FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Capítulo 2


Fic: Uma ruiva um pouco confusa JL


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 2





Como era bom dormir. É a melhor coisa que se pode fazer, é claro depois de comer. Estou morta de fome, vou tomar café, e depois tomar banho.

Estava descendo, quando passei pelo quarto de Remus. Estava uma gritaria, gente falando e rindo um monte! Com certeza eram os amigos dele. Nunca vi pessoas tão escandalosas como essas.

Quando cheguei à cozinha, vi minha mãe lavando alguns pratos e panelas. Nossa, as pessoas desta casa almoçam cedo! Ou será que fui eu que acordei muito tarde?

- Bom dia! – cumprimentei mamãe, que estava em frente a pia.

- Boa tarde, né?

- Que horas são? - perguntei assustada.

Eu não devo ter dormido tanto assim, mesmo estando tão cansada, como ontem a noite.

- Já são 13h40min. – respondeu ela com um sorriso.

- Nossa!

- Tem comida para você no forno. - falou ela – Você não acha melhor tomar um banho antes, e trocar de roupa? Os amigos do Remus estão tudo aí.

- Depois de comer, eu faço isso.

- Ok, você que sabe. Vou sair agora, se precisar de algo fale com o Remus. – disse ela dando-me um beijo de despedida, e logo em seguida indo embora.

O que eu poderei fazer à tarde? Não tem nada para fazer em casa. Acho que vou dar uma volta na vizinhança mesmo, é melhor do que não fazer nada...

Subi para o meu quarto, e fui direto ao banheiro. Eu estava tomando banho, quando comecei a sentir um cheiro de queimado, mas nem liguei. De repente ouço um barulho vindo do chuveiro. Parecia que ia explodir! Primeira coisa que pensei em fazer foi pegar a toalha, e me enrolar nela. Saí do boxe correndo. Quando olho para traz vejo o chuveiro pegando fogo!

Meu Deus, o que estava acontecendo? Fiquei desesperada, e me lembrei que Remus estava em casa.

- REMUS!!!- gritei o mais alto que pude desesperada. - FOGO!

Olhei apreensiva para o chuveiro sem saber o que fazer. Estava desesperada! Não tinha como fazer algo ali, afinal não como eu ia apagar o fogo. De repente, só vejo quatro garotos entrando desesperados no banheiro. Eles olham para mim e depois olham em direção ao chuveiro pegando fogo. O fogo foi diminuindo sozinho até que apagou.

- Ufa! - falei aliviada - Eééé... O chuveiro queimou...

Ohhh descobri o mundo! Como fui idiota ao falar isso! Eu sou muito burra! Em vez de falar, obrigada vocês me salvaram, pensando bem, isso ia ficar idiota demais. Esta bem, é que eu apenas, não sabia o que falar! Piorou tudo, quando olhei para baixo e notei que eu estava só de toalha. Senti minhas bochechas queimarem.

Estava na frente de três garotos que nunca tinha visto na vida de toalha. Sendo dois deles lindos, perfeitos! Mais o que me chamou mais atenção, era o de cabelos despenteados e com olhos castanhos-esverdeados. Ele era mais que lindo, e muito mais que perfeito! E ainda por cima, tinha O corpo.

- Lily, você me deu um susto! - disse Remus, apreensivo.

- Eu também levei um sustou, quando vi aquele fogo! Fiquei desesperada!

- Me diga, quando que você não fica desesperada?- perguntou ele, me deixando mais corada ainda.

Eu ainda o mato! Estava me fazendo passar mais mico do que eu já tinha passado! Sério, esse mico merecia ir para aquelas revistas em que só se falam sobre micos que as pessoas pagam...

- Bem... Ééé... Não sei!

- Como nosso querido Remus não nos apresentou, eu mesmo o faço. Meu nome é James Potter. – apresentou-se o garoto lindo de cabelos arrepiados.

- Lily Evans. – falei extremamente envergonhada.

Deveria estar mais vermelha do que meus cabelos...

