FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

11. O Idiota


Fic: Apenas Eu e Você - Fanfic JW e HG.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Mesmo já sabendo da resposta, ouvi-la dizer me deixou confuso. Impressionado. Feliz. Preocupado. Eu estava um misto de emoções. Ela chorava, encharcando minha camisa, e eu não entendia direito porque ela estava chorando.


- Amor, por que você está chorado?


Ela me olhou.


- E-Eu não queria engravidar, não agora, tão cedo... E nem somos casados...


Eu não soube o que responder de imediato. Voltei a abraçá-la, ainda estupefato. Comecei a sussurrar em seu ouvido coisas para confortá-la.


- Amor, eu te amo. – Sussurrei. – Nós vamos ter nosso filho, vê-lo crescer, educá-lo bem. Não precisa ter medo, sabe por que? Porque eu sempre vou estar com você, nunca vou te deixar sozinha e ainda tem a minha família para apoiar. Talvez fiquem sem reação assim como eu, mas eu tenho certeza que vão ficar super felizes com a vinda de mais um Weasley pro mundo.


Ela foi parando de chorar, a medida que seu abraço forte não diminuía. Eu acariciava seus cabelos, tentando tranqüilizá-la, enquanto o meu interior estava fazendo uma festa de arromba. “Eu vou ser pai!” pensei. “Pai do filho da Hermione! Da MINHA Mione! Eu sou o cara mais feliz nesse mundo!”.


- Ah, amor, eu já comentei que você me faz o homem mais feliz do mundo? – Perguntei. Ela levantou a cabeça, e me olhou, sorrindo.


- E eu já comentei que você me completa por inteiro? – Ela devolveu. Eu sorri, e a beijei.


- Vem, vou fazer alguma coisa pra gente comer, algo que não te deixe enjoada. Afinal, eu quero os dois saudáveis.


Ela sorriu, e abracei-a lateralmente.


 


 


Domingo. Almoço de família. T-O-D-A a família. Eu e Hermione tensos. Dia em que contaríamos a novidade. E estávamos com medo da reação.


No meio do almoço, ela apertou minha coxa, numa tentativa de me confortar e me encorajar. Respirei fundo, sentindo o meu coração acelerar à mil e seiscentos batimentos por segundo, e abri a boca pra falar, mas dela só saiu um “ei” rouco.


- George, você está bem? – Perguntou Fleur.


- É, estou, mas eu preciso contar uma coisa para todo mundo.


Nisso, todos prenderam a atenção em mim. Oh droga.


- Que foi, George? – Meu pai perguntou.


- É... Bem... É que...


- Que?


- Eu estou grávida. – Hermione falou, quando percebeu que eu não conseguiria falar. E todos ficaram com a mesmíssima expressão de não ter reação alguma. Ficaram todos nos olhando, em silêncio, boquiabertos, surpresos demais para falar. Então Gina se levanta de repente, e chega no nosso lado, nos abraçando e beijando no rosto, desejando felicidades e parabéns. E foi a nossa vez de ficar sem reação quando todos acordaram do seu transe de surpresa e fizeram o mesmo que Gina. Depois de tudo isso, terminamos o almoço e nos esprememos na sala de estar, conversando calmamente sobre o novo Weasley que estava a caminho. Então, Gina perguntou:


- E o casamento?


Senti Hermione enrijecer ao meu lado. Eu não havia a pedido em casamento. Para não decepcioná-la, saí do sofá onde estávamos e a fiz levantar. Ajoelhei-me aos seus pés, e ela inclinou a cabeça para o lado, me olhando, e eu percebendo que as lágrimas já queriam vir para seus olhos. Ela sorria timidamente, e eu tremia de nervoso.


- Hermione... Eu sei que sou um idiota por não ter feito isso antes, mas... Eu quero ser o SEU idiota pra sempre. Hermione Jean Granger, você aceita se casar comigo?


Ela começou a chorar, sorrindo. Ela puxou-me pela mão, fazendo com que eu me levantasse. Eu enxuguei uma lágrima que escorria pela sua bochecha com o polegar, e ela me beijou. Todos explodiram em comemorações, e eu a abracei forte. Ela sussurrou no meu ouvido:


- Sim, eu aceito me casar com você, meu idiota.


Eu sorri. Agora eu tinha certeza que era o homem mais feliz da face da Terra. E de todo o universo também. 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.