FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

1. Capítulo 1


Fic: Suck me, James. UA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 Red Hot Chili Peppers - Suck My Kiss




PhotobucketCapítulo 1.Photobucket


Photobucket
Photobucket Narrado por: Sirius Black.
Photobucket Sendo acordado pela querida mamãe.


- SIRIUS BLACK, LEVANTA AGORA DESSA CAMA E VAI PRA ESCOLA, SEU VAGABUNDO! É A PRIMEIRA E A ÚLTIMA VEZ QUE EU VOU TE FALAR, E SE VOCÊ PERDER A HORA, VOCÊ VAI FICAR O DIA INTEIRO DENTRO DE CASA. - Ai, como eu amo a minha querida mãezinha. Não existe pessoa mais delicada no mundo para me acordar como ela acorda.

- AUCH! Eu já acordei. - Eu pulei da cama massageando o meu popô. Afinal, ninguém gosta de acordar com uma bengalada daquela velha.

- E vê se desce logo. Não quero nenhum vagabundo morando nessa casa.

- Eu também te amo mami.

Eu fui até o banheiro do meu quarto, e olhei-me no espelho. Nossa que gato, vem sempre aqui? (h)

Abri o chuveiro, tirei o calção e entrei de baixo da água quentin.. AII, que água gelada da porra é essa?

- MÃÃÃE. A ÁGUA 'TÁ FRIA!

- Se vira neguinho. Aproveita que assim você acorda.

Ah tá, legal. Agora eu vou ter que tomar banho com água gelada. Ninguém merece.

Coloquei só a minha cabeça de baixo da água gelada, e tirei rapidamente, só para dar tempo de molhar os meus cabelos. Passei o shampoo, esfreguei e coloquei a cabeça de baixo do chuveiro novamente. Repetindo o precesso para passar o condicionador e o sabonete.

Sai do banheiro, e coloquei o uniforme. Calcei meus sapatos, peguei minha mochila e quando ia saindo do meu quarto, aquela voz amorosa me chamou novamente:

- SIRIUS, ACORDE SEU IRMÃO!

Quando ia passando pelo corredor, eu soquei a porta do quarto do Régulos e abri bruscamente e ele me recebeu com tanto amor, como todas as vezes.

- Que 'sê qué? - Ele resmungou da cama.

- MÃE, ELE PERGUNTOU O QUE 'SE QUÉ. - Eu gritei da porta do quarto dele.

- Avise Régulos, que se ele não se levantar ele vai ficar em casa a semana inteira. - Ah, então a velha usa a mesma técnica para acordar todos? Humm, bom saber. /caradepensativo/

- A mãe falo que se você não se levantar agora, ela vai vim aqui com a bengala dela e ela mesma faz todo o serviço.

Avisei e bati a porta.

Desci todo feliz e contente, e fui para a cozinha.

- MÃÃÃE! Cadê o café?

- Sem café hoje Sirius. Não está vendo que eu estou ocupada? - Falou a velha do sofá, enquanto mudava os canais da Tv.

Dá até vontade de pegar aquele controle remoto e enfiar no rabinho dela! Argh!

Legal, agora eu vou ter que ir comer na casa do Jay. Não acredito que eu vou ter que chegar atrasado na escola de novo, e ainda por cima suando. Droga, agora eu vou ter que caminhar até lá.

Abri a porta de casa com a mochila nas costas, e atravesei a rua. Cheguei na porta da casa do Jay e bati na porta. /RespiraInspiraRespira/

- Quem é? - Perguntou o idiota lá do outro lado da porta.

- O Xunda! - Respondi, me apoiando na lixeira do lado da porta.

- Quê Xunda? (N:B/ EHEUEHISOAHOSAOIHSHIOAHSOIAHS)

- O que comeu a sua bunda. - Mas que merda, vai demorar pra abrir a porta?

