FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

19. Kings Cross


Fic: Ted Lupin & Victoire Weasley


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: Hey! Esclarecimentos básicos antes do capítulo: O verão acabou, Vic tem que retornar à Hogwarts para seu sétimo ano. Teddy está em treinamento no Ministério para se tornar auror. O capítulo vai ser baseado no epílogo de RdM, quando James flagra Teddy e sua prima no maior amasso, hehehehe. Boa leitura, galera!


Victoire Weasley estava empurrando seu carrinho pela estação trouxa muito lotada, caminhando para a parede de tijolos entre as plataformas nove e dez. Seus pais foram na frente, Dom, de quinze, e Louis, de treze anos, atrás dela. Parecia que os dois estavam tendo uma pequena discussão sobre qual time de Quadribol tinha mais chances de levar a vitória. Vic teria se juntado à eles, mas a sensação de embrulho no estômago não a abandonara desde que eles tinham saído de casa. E ela mal sabia porquê.


Seu longo cabelo louro-prateado esvoaçante atrás de seus ombros enquanto ela pegava o ritmo - queria atravessar a passagem e chegar logo no trem. Ela queria pegar logo o trem, para, enfim, começar seu sétimo ano. Parte dela queria muito que essa corrida até o trem levasse anos, outra queria que fosse rápida como a maldição da Morte: em um único flash...


Eles finalmente alcançaram a plataforma nove e dez. Vic foi a primeira a executar - a toda a velocidade - a corrida para a parede. Lou atrás dela, seguido por sua mãe, Dominique, e então, seu pai.


Victoire estava se sentindo extasiada. Ela estava indo, finalmente, para seu sétimo ano em Hogwarts. Ela devia estar chorando, pulando, qualquer coisa. Mas ela, simplesmente, estava extasiada. Captando o barulho das corujas impacientes, pais agarrados aos seus filhos, amigos se reencontrando depois de um verão enlouquecedor, a fumaça causada pelo trem. Parecia que a ficha não tinha caído ainda: era seu último ano.


Ela agora era Monitora-Chefe. Prestaria seus NIEMs e logo seguiria uma carreira. Uma aluna brilhante da Casa dos Leões. Boa jogadora de Quadribol, mas prefere se manter afastada do brilho glorioso que têm os jogadores do time. Bom, não é como se ela precisasse de mais brilho. Victoire, mesmo sem querer, causa esse efeito por onde passa. Está em seu sangue.


- Seu último ano. Último ano! - a voz de seu pai ecoou em seu ouvido, a trouxendo de volta para a terra. - Comporte-se, garotinha.
- Pai! - Vic piou, mas ainda assim sorria.
- Sem problemas, papai. Eu cuido dessa irresponsável por você - disse Dominique. Sua expressão rebelde e insolente não combinava com o dito.
- Sim, claro, e então Hogwarts viveria no caos - disse Louis, soltando uma risada. Por trás dele, sua mãe riu também.
- Se divirta, querida - ela disse, sorrindo afetuosamente para a filha mais velha antes de a enlaçar em um abraço maternal.
- Claro, mamãe. - ela disse enquanto retribuía o abraço, depois no pai também. Fora as sardas de Weasley espalhados pelo nariz de Victorie, ela parecia ser uma cópia de sua mãe. Contudo, ela tinha um pouco daquele lado teimoso da personalidade de seu pai. - Vejo vocês no Natal!


Victoire estava tentando colocar o malão no comboio. Onde estão aqueles homens fortes que sempre estão lá para ajudar os estudantes a guardarem seus malões de 300 quilos?


Victoire bufou. Quem precisa deles? Ela iria mostrar quem era o sexo frágil!


- Precisa de uma mãozinha aí? - uma voz chamou à sua esquerda.


Um sorriso se formou nos lábios de Victoire automaticamente. A voz era quente, calorosa e muito familiar. Tentando controlar seu sorriso bobo, ela olhou para cima: cabelos azuis turquesa arrepiados na parte da frente, um sorriso terno e ao mesmo tempo divertido. Naturalmente, ela sabia que ele viria vê-la.


