FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Capítulo II


Fic: O casamento dos meus sonhos...


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


N/A: essa fic não é pós-Hogwarts ok? Só informando xD obrigado a todos que comentam!!!!!
P.S: a história num vai fik igual a do filme, haverá umas surpresas...
Divirtam-se!




Capítulo II – Um Gucci e um toque do destino...



Hermione parou em frente à banca.

- Bom dia. Queria o jornal. E também o "Yahoo".

- $4.50. – O gorducho simpático estendeu-lhe, bastante sorridente.

- Fique com o troco.

Alguns minutos depois estava no trabalho.

- Você parece entusiasmada. – Penny andava em seu encalço.

- Estou!

- Preparada pra ter “a conversa” com a chefona? – começou Penny, mas Miranda a interrompeu.

- Pegue isto. – jogou rapidamente uma pasta nas mãos de Mione.

- Hum... casamento novo. Vamos conhecer a vítima... Gina Weasley. A sua família começou a vender salsichas frescas na sua pequena e pobre cozinha. Agora, 5 anos depois, são uma grande empresa de comida especializada na Internet... etc. etc.

Hermione passava apressada até seu escritório. Passou também por um de seus colegas.

- Pierre, gosto de você, mas se usar outro cravo do meu buquê. Vou te deportar.

- Valeu! – ele piscou o olho, sarcástico.


********************

Hermione chegou a tempo de ouvir a conversa de sua chefe com uma noiva.

- Geri. – a noiva chamou.

- O que é? – respondeu Geri, ligeiramente ocupada.

- Porque é que anunciaram o casamento nas "Páginas da Sociedade"? – perguntou incomodada.

- Querem que todos levem a sua nova riqueza muito a sério! – a chefe exclamou irônica. A noiva revirou os olhos.

Enquanto isso Mione dava ordens a torto e a direito:

- Sheila, separa o Pacote Gazebo para os Beletti e leve esta flor horrível. – ela remexia um jarro. - Peça para David falar com o padre sobre o assunto da capela cor-de-rosa. O que exatamente é isso? - perguntou ao ver a noiva com manchas escuras na pela.

- Creme bronzeador sem sol. – respondeu Pierre.

- O casamento é amanhã. Já pode imaginar... ! – ela estava descontrolada agora.

- Não chore. 1/4 de xícara de suco de limão, 1/2 de sal e uma esponja. – Mione propôs prestativa a solução.

- Sério?

- Juro por Deus!


******************

Hermione entrou na sala de sua chefe. Olhou para a mesma cara que agüentava há anos e que exigia tudo de todos. Pôs um sorriso nos lábios e começou.

- Já fiz os contatos necessários. Eles vêm ao Copeland ver o meu trabalho. Vou conseguir este contrato.

- Sairemos em todas as revistas. Será o nosso maior casamento!

Hermione achou o momento perfeito.

- E depois você vai me tornar sócia.

A mulher adquiriu um tom esverdeado.

- S-sócia?

- Sim! Sócia! – repetiu.

- Você é fantástica! Hum... sério, é incrível. Trabalha muito bem, mas... vou te dizer uma coisa. Levantei este negócio a pulso. Suei. Trabalhei. Fiz coisas que uma inocente organizadora de casamentos nem deve ouvir. Nem te vou contar. Fiz grandes planos. E muitos sacrifícios...

- E também não ganhava dinheiro. – Mione interrompeu, cruzando os braços.

Ela ficou desconcertada e continuou.

- Até que eu cheguei... – Geri continuou.

- Estou aqui há 5 anos, Geri! – interrompeu novamente. - Faço mais dinheiro que todas as outras juntas!

- Muito bem!

- 5 vezes mais! Precisa de mim. Você sabe que precisa de mim. Eu sei que você sabe.

- Não sei não. – ela desafiou. Mione sustentou seu olhar.

- Ótimo. Abro a minha própria empresa. – ela se recostou na poltrona.

- Você não ousaria.

- Se fechar contrato com os Weasley e me tornar sócia, não terei que fazer o meu logotipo. Que cor eu usaria...?

- OK! Você vai virar sócia! Mas primeiro preciso do contrato.

Hermione saiu totalmente feliz. “Só um contrato e a chefona deixa de trabalhar sozinha.”

Penny estava extasiada com a notícia.

- Mi, você vai conseguir!

- Mudando o assunto... E as nossas apostas?

Hermione e Penny apostavam a duração dos casamentos que faziam.

- O casamento Greenburg durou 14 meses. Você ganhou outra vez. – informou a amiga. – Incrível. Eu disse que ia ser uns 5 anos. Falhei por 4 anos!

- A canção deles foi "Amo-te Sinceramente". Fala sério... eles não iam durar muito...

- Falando de amor sincero, o Josh perguntou por você.

Mi revirou os olhos.

- O pedicure que não sai há 2 anos?

- E daí? Ele é um pretendente italiano, alto, lindo, excepcional...

- Andou falando com ele, foi?

- Só uns minutos. Ele é adorável!

- Não é não.

- Porque diz isso?

- O cara é um louco! Quando éramos crianças ele me seguia, perguntando se eu tinha vagina!

- Parece-me adorável.

- Tenho que ir embora...

- Não guarde mágoa, Mi. Dê outra oportunidade. Era só um garotinho! Talvez quisesse ser médico. Além do mais você tem mesmo uma vagina.

Mione olhou completamente azeda.


