FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

3. Salva pelo fuinha


Fic: Diário de Hermione Granger Mudanças


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


03 de Fevereiro de 2007 - Salva pela Fuinha

Diario,

hoje levei um enorme susto pra varia a minha rotina! Bem tudo começou bem cedo quando a professora McGonnagal e o professor Snape chamaram eu e o Fuinha Loira na sala de Dumbledore, fomos o caminho inteiro sem trocar uma palavra, ao chegarmos lá Dumbledore nos informou que o professor que ensina vôo na vassora havia ficado muito doente e eu Malfoy como Monitores-Chefes poderiamos dar aula aos alunos do primeiro ano. Bem... Como eu posso dizer... o Malfoy aceitou na hora, afinal ele TINHA que passar sua sabedoria com vassouras a outros alunos... u.u e eu tive que aceitar também para não manchar minha reputação de sabe-tudo... Acontece que eu ODEIO VOAR! Morro de medo de altura... E pra completar, já começei a imaginar a cena de minha morte... T.T pobre de mim...

Chegamos ao campo e lá estavam os alunos, Malfoy começou a passar seus ensinamentos e eu por enquanto fingia que nem ali estava até que...

Malfoy: - Porque não faz uma demosntração a eles Granger?

Eu: - Não obrigada... Malfoy... O apanhador da Sonseria aqui é você...

Malfoy: - Oh é mesmo! - Disse ironicamente - Mas sabe Granger agora que eu me lembrei... Você não sabe voar não é mesmo? - Mais uma vez a ironia prevaleceu

Eu: - Rá! Você que pensa... Sou experte em VASSOURAS pra SUA informação! Meu amigo HARRY POTTER me ensinou tudo! - disse com desdém...

Acontece diario que eu tinha contado a mentira mais cabeluda do UNIVERSO! E que Merlim me perdoe! Mas sabe aquele Fuinha Loira tava me tirando do sério e quando dei de mim estava eu e ele discutindo e um monte de alunos da Grifinória e Sonserina torcendo... Enfim acabei subindo na maldita vassoura. Tá eu tava com medo... medo não EU TAVA QUASE TENDO UM TROÇO! Mas manti a pose de sabe-tudo e dei um impulso... A vassoura saiu voando comigo e eu em cima dela, bem eu não tinha todo o controle da situação e quando dei por mim eu tava tão alto que gelei, ai eu começei a grita e parece que a maldita vassoura criou vida própria e começou a girar, eu já tava ficando tonta quando vi Malfoy numa vassoura voando pra cima de mim. "PRONTO ELE VAI ME DERRUBAR" pensei. Mas ai aconteceu a coisa que EU JAMAIS imaginaria.

Malfoy: - GRANGER INCLINE A VASSOURA PRA BAIXO!

Eu: - PRA QUÊ?

Malfoy: - ANDA LOGO!

Eu: - EU NÃO TÕ AFIM DE MORRER MALFOY ENTÃO É MELHOR NÃO SEGUIR SUAS ORDENS!

Malfoy: - DEIXE DE SER IDIOTA E FAÇA O QUE EU TÔ MANDANDO!

Tá acabei fazendo... eu enclinei a bixa pra baixo e lá estava eu indo em direção ao chão e ele fez o mesmo, até que estavamos a 2 metros do chão e eu senti ele pulando literalmente em cima de mim e nós dois caindo e rolando pelo campo. Cena mais linda do mundo... Imaginem eu e Malfoy cheios de grama, machucados e enrroscados... resumindo... A visão do inferno! Quando fui me levantar percebi que tinha caído em cima do braço dele. (será que ele se colocou de baixo de propósito?) Enfim quando ele foi levantar percebi que ele gemeu de dor... Fomos para a enfemaria e o resultado de meu vôo expetacular foi o braço quabrado de Malfoy.

Eu deveria tá orgulhosa EU SEI, afinal eu quebrei o braço do meu arqui-inimigo, mas algo me dizia que eu devia agradeçe-lo afinal ele salvou minha vida... Bem então lá fui eu agradecer ao fuinha, ele estava lá sentado com a Pansy Buldog e umas outras garotas da Sonserina babando nele, aproximei e percebi o olhar dele sobre mim, logo todas viraram.

Malfoy: - O que quer Sangue-ruim?

Eu: - Tenho que falar com você... Fuinha Loira...

Bem aí eu me surpreendi ainda mais, ele deu um sorriso irônico, levantou-se e veio em minha direção deixando suas "fans" de boca aberta, nos afastamos um pouco e ele me olhou com uma cara estranha.

Malfoy: - E então Granger! Eu não tenho o dia todo anda desembucha!

Eu: - obrigada por ter me salvado...

Malfoy: - Eu? Te salvado? Granger acho que você precisa ir a um médico urgente...

Eu: - ORA SEU! Bem não vou me estressar só vim aqui agradecer e pronto! Já fiz!

Malfoy: - Não se iluda Granger! Não lhe salvei, salvei a vassoura que iria se partir no meio se você caisse com ela.

Não sei o porque mas aquelas palavras me magoaram, será que uma vassoura era mais importante do que minha vida? Ora Mione! Não seja patética! É claro que para ele a vassoura é mais importante! Virei as costas depois e sai andando deixando Malfoy sozinho...

Não sei bem o porque mas eu começei a chorar Encontrei Gina no meio do caminho e acabamos por conversar durante algumas horas, mas não contei o motivo deu estar magoada.