- E esse garoto na sua frente, que é lindo, gostoso e tudo de bom se chama, Sirius Black. – disse o outro garoto lindo apresentando-se. O legal é que ele não era nem um pouco convencido, né?!

Vamos combinar, o Remus sabe escolher bem os amigos! Todos eles são lindos! Menos o garoto baixinho e gordinho, que não havia se pronunciado ainda.

- Não ligue para o Sirius, ele é muito convencido. - falou Remus - Esse é o Peter Pettigrew. Agora que todos se apresentaram, podemos sair para deixar a Lily se trocar.

- Tem certeza? - perguntou Sirius - A vista daqui esta tão boa...

Ohhh! Agora eu estou igual a um tomate, tenho certeza disso! Essas pessoas sabem me deixar envergonhada! Agora sempre que eu olhar para cara desses três, vou ficar corada.

- Sirius, se a vista esta boa ou não, FORA! - falou Remus bravo.


Ô, ô, ou... O Remus ficou bravo. E eu agradeço a ele por ter falado isso! Dei um sorrisinho de agradecimento para ele.

Logo depois eles saíram do banheiro, com um Sirius muito decepcionado.

Quando eles já estavam lá fora, ouvi um deles falar:

- Remus querido, porque você nunca falou que sua irmã era tão gata?

- Sei lá.

Depois disso não consegui ouvir mais nada. Que mico! Nunca mais vou querer vê-los na minha frente! Vou ir imediatamente para Alemanha morar com o meu pai. Isso! Mas... Eu ia encontrar a Petúnia, de novo... Péssima idéia! O jeito é olhar para a cara deles mesmo... NÃÃO!!!

A culpa é toda do chuveiro! Por que ele foi cismar em queimar? Chuveiro mal. Mas quem me mandou ser tão escandalosa?! Tenho que mudar esse meu jeito imediatamente! Não vou ser mais medrosa. A partir de agora eu não vou ter mais medo de nada, ou eu não me chamo Lily Evans. Nem medo de avião eu terei!

Também não é para tanto... Eu nunca vou conseguir perder o medo de avião. Lily Evans a partir desse momento não vai ter medo de nada, tirando avião, é claro.

Mas e quando eu ver uma barata, ou um rato? Eu não vou poder ter medo? Não!!! Eu morro de medo desses bichinhos nojentos! Então, corta as baratas e os ratos, do contrato também. Decidido. Não vou poder ter medo de nada, só de avião, barata e rato, ou eu não me chamo Lily Evans.

Coloquei minha roupa correndo. Um short e uma blusa branca com uma rasteira. Tentei tomar coragem para descer, mas não consegui.

Depois de uma, finalmente, tomei coragem e desci as escadas, correndo para ir direto a porta, e dela, para a rua. Quando já estava na porta pronta para sair, ouvi Remus me chamando. A voz vinha da cozinha.

- Lily, vem cá!

Eu mato você! Está na minha lista negra, agora.

Espera aí, eu nem tenho uma lista negra... Então vou criar uma, e vou colocar todos os meus inimigos. Depois vou armar contra eles, muahahaha. Sou má.

Quando cheguei à cozinha, viraram quatro cabeças em minha direção. Eu olhei para eles e fiquei corada... É parece que vai ser assim, até eu morrer... Vou olhar para eles, e lembrar da cena do banheiro...

- Me chamou?

Claro que ele te chamou, sua anta! Você não o ouvir te chamar?! Eu me mato só falo burrice!

- Sim, quer bolo? É de chocolate.

Eu não consigo resistir a isso. O bolo olhou para mim, e eu olhei para ele. Parece que está me chamado, ele está com uma cara tão boa... Mas eu almocei há pouco tempo. Não posso comer mais, afinal, nem estou com fome.

- Não, eu almocei há pouco tempo.

Tentei resistir, juro! Mas ele sabia que eu não ia conseguir ficar sem comer um pedaço, mesmo não estando com fome.

- Tem certeza? Se você não quiser, nós vamos ter que comer o bolo todo, sozinhos...

- Por que você faz isso comigo? Você sabe que não consigo resistir a um pedaço de bolo de chocolate.

- Porque eu te amo.