- Shhhi! - Ele disse do outro lado da porta. - Se esse segredo escapulir, eu vou ficar com má fama aqui no bairro.

- ABRE LOGO ESSA PORTA, SEU VIADO!

Ele abriu a porta, com aquela cara, SUPERANIMADAPARAIRPRAESCOLA dele, e falou:

- Quê 'se qué? Não tem pão-duro hoje. - E ele fechou a porta. SIM, ele fechou a porta na minha cara!

- QUAL É JAY? Eu 'tô sem café-da-manhã hoje lá em casa.

Logo ele abriu a porta novamente e me deixou entrar.

- É, só vem procurar os amigos quando precisa. - Ok, corta essa de dramatico vai Jay.

Photobucket
Photobucket Narrado por: James Potter
Photobucket Me arrumando para ir pra escola.


Ok, eu não posso dizer que eu odeio escola. Quero dizer, tirando os professores que pegam no meu pé, as matérias que eu não vou muito bem - leia-se: Matemática, inglês, geografia, história, biologia, teatro, música, computação, francês, espanhol, orçamentos e ensino religioso - e aquelas nerd's horriveis que ficam me mandando cartinhas, a escola é boa. Primeiro: todas as garotas correm atrás de mim, implorando por uma noite fora e etc. Segundo: Eu estou sempre com os meus melhores amigos. E terceiro e não menos importante: Eu sempre vejo a minha ruivinha.

Depois de abrir a porta para o esfomeado do Six, eu subi as escadas e fui para o meu quarto, colocar a camisa do uniforme, já que eu estava só de calça, quando fui abrir a porta.

- Onde 'tá a manteiga? - O Sirius gritou da cozinha.

- Se não estiver na geladeira, é porque acabou. - Gritei de volta. Ê pessoa aproveitadora viu!

Ouvi alguns copos cairem no chão, e o Sirius falando alguns palavrões enquanto me trocava. Peguei minha mochila e desci até a cozinha.

- Já terminou o seu café, ô infeliz? - Perguntei olhando para a cara do Sirius que tinha manteiga em volta da boca e quase na testa também.

- Uhum. - Ele disse colocando o último pedaço de pão na boca, e iamos saindo de casa.

- Você não vai assim pra escola, vai? - Perguntei apontando pra cara dele.

- O que há de errado? 'Tá com inveja do meu rosto muito bem esculpido? - Perguntou o neguin que se acha.

- Ah sim, estou morrendo de inveja da manteiga espalhada na sua cara. - Eu não aguentei e comecei a rir.

- Manteiga? - Ele correu para dentro de casa novamente e voltou com o rosto limpinho. - Vamos.

- Ok.

Fomos caminhando para a escola como sempre, e chegando lá encontramos Remus e Angelina parados na frente da escola, dando uns amassos.

- E aí.. - Eu disse interrompendo os dois. Cara, eu adoro interromper. (6

- Ah, Oi Jay, Oi Six. - Angelina disse dando um beijinho no nosso rosto. E vou te contar. A cara que o Remi fez não foi das melhores.

- Oi Angelina. - Respondemos juntos.

- E aí, Remuxo? - O Six adora provocar o Remus, só porque ele sabe que o Remi odeia quando chamamos ele de Remuxo ou Remito.

Pela cara do Rem', ele ia dar uma resposta bem ao nível, mas uma coisa o atrapalhou. As garotas haviam chegado e estavam atravessando a rua.
Mas o detalhe que você ainda não sabe, é que: Todos param para adimirá-las. E com a gente não seria diferente.

Ui ai ai, e lá vinham Lilian Evans, Marlene McKinnon e Dora Tonks.

- Olá meninos. - Elas disseram quando passaram por nós.

- Oi meninas - :B~~~~ babamos pouco.

- Ah, Remus! - Ai meu Deus, ela parou, ela parou. *-*

- Sim Lil? - Eu não acredito que esse galinha fala com a Lilian Evans e nunca tinha me falado isso.

