a noite em teira em companhia de uma sangue ruim.

Eu o olhei com desprezo e percebi que ele evitava me olhar nos olhos, Malfoy estava voltando a ser o idiota de sempre!
Começamos o ensaio, a dança era muito sensual e tinha partes que quase nos beijavamos. Quando ele tocava meu corpo eu sentia como se meu corpo estivesse aredendo, sentia uma vontade de agarrá-lo e beijá-lo quase incontrolável.
Nosso primeiro ensaio foi muito bom, não sei porque mas sinto que eu e Malfoy temos uma química. Mas como sempre ele tinha que estraga o momento.

- Para uma sangue ruim até que você dança bem granger. - Aí eu apelei
- Vai a merda Malfoy!
- Olha a boca!
- Humpf... Vai procura suas amiguinhas vái! O ensaio ja acabou por hoje e EU vou dormir!
- Isso mesmo vá dormir e sonhar com o Potter!
- MELHOR SONHAR COM O POTTER DO QUE COM O MALFOY!
Sai lá da sala batendo a porta, cheguei na sala comunal e encontrei uma coisa... Bem... uma foto muito antiga, e logo vi que era o Malfoy criança.
MERLIM me diz como essa criança LINDA pode se transformar nesse debilóide?
De qualquer forma vou guardar essa foto comigo.
Ai diário.
Graças a Merlim que você não fala!

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

24 de Maio de 2007 - Visita Inesperada

Diário,
Acordei feliz da vida, não sabia o porque mas sentia que esse dia seria ótimo, ao chegar na sala comunal vi Malfoy deitado com Bichento e o gato dele (descobri que se chama Let) deitados em cima dele. Foi engraçada ver essa cena.
Mas Malfoy parecia uma criança dormindo, passei devagar e tomei meu banho, quando sai do banheiro ele ainda estava dormindo, sai pelo quadro do homem decapitado e encontrei Luna e Gina nos corredores, conversamos um pouco e fomos para o grande salão tomar café da manhã.
Logo vi Malfoy chegar na mesa da sonserina e se sentar do lado de Blás. Dumbledore apareceu na mesa dos professores acompanhado de alguém, Gina me deu um grande cutucão e quando eu olhei... ADIVINHA QUEM ERA?
VÍTOR KRUM!
Que saudades dele! Sempre foi um grande amigo, muitas alunos faziam alvoroço e Vítor assim que me viu saiu da mesas dos professores e veio em minha direção, Harry e Rony estavam entrando no salão na hora em que Vítor se ajoelhou ao meu lado e beijou minha mão.
Bem eu fiquei vermelhinha né? Não é todo dia que um jogador famoso de quadribol aparece e beija sua mão. Rony estava com a orelha vermelha de raiva, Harry ria e tentava o acalmar olhei de leve para a mesa da sonserina e me deparei com um Malfoy com cara de poucos amigos.

- Como fai Hermio-ni-ni?
- Oh! Vou bem Vítor! E você como vai?
- Fou muuitu bien! Senti fua falsta!
- Eu também! Vamos dar uma volta para você me contar as novidades?
- Siim... Famos!

Sair do grande salão acompanhada de Krum não foi uma boa idéia, todas as cabeças estavam virados para nós e eu ri internamente, Vítor me contou que viera fazer uma visita a Dumbledore e convidá-lo para o próximo jogo e aproveitou para vir me ver, disse que estava com saudades e que iria ficar até depois do Baile do dia dos namorados. Dumbledore disse que adoraria que ele ficasse. Resultado.
KRUM ME CONVIDOU PARA IR AO BAILE COM ELE!
Resultado 2: EU ACEITEI! o/
Não me crussifiquem! Eu estou sozinha e desimpedida, e nem Rony, Malfoy e nem Marco me convidaram para o baile! Resolvi aceitar o Krum, já que ele é um doce de pessoa.
O dia foi muito gostoso, Krum me levou em todas as aulas e passamos todos os intervalos conversando, após o jantar ele veio me deixar aqui no apto, e acabamo nos beijando
Krum não pode ser lindo e maravilhoso, mas concerteza é o namorado que toda garota sonha em ter!
Bem... Eu disse a ele que não estava preparada para um namoro e tudo mais e ele disse que não havia problema mas que fazia questão de minha companhia no baile.
Entrei na sala comunal feliz da vida, Malfoy estava parecendo meu pai u.u sentado de pernas cruzadas lendo nervosamente um livro.

