FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

6. Cartas na mesa *


Fic: Ressaca?


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A -Agora ta certinha ^^ Desculpem pela demora, tanto no capitulo quanto na resposta =/


--------------------------------------------------------------------------------


-Ta maluco Rony? –Reclama empurrando o ruivo para longe de si e segurando o nariz que começava a sangrar.


-Seu filho da puta! –Grita tentando acertar Harry outra vez, mas esse se esquiva. - Achei que fosse meu amigo, mas você sempre precisa ter tudo. Sempre!


-Calma cara –Pede segurando o ruivo para não ser acertado –Deixa eu te explicar.


-Eu não quero saber das suas desculpas –Rosna o empurrando e se soltando.


Rony parte para cima de Harry, que tinha se desequilibrado, acertando-o com outro soco no pé do ouvido, fazendo-o cair no chão. Harry fica tonto por um momento e o ruivo aproveita para subir nele, tentando imobilizá-lo e acertar outro soco.


Harry desvia o rosto, fazendo com que o punho de Rony bata contra o chão e fazendo o ruivo uivar de dor. Usando as pernas para desequilibrá-lo, Harry consegue trocar as posições e coloca o antebraço no pescoço de Rony o prendendo contra o chão.


-Agora me escuta –Rosna já irritado com a atitude do amigo.


-Eu já disse que não vou escutar porra nenhuma –Cospe olhando-o de forma assassina –Esqueça que um dia fomos amigos –Avisa tentando se desvencilhar.


-Rony, por favor –Pede tentando manter o ruivo sob controle.


-Sai de cima de mim Potter –Exige friamente, se debatendo no chão e acertando as costelas de Harry com força. O que faz o moreno afrouxar o aperto, liberando Rony o suficiente para voltar a investir contra Harry, que novamente tem que se esquivar e por reflexo acerta um forte soco no ruivo, fazendo o supercilio sangrar.


-Droga –Resmunga vendo o rosto de Rony ficar mais vermelho que o próprio sangue.


-Eu vou te matar! –Grita enfurecido, se debatendo com mais vontade.


-Ganhei –Comemora ao aparecer no quarto de Harry junto com os irmãos -Falei que Harry não ia apanhar quieto. Pode ir pagando ai! -Fred avisa com um amplo sorriso no rosto.


-Que droga! –George reclama entregando um galeão ao irmão e vendo Carlinhos ir tentar separar a briga  –A gente devia ter trazido uma pipoca –Brinca apoiando o braço no ombro do gêmeo.


-Dá pra ajudar aqui –Carlinhos briga ofegante, com dificuldades de conter o irmão mais novo.


-Mas você está fazendo um ótimo trabalho sozinho –Respondem trocando um olhar divertido -Não queremos atrapalhar –Sorriem inocentemente.


-Me solta –Rony pede se debatendo nos braços do irmão, que o segurava pelas costas –Eu vou matar esse desgraçado!


-Você já disse isso mano –Debocha George indo até onde Harry tinha se sentado –Mas até que você fez um estrago –Se impressiona com a camisa banhada em sangue do ferimento no nariz, que ainda não tinha parado de sangrar.


-Eu vou levar Rony pra casa –Carlinhos fala fazendo esforço para continuar com Rony preso –Vocês não servem pra absolutamente nada! Não sei nem porque trouxe vocês junto –Diz irritado.


-Se não fosse a gente, você não ia nem entrar aqui –Fred se defende.


-Você queria tocar a campainha –Debocha balançando a cabeça em desaprovação, junto com o gêmeo.


-Que seja –Revira os olhos não vendo sentido na explicação dos ruivos –Cuidem de Harry! –Fala antes de aparatar com Rony.


-Não nos dão valor suficiente, mano.


-Não mesmo –George concorda, fazendo Harry revirar os olhos.


-Um feitiço aqui seria bom –Harry resmunga com a voz anasalada.


-Eu concordo plenamente –Fred fala trocando um sorriso com o irmão, que aponta a varinha murmurando um feitiço que Harry não compreende, mas não sente diferença no ferimento.


-O que você fez? -Pergunta sem entender.


-Voltei o seu visual verdinho oras –George responde girando a varinha entre os dedos, enquanto o irmão rolava de rir.


-De novo não -Harry uiva de raiva ao puxar a mexa do cabelo e ver a cor verde florescente. –Essa porcaria não sai por nada.


-Em algumas horas sai Harry –Fred desdenha se recuperando e aponta a sua varinha para o garoto, curando o nariz do mesmo. –Aposto que a Mione vai aprovar –Provoca malicioso.


-Só cuidem pra essa aprovação não sair no jornal–Debocha Fred caindo na gargalhada de novo.


-Calem a boca –Briga irritado, se levantando e tirando a camisa –Vocês não sabem de nada –Resmunga jogando a camisa em um canto qualquer.


-Nossa, acho que alguém teve problemas com o sogrão –Fred exclama parando de rir e reparando no mal humor do moreno.


