FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

4. O Cancã


Fic: Moulin Rouge - Amor em Vermelho


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 4: O Cancã
 


 


Com apenas um aceno das mãos de Zidler, toda a barulheira parou de repente como se alguém tivesse apertado o botão de “mudo” e fez-se um silêncio mortal no ambiente. Ele girou uma placa com três lados cravada na parede do palco e depois disse baixinho como se sussurrasse, mas que todo o salão ouviu:


— O cancã.


Todos correram para seus lugares em silêncio. Os homens perto das paredes, deixando o palco livre para as dançarinas que se posicionaram formando uma grande roda. E a música recomeçou de uma vez bem alta como se não tivesse tido qualquer pausa.


DANÇARINAS
Because we can cancan!
(Porque dançamos o cancã!)
Go, sister
(Vá, irmã)
Soul sister
(Irmã de alma)
Hey, sister, go, sister
(Ei, irmã, vá, irmã)
Soul sister, go, sister
(Irmã de alma, vá, irmã)
Because we can cancan!
(Porque dançamos o cancã!)
Yes, we can cancan
(Sim, dançamos o cancã)
Creole Lady Marmalade
(Creole Dama Marmalade)
Because we can cancan!
(Porque dançamos o cancã!)



As dançarinas levantavam e sacudiam as enormes saias para lá e para cá enquanto dançavam bastante animadas, cheias de energia e exibindo um grande sorriso que ia de orelha a orelha, abriam espacate no chão e começaram cada uma a ir de encontro a um do homem para imensa alegria deles.


Harry já começava a ficar mais à vontade com tudo aquilo. Já dançava mais animado e sorridente, e no auge da festa cantou:


Cause it’s good for your mind!
(Porque é bom para a mente!)


 


A festa continuava a todo vapor e parecia que não ia ter fim. Agora não havia uma única dançarina livre. Algumas já haviam sido alugadas por alguns homens, outras dançavam sensualmente para um grupo deles que lhe entregavam muito dinheiro. Outras começaram a chegar ao salão e sendo rapidamente conquistadas. Era uma luta desesperada por parte dos homens para agarrarem alguma mulher.


Já cansados de tanto cantar e dançar, os cinco amigos sentaram-se ao redor de uma pequena mesa redonda desocupada e ainda rindo muito. Todos juntaram as cabeças para ouvir Rony dizer a Harry.


— Missão cumprida. Fomos bem sucedidos com o Zidler.


— Rony, o que Hermione está fazendo aqui? — perguntou Harry levemente desesperado, ainda atordoado com a visão da amiga metida numa roupa de cancã.


— Então você a viu? — perguntou Rony sorrindo — Quando ela tiver um tempo livre ela vem falar com a gente. É esse o trabalho dela, ela é uma cortesã; ela e mais Luna, Cho, Parvati, Pansy e outras garotas que estudaram em Hogwarts.


— Todas elas não conseguiram arrumar um emprego em Londres e vieram para Paris trabalhar no Moulin Rouge?


— Sim, todas! Eu também fiquei muito surpreso quando Hermione disse que vinha para cá, logo ela que sempre tirava notas boas na escola, era dedicada, eu esperava dela um futuro brilhante, mas nem mesmo ela sabe direito porque tanta gente bateu a porta na cara dela, exceto aqui, e como ela precisava ganhar dinheiro para sobreviver...


— Aceitou esse emprego. — completou Harry, se sentia mais desanimado do que nunca por causa de todos os seus amigos. — Zidler sabe que vocês são bruxos?


— Não, nem imagina. — respondeu Neville — Zidler é trouxa e não iria entender. A maioria das dançarinas e dos homens daqui são trouxas e nós não praticamos muita magia para não chamar a atenção.


— Se Zidler soubesse que algumas de suas dançarinas, e até mesmo sua estrela principal, são bruxas, ele as demitiria na mesma hora por achar que elas são loucas, além também de assustá-lo muito e isso não seria nada bom para as garotas que não tem para onde ir. — disse Simas.


— Ou provavelmente ele mostraria para todo mundo suas cortesãs bruxas para ganhar dinheiro e o mundo saberia que existem bruxos. — completou Dino.


— Certo, eu entendi. — disse Harry — E quando vocês disseram “estrela principal”, a quem vocês se referiam?


— Gina. — respondeu Rony simplesmente, com um sorriso no rosto. — Lembra quando eu te falei que ela e Hermione estão trabalhando juntas? Pois bem, Gina também é uma cortesã, e por sinal é a estrela principal do Moulin Rouge e a favorita de Zidler. É a mais jovem entre todas as cortesãs, com apenas dezenove anos.


— E você permitiu isso, Rony? — perguntou Harry indignado. — Logo você que não gostava de ver Gina de namoro com qualquer garoto de Hogwarts e agora está a empurrando para qualquer homem?


— Bem... — disse Rony apreensivo. Dino momentaneamente também abaixou a cabeça, eles já foram namorados. — No começo eu não gostei, mas Gina também não conseguiu arrumar nenhum emprego em nenhum lugar além daqui. Mas logo ela se tornou a estrela principal, era a mais nova com apenas dezoito anos, a mais bonita e a mais talentosa, e também passou a ganhar um bom dinheiro e está sempre nos ajudando quando pode, eu não tive escolha, esse é o nosso novo estilo de vida, agora eu penso bem diferente do que eu pensava em Hogwarts.


— Então... Como Gina é a cortesã principal, é ela quem vai ouvir minha poesia e depois vai insistir a Zidler para eu escrever Espetáculo Espetacular? — perguntou Harry para ver se entendeu direito o plano.


— Exatamente Harry. E não se preocupe afinal vocês se conhecem, ela conhece nosso teatro, ela vai nos ajudar, vai falar com Zidler e ele não vai negar nada a ela. — disse Rony feliz consultando um relógio de ouro preso a uma correntinha que estava presa à roupa, e depois o guardou no bolso. — Está na hora, Gina vai aparecer a qualquer momento.


_____________________________________________________________________


Continua...


No próximo capítulo:
 


— É ela, Harry. — sussurrou Rony feliz — Minha irmã, o Diamante Reluzente.


Gina seduzia os homens ali enquanto cantava e dançava ao passo em que eles se acotovelavam para chegar mais perto dela com mãos cheias de dinheiro.


— ...Uma atriz de verdade. — completou Gina, era o que ela mais queria na vida, seu maior sonho.


Harry ainda muito impressionado com tudo aquilo estava nervoso, sem conseguir dançar nada enquanto via Gina dançar como uma louca e sedutora para ele.
 


Lady Potter

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.