Ele falou e me deu um beijo no rosto. Como poço ficar brava com alguém assim?! Tão fofo! Nunca consigo ficar muito tempo brava com ele.

- Eu nunca consigo ficar brava com você.

- Eu sei.

- A mamãe se superou dessa vez, o bolo esta divino!

- Para você, tudo está bom! - falou Remus, com um sorriso no canto dos lábios.

- Não exagera Remus.

Ele estava fazendo uma imagem ruim sobre mim, na frente dos amigos dele. Eles vão achar que sou uma gulosa! Mas eu nem sou tão gulosa...

- Com licença, não querendo interromper a “discussão” de vocês, mas já interrompendo...

- Fala logo Sirius - pediu Remus, ô pessoa impaciente.

- Já percebemos que vocês se amam, agora podem dividir a conversa conosco. – Sirius sorriu, e voltou-se para mim. – Então Evans, tem namorado?

Mas que garoto cara de pau! Mal começamos a conversar, e já pergunta isso!

- Pode me chamar de Lily. Mas respondendo a pergunta, não.

- Como uma moça tão bonita como você, não tem namorado?

Essas pessoas conseguem me deixar constrangida, mesmo! Em só um dia, já fiquei corada um monte de vezes!

- Sirius, você não percebeu que ainda nem a conhece direito, e já esta fazendo perguntas demais?!

James Potter o meu salvador! Livrou-me de responder um pergunta constrangedora. Mandei um sorriso de agradecimento para ele, e ele me correspondeu com outro. Que lindo! O sorriso dele é lindo demais!

- Eu só quero conhecer ela.

- Sei...

Acho que esta na hora do meu passeio pelo bairro, antes que façam mais perguntas constrangedoras.

- Vou dar uma saída. – exclamei, com um sorriso amarelo no rosto.

- Aonde você vai?- perguntou Remus

- Sei lá. Vou dar uma volta por aí...

Não sabia mesmo, afinal, nem conhecia nada da cidade. Faz mais de um ano, que eu não vinha aqui. Como ia me lembrar?

- Você pode se perder, esse bairro é bem grande. - disse James.

Até agora estou boba com a beleza dele! O Sirius é lindo também, mas tem alguma coisa no James que me chamou atenção. Acho que é o jeito dele. Não sei direito, a única coisa que eu sei mesmo, é que eu gamei (N/A: Não acredito que escrevi isso;x N/B: poakapo mas eu sim *-* meu Merlinzinho, o James é a picanha que faltava no meu churrasco *___*~) nele. Se me deixassem eu ficaria o dia inteiro olhando para ele. Quem dera... Será que ele tem namorada? Vou tratar de descobrir isso...

- Eu não me perco. - disse com convicção.

Mas e se eu me perder, como vou voltar para casa? Mas pêra aí, eu sou Lily Evans a pessoa mais esperta que existe! Bem, nem sou tão esperta assim... Mas nunca ia me perder, para isso que existem as placas! Para as pessoas não se percam, né?!

- Duvido que você não se perca.

James Potter me desafiou... Nunca desafie Lily Evans. Quando alguém me desafia, se dá mal, afinal eu não aceito perder. Nunca perdi, sempre ganhei. YEAH! Então, vou ter que conseguir sair sem me perder.

- Que apostar quanto?

- 10 euros.

- Combinado. Mas deixa eu te falar uma coisa, nunca desafie Lily Evans, pois ela sempre ganha!

Falei isso é fui para a rua. Uhhh, saída fenomenal. Agora vou andar um pouco e depois irei voltar para casa, e ganhar meu 10 euros. Adoro ganhar dinheiro fácil! Agora teria que escolher o lado para caminhar...

Escolhi o lado direito, com isso fui entrando em outras ruas. O bairro era muito bonito, tinha praças, árvores. As casas eram lindas! Fui andando enquanto olhava tudo ao redor, nem reparei onde estava entrando. Isto era muito ruim.