Ele estava andando em direção a ela, e ela não pôde deixar de rir quando ele quase tropeçou nos próprios pés. Outra coisa que ele tinha herdado de sua mãe: a habilidade fantástica de ser um completo desastrado.


- Eu já estava começando a achar que meu namorado tinha se perdido no meio do caminho, sabe.
- Você não achou que iria embarcar para Hogwarts e me deixar aqui sem um beijo de despedida, achou? Me sinto ofendido - ele disse enquanto colocava a mão sobre o peito, fazendo cena.
- Bom, você bem que merecia, não?
- Um beijo seu? Claro que sim - ele respondeu atrevidamente.
- Você acabou de aniquilar qualquer chance, Lupin.
- Pensei que você precisasse da minha ajuda? - Teddy perguntou, um sorriso se espalhando em seu rosto.
- Basta chegar aqui e fazer o seu trabalho - ela disse, rindo internamente de sua expressão.


Teddy cedeu e caminhou até ela, agarrando a outra extremidade de seu malão.


- O que você tem aqui? Algum corpo morto que não conseguiu se livrar?
- Será o seu o próximo se não fizer o serviço direito - ela provocou.


Ele riu e se aproximou ainda mais dela.


- Vou sentir saudades - sussurou. Nem mesmo o pio das corujas ou as crianças eufóricas foram capazes de alterar o som firme de sua voz. Somente Victoire foi capaz de ouvi-lo.


Ela mergulhou intensamente em seus olhos cor de mel e viajou para as horas mais deliciosas que já passou - e nas que ainda passará, se dependesse dela - ao seu lado.


Tinha sido o melhor verão da vida deles. Assim como no começo, ela ainda, toda vez que o via, sentia as malditas borboletas em seu estômago. Suas pernas falhavam ao capturar um olhar dele. Seu coração se enchia de calor ao ouvir sua voz.


Com ele não era diferente.


- Victoire! - outra voz a chamou desta vez.


Victoire se afastou rapidamente do rosto do namorado; ainda não tinha contado para as amigas a grande novidade. Ted se afastou também, enquanto escondia um sorriso.


- Ah, aí está você - Amy respondeu, caminhando até Victoire, sorrindo para a amiga - Onde foi que você se meteu? Enfim... só vim dizer que estamos no penúltimo vagão, ok? Eu estou procurando a Sam! Você viu ela por acaso?
- Certo - Vic respondeu levianamente, sem desviar seu olhar do de Teddy - Encontro vocês... depois.
- Até mais! - Amy disse, enquanto corria para o trem - É bom ver você de novo, Teddy! - ela gritou por cima do ombro.
- Igualmente! - Teddy gritou de volta, sem desviar seu olhar do de Victoire.


Continuaram em silêncio. Mas não era um daqueles silêncios constrangedores, não, não. Eles eram amigos demais para terem essas situações ridículas. Agora, namorados. Tinha um significado, qualquer que fosse, por trás daquela troca de olhares.


- Eu não posso acreditar que já é seu sétimo ano - Teddy quebrou o silêncio. - Parece que foi ontem que você se agarrou nas minhas pernas chorando e implorando para que eu não fosse para a escola sem você - ele terminou com um sorriso carinhoso e sobrancelhas franzidas, enquanto captava a lembrança.
- Eu não estava chorando! - ela teimou.


Teddy correu a mão pelo cabelo brilhante de Victoire, seus olhos seguindo o movimento, antes de retornar aos seus incríveis olhos cinzas-azulados.


- É claro que você não estava.


Ela bateu em seu peito, divertida.


- É claro que não, mesmo! Aliás, porquê você me lembra dessas coisas? Eu nem sequer me lembro totalm...


Ao longe, o apito soou.


Ambos olharam para a reluzente locomotiva vermelha, a qual os alunos já iam subindo e dando tchau para os pais.


- Eu tenho que ir... - ela disse, virando-se lentamente para ele, seus olhos procurando os dele, sempre.
- É. E eu tenho que deixar você ir - ele disse com olhos tristes.
- E se eu quiser ficar?


Ele riu.


- Vic, seu pai me mataria antes que eu pudesse dizer 'Victoire' outra vez.
- Você não correria o risco?
- Correria - ele respondeu sorrindo travesso.