-Sogro é assim mesmo Harry –George fala tentando animar o garoto –Relaxa que daqui a pouco ele entende.


-Não foi ele o problema –Resmunga limpando o rosto com uma toalha e pegando uma camisa qualquer –Eu pedi Hermione em casamento –Conta suspirando.


-A gente sabe –Sorriem animados –Já estamos até preparando a despedida de solteiro.


-Pois podem cancelar –Murmura chateado –Ela não aceitou.


-O que? -Perguntam surpresos.


-Cara, como a gente é burro –Fred se indigna –Como a gente não viu que a Mione era assim.


-Eu achando que ela fazia o gênero casar e ter filhos e ela querendo um homem pra se divertir.


-A culpa é sua que ficava falando que a Mione queria compromisso.


-A culpa é sua por ficar defendendo o Rony –George retruca inconformado.


-Eu sempre falei que ele não era homem suficiente pra ela –Se defende rapidamente –Principalmente para essa Hermione de agora.


-Calem a boca –Grita Harry enfurecido –Parem de falar dela assim.


-Mas você disse que ela não aceitou.


-E ela não aceitou! –Grita irritado –Ela pediu um tempo pra pensar, entenderam agora?


-Então é isso? -Fred pergunta inconformado.


-E eu quase indo na casa dela pra ver se ela saía comigo –George resmunga carrancudo.


-Mas se é assim então ela vai acabar aceitando –Fred comenta desanimado.


-Vocês dois vão ficar bem longe dela –Avisa Harry os olhando com fúria –Aceitando ou não, eu não quero nenhum de vocês perto da Hermione.


-Relaxa cara –Fred levanta as mãos em rendição –É do Rony que você tem que ter medo.


-Como você mesmo viu, ele não está nada bem com isso –Concorda George –E nem sabe do pedido ainda.


-Ele não me escuta –Harry suspira desanimado –Como ele reagiu quando viu o jornal?


-Nada bem, você deve saber –Fred ri sem se conter –Eu juro que nunca vi alguém mais vermelho na minha vida.


-Fomos obrigados a jogar um ovo na cabeça dele pra ver se fritava –George conta rindo com Fred –Mamãe quase nos matou, mas eu te juro que estava funcionando.


-Já a Gina foi correndo pro quarto. Não deu pra ver se estava chorando ou com raiva.


-Foi estranho –George concorda com o irmão.


-Sei –Exclama desanimado -Então o Rony gosta mesmo da Mione?


-Acho que sim. –Fred responde com o apoio do irmão -Ele nunca te falou nada?


-Não falou –Conta suspirando –Eu desconfiava, mas ele nunca confessou.


-E mudaria alguma coisa se ele houvesse dito ou se ele realmente gosta dela? -George pergunta anormalmente sério.


-Eu não sei –Respira fundo confuso.


-Já sabes Harry –Fred começa com seriedade, mas logo muda pra um tom maroto –Se você não quer, tem quem queira.


-E não é só o Rony –George completa, batendo as mãos com o irmão gêmeo.


-Saiam daqui –Expulsa irritado com a insistência dos ruivos em cima de Hermione.


-Tudo bem senhor estressadinho. –Se despendem ainda rindo da cara de Harry e aparatando com o som de um chicote.


--------------------------------------------------------------------------------


Tonks resmunga baixinho, incomodada com os olhares femininos direcionados para o homem ao seu lado.


-O que foi querida? -Josh pergunta fingindo inocência. –Algum problema?


-Nenhum amor –Responde forçando a voz a um tom normal –Porque eu teria um problema?


-Não sei, só quis ser atencioso –Sorri matreiro a puxando pela cintura.


-Eu entendo que você queira ser assim, já que anda recebendo tanta atenção por aqui –Ironiza sem conseguir se conter.


-E isso te incomoda? -Pergunta com uma pontada de orgulho por fazer uma mulher como Tonks ficar enciumada.


-Em realidade não –Esnoba parando de andar e olhando para o rosto dele com atenção –Gosto que invejem o que me pertence –Conta o empurrando contra a vitrine de uma loja qualquer e lhe beijando de forma ardente, fazendo todas as mulheres virarem os olhos envergonhadas. –Entendeu amor?


-Nossa –Exclama desorientado –Recado recebido.


-Perfeito –Sorri marotamente o puxando para a porta da loja –Pois já chegamos!


A loja dos gêmeos era relativamente grande, mas isso não evitava o sentimento claustrofóbico que todos sentiam pela óbvia falta de espaço entre as prateleiras cheias de produtos e das pessoas que se aglomeravam para comprar todas as novidades que os gêmeos fizessem.


Tonks revira os olhos pelas genialidades com interesse, pois sempre tinha algo útil no meio daquela bagunça toda. Retirando alguns produtos para si, ela encontra os gêmeos do outro lado da loja, prestes a saírem.