Ok respire Lily você não vai se perder. Quando o James falou que o bairro era grande, não era mentira, ele é enorme, mesmo! Neste momento, não sei exatamente onde estou. Melhor dizendo estou perdida! São tantas ruas, e não tem placas para me localizar! AHHHH!!! Eu vou gritar! Onde fui parar? O melhor que se tem a fazer é tentar voltar para casa. E só voltar pelo caminho que vim só isso, é fácil!

Mas por qual caminho eu vim mesmo? Ohh! Eu não sei! Estava tão distraída que nem percebi! O que eu faço agora? Se eu tentar achar o caminho, vou me perder mais ainda! Estou desesperada! A melhor coisa a fazer é ficar sentada no banco, esperando alguém vir me procurar...

O pior é que eu vou perder a aposta. A primeira em toda a minha vida! Agora vou ter que pagar 10 euros pro James. Por que ele teve que duvidar de mim?

Já devo estar aqui sentada a mais de duas horas, e nada de alguém aparecer! Ainda bem que comi aquele bolo antes de sair de casa. Será que alguém esta preocupada comigo? E se ninguém estiver nem aí para mim?! Mas, claro que alguém vai lembrar de mim. Sou Lily Evans... Tenho uma mãe, um irmão e um padrasto, que me amam muito... Será? Imagino que sim...

Já sei, vou ligar para casa! Tenho certeza que trouxe meu celular, nunca largo ele. Coloquei a mão no bolso, e adivinhe, ele não estava lá. Que merda! Quando preciso dele não trago. Merda, merda...

Esta sentada esperando alguém aparecer... Mas não vinha ninguém! Eu estava muito braba por isso. Olhava para um ponto na rua, quando de repente, um garoto de cabelos de cabelos arrepiados apareceu! Foi esse mesmo, o garoto que duvidou de mim, há algumas horas atrás. A mesma pessoa, por quem eu fiquei abobalhada, de tanta beleza! Sim, do outro lado da rua, estava ele, James Potter.

Quando ele me viu, sorriu de um jeito como dizendo “Não te disse?!”. E eu, bem devolvi com um sorriso amarelo. Agora neste exato momento ele está atravessando a rua. AHHH!!! Alguém me tira daqui. Ele vai zoar da minha cara! Principalmente porque, eu falei “Nunca desafie Lily Evans”.


James estava chegando perto de mim, e a primeira coisa que eu fiz foi tirar o dinheiro do bolso. Ele se sentou ao meu lado, e ficou quieto olhando para mim. Ele é lindo! Eu vou fazer uma loucura, se ele não para de me olhar nos meus olhos, desse jeito! Para acabar com esse clima logo, coloquei o dinheiro em sua mão. Ele negou com a cabeça, e falou:

- Não precisa.

E colocou o dinheiro na minha mão. Claro que precisa, afinal, eu perdi a aposta. Não sou nenhuma caloteira. Quando aposto algo tenho que pagar.

- Mas você vai ter que ficar com dinheiro.

Falei decidida e coloquei o dinheiro na mão dele de novo. E ele não aceitou de novo. A gente ficou discutindo por uns dez minutos, com quem o dinheiro ia ficar. Até que isso me encheu, e...

- Eu fico com dinheiro, mas vou ter que pagar um sorvete para agente com o dinheiro. Aceita?

- Não.

- Então tá... Vou jogar no chão!

Ele olhou desesperado para dinheiro, e depois olhou para mim, olhou para o dinheiro e olhou para mim de novo... E assim sucessivamente até que ele suspirou, e falou:

- Esta bem, você paga o sorvete.

Aha! Consegui convencê-lo! O garoto de gênio difícil esse!Nunca tinha visto alguém igual a ele. Bonito mais teimoso.

- Nunca vi alguém tão teimoso como você.

- Todo mundo fala isso. Mas você não pode falar nada, porque você também é bastante teimosa...

- Eu?

- É, você.

Eu teimosa?! De onde ele tirou isso?! Eu não sou teimosa... EU NÃO SOU TEIMOSA! Ou será que sou?!

- Eu nem sou teimosa.

- Tem certeza?