*******************


No dia seguinte o casamento realizava-se perfeitamente correto. E o padrinho discursava na hora do brinde.

- “Que tenham felicidade bastante, para serem doces, suficientes provas, para serem fortes, bastantes esperanças, para serem felizes, amigos o suficiente, para confortá-los... suficiente determinação... para fazer com que cada dia... seja melhor do que... o dia anterior”.

- Levante a taça... – Hermione dizia pelo comunicador. - Felicidades. Gosto muito de vocês.

- Felicidades... Gosto muito de vocês. – o padrinho repetiu.

Os noivos estavam boquiabertos.

- O que houve com o K.? Eu jamais pensei que ele tivesse inteligência o suficiente pra dizer aquilo. – o noivo estava bastante confuso. A noiva lançou-lhe um olhar mortífero.



Uma ruiva chegou para Hermione.

- Acho que você soprou todo o discurso. Acertei?

Mione piscou o olho.

- Perfeito. Saiu perfeito.

- Você deve ser a Gina.

- Li o seu artigo no "Yahoo". Impressionante.

- Odeio essa foto no “Yahoo”, pareço um poodle psicótico.

Gina olhou ao redor.

- O meu noivo tem que ver isto! Já deveria ter chegado. Olha só, até as coisas mais simples e detalhistas...

- Muitos noivos são N.Q.D.: "Não Quero Detalhes".

- O Harry é desses. Anda, quero apresentar-lhe os meus pais. – ela puxou-lhe - Hermione, os meus pais, Molly e Arthur.

- Como está?

- Muito prazer.

- O champanhe está delicioso. Crystal? D.P.? – Arthur perguntou.

- É Tattinger. – Mi respondeu.

- Maravilhoso.

- Arthur, não saia comendo, somos observadores, não convidados. – Molly ralhou.

Os pais de Gina agora falavam sem parar:

- Dê à minha filha tudo o que ela quiser. O preço não importa...

- Vou mandar uma lista de canções que vou cantar na recepção...

- E nada daqueles enroladinhos. Virá gente muito importante...

- Queremos impressioná-los...

- Ainda não a contratamos. Mãe, como tínhamos combinado, você não vai cantar no casamento.

Penny parou ao lado de Mione.

- A dançarina do ventre já chegou e tem uma tatuagem enorme de...

Hermione ergueu a mão e ela imediatamente fechou a boca.

- Quero apresentar o casal Weasley. Essa é a Penny, trabalha comigo.

- Prazer.


- Agora, menina-perita-em-casamentos, entremos no assunto. Como vê o casamento de minha filha? – Arthur olhou-a atentamente.

Hermione postou-se pensativa.

- Bom, conhecendo-os agora, Penso em algo assim: Noite, Jardim Botânico Dubounce. Tendas de seda branca, tão finas que se vejam as estrelas. Luz das velas. Wedgewood. Árvores exóticas Warigin, importadas de Bali. Estilo "Gatsby". Não completamente um casamento dessa época, mas com essa essência.

- Perfeito. Está contratada. – Arthur falou prontamente.


****************


Hermione atravessava a rua e falava ao celular apressada.

- Consegui, Geri. Mas querem tudo em três meses.

- Querem em Junho. Sim, o tempo está correndo.

- Passe para a Penny.

- Adivinhe, Srta. Granger...

- Um momento, Penny! O meu sapato prendeu. O meu melhor sapato, não!

- Ai, meu Deus... Não diga que são...

- Os meus sapatos novos da Gucci! – Mione completou rindo desesperada.

O sapato de Hermione havia prendido o salto numa pequena fenda da tampa do esgoto. Ela se abaixou para tirar e não reparou quando um enorme carrinho com livro rolava desordenado em sua direção. Seria um acidente feio se um moreno não aparecesse rapidamente e a puxasse. Caíram violentamente no outro lado da rua.

- Você está bem? – ele perguntou.

- Ótima. Onde está o meu sapato?

Hermione corou ao perceber-se nos braços daquele moreno com incríveis olhos verdes. Corou muito violentamente.

- Está ali... Diz. Como se sente? Está enjoada, tem náuseas? Está difícil respirar?

- Sim, está difícil respirar. Claro, com você em cima de mim, corta a circulação do ar. – “Ótimo Mione, que fora! Desse jeito vai ficar pra titia...”.

- A sua dedução é excelente. Você está bem. – ele falou sorrindo.

E como aquele sorriso era lindo!

- Não parece ter nada quebrado. – ele constatou. Muito perto... - Você levou uma grande queda.

- Porque você continua em cima de mim? – “DE NOVO MIONE!”

- Boa pergunta. Vê aquele latão de lixo? Parece que queria lhe matar. Você estava parada no meio da rua e ele vinha na sua direção. Vamos com calma, ok?

- Salvou o meu sapato... – “agora ele vai pensar que eu sou materialista!” - Quer dizer, a minha vida.

- O sapato era o mais importante. Você foi só um bônus! – ele sorriu, brincalhão, agora mais charmoso. Vamos levantar. Com calma. Você está bem. Estou segurando. Estou segurando.

Hermione sentiu-se enjoada ao se pôr totalmente de pé.

- Você cheira a ameixas vermelhas doces... – falou, muito próxima a seu pescoço. - E sanduíches de queijo derretido.

- Dizem isso muitas vezes, obrigado. – ele riu mais ainda.

Hermione, porém, não ouviu, havia desmaiado.



N/A: finalmente eles se conheceram... Comentem!!!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.