-Droga –Resmunga se virando pra Josh –Eu vou alcançar eles e você paga –Avisa jogando tudo nos braços do namorado e lhe dando um selinho antes de se afastar.


-Ok –Responde mesmo sabendo que ela já estava longe demais para ouvir.


Ao chegar ao balcão, ele se depara com uma garota loira de cabelos curtos, vestida com o uniforme magenta da loja.


-Bom dia senhor! Em que posso ajudá-lo? -A loira pergunta simpática.


-Bom dia Verity -Cumprimenta lendo o nome da garota no crachá - Eu quero comprar esses produtos, por favor.


-Claro senhor –Sorri amplamente analisando o loiro a sua frente –O senhor não vem muito aqui, não é mesmo? Eu não lembro de já tê-lo visto na loja –Comenta recolhendo os produtos e os contabilizando. –E tenho certeza que não esqueceria um cliente como o senhor –Fala insinuante.


-Na verdade essa é a primeira vez que venho –Responde simpático, mas olhando em volta atrás de Tonks  -É uma loja muito interessante.


-Realmente –Concorda sem desviar os olhos do rapaz –Tem muitas coisas interessantes por aqui hoje. -Josh força um sorriso, passando a mão pelo cabelo.  


-Amor –Tonks chama abraçando o loiro pelas costas e olhando para a atendente –Por que você está demorando tanto? -Pergunta com a voz manhosa.


-Eu tenho que pagar ainda querida –Responde carinhoso pousando as mãos em cima das da mulher.


-Sei –Exclama sem desviar os olhos da atendente, que agora se forçava a sustentar o sorriso –Os Weasley estão nos esperando, então guarde os produtos que na volta nós pagamos –Avisa em tom superior, já puxando o loiro consigo.


-Então –Josh começa, tentando quebrar o silêncio da namorada -Conseguiu chegar a eles a tempo?


-Cheguei a tempo em você, não é mesmo –Resmunga em resposta –Não me deixe esquecer de comprar uma coleira antes de irmos embora.


-Coleira? -Pergunta espantado, mas logo entende o significado –E eu pensando que você era mais do tipo que usa algemas –Sorri insinuante a puxando para mais perto de si.


-Algemas eu já tenho –Responde o olhando de lado –E se você quer conhece-las melhor, comece a se comportar –Avisa afastando o loiro e seguindo até as escadas no fundo da loja, subindo até o apartamento dos gêmeos.


-Ei Rosinha –Fred chama ao abrir a porta –Porque demorou tanto?


-E cadê o macho que ia nos apresentar? -George pergunta se levantando para receber a auror –Desistiu do magrelo e resolveu seguir os homens de verdade? -Estufa o peito junto com o irmão.


-Magrelo? -Josh esnoba ao chegar, abraçando Tonks pelos ombros –Que magrelo?


-Não importa –Tonks resmunga ainda o olhando de lado –Fred, George esse é o Josh. O meu possível ex-namorado.


-Querida! –Exclama a apertando mais contra si -Meus pais me fizeram com tanto amor, que eu transbordo essa sensualidade... Elas também não têm culpa.


-Claro que não têm –Ironiza passando o braço pela cintura do rapaz, deixando o assunto de lado por hora–Mas e então garotos, podem começar a falar o que vocês sabem do que ta rolando com os nossos santinhos? Que matéria foi aquela que eu li?


-Você não faz nem ideia –Ri George trocando um olhar malicioso com o irmão –Esses dois perderam definitivamente o posto de santinhos.


-A matéria foi bem clara quanto a isso –Fred concorda acompanhando o gêmeo nas risadas –Eu tenho até que lembrar de pegar umas dicas com Harry.


-O cara teve a manha pra pegar a Mione.


-Manha pra pegar? -Josh repete estreitando os olhos.


-Esqueci de avisar –Tonks sorri divertida –O Josh é primo da Mione.


-Exatamente! Eu sou primo da santinha deposta –Josh rosna puxando os dois pelo colarinho e levantando até tirá-los do chão, sem aparentar estar fazendo esforço.


-Magrelo né? -Tonks esnoba sem dar sinal de que iria ajudá-los.


-Ei cara vai com calma –Pede Fred balançando os pés inutilmente.


-Foi o Harry que saiu na capa, não a gente –George se defende tentando se soltar.


-Ajuda aí Rosinha –Imploram quando o loiro não faz sinal de que vai larga-los.


-Querido, deixe-os vivos até eu saber de todo o babado –Pede carinhosa, fazendo os ruivos suspirarem aliviados. –Depois pode matar.


-Ei –Reclamam, mas deixam de falar ao colocar os pés no chão, com medo de que Josh os pegasse de novo.


-Pelo que eu entendi, o jornal não mentiu –Tonks começa, recebendo um aceno afirmativo dos gêmeos –Então foi por isso que Dumbledore pediu pra ver o Harry… –Entende pensando nas possibilidades.