Voltei para meus aposentos e quando cheguei na sala comum lá estava ele... O fuinha loira lendo um livro. Passei direto e entrei para meu quarto sem dizer nenhuma palavra e agora aqui estou eu escrevendo...

Bem acho que vou terminar meu dever de Poções.

Adeus diário!

E graças a Merlim que você não fala!

o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o

12 de Fevereiro de 2007 - Briga idiota por um motivo imbecil

Diario,

Bem tudo aconteceu tão estranhamente que eu até agora tô tentando raciocinar. Rony e Harry estavam reclamando que eu estava afastada deles, não os culpo, afinal eu ando afastada de meio mundo. Decidi ficar com eles mais um tempo e nos divertirmos, acontece que Rony começou a falar que eu estava muito mudada e que ele preferia a antiga Mione, Harry disse que eu estava andando de mais com Malfoy e que parecia que estavamos sendo amigos, e pra completa a dupla dinâmica se juntou para dizer que JAMAIS me perdoariam se ue tivesse amizade com Malfoy. Bem foi minha ora de explodir! Eu disse que eles não poderiam escolher minhas amizades e deveriam respeitar as minhas escolhas e que se eu quizesse ser amiga de Malfoy eu seria (ainda não acredito que eu disse isso), disse também que a nova Mione era melhor do que a antiga, pois a antiga se preocupava mais com os estudos do que com ela própria! Resultado, começou a discurssão, sai de lá chorando e como hoje a ida a Hogsmeade estava liberada decidi ir sozinha para ver se esfriava a cabeça, chegando lá entrei num bar e pedi uma cerveija amanteigada, eu não estava acreditando que eu Rony e Harry estavamos brigando por causa de um motivo TÃO IMBECIL! E pra completa Gina me aparece e diz que eles estavam cobertos de razão. Aquilo foi demais para mim, paguei minha cerveja amanteigada e sai de lá deixando Gina sozinha, cheguei a Hogwarts e sentei na berada da janela da sala comum, o Fuinha Graças a MERLIM não estava lá... Chorei diario mas eu chorei tanto! Eu havia brigado com meus melhores amigos num dia só! Acabei dormindo na beirada da janela e quando acordei estava na minha cama e coberta. Será que Malfoy me trouxe até aqui? Estranho...

Bem agora vou indo para aula...

Graças a Deus que você não fala.

o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o-o

20 de Fevereiro de 2007 - O que os olhos não vêem o coração não sente

Diario,

Fiquei numa depressão incrivel durante esses dias que se passaram, rezumi minha vida entre aula, salão principal e meu quarto. Eu Rony, Gina e Harry estamos sem nos falar desda quela briga idiota, mas bem se eles não vierem se desculpar eu é que não vou! Bem estava tudo ótimo eu no meu quarto lendo quando alguém bateu na porta. Era Malfoy.

Eu: - Entra...

Bem isso eu tenho que colocar, estava lá eu linda deitada na cama com o livro quando Malfoy abriu a porta e entrou num estado interessante... Bem ele estava com uma calça do uniforma, descalço e sem camisa, o cabelo bagunçado... E ai MERLIM! Que corpo aquele fuinha TEM! Respirei fundo para não cometer uma loucura. Bem ele se aproximou da minha cama e pediu... Ou melhor ORDENOU!

Malfoy: - Granger se arrume... Nós vamos para o campo de Quadribol...

Eu: - Malfoy são 11:00 da noite!

Malfoy: - Anda logo Granger! E não se arrume muito pois você vai se sujar...

Ele saiu do meu quarto batendo a porta, eu estava prestes a gritar que ele não tinha o direito de mandar em mim mas acabei não falando nada, coloquei uma roupa simples e quando cheguei na sala comum lá estava ele com uma blusa preta, uma calça jeeans e um tênis segurando duas vassouras, saimos pelo quadro do homem decapitado e fomos em direção ao campo de quadribol, notei que o gesso dele não estava mais lá.

Eu: - Já estamos aqui Malfoy! Diga o que quer!

Ele sorriu ironicamente e eu começei a pensar no quanto aquele sorriso era bonito... Ele apenas arremessou uma vassoura para mim e eu a peguei.

Malfoy: - Primeiro passo sentar na vassoura...

Eu não estava acreditando naquilo Draco Malfoy me dando aulas de como voar? Achei aquilo um pouco divertido e acabei fazendo o que ele mandou. Nós estavamos no ar quando eu o perguntei o porque dele estar me ensinando algo afinal eu era a "Sangue-Ruim-Granger" ele apenas me deu outro sorriso ironico e desceu da vassoura dizendo que a aula tinha acabado e que ele esperava não ter de salvar outra vassoura de mim. Corri atrás dele e falei que eu tinha o direito de saber o porque dele estar mudando comigo, ai aconteceu algo incrivel ele se virou para mim e me puxou até o corpo dele, quando vi estavamos os dois na vassoura dele voando, me segurei o maximo que eu pudi no pescoço dele e pude analizar o quanto aquele corpo era definido. Sorri internamente, voamos até a janela de nossa sala comum, chegando lá ele me "jogou" em cima de um sofá e foi para seu quarto me deixando com uma cara deLevantei-me e começei a espancar a porta do quarto dele dizendo que ele TINHA que falar comigo, bem ele não respondeu e logo desistir, vim até aqui escrever em você... Agora diário me diga uma coisa? Entender ou não entender Draco Malfoy? agradeço a Merlim por Harry e Rony não terem visto eu voando por aí com Malfoy, se não a briga ia piorar. Bem vou indo dormir.

E graças a Merlun que vc não fala

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.