FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

18. Uma... lição de vida


Fic: Ted Lupin & Victoire Weasley


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A: Ainda é verão, Vic e Teddy estão aproveitando o máximo de tempo que tem juntos antes dela ter que voltar para Hogwarts. 

Victoire estava deitada de costas sobre seu namorado, Teddy, na cama. Ambas as camisas estavam esquecidas no chão e Teddy estava beijando cada centímetro de seu torso, enviando sinais de prazer ao seu cérebro. Ela começou a rir como uma louca quando ele movimentou sua língua agilmente sobre o piercing que ela tinha na barriga (ela tinha feito um ano atrás, escondida de seus pais. E um detalhe: ela não foi induzida pela rebelde da sua irmã, Dominique).


Ele começou a traçar o seu umbigo, brincando com o formato do piercing.


- Ted, isso é muito, muito bom... - ela gemeu. Ele fez isso de novo...e de novo... e-


- Teddy, porquê você parou? - ela exigiu, muito irritada, não gostava de ser provocada e ele sabia disso.


Houve um silêncio enquanto ela sentia Teddy ajustar a cabeça em diferentes ângulos, Vic sentiu um puxão em seu piercing e deduziu que ele havia agarrado-o com os dentes, porque ele já tinha feito uma vez.


Vic se apoiou em seus cotovelos, jogando as mechas loiras bagunçadas para trás dos ombros, e olhou para ele, curiosamente tentadora.


- O que você está fazendo aí? - perguntou ela. Ele virou os olhos para ela e ela percebeu que seus dentes não estavam sequer ligados ao seu piercing do umbigo, contudo, algo ainda estava puxando ele.
- Vic, eu estou preso - disse ele, mas soou mais como "Bic, e'sto pso".
- O quê? - exclamou ela, estabelecendo-se totalmente, fazendo com que Teddy ganisse de dor, porque ele não estava esperando o súbito movimento de seu torso, o que causou um puxão dolorosamente contra o buraco em sua língua.
- A minha liga e'stá pessa - ele gritou, agoniado. Victoire estava agora tentando extrair-lhe de seu estômago, mas só conseguiu fazer com que Teddy gemesse mais ainda de dor.
- Tudo bem - Vic disse o mais calmamente que pôde, tentando pensar em algo para sair daquela situação - ... vamos tentar... isso.


Ela fez outro movimento, que fez Teddy gritar, mais ainda, de dor agonizante.


- Pwfa egue a ninha vainha - ele pediu urgentemente enquanto ela vasculhava a gaveta da cama da cabeceira.


Teddy se mexia conforme Victoire se movimentava. Com o máximo de cautela que puderam obter, eles se estabelizaram: Vic estava com a varinha de Teddy na mão e este tinha um olhar de pavor.


Ela levantou a varinha e abriu a boca para dizer algum tipo de feitiço, mas Teddy começou a sacudir a cabeça, tanto quanto pôde e gritou:


- Na-ow-na-o-nwa-ow!


Vic entendeu por "não, não, não!"


- Porque não? Teddy é be... - ela começou.
- Bawta p'ra fola - ele exclamou.
- Oh, não seja tão covarde! Isto só vai doer um pouco, a menos que o piercing perfure sua língua!


Isso, no entanto, não reduziu as preocupações de Teddy, ele começou a choramingar e olhar para ela com mágoa, acusando, olho no olho.


- Eu tenho certeza que podemos consertar a sua língua se isso acontecer... - ela lhe disse, mas ele choramingou mais alto, como um cachorro ferido. - Bem, então o quê mais eu posso fazer?! - ela gritou exasperada, jogando a varinha em cima da cama.


Teddy mal teve tempo de dar de ombros antes que houvesse uma batida na porta.


Eles congelaram e olharam para a porta do quarto, esperando que, a qualquer momento, a qualquer segundo, eles fossem pegos e a porta do quarto aberta. Houve mais uma batida.


- Precisamos ver quem é - Vic sussurrou, como se quem estivesse batendo pudesse ouvi-los. Teddy balançou a cabeça. - Nós não temos que responder. Vamos ver quem é, talvez seja alguém que possa nos... ajudar. - ela fez um gesto para a situação.


- Na-oww - disse Teddy. Ele não queria que ninguém o visse com a língua presa em um piercing do umbigo de sua namorada.
- Bem, isso é muito ruim, porque a forma como eu vejo, se eu for você tem que vir também. - com isso dito, Victoire levantou-se, de repente, fazendo com que Teddy voltasse a protestar em agonia.