- Senta comigo em Matemática hoje, por favor? - Ela disse sorrindo. OMFG, eles ainda têem aulas juntos!

- Claro Lil. - Ele respondeu. Ele respondeu. ELE RESPONDEU! Eu não acredito que ele vai se sentar com a MINHA ruivinha.

- Obrigada. - Ela disse, e saiu rebolando com as amigas.

- Eu não acredito que você vai se sentar com a minha ruivinha. - Eu disse tacando o meu livro na cabeça dele.

- Auch! Relaxa ai. Primeiro que ela não é sua ruivinha, e segundo que eu vou sentar com ela sim. Ela é minha amiga, Jayjay.

- O quê? Você fala com a Evans? Aliás, você é amigo da Evans? E NUNCA ME CONTOU? - Eu tive que surtar.

- É, o Six também. Ele 'tá na nossa sala de matemática. - O Remus respondeu. Ok, eu adimito, estou quase pulando no pescoço dos dois.

- Uma semana sem café-da-manhã na minha casa,Black. - Eu disse apontando o meu dedo na cara dele, ameaçadoramente e com aquela cara de macho.

- Ah Jay, peraí. Eu não posso ficar sem comer, por uma semana! - Ele argumentava enquanto me seguia pelos corredores da escola.

- E eu não posso ficar sem minha ruivinha. - Respondi.

O Six bufou, e continuamos caminhando pela escola, esperando até que batesse o sinal.

- Olá Jay. - Disse um grupinho de meninas que passaram juntas do meu lado.

- Oi Meninas. - Respondi sorrindo.

- Olá Six. - Outro grupo de meninas saldou o Six.

- Olá garotas. Alguma sozinha hoje á noite? - Ele disse piscando para elas, que surtaram geral, começaram a pular no corredor, discutindo "Ele falou pra mim" "Não, ele perguntou pra MIM".

Caminhamos mais um pouco e chegamos nos nossos armários.
Sim, o corredor dos amários dos pop's.
Onde ficam o meu ármario e o ármario de Lilian Evans logo embaixo do meu. E preciso adimitir, eu adooooro quando ela se abaixa para abrir aquele ármario. :9
O ármario do Six fica do lado do meu.. e o da Lene fica embaixo do dele.
O do Remus fica do lado do ármario do Six e o da Dora, bem embaixo do dele.

Eu e Six encostamos nos ármarios, e fizemos pose como sempre, esperando as meninas e o Remito.
Nós falavamos Oi e davamos tchauzinho para todas as garotas que nos cumprimentavam e etc e tal.
Até que..Elas chegaram.

- Err, com licença James? - Ela me pediu se referindo ao ármario atrás de mim.

- Claro Lil. - Eu disse saindo da frente.

Ela me olhou com uma sombrancelha erguida e se abaixou para abrir o ármario dela. A Lene fez a mesma coisa, e eu e o Six apenas fomos para o outro lado do corredor, para adimirarmos aquela cena.
Ai meu Deus. Eu adoro a escola!


Photobucket
Photobucket
Photobucket Narrado por: Lilian Evans.
PhotobucketAula de matemática.



Cara, como isso é chato. Fala sério, por que eu tenho que aprender ALGEBRA? Quero dizer... para ser uma estilista eu não preciso de Algebra.

- Eu odeio essa aula. - Cochichei para o Remus que 'tava sentado do meu lado e prestando a atenção na aula.

- Ah, não é tão chato assim quando se entende. - Hunf, legal. Ele me chamou de burra, na minha cara!

- Hey, psit. Lilian. - Eu ouvi uma voz misteriosa me chamando. Quem ser? - Ow, Lilian. Aqui, na sua frente.

Eu olhei para frente, e lá estava Sirius Black, sentado com a Dora, que por sua vez estava anotando tudo.

- Que se quer? - Perguntei cochichando (?).