-Nem fala –Exclama Fred empolgado –Dumbledore explicou que Harry ia ter que pedir a tigresa em casamento.


-Pedi-la em casamento? -Josh pergunta surpreso.


-Eu imaginava que ia rolar algo assim –Tonks esnoba –Mesmo se Alvo não se metesse, casamento ia acabar acontecendo uma hora ou outra.


-Mas o casamento não é a surpresa –George sorri e todos se aproximam inconscientemente, em expectativa -A surpresa foi quando Harry se ajoelhou, abriu a caixinha com os anéis e, como resposta, recebeu um belo de um não da Mione. –Conta já caindo na risada com o irmão.


-Ela disse não? -Gritam surpresos.


-Ela disse um: é claro que não –Fred reafirma animado.


-Mas depois concertou e disse que ia pensar –George completa dando de ombros.


-Isso não me parece muito bom –Tonks resmunga pensando numa maneira de ajudar Harry e Hermione.


-Meu tio deve estar pra matar alguém –Josh comenta preocupado.


-Sem falar nos nossos irmãos –George fala com gravidade –O Rony já fez uma visita pro Harry.


-Os dois se quebraram –Fred completa –Mamãe está uma fera!


-Porque esse Rony fez isso? -Josh pergunta confuso.


-Ele gosta da Hermione também –Tonks explica rapidamente - E a ruivinha? –Pergunta já explicando pra Josh antes que ele perguntasse -Ela gosta do Harry.


-Ela olhou o jornal e foi pro quarto dela. –Fred começa.


-Não saiu até agora. –George completa a informação –Deve estar fabricando um boneco vodu ou algo assim –Esnoba divertido.


-Credo, com irmão como vocês, quem precisa de inimigo? –Balança a cabeça inconformada -Bom, no casamento a gente não pode se meter até que a Mione dê a resposta –Tonks comenta com um sorriso crescente no rosto –Mas dos vermelhinhos a gente pode cuidar!


-Como assim? -Os homens perguntam, olhando a auror com atenção.


-Eu tenho um plano –Sorri misteriosa, fazendo todos se aproximarem mais uma vez.


--------------------------------------------------------------------------------


Harry suspira repassando a cena do pedido pela milésima vez em sua mente. Não conseguia entender o que fizera de tão errado para que Hermione o negasse daquela maneira e isso o estava matando por dentro. Nunca se achara realmente bom o suficiente para tê-la e só Merlin sabe o quanto estava grato por ela aceitar até mesmo atura-lo como amigo, mas agora tudo estava tão confuso.


Ficava irritado pensando nos motivos para Hermione ter agido como agiu. Afinal ela o aceitara em sua cama, mas não escondera o espanto ao ser pedida em casamento por ele, o que isso deveria significar? Ela praticamente riu enquanto ele se mantinha ajoelhado aos pés dela. Fora de longe o momento mais humilhante em sua vida. O sentimento de estar sendo usado não o abandonava, mas quando ela viesse iria ouvi-lo.


Ele escuta a campainha e pula para fora da cama, onde esteve deitado a maior parte do dia, e antes de sair do quarto se olha no espelho do armário prometendo a si mesmo que dessa vez a morena não iria escapar como se não fosse nada. Ele não era um brinquedinho de sex shop e ela iria saber disso hoje. Correndo para fora do quarto, ele chega às escadas assim que Petúnia deixa os Granger passarem pela moldura da porta. Harry a vê entrar logo após os pais e começar a tirar o casaco.


-Hermione –Chama com seriedade, fazendo-a olhar para cima e encontrar seus olhos –Vem aqui –Chama descendo as escadas e fazendo um breve aceno para os pais da garota. Ajudando a tirar o casaco e o entregando para a mãe da garota, antes de marchar para as escadas puxando-a junto.


Sendo arrastada pela mão através das escadas, Hermione olha para trás a procura dos olhos da mãe, que sorri a incentivando a ir e resolver o seu problema. Engolindo em seco, passa a observa o moreno a sua frente, que segurava sua mão com força a fazendo entender que não iria escapar mesmo que tentasse, mas não a machucando. Ela pôde notar que ele estava realmente raivoso, tanto pelos ombros tensos, quanto pelo maxilar apertado. Não temia Harry e nem começaria a temer agora, mas ao ver o quão poderoso ele parecia quando estava furioso, lhe tirava o ar dos pulmões a deixando nervosa.


-Agora você vai falar comigo –Determina a empurrando para dentro do quarto e trancando a porta –Eu tenho cara de idiota?


-Não Harry, você não tem –Responde mordendo o lábio inferior, percebendo a fúria do garoto.


-Então porque diabos você acha que pode brincar comigo? -Rosna esmurrando o guarda roupa, fazendo Hermione se encolher com o barulho.


-Eu nunca estive brincando com você –Responde sentando na cama e olhando-o com sinceridade.