Teddy puxou Victoire para si e pressionou seus lábios contra os dela. Uma das mãos de Teddy permaneceu em sua cintura fina enquanto a outra envolvida em torno de seu pescoço, indo em direção aos seus cabelos.


Victoire sabia que demoraria até que eles voltarem a se ver pessoalmente. Provavelmente só nos finais de semana em Hogsmeade ou nas férias de Natal. Ela pressionou seus lábios nos de Teddy tentando demonstrar todos aqueles sentimentos; por que ela com certeza não encontraria palavras certas para dizer.


- Teddy, você não vai... UAU! O que... o que você está fazendo?!


Eles rapidamente se separaram e viraram para enfrentar o dono da voz. Eles estavam olhando para ninguém menos que James Potter.


Victoire sorriu quando o cabelo de Teddy se transformou de turquesa para vermelho brilhante. Ela riu baixinho e escondeu seu rosto no peito de Teddy.


- Eu, e-eu estava a-apenas me d-des... - Teddy gaguejou debilmente.


Victoire teve que sufocar uma grande gargalhada neste momento. Quem poderia dizer que um garoto de treze anos poderia fazer Teddy se sentir tão acanhado e com a língua presa?


- Eu sei muito bem o que você estava fazendo com a minha prima. Você estava aos amassos com Victoire! Victoire, Teddy!
- Basta ir, James - Victoire disse para o primo bondosamente, antes de deixar um riso escapar de seus lábios.
- Victoire... Teddy... Victoire! - James balbuciava e gesticulava estranhamente com as mãos para Teddy e Vic.
- Eu só vim me despedir dela, James - Teddy disse depois de se recompor do rubor anterior. - Agora, caia fora!


James deu-lhes um último olhar assombrado antes de um sorriso diabólico se formar em seus lábios e ele sair correndo plataforma abaixo.


Teddy suspirou pesadamente, antes de se virar para a namorada.


- Ele provavelmente vai gritar para todos que quiserem ouvir...
- Deixe ele se divertir.


O apito soou novamente, dando uma chance aos desavisados, mas Victoire e Ted permaneceram onde estavam.


- Eu aviso você quando a data do escape à Hogsmeade for marcado - Victoire disse enquanto passava as mãos pelos cabelos de Teddy. Os olhos dele se fecharam ao receber seu toque delicado. - Bom, vejo você no Natal.
- Vai passar mais rápido do que você pensa - Teddy respondeu, antes de cobrir a boca dela com a sua.

Afinal, tem que se viver intensamente cada momento. 

E pelo visto, Victoire Weasley e Ted Lupin não tem problemas com isso. 

N/A: James, tenho que concordar com a Ginny, é tão parecido com o Ron nesse aspecto! Hahhahahaha... adorei botar ele pra acabar com a festa dos dois por uns minutos. Eu queria muito que tivessem botado essa cena no epílogo do filme, mas como nem tudo é possível... Abraços, da leal serva de vocês.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 6

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Pp Potter em 29/01/2013

KKKKK... Posta logo o próximo capíulo...KKKKK *leitora mega curiosa*

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Hurricane em 13/10/2012

Cade o proximo capitulo???????????? Eu to pirando aki, voce é mais uma otima escritora da FeB, e por favor continua!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por bruna O. em 01/06/2012

THE BEST!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por potter e weasley em 01/06/2012

amei mt... qunado l o livro e li essaparte eu ri mt mesmo

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 01/06/2012

Seria muiiito bom colocar essa cena no epilogo do filme...Poxa J.K. poderia bem fazer outros livros não é ? Uma aventura com Alvo ou James *-* seria ótimo...Outro trio de ouro, ou poderia ser somente um trio ótimo *-* Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh ameiii o capitulo sem palavras querida. 
Beijos! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lunna Evans em 01/06/2012

Oii more !! Eu quase morri quando vi atualizaçao de uma das minhas fictions favoritaaaaaas *-* pareçe vc entende tão bem esse casal ! Ri mt do final = abraços da leal serva de vcs
Kkkkkkkkkkkkkkkkk :$ não demora p/ posta more *-*

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.