- Conversar. Você não 'tá prestando atenção mesmo, 'tá?

- Não. - Respondi.

- Então.. poderiamos conversar sobre algumas coisas.

O Professor se virou bruscamente e viu Sirius apoiado na minha mesa.

- Sirius Black. Sem conversas. - O professor loucão falou. Cara, ele tem meio que cara daqueles professores agressivos, que chingam o aluno e o estuprão depois da aula se eles fizerem qualquer barulinho.

Sabe que eu nunca fui com a cara desse professor.
Ele é baixinho, muito baixinho, tipo.. BEM BAIXO MESMO! Ele deve ter um metro e vinte. Sem brincadeira. Photobucket Ele também usa óculos e é careca. Usa as calças pra cima do umbigo, e a camisa por dentro da calça. É bicho, isso assusta.

O Six virou-se para frente novamente e o professor voltou a explicar a matéria.

Eu bufei e o Six se virou para a minha mesa novamente.

- E então, sobre o que você quer conversar? - Perguntei erguendo uma sombrancelha seximente (?).

- Que tal conversar sobre o Jay? - Ele disse se apoiando na minha mesa novamente.

- Aff, o que você quer falar sobre ele? - Perguntei me aproximando dele.

- Ahn, que tal sobre você e ele.

- SIRIUS BLACK! SEM CONVERSAS EU DISSE. - Que meda gente, o professor começou a tremer enquanto ele gritava e me deu medo.

- 'Tá bom, 'tá bom! - E então o Six voltou para sua mesa e abaixou a cabeça lá mesmo.

Mas que merda de aula, ainda faltam quinze minutos pra essa aula acabar. Eu não agueeento mais essa tortura!

- E então.. - O Six tinha voltado e se apoiando na minha mesa.

- Acho melhor você voltar pra sua mesa, ou se aquele velho louco te ver denovo..

- Relaxa, ele não pode fazer nada!

- SIRIUS! - POFT!

Foi apenas o que eu ouvi, antes do Six cair da cadeira com um negócio de madeira voando na testa dele.

OMG.

Toda a classe se levantou e foram ver o Six no chão.
Esse é o bom de ser pop, entende? Quando você se fode ou então paga um mico, ninguém ri da sua cara, e o seu caso não vira piadinha na escola durante semanas.

Mas, o que aconteceu foi: Sirius estava conversando comigo de costas para o professor, quando o velho louco gritou, o Six virou e ele tacou, isso mesmo, ele jogou, lançou o apagador na cabeça do Six. E deu na testa dele.

- Ai, ai minha cabeça. - O Six gemia deitado no chão, com um rochão na testa.

- Meu Deus, alguém ajuda ele. - Gritou uma das nerd's do fã clube dele.

- Pode deixar que eu ajudo. - Eu falei ajudando-o a se levantar. Ele passou uma mão pelo meu ombro e eu o segurei pela cintura. - Vamos. - Eu disse chamando Remus e Dora que estavam parados olhando-nos, e então eles vieram atrás da gente.

- Hey, vocês quatro! Voltem para dentro da sala agora! - O Professor loucão gritou.

Eu apenas o ignorei e seguimos em direção á enfermaria.
O professor saiu da sala e começou a nos seguir gritando para voltarmos, mas nós continuamos ignorando e então o velho louco nos deixou em paz.

Seguimos para a enfermaria e chegando lá a enfermeira veio correndo para atender-nos.

- Oh Meu Deus, o que aconteceu com ele? - Ela disse vindo em nossa direção e pegando Sirius que estava apoiado em mim, e segurando a testa.

- O professor tacou um apagador na testa dele, e eu acho que bem.. doeu. - Falei entregando Six para a enfermeira.

- Oh, venha querido.Sente-se aqui.

1 hora e 07 minutos depois...


