FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Lembranças


Fic: Correndo Atrás Harry e Gina


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 1 – Lembranças

Gina estava chateada, ela estava namorando Dino Thomas há quase dois anos, mas nada de esquecer o garoto de olhos verdes e com uma cicatriz na testa; ela ficava se perguntando o por quê de gostar tanto de uma pessoa que nem ao menos a notava.
Flash-back
Gina estava na cozinha com sua mãe, e um batalhão de pessoas entrou pela lareira. Quando ela chegou à sala viu Lupim, Olho-Tonto, Tonks e Harry, e imediatamente já ficou toda sem jeito de vê-lo abraçando seus irmãos, um por um, e seus pais. E quando não faltava cumprimentar mais ninguém ela pensou: “agora é a minha vez de ganhar o tão esperado abraço, e quem sabe conversar um pouco com Harry”. Mas, para sua surpresa, ele apenas acenou de longe, pronunciou um simples ‘oi’ e saiu com Rony para seu quarto.
Fim do Flash-back

Como posso ser tão idiota? Ele sempre vai achar que eu só a irmãzinha do seu melhor amigo, nunca vai me notar. Eu tenho que esquecê-lo de uma vez por todas, mas por que eu não consigo? Por que ele me assombra nos meus sonhos, por que eu não sou apaixonada pelo meu namorado, que faz de tudo prá mim, por quê? Ela ficou em sua cama com esses pensamentos, tentando dormir de toda forma, mas Harry não saía de sua cabeça. Depois de 2 horas se revirando na cama, ela desistiu e desceu ao salão comunal, sentando-se em frente à lareira e, com um gesto de varinha, acendeu-a. Tomou um susto, pois com a claridade pode perceber que não estava só: Hermione estava ali no canto escuro, tão absorta em seus pensamentos que até então não tinha notado sua presença. Tentou em vão esconder as lágrimas, que teimavam a descer.
- Mione por que está chorando? Gina falou, sentando ao seu lado.
- Nada não, bobagem minha, Gina. – Falou, já com raiva de si mesmo por se deixar ser pega ali, tão frágil e em um momento tão constrangedor, e ainda não conseguia parar de chorar .
- Mione, é claro que ‘nada’ não é, me conte agora, senão vou chamar meu irmão e Harry, falou Gina já se levantando. Foi então que sentiu uma mão puxando-a para o sofá novamente .
- Gina, eu não posso falar, mas não conte nada a eles. Não é coisa minha, sabe, é sobre o Harry . Hermione falou em um tom de súplica, mas quando ela tocou no nome Harry, Gina ficou mais preocupada ainda e disse: Mione você não precisa me contar tudo, mas que vai me dizer algo, ah isso vai. O que está acontecendo?
- Ah Gina, tudo na vida dele é difícil, sabe? Eu estava pensando hoje nele e sabe, fiquei assim... Eu estava a lembrar de toda a sua trajetória, tudo o que lhe aconteceu até os dias de hoje. Nestes últimos cinco anos que o conheço o coitado não tem um minuto de paz. Foi duro ele ter perdido o padrinho, tava pensando em Sirius, você sabe o quanto ele era importante para Harry e ele está se culpando por sua morte.
- Mione, não fica assim, você sabe que não foi culpa dele, eu estava lá no Ministério também, ele não pode querer assumir a culpa de tudo por causa de uma maldita profecia que ninguém sabe o que é, não é mesmo? Gina olhava nos olhos da outra, e quando ela mencionou a profecia Hermione perdeu a cor. Ela logo percebeu que sua amiga estava mentindo para ela .
- Mione, você sabe, devemos deixar Voldemort para Dumbledore tomar conta, vamos afastar Harry disso o máximo possível. Ele tem o direito de ser feliz, não? Gina falava analisando a amiga, que agora chorava compulsivamente.
- Gina, já te falei tudo o que eu podia falar. O resto, não me pergunte porque não dá certo. Vamos dormir. Levantou e saiu sem dar tempo de Gina falar nada.

Gina estava voltando do pior treino de quadribol de que ela já participara. Rony, que era capitão do time, foi obrigado a encerar o treino sem que Harry tivesse apanhado o pomo. Porém, Rony não reclamou uma vez sequer com Harry, e descontava a falta de atenção do amigo nos demais membros do time, berrando e forçando todos ao limite e à exaustão, sempre falando que o time não pode depender apenas do apanhador.
Gina não retrucou o irmão, coisa da qual ela mesmo se admirou mais tarde. Estava tão preocupada com Harry depois da conversa com Mione, que depois daquele treino teve certeza de que tinha algo de muito errado acontecendo .
Quando estava na metade do caminho para o castelo, notou que tinha esquecido sua varinha no vestiário, de tão distraída que estava. Despediu-se do resto do time, que se arrastava pelo caminho, e disse que voltaria para pegar a varinha .
Chegando no vestiário, escutou a voz do seu irmão e de Harry aos berros:
- Eu já te falei Rony, esquece. Não vou falar com ela!
- Cara, você não vai ficar assim por causa dessa profecia idiota !
- Cala essa boca Rony! Não fala disso alto que alguém pode escutar, seu retardado.
- Eu falo sim, e vou falar pro castelo todo se você não parar de se afastar de nós por causa disso.
- Pára cara, você sabe que to fazendo isso prá proteger vocês. Eu nunca vou poder me aproximar de ninguém, eu sou uma bomba relógio!
- Eu já te disse, e a Mione também, que não vamos te deixar sozinho. Nós temos a mesma opinião, temos certeza de que ela não vai te deixar, mas vai te odiar se no final de tudo souber que você gosta dela e nunca deu chance a vocês dois.
- Ela tem namorado, seu idiota. E outra, ela merece ser feliz. Ao meu lado ela vai e morrer, será que você não entende isso?
Gina escutava tudo atrás da porta, com o coração na boca. Estava triste por saber que Harry gostava de alguém; e o pior, não era correspondido. Ela não tinha mais esperanças de ficar ao seu lado, mas queria que ele fosse feliz, mesmo que longe. E agora ainda tinha essa profecia estúpida. Ela jurou a si mesma que não permitiria que nada de mal acontecesse a ele.
- Harry, seu cabeça dura. Eu já te falei, ela é louca por você. Você tem que falar que a ama.
- Rony, eu te considero meu irmão, mas se você falar isso de novo eu te juro que virará meu inimigo, e negarei de pés juntos tudo isso até morrer, o que certamente não vai demorar muito prá acontecer. E até outro dia, a conversa acaba por aqui. - Saiu espumando de raiva. Se Gina não fosse rápida teriam descoberto ela.
Logo que os dois saíram, ela deixou o vestiário e correu para o castelo atrás de Hermione. Ela poria a amiga na parede para descobrir o que estava acontecendo a qualquer preço .

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.