FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Especulações


Fic: Remember Why


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Remember Why – Capitulo IV – Especulações

-Como pode dizer muita coisa é apenas um colar idiota! – disse Harry bruscamente.
-É! Mas que não estava lá antes do assassinato! – disse Hermione sorrindo.


-Se não estava lá antes, como a policia não achou depois? – perguntou Rony incrédulo.
-Simples! – disse Hermione com um sorriso – Ninguém foi lá com o marido da Luna como eu. Os policiais e os aurores que investigaram acharam o colar, mas como não conheciam a vitima como eu, acharam que o colar pertencia a ela...
-Não é dela! – disse Harry com um tom irritado.
-E em que isso nos ajuda? – perguntou Rony
-É sempre bom está um passo à frente do inimigo Ron – disse Hermione.
-Ótimo, agora o ministério é um inimigo – disse Rony.
-Não exatamente, pois ainda trabalhamos lá... Mas pode se tornar... – disse Gina.
-E como vamos usar esse colar ao nosso favor?! – perguntou Harry nervoso.
-Eu... – Gina hesitou – Eu já vi esse colar antes... Ele estava com Malfoy...
Todos olharam boquiabertos para Gina. O silêncio mórbido invadiu a sala e todos caíram e reflexões.
-Malfoy? –disse Rony – Mas por que Malfoy?
-Qual Malfoy Gina? – perguntou Harry ainda nervoso.
-Draco, Draco Malfoy... – ele olhava para o chão.
-Isso é uma pista! – disse Hermione triunfante.
-Não seja boba Hermione! – vociferou Harry – Isso não quer dizer nada, esse colar não deve ser único... E mesmo assim por que Malfoy mataria Luna, por que ele mataria meus tios?
-Eu... Eu não sei Harry... –disse Hermione sem graça – Eu não disse que foi ele... Disse que era uma pista.
-Mas ela não faz sentido! – berrou Harry.
Gina se levantou e foi até ele para acalmá-lo.
-Harry, ela só esta tentando ajudar. – disse docemente.
-É melhor nós irmos... –disse Hermione a Gina e Rony.
Gina afirmou com a cabeça. Hermione saiu seguida por Rony.
22 de novembro 8:35 PM (Restaurante)
Rony e Hermione resolveram ir jantar fora, depois de toda essa confusão eles precisavam relaxar um pouco.
-O que você acha disso tudo? – perguntou Hermione casualmente a Rony durante o jantar.
-Eu não faço idéia, não sei o que pensar a respeito, ainda esta tudo tão confuso. –ele fez uma pausa - Talvez nós devêssemos nos afastar – ele disse com medo.
-O quê?! E deixar Harry seu melhor amigo e Gina sua irmã enfrentarem isso sozinhos? – exclamou Hermione muito alto.
-SShhhh! Hermione! Você não quer que todo mundo fique sabendo, nem que suspeitem deles. – disse Rony um pouco bravo.
Hermione balançou a cabeça para informar que havia entendido, ela estava corada.
-Eu não quero causar problema há ninguém – disse Rony baixinho – Mas sei que não poso ajudar, não dessa vez. Essa é uma batalha deles.
-Tem algo me incomodando nessa história toda, mas ainda não sei ao certo o que é... – disse Hermione no mesmo tom baixo.
-Talvez sejam as cartas – disse Rony segurando a mão da sua esposa.
-Talvez – ela disse pensativa – Alguma teoria?
-Sempre tenho uma - disse ele sorrindo - Talvez seja algum comensal querendo vingança...
-Faz sentido... Uma vingança! Por isso Harry! – Hermione gritava de novo – Draco se encaixa direitinho – ela disse em um sussurro sua ultima frase.
-Comensal, vingança e uma prova – disse Rony enumerando nos dedos.
-Oh! – Hermione estava abismada, nunca se interessou por seu ex-colega e escola e atual colega de trabalho, ele era pra ela apenas mais um em todo o ministério, mas agora pra ela ele era algo a mais, agora ele era um suspeito.
-É – disse Rony satisfeito consigo mesmo.
Hermione olhava fixamente a comida a sua frente, seu prato pela metade, o seu copo de vinho quase cheio, os pensamentos passavam rápido por sua mente ágil, havia algo errado.
-Só tem uma coisa que não faz sentido – disse Hermione seria, falando cada vez mais baixo.
-O que? – perguntou ele no mesmo tom, ele já estava debruçado sobre a mesa chegando perto para poder ouvi-la.
- O método!
-O que você quer dizer com o método?!
-Era um método trouxa Rony! Foram assassinatos a sangue frio.
-Estamos falando de Comensais da morte , Hermione. Eles têm sangue frio o suficiente!
-Mas não têm conhecimento! Eles odeiam os trouxas Rony!
- Se passaram anos Mione! Eles podem ter planejado tudo direitinha. Provavelmente pensando que alguém chegaria nessa conclusão e os descartaria!
-Certo... Sempre há uma opção... Não podemos descartá-los desse jeito... Mas eles já fizeram pior. Por que essa discrição agora? Por que rodo esse método?
- Talvez porque eles tenham perdido seu líder... Mas a astucia continua lá, e a sede de sangue também.
Hermione estremeceu ao lembrar daquela época em que o mundo Bruxo estava em guerra, Rony também estava desconfortável.
-Pode ser... E o aviso prévio?
-Jogo! Pra incriminar!
-Nossa! Rony como você está esperto – disse ela brincando.
- Aprendi tudo com a mulher mais inteligente do mundo – disse ele beijando-a na testa.
-Quem é essa?! Você anda pulando a cerca é?
Eles riram.
Após um silencio perturbador Hermione disse ligeiramente:
-Acho que vou entrar no caso!
-Não sei acho que você não deveria se envolver. – disse ele serio.
-Eu quero ajudar, eu quero provar que a inocência de Harry, quero ajudar a eles nessa barra... – disse ela mais para ela do que para Rony.
-Mione, você vai fazer uma grande diferença no caso, você é inteligente e convive com Harry, conheceu as vítimas, mas eles podem não te aceitar no caso.
-Por quê?! – ela aparentava esta assustada.
-Porque você é muito amiga de Harry, eles não vão te querer no caso. E se for mesmo caso de Comensais? Se eles tiverem infiltrados? Pode ser perigoso...
-Não são dos Comensais que eu tenho medo – disse ela um pouco tremula.
-De quê você tem medo?
-Eu estou com medo Rony que Harry seja mesmo o assassino... – Ela disse desesperadamente – Medo que ele tenha matado aquelas pessoas...
-Você não acredita nisso de verdade não é? – Rony a olhava incrédulo.
-Eu... Eu não sei... É por isso que eu tenho que investigar e entrar no caso, ver tudo com os meus olhos. Você viu como ele estava nervoso. Ele parecia... – Ela fez uma pausa antes de dizer a palavra. - culpado .
-Você acha que ele é um assassino?! – Rony estava atordoado.
-Rony! Eu não disse que ele era... Eu só... Acho... Possível...
Eles terminaram a conversa nesse ponto, depois da última frase sussurrante de Hermione eles terminaram o jantar e voltaram para casa com os pensamentos martelando em uma única direção. Harry e os assassinatos.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.