Ok, nós já tinhamos saido da enfermaria, e fomos para a nossa próxima aula, que por Deus amado, eu tenho com o James! Nem preciso comentar sobre isso né? Ele ficou me secando a aula inteira. Sinceramente eu não sei o que esse cara quer comigo. Eu tenho meda dele.
Depois da aula, nós viemos para o intervalo.
Sentamos na mesma mesa de sempre. Eu, Dora e Lene e em frente de nós, sentou-se Jay, Remus e Six.
E sabe qual é a melhor parte?

- CREEEEEEEDO. - O Jay gritou quando viu o Six cheio de espanadrapos na cabeça. - 'Tá brincando de múmia é?

- UHEOKPOSAKEPOSAKESAEIUSHEUISHUIESAOIEUSAOIEJKISOHEUISAHUIEHSAUHUAHSUEHUH. - Não conseguiamos parar de rir, e o Six ainda estava com aquela cara de bunda dele.

- HAHA, muito engraçadinho. - Ele respondeu voltando a comer.

- Fala sério, Six. O quê aconteceu com você? - A Lene perguntou, e ele logo levantou a cabeça.

- Oprofessoridiotaatacooapagadornaminhatesta. - Ele disse baixinho e embolado e colocou outra garfada de comida na boca.

- Quê? - A Lene e o Jay falaram juntos.

- O professor de matemática tacou o apagador na testa dele, gente. - Eu disse "tentando" explicar a situação, mas não adiantou nada.

- AISHEASIUHEAKEOPASKEOSOJEOIAHSEUIWHUIEHWIJDPOWSAKDOSAJHEIUSAHIUE. Sério? - A Lene e o Jay falaram juntos novamente.

O Six só chaqualhou a cabeça e voltou a comer, enquanto a Lene e o Jay riam mais ainda.

13 minutos depois...




Já faziam 13 minutos, isso aê, 13 minutos que a Lene e o James estavam rindo.

- Já chega né? Já acabou a graça. - Eu falei segurando a Lene, que já parecia estar sem ar, e o Six continuava com aquela cara de sem-graça, e eu já 'tava começando a ficar com dó dele. - James, chega!

Ele parou de rir na hora, e a Lene foi parando aos poucos.

- E o que vamos fazer agora? - A Dora perguntou segurando o garfo no canto da boca.

- Hunff, não sei. - Remus respondeu.

- Hey Lil. - James me chamou e eu olhei para ele com uma sombrancelha erguida do tipo ' fale.. ' - Sabia que 99% das mulheres se masturbam no banho? - Todos riram, e o Remus fez um negativo com a cabeça. - E as outras 1% das mulheres cantam. - Ele disse sorrindo, e eu continuei olhando-o com a mesma expressão. - E sabe o que elas cantam?

Silêncio total na nossa mesa, eu abaixei minha sombrancelha e respondi vagaramente, afinal eu estava com medo da resposta DELE.

- Não..

- Ah, então você é uma das que se masturbam. - Ele disse dando um tapinha no meu ombro, e eu continuei com a mesma expressão na cara, mas depois comecei a rir. E todos da mesa riram.

- AHHH, SUCK ME, JAMES! - Eu disse dando outro tapinha no ombro dele.




n/a: omg, começando uma fic nova *-* aeaeae.
que felicidade.
ueahuaehaeuheua, bom, eu adorei escrever esse capítulo :)
espero que tenham gostado :D
bom, a Deh preferiu aparecer no terceiro capitulo e dar uns catas no Six, então assim sera ;D. ASEUHSUEHSUE.
comentem, sim?

beijão amores, Lê Grint :*



n:b/ SUCK ME JAMES !G_G
A-D-O-R-O!
Cara, tive crises aqui com essa fic, hilário.
heuehsishauhsihsuahsiahsuahsihashisa
ai ai,vou encher a Le pra ela escrever *-* amei!
Um Beijão a todos, e quero ver todo mundo comentando hein!;)
Ninha Padfoot.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.