-Não esteve? Não mesmo, Hermione? -Abaixa o tom de voz sem perder o ar agressivo. Os móveis do quarto tremem com a magia involuntária do garoto. –Então me explica o que foi tudo isso? -Coloca-se a frente da garota, que tem que levantar a cabeça para poder olhá-lo no olhos.


-Se for sobre ontem –Começa segurando as mãos de Harry, querendo acalma-lo –Você não pode me culpar pela minha reação. Imagine a minha situação Harry! Sei que fui insensível e devia ter agido de forma diferente, mas me entenda.


-Imagine você a minha, Hermione –Interrompe se soltando e dando as costas a garota, que o olha irritada.


-Pare de me chamar de Hermione –Reclama estreitando os olhos –Eu estou aqui pra conversar com você, não pra brigar.


-Eu imagino a sua boa intenção –Balança a cabeça negativamente, sarcástico –Mas se você estava realmente esperando chegar aqui e eu estar deitadinho na cama te esperando de braços abertos, esqueça! -Exclama fazendo a morena o olhar espantada. –O que foi? Que cara de assustada é essa? Não é isso que eu virei pra você? -Dispara no mesmo tom.


-Do que você está falando? Está louco Harry? -Pergunta saindo do choque inicial.


-Não Hermione! –Nega ressaltando o nome da garota –Eu apenas percebi que só tenho serventia na tua cama. Foi isso!


-Eu não acredito que você está... –Se interrompe abaixando a cabeça e massageando as têmporas, não querendo perder a compostura. Um irracional é mais do que se pode ter em uma conversa a dois. –Fica quieto Harry e me deixa falar.


-Não dessa vez –Avisa a puxando pelos braços, colocando-a em pé –Eu não vou mais ouvir nenhum não da sua boca. –Avisa soando ameaçador, mas não obtendo o efeito esperado na garota.


-Eu vou falar e você vai parar de birra –Avisa perdendo a paciência, soltando-se das mãos do moreno e o empurrando em direção a cama –Eu te ouvi até agora porque sei que fui errada naquela hora, mas eu não vim aqui à-toa. Então senta e escuta! –Harry tenta protestar, mas acaba se desequilibrando quando suas pernas batem com a cama e acaba caindo sentado. –Eu neguei você e já lhe expliquei o porquê, eu devia ter falado de outra forma ou te pedido um tempo pra pensar. E por não ter feito isso, eu te peço desculpas. –Fala com sinceridade, sem nunca deixar de olhar os olhos do moreno.


-É só isso? -Pergunta ainda carrancudo, rindo inconformado e virando o rosto para o outro lado. –Você veio se desculpar por ter me humilhado? Se foi isso, pode ir embora.


-Não é só isso –Interrompe se sentando ao lado do garoto e puxando o rosto desse para que olhasse em seus olhos –Todos falaram comigo. Meus pais, professor Dumbledore, professora McGonagall. Minha casa está cheia de cartas de todos os lugares e de todas as pessoas.  –Explica suspirando, demonstrando cansaço. –Mas eu decidi que minha decisão nada tem haver com eles. Eu escutei todos e vou levar em consideração, mas a decisão final cabe apenas a nós dois e é por isso que eu estou aqui, para te dar a resposta que te devo! Uma resposta definitiva!


-Então? -Pede sem se conter –Qual a decisão?


 -Antes você tem que me responder algo.


-O que? -Desconfia a olhando com curiosidade.


-Você realmente acha que isso pode dar certo? -Pergunta olhando-o atentamente, procurando qualquer sinal de vacilo do rapaz. - Não pense na reportagem, nem em ninguém, só em nós!


-Eu nunca teria proposto se não achasse que podia dar certo. –Fala com sinceridade. –É claro que eu não estava esperando casar tão cedo, mas se é com você, então eu realmente acho que vai funcionar. –Responde aproximando os rostos até que as testas se tocassem.


-Você não me ama desse jeito Harry, assim como eu não o amo assim –Argumenta sendo interrompida pela mão do moreno parando seus lábios.


-Pode até ser, mas eu não te amo mais como um amigo. E eu sei que você se sente da mesma forma! –Explica sem desviar os olhos verdes dos castanhos –Eu quero pelo menos ter a chance de tentar sem ter que me explicar pra todo mundo, sem te colocar em perigo maior do que eu já te coloquei e sem ter que me sentir culpado por cada passo que damos. –Argumenta com seriedade -Eu não consigo receber mais nenhum “não” de você Mione! Não me negue dessa vez –Avisa em tom cansado.


-Eu não estou aqui pra dizer um não –Fala com um pequeno sorriso aparecendo nos cantos dos lábios –Você deu a resposta que eu precisava ouvir. –Sorri abraçando o moreno pelos ombros -Eu vim pra aceitar o seu pedido!


-Você vai aceitar? -Pergunta ainda querendo ouvir mais uma vez dos lábios da garota.