Ela fez menção de caminhar em direção à porta, mas Teddy passou os braços em torno dela e a trouxe facilmente de volta para a cama. Houve um momento de fúria, em silêncio, lutando, mas Teddy finalmente cedeu quando sentiu o buraco em sua língua ampliar.


Vic teve que admitir que era estranho tentando andar enquanto alguém era puxado por seu umbigo, mas foi ainda pior para Teddy, que estava tentando andar ao mesmo tempo que a droga da sua língua.


Desta vez, a batida foi acompanhada por uma voz familiar. Merda.


- Teddy, você está em casa? - Victoire olhou pelo olho mágico na porta, a suspeita de Teddy confirmada.
- É o tio Harry! - ela sussurrou. - Ted, vamos deixá-lo entrar...
- N-a-aow! - disse ele. Harry era a última pessoa que ele queria ver naquele momento. Ainda mais naquelas circunstâncias, naquele estado. Mas Victoire ignorou seus apelos e abriu a porta apenas o suficiente para que pudesse enfiar sua cabeça para fora.


- Hmm, Harry, você... você poderia guardar um segredo? - perguntou ela.
- Er... sim, Vic - Teddy podia ouvir Harry gaguejar, claramente não esperava algo desse tipo, naquela hora, de sua sobrinha. Teddy poderia apenas imaginar o olhar em seu rosto.
- É que... Teddy e eu... tivemos um... er... um probleminha, e pensamos que você pudesse nos aju... AARGH! - Teddy mordeu uma parte de seu umbigo antes que ela contasse a sua atual situação. - ... NÃO-FAÇA-ISSO! - Vic gritou puxando o cabelo do Teddy para fazê-lo sentir um pouco da dor que ela acabou de sentir. Teddy gritou novamente e Harry, que estava extremamente curioso até agora, entrou no apartamento e viu seu afilhado sem camisa com o rosto na barriga de sua sobrinha, também sem camisa.


Todo mundo ficou um instante em silêncio, chocados, que foi quebrado por Harry, que percebeu que eles estavam presos naquela posição. Ele desatou a gargalhar.


- Não é engraçado! - tanto Teddy quanto Victoire gritaram. Embora Teddy soasse mais como: "NA-OW ERACRADO'', o que fez Harry rir mais ainda.
- Eu gostaria de ter trazido a minha câmera... - disse ele entre os risos. - Ron nunca vai acreditar nisso!
- Você vai parar de rir e nos ajudar, sim? - Vic pediu.
- Arruda - Teddy choramingou. - Arruda, Haw-rry...
- Tudo bem, tudo bem - Harry enfiou a mão no bolso em busca de sua varinha, antes que qualquer um pudesse protestar, ele tomou sua posição.


Vic caiu para trás com alguns passos hesitantes e Teddy caiu no chão, juntos.


- Veja - disse Vic enquanto Teddy verificava que sua língua ainda estava no lugar certo.
- Se você tivesse apenas me deixado fazer isso, em primeiro lugar, não teria precisado do Harry!


Mas Teddy não estava mais ouvindo, ele se levantou e caminhou até o banheiro. Harry e Victoire podiam ouvir um, som ''tilintar, tinir, tilintar'' e quando Teddy voltou para a sala, ele começou a analisar Victoire de cima a baixo, parecendo procurar alguma coisa. Um tipo de armadilha, como no caso do piercing-problemático-do-umbigo-de-sua-namorada.


- Teddy o que... - mas Vic foi cortada por Teddy.
- Nunca mais vou ficar em uma posição com minha namorada onde alguém tenha que me ajudar a sair de tal.


Harry deixou eles depois disso, ainda aos risos, não quererendo saber os detalhes de como eles ficaram presos, ele deu, e manteve, sua palavra de que não iria contar a ninguém sobre o porquê de Victoire não ter mais piercings. Embora, levou cerca de um mês depois que aconteceu tal fato, sempre que alguém perguntava para Vic o que aconteceu com seus piercings, Harry iria explodir em acessos incontroláveis de gargalhada.


N/A: Não me pergunte se isso é baseado em alguma história real, porque eu ficarei numa situação complicada. 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 4

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lana Silva em 15/05/2012

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK historia real é ? Me acabei de rir aqui, já ouvi historias de prender o aparelho no pircieng, mas essa foi demaiiiis. Esperandoo maiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiis, ameiii o capitulo kkkkkkkkk
Bjoooooooos! 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por potter e weasley em 14/05/2012

entao e uma historia real, ne?.... gostei mt...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lunna Evans em 14/05/2012

Ñ resisto:: Que situaçaõ complicada vcê ficaria, eim? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' qq

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Lunna Evans em 14/05/2012

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK' ilárioo. demais. ILÁRIO!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.