Acabei de descobrir que eu sou teimosa. Ohh... Quer saber como que tirei essa conclusão? Simples, me lembrei do que o James tinha falado que o bairro era muito grande, mas eu fui teimosa, e resolvi sair mesmo assim. Não quis admitir que realmente sou teimosa...

- É bem... Você tem razão, eu sou teimosa.

- Viu! Eu tenho razão em tudo.

- Além de teimoso também é convencido!

- Mas eu sou perfeito.

Quando ele falou isso eu ri. Como alguém pode ser tão convencido assim? Quando viu que eu estava rindo dele, ficou bravo.

- Esta rindo de quê?

- De você, oras.

Falei aquilo com se fosse óbvio. De quem mais eu estaria rindo?! Não tinha ninguém passando na rua.

- Por quê?

- Estou rindo, pois percebi o como você é convencido!

- Mas eu sou lindo, não?

- Bem... sim.

Agora vocês podem ver uma Lily Evans muito corada. Quando eu falei que ele era bonito, James sorriu de um jeito galanteador, até suspirei. Mas falei a verdade, né? Não poderia mentir para ele, dizer: “não, você é feio”, ia ficar muito na cara. Afinal ele sabe que é lindo, gostoso... O melhor a se fazer agora, é mudar o ramo da conversa.

- Que tal agente ir tomar o sorvete?

- Vamos, tem uma sorveteria aqui perto.

Fomos andando, e James foi me contando sobre algumas encrencas que ele, Remus, Sirius e Pedro, já haviam se metido. Sério, nunca tinha visto tanto encrenqueiros juntos! Fiquei surpresa com o que eles aprontavam porem, quando vi a cara de Sirius, notei que ele era bagunceiro. Mas o Remus... Sempre pensei que ele era calmo, que não fazia bagunça alguma. O Pedro então, parecia um santo! Mas quando James contou, mudei de pensamento na hora. James disse que eles eram conhecidos na escola, como “Os Marotos”.

Quando chegamos, sentamos em uma mesa, e pedimos nossos sorvetes. Eu pedi de flocos e coco, amo esses sorvetes! São tudo de bom!

- Você vai estudar na mesma escola que eu e o Remus estudamos?

- Não.

- Ah, que pena. Onde vai estudar?

- Em Hogwarts.

Quando eu falei a escola, ele ficou surpreso, percebi pela cara que ele fez. Também, quase ninguém consegue entrar nessa escola. Ele deve estar pensando que eu sou uma CDF, que só sabe estudar. Mas não sou assim, só estudo mesmo, na semana de provas. Por que minha mãe foi me matricular nessa escola?! Espero, pelo menos, que lá tenha alguém legal...

- Nossa! Você deve ser bem inteligente para ser aceita lá.

- Eu inteligente? Nunca.

- Então como entrou no colégio?

- Sei lá, às vezes penso que minha mãe subornou o diretor.

Quando falei isso ele riu. Foi isso que aconteceu, com certeza! Até porque eu não ia conseguir entrar assim, de cara.

- A tia Nicole nunca faria isso. – falou James, me olhando sério. – Me fala vai, como você conseguiu entrar no colégio? Ah, talvez você seja mesmo, CDF...

- Eu CDF? Não me faça rir. Eu nem estudo direito!

- No seu boletim, qual é a sua menor nota?

- Não poso tirar menos de 9, porque menos do que isso, é horrível.

- Por isso que foi aceita, não tira menos de 9.

- Agora vamos parar de falar de mim, me fale sobre você.

- Ok. Sou capitão do time da escola de futebol americano, tenho uma namorada, e meus melhores amigos são Sirius, Remus e Pedro. É, acho que é isso.

Ohhh, que pena ele tem namorada!

- Legal. Ah, você joga futebol americano. Adoro ver os jogos!

- Quando tiver algum eu te chamo.

- Vou ficar esperando o convite. E sua namorada, qual o nome dela?

- Sophia Scott.

- Nome legal.

Eu falei isso?! Não acredito!

- Um dia desses, eu a apresento a você. Vocês vão se dar bem.

- Ok!

Espero que ela não seja uma daquelas pattys insuportáveis! Eu ODEIO gente assim!