- Isso são horas de chegar Granger! - Ele perguntou autoritário
- Como? - Parece que ele bebe né?
- GRANGER TEMOS UMA RONDA HOJE E AINDA TEMOS ENSAIO! E VOCÊ FICA POR AÍ DESFILANDO COM AQUELE CARA MONOCELHO!
- Mono o que? o.o
- MONOCELHO! ELE SÓ TEM UMA SOMBRANCELHA SE VOCÊ NÃO PERCEBEU! MAS NÃO A GRANGER SABE TUDO TEM QUE FICAR SE EXIBINDO COM QUALQUER UM RICO E FAMOSO QUE PASSA PELA SUA FRENTE!
- VÍTOR NÃO É QUALQUER UM MALFOY! E MINHA VIDA NÃO LHE DIZ RESPEITO!
- É TEM RAZÃO NÃO ME DIZ RESPEITO E NÃO ME INTERESSA TAMBÉM!
- VAMOS LOGO FAZER ESSA RONDA E ESSE ENSAIO! QUANTO MENOS TEMPO COM VOCÊ MELHOR!
- ÓTIMO!
- ÓTIMO!

E agora eu estou aqui escrevendo em você... Eu disse ao Malfoy que ia apenas trocar de roupa para irmos, ai diário esse menino é insuportável! MALFOY TÁ ME DEIXANDO LOUCAAAAAAA!
Ele está agora quase derrubando a porta do quarto, vou indo antes que ele a derrube de vez.
Graças a Merlim que você não fala!

-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-

26 de Maio de 2007 - Presos no Alçapão

Diário,
Fiquei dois dias sem escrever adivinha porque? PORQUE EU E O MALFOY FICAMOS DOIS DIAS PRESOS NO ALÇAPÃO! u.u Bem foi assim.
Estavamos fazendo a ronda quando vimos dois alunos correrem para fora do castelo, fomos correndo atrás quando chegamos perto a uma arvore, olhamos para trás e vimos os alunos entrando de volta no castelo, acontece que alguma coisa aconteceu e eu e o fuinha caimos em um tipo de alçapão.
Tava muito escuro e eu senti meu tornozelo doer.

- Granger!
- Que é?
- Nada.
- Acho que torci meu tornozelo.

Eu disse chorosa, acendemos nossas varinhas e ficamos com um pouco de luz, Malfoy se aproximou de mim e tirou meu sapato e minha meia, olhou para meu tornozelo. Nunca havia visto Malfoy tão humano antes.

- É esta inchado... Fique parada para não ferí-lo mais.
- Obrigada.

Ficamos em um silêncio mortal, e adivinha? Começou a chover, nos olhamos com cara de "Será que da para piorar?", começou então a cair raios e dar vários trovões, eu me encolhi. Morro de medo de trovões. Malfoy se levantou de onde estava sentado e se aproximou de mim, sentou-se ao meu lado, retirou sua capa e a colocou em mim. Fechei meus olhos e encostei minha cabeça no ombro dele, não falamos nada. Ele me abraçou com o outro braço e a cada trovão que caia eu me encolhia mais nos braços dele, e ele me apertava mais contra seu corpo.
Adormeci.
Acordei no dia seguinte com Malfoy me abraçando, ele dormia como um anjo não ousei me mecher, e quando senti que ele acordara fingi ainda dormir. Ele se levantou e se afastou de mim.