-Eu já aceitei –Ri finalizando o espaço que permanecia entre os dois e o beijando com vontade, mostrando toda a saudade e culpa por tê-lo feito sofrer por tanto tempo.


Harry não demora a corresponder, puxando-a pela cintura e a colocando em seu colo. Estava feliz por finalmente tê-la para si novamente. Não se deixara pensar em que além da raiva e da vergonha, sentira-se completamente perdido por achar que não a teria novamente em seus braços. Queria beija-la, morde-la, mas principalmente ele queria marca-la!


Dando vazão ao seu pensamento, ele passa as mãos por baixo da blusa da garota, deslizando de um lado a outro de suas costas, ocasionalmente explorando a barriga e a barra do sutiã. Passando a beijar o pescoço e colo, sem se deter aos pedidos da morena, que clamavam por sua atenção.


Capturando os lábios de Hermione no intuito de acabar com os protestos, Harry se vira a deitando na cama e se colocando por cima da mesma, sem parar de beija-la. Invade sua boca com a língua, aprofundando o beijo quase de forma obscena, conseguindo arrancar um gemido abafado da garota e fazendo-a esquecer dos próprios protestos. Ela o puxa para mais perto, rodeando uma das pernas do moreno com a sua e afundando uma mão em seus cabelos revoltos, enquanto com a outra o arranhava por baixo da camisa.


Harry abandona a boca de Hermione, abrindo os primeiros botões da blusa da mesma e mordendo a junção entre o pescoço e o ombro da garota, praticamente como um vampiro. A morena protesta o aranhando com uma força desproporcional e lhe tirando a pele. Harry grunhe incomodado, mas logo passa a língua por onde antes a havia feito protestar, beijando-a e agradando até que a garota amolecesse em seus braços novamente.


Hermione puxa os cabelos de Harry até que ele volte seu rosto para que possa beija-lo com vontade, o que ele retribui na mesma hora. Puxando a camisa do moreno para cima, mas sem tirá-la, passa as mãos pelo peito e barriga do moreno, fazendo os músculos se contraírem sob seu dedos, fazendo a pele se arrepiar ao toque. Se separam ofegantes, olhando os olhos um do outro se tornarem cada vez mais nublados pelo desejo.


É de Hermione a responsabilidade de fazê-los voltar à razão, por isso é ela que para o garoto antes que esse volte a beija-la. -Meu pais estão na sala Harry! –Avisa tentando recuperar o folego e vendo o olhar do moreno mudar para um desanimado.


-Droga, eu tinha esquecido –Resmunga ainda passando as mão por baixo da camisa da morena, como se conseguisse afastar-se. –A gente não pode ficar nem mais um pouquinho?


-Será muito pior sair depois, você sabe –Suspira também se sentindo frustrada, tirando as mãos do corpo do garoto e abaixando a camisa do mesmo. –Vamos?


-Se não tem jeito –Concorda saindo de cima de Hermione e sentando na beirada da cama. Bagunçando o cabelo com as mãos em sinal de agitação. –Só me dá um minuto. –Pede sorrindo sem graça.


-Claro, até dois –Sorri compreensiva. –Você tem alguma escova por aqui? Não posso aparecer na sala assim! –Fala apontando pra si mesma, recebendo um sorriso orgulhoso do garoto e devolvendo com um soco em seu braço –Não se atreva a olhar tão presunçoso. Eu não te deixei em perfeito estado também –Provoca levantando uma sobrancelha de forma maliciosa.


-E eu por acaso reclamei? –Sussurra se aproximando e a beijando de novo, fazendo a garota o corresponder imediatamente. –Você ainda me deixa louco –Reclama ao ser novamente empurrado pela morena. Passando as mãos pelo cabelo de novo, tentando descontar a frustação, entrega uma escova para a garota, que sorri agradecida lhe dando um selinho e indo até o armário a procura do espelho que lá tinha.


-Harry! –Exclama olhando a mancha roxa na base do pescoço e o olhando acusadoramente.


-Desculpa? -Pede com um sorriso sem-vergonha estampado no rosto. Ao qual Hermione resolve ignorar, arrumando a blusa para que a mancha não aparecesse quando descessem.


Os dois se arrumam rapidamente e saem do quarto em direção à sala, aonde chegam abraçados e com um grande sorriso no rosto. Encontrando um silêncio quase mortal e todos sentados como se fossem estátuas, de tão parados que permaneciam. Sem ligar para nada disso, Harry aumenta ainda mais o sorriso, olhando para os pais da, agora, noiva.


-Hermione e eu iremos nos casar! –Anuncia orgulhoso, recebendo a aprovação imediata dos Granger, que se levantam para abraçá-lo, enquanto todos os Durleys permaneciam em choque, com as bocas abertas e os olhos esbugalhados.