- Você faz algum esporte? – perguntou James.

Minha paixão é esporte. Eu jogo de tudo, mas o que eu mais gosto é correr. No outro colégio que eu estudava, sempre ganhava medalhas de ouro nas competições! E esse ano, eu vou entrar para o time da escola nova.

- Sim. Eu fazia parte da equipe de corrida, no outro colégio. Vou ver se entro no daqui também.

- Serio? A Sophia também corre, mas é pelo meu colégio, acho que vocês vão ser rivais...

- Verdade? Que legal! Fala para ela se preparar, pois vai perder tudo a partir de agora!

- Coitada de você, a Sophia sempre ganha, nunca perde.

- Isso é o que vamos ver!

- Você é muito convencida!

- Eu? Por quê?! Só estou falando a verdade...

- Se você se acha tão boa assim, que tal se apostarmos uma corrida?

- Gostei da idéia!

- Então vamos. Acho melhor você se preparar para perder, porque só a Sophia consegue ganhar de mim!

- Ah é?! Então vamos ver!

Coitado, tá achando que vai ganhar, ele não sabe como eu corro bem...Eu era a melhor corredora do colégio! Não vou perder para um garoto que joga futebol-americano, né?! Ou será, que eu vou perder?! Se eu perder, vai ser uma vergonha danada.

- Vamos apostar até o final da rua, ok?

- Ok, já ganhei, até!

Hahaha, coitado!

- Vamos nessa!

- Um...

- Dois...

- Três...

- Eeee JÁ!

Sai disparada. Teria que ir até o final da rua, que era bem longe. A rua é enorme! Mas eu consigo, já corri em lugares bem maiores! Estava bem a frente dele. James estava lá a traz ainda. Parece que ele não estava conseguindo me acompanhar! Hahaha! Sou a melhor, eu sei! Quando me virei, e olhei para trás, vi que ele não estava mais agüentando correr. Para um capitão, ele até que estava bem despreparado. Cheguei no ponto onde tínhamos combinado, e fiquei o esperando. Depois de dois minutos, ele apareceu, muito cansando.

- Ganhei! – disse sorrindo.

- Foi sorte...

- Vai nessa. Pode falar: que eu corro melhor que você!

- Tem certeza?

Ele falou isso e saiu correndo não sei para onde. Só o ouvi gritar:

- Te encontro em casa!

- Assim não vale!

Gritei para ele poder me ouvir. Ele se virou, quando já estava lá na frente, e riu.

- Não é a melhor corredora?! Então! Tenta me ultrapassar!

Ele acha que vai ganhar assim?! Na-na-ni-na-não! Saí correndo a traz dele. James estava bem na frente, mas mesmo assim, consegui ultrapassá-lo. Hahaha! Ninguém ganha de mim!

Quando eu estava bem a frente dele, virei, e gritei:

- Nos vemos lá James.

Dei um tchau, e sai correndo em direção a minha casa. Ele riu, e continuou correndo tentando me alcançar. Bom, ele não conseguiu... Hahaha!




N/B: oakapokapoakoap mas é impressionanteee! A fic fica melhor a cada cap *___* \mega fã\ aaaaaai juju to amandoo³³³ :DDD aaah mas eu não gostei da Sophia U_U acho que vai te barraco quando ela e a Lil se conhecerem :B oaijoaijaoijaoia to mega curiosaaaaa! Achei demais como eles se conheceram!!! ;DD e se o si sobra, pode manda ele pra mim o/~ poakaopkaopakak deeemais mesmo juuuu!!! Continuaaa :DDD to amando³³³ betar tua fic *___* tee adoro guriaa (LLLL) beeeijos! :***



N/A: oiiiiiiiii gente!!!!

Espero que gostem do cap :D Como vocês queriam os marotos apareceram nesse cap, gostaram ? XD espero que sim *__* acho que ninguém vai gostar da Sophia, no prox cap ela vai aparecer e vai conhecer a Lily XD uhuhu!!! Depois eu respondo os comentários, ok?


Bjooo :***

Brigado por todos comentários XD

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.