- Por que você faz isto? - Perguntei abrindo os olhos.
- Isso o que? - Ele perguntou arrogante
- Isso... - Eu disse jogando a capa dele para ele
- Não tô afim de brigar de manhã cedo Granger!
- Isso fuja da conversa!
- Raios eu não estou fugindo de nada!
- Então por que você mudou comigo? - Perguntei sentindo meus olhos encherem de lágrimas
- Mudei? Mudei como? Granger acho que você bebeu!
- Uma semana antes deu sair de Hogwarts e viajar você estava até me tratando menos mal! Me salvou, me ajudou... E quando voltei... ESTAVA UM IDIOTA COMO ANTES!
- Acontece Granger que eu sou idiota... - Ele disse sério.

Levantei-me e gritei com força

- NÃO VOCÊ NÃO É! VOCÊ FINGE SER! VAMOS MALFOY ME DIGA O QUE ESTÁ ACONTECENDO EU NÃO AGUENTO MAIS ESSE JOGUINHO!

Quando apoiei o pé machucado no chão senti uma enorme dor e me desequilibrei. Ele me pegou no colo e me sentou no chão encostada na parede, colocando sua capa em cima de mim novamente.

- Por que faz essas coisas?
- Granger... Você se lembra do que aconteceu? Você naquele dia entrou correndo para seu quarto e começou a gritar, pensei que estava morrendo ou algo do tipo, quando abri a porat você pulou em cima de mim e caímos no chão ficou chorando até adormecer, coloquei você na cama, pensei que no outro dia você pudesse me contar o que havia acontecido. Mas quando acordei onde você estava? EM LUGAR NENHUM! Ótimo! Ela foi embora foi o que eu pensei! Quando cheguei no grande salão vi Weasley e Potter com uma carta sua nas mãos e dizendo que você teve que viajar. ACONTECE QUE EU FUI O ÚNICO A NÃO SABER O MOTIVO!
- Pensei que não se importasse comigo... - Eu disse sincera
- RAIOS GRANGER! Você me confunde... - Ele abaixou a cabeça. - Quando você voltou resolvi voltar a ser o mesmo com você, aí chegou o Senhor Eu Sou Foda e Monocelho Krum e você parecia aquelas fans que ficam em cima dele!
- Krum e eu temos uma história Malfoy! E sabe o que eu acho disso tudo? Que você está com ciumes de mim! - Ele ergueu a cabeça e me olhou nos olhos
- Eu? Rá! Com ciumes de uma sangue ruim? Coloque-se no seu lugar Granger!

Eu dei um leve sorriso e o abraçei, ele se assustou um pouco, cheguei próxima ao ouvido dele e falei:
- Também gosto de você Malfoy.

Beijei o rosto dele e vi que o rosto dele estava vermelho igual aos cabelos do Rony, me aconcheguei nos braços dele e adormeci. Quando acordei estava na Ala Hospitalar.
Malfoy estava dormindo em uma cama ao lado.

- Hermio-ni-ni! Como focê está se fentindu?
- Oh! Oi Vítor! Estou melhor... Meu pé ainda dói um pouco, e o Malfoy como está?
- Ele está bien! Só um pouco mal humorado.

Madame Pomfrey apareceu e me contou que Krum havia escutado um barulho e nos achou, imaginei a cara do Malfoy na hora, ser salvo pelo Senhor Eu Sou Foda e Monocelho Krum. Ri de leve e notei que Malfoy estava abrindo os olhos ele não olhou para mim, virou de lado de braços cruzados. fechei a cara.

- Ele é muito mal humorado non? - Me perguntou Krum
- Você nem imagina o quanto Vítor! - Disse sorrindo
- Hermio-ni-ni, eu non poderei ir ao baile com focê... Terei de jogar... - Ele disse choroso.
- Tudo bem Vítor sem problemas! Espero que você ganhe o jogo e me mande cartas ok?
- Si! Pode deixar!

Vítor se despediu de mim e foi embora.
Eu e o malfoy fomos liberados hoje, pela madame Pomfrey. E ele não me olhou e nem falou comigo uma única vez.
Malfoy.
Você realmente complica minha vida...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.