--------------------------------------------------------------------------------


N/A –Eu sei gente, primeiro eu demoro séculos e depois ainda posto o capitulo toda apressada =/ Desculpem, prometo tentar ser menos louca daqui pra frente ^^


Suelen Granger - Que bom que gostou! ^^


Mariana Thamiris Silva Rocha - Fico muito feliz que tenha gostado do capitulo passado rsrsrs E realmente a Mione pegou pesado quando negou o pedido, mas ela não tava numa situação muito normal pra ser ela mesma naquele momento =/ Então teve que aturar o Harry todo indignado e consertar a besteira que tinha feito rsrs Só não fique muito tranquila, pois tem muita coisa que pode acontecer antes dos felizes para sempre, por isso me conte tudo que você acha que vai acontecer!! Quem sabe eu não uso outra ideia sua ;D


Tito Shacklebolt Finnigan - É doutor, você atrasou o comentário e por isso eu acabei atrasando a fic HUAHAUHA Você sabe que eu entendo seus atrasos, mas nem por isso pode acostumar não! Então pode ir comentando rapidinho ^^


Adorei as suas reações, foi muito engraçado =) E até que eu fui boazinha vai?! você pediu o Harry descontasse o soco e ele descontou do jeitinho dele, sem contar que a Mione parou o doce e já aceitou se casar hehe


Agora me conta o que você acha que a Gina vai fazer? Será que ela realmente achou um boneco vodu ou ela conjurou uma galinha? KKK Sobre o resto do comentário, só tenho a dizer: Junior idiooota, você adora me deixar vermelha, affs ¬¬' 


rosana franco - As coisas estão cada vez mais complicadas e eles vão ter que penar um pouco pra conseguir se manterem juntos, tanto no relacionamento torto que eles tem agora, como na amizade que eles sempre tiveram ^^ 


Angeline G. McFellou - O Harry teve que apanhar um pouquinho mesmo, mas também acabou descontando sem querer ^^ Agora a Mione colocou as ideias em dia e deu uma chance pro pedido do Harry. Só espero que ninguém atrapalhe o casamento hehe (6)


Punkeeslaw Potter - Fosse à primeira poinha?? Meu deus deve ser por isso que ta caindo o mundo desde ontem KKK E sabes que eu avacalho contigo, mas no fundo eu até que gosto de ti bruaca! Só que não é por isso que eu vou te perdoar por ficar atrasando comentário nos capítulos ò.ó Tua sorte é que deu tempo pra ti comentar todos os que faltavam antes que eu postasse ^^ E poxa Pâm, para de pegar spoiler e lê os capítulos, Sua criatura bizarra! Viu que nem tinha o que temer sobre o capitulo cinco?? Já até foi resolvido no seis oras! Foi muita maldade tua ficar enrolando ;pp Na próxima você apanha /briga


Quanto a Tonks, bom... ela não é realmente inspirada em nenhuma fic em especial e sim em tudo que li, vi ou soube sobre ela ^^ Na realidade ela é a mais fácil de escrever, eu nem preciso pensar muito no que ela vai falar ou fazer rsrs Já o Josh é um sonho *-* Todo gostoso e caidinho pela rosinha ^^ Mas eu não sei o destino deles ainda =x O que você acha¿ Eles devem ficar juntos até o final?


Já o encontro é daquele jeito, sabe?! Eu não posso fazer nada se o Harry não tem carteira de motorista e muito menos um carro ^^ E nem fala dessa cozinha -.-‘ eita particinha complicada pra escrever, serio mesmo!!! Fico feliz por ter agradado, porque eu tive que suar nessa ai affs na verdade, nesse capitulo todo ¬¬


Você anda me vendo demais nesse fic huahuaha acho que isso é um bom sinal, então não vou reclamar das óbvias partes lembradas ¬¬' E sobre Dumby ser gay... eu nem sei o que falar, porque eu achei legal ele ser, mas não concordo por ela (JK) vir falar isso quando já terminou os livro ò.ó Fala serio, porque não falou antes??? Não teve coragem de escrever, então nem abre a boca affs E em todo o caso, o Harry é o ultimo a imaginar que o diretor é gay neh rsrsrs


Dessa vez é bom que você comente rapidinho ou eu entro em greve viu ò.ó E fala a real, você tava caidinha pelo elfo do tênis, por isso tava toda apressada pra terminar o comentário. Você não me engana não hehe2


 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 10

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Venatrix em 25/06/2015

Ainda tenho esperança dessa fic voltar 

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Diênifer Santos Granger em 18/08/2014

Devia continuar! Ta incrível!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tality em 14/01/2012

Amo a sua fic!!!!! quando vem um novo capitulo???

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Déborah Rogers Poynter Potter em 26/11/2011

Eu daria faria qualquer coisa pra ver a cara dos durleys na hora que harry falou que ele e hermione iriam se casar, KKKKK!! Iria ser inedita.  Tô amando a Fic. Tô desconfiando da Gina, acho que ta aprontando uma vingança malefica tipo HAHAHAHA (risada do mal) Mt engraçado a hora em que falaram ``Fazendo boneco de vudu`` Ri pra caramba!!! Amei a Essa fic!!! Bju de sua mais nova Fã!!!

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por PamyPotter em 14/11/2011

Capítulo engraçado e picante.

Quero só ver o que a Tonks, o Josh e os gêmeos vão fazer para acalmar os vermelhinhos, kkk.

E em Hogwarts, coitada da Mione, vai ficar mal falada? Será que ela vai fazer que nem o Harry e não ceitar tudo calada?

E esse casamento, hein? Geralmente não gosto quando isso acontece nas fics, sabe? Mas essa fic me conquistou de uma maneira muito maluca!

Eu opto pelo boneco de vudu! Porque é meio nojento usar o sangue da galinha *careta de nojo* kkk

Ganhou uma fã, garota!

Espero o próximo capítulo!!! E logo!

Beijos

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por rosana franco em 21/10/2011

Os gemeos são realmente impagaveis,então o casório vai sair!!!Que bom mais tenho a impresão que as coisas não vão ser tão faceis assim,vamos esperar pra ver a reação do Rony(depois do ataque)e da Gina(q quando esta quieta é assustadora).

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Tito Shacklebolt Finnigan em 20/10/2011

Mais um bom capítulo May! =]

O Rony é uma tragédia né... que criança... eu fico impressionado com as ações dele, por mais que eu queira não pensar nisso, as vezes ele só atrapalha! Ele merece uma cruciatus fácil... Achei legal o Harry ter descontado o soco, mas ele tinha que ter machucado mais... hahaha

Quanto aos gêmeos? Simplesmente genial! =] Já te disse isso né... Melhor parte da sua fic é quando eles entram em ação...

Quero ver o que a Gina vai fazer... acho que ela é beeeeeeeem mais perigosa que o Rony... não avisa antes de atacar e machuca mais... =)

Agora casar tão jovem?? Caracas... to abismado com isso!! hahaha... fala sério! Quem nunca foi pego numa casa abandonada... hahaha... 

Aguardamos ansiosamente o próximo cap... =]

Bju may!

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Mariana Thamiris em 20/10/2011
OMG!!! Capítulo PERFEITOOOO!!! Estava ansiosa para ver a discussão entre o Rony e o Harry XD quase choeri de rir com os gêmeos nessa hora!!! Tadinho do Carlinhos segurando um Rony furioso sozinho e ainda aguentando as piadinhas dos irmão hauhauahuahuahuahu a recomposição do visual do Harry foi marahhh!!!! Preciso dizer que adoro quando o Harry fica com ciúmes da Mione quando os gêmeos falam dela =D é tão fofooooowww!!! Maaas o que vai acontecer agora??? Um bilhão de perguntas tomaram minha cabecinha maluca... como vai ficar a amizade do Harry e do Rony??? Ele vai perdoar o Harry??? Como ele vai reagir quando souber do casamento??? O que ele vai fazer quando depois de tudo isso encontrar a Hermione frente a frente??? E a Ginny??? O que ela vai aprontar??? Aaaaaaaaadoreiii a Tonks!!! Ela é divaaa até com ciúmes *-* Josh é mesmo um sonhoo, deixou até os gêmeos com medo XP eles bem que mereceram hauhauhauhauhauahua que tipo de vingança a Tonks ta preparando hein??? Curiosíssimaaa!!! E a melhor parteee do capítulo!!! Finalmente a conversa entre Harry e Mioneeee!!! Ele com jeito de malvado *-* deu pra entender por que a Mione ficou nervosa XD hauhauahuahuah foi simplesmente emocionante a discussão deles, mas a forma como ela o fez parar para escutá-la foi maravilhosaaaa, olhando nos olhos, testas unidas, a forma como falaram dos sentimentos e quando ela finalmente aceitouuuu foi TUDOOOOOW!!!! Eles são tão perfeitos juntos maaaaaasss para finalizar foi ótima a reação dos Dusleys =D Aguardando ansiosamente a atualização!!!
Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Angeline G. McFellou em 20/10/2011

srrssrsrrrrss com Fred e George com amigos/irmãos quem precisa de inimigos?

Aposto que se eles ficasem no exercito de Voldemort por 5 dias seram capazes de mandar o Viadomot para o St Mungus com danos permanentes na mente (totalmente lélé).

Tonks arrumou um namorado perfeito, *.* agora é só ficar de olho, porqu muita gente ta querendo um pedaço.

Bem ela aceitou, Tadinho do Harry agora vai começar a parte dificil (Hogwarts+Rony+Gina+Viadomort= confusão/dor de cabeça/loucura total/etc.)

rsrs Amei o capítulo, curiosa pela continuação, tt assim que der, por favor.

Beijos...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Nanda R. Pereira em 20/10/2011

AMEI  nao tenho palavras para  o quanto eu gostei desses capitulos. espero atualizaçoes. bj

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.