FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

8. A DESPEDIDA


Fic: AMOR DO PASSADO - REEDITADA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Para a tristeza de Harry ele fora liberado para ir para casa depois do curativo da tarde.. o cheiro do almoço subia até os andares superiores deixando todos com água na boca. O irmão de Gina chegara e ajudara Harry a descer as escadas para almoçar junto com todos. Estavam todos à mesa, faltando somente Draco para chegar, quando ouviram o barulho de um carro estacionando furiosamente:

Draco entrou com tudo na casa e já foi perguntando em voz alta:

--- Posso saber de quem é este carro preto, todo sujo de barro parado aqui em frente?

Gina levantou o pescoço e reconheceu a silhueta do homem e ficou branca, e respondeu:

--- Meu, porque? --- Porque levei um banho de lama da Srta, que nem se dignou a parar o carro... sabia que em estradas assim a gente anda devagar Srta?

--- Sabia que em dias de chuva não é prudente andar em estradas onde carros passam?

Draco estava espumando... Hermione se levantou e apresentou : --- Draco esta é a Dra. Gina Weasley, a advogada que você me pediu para te apresentar. --- Gina este senhor, é o Sr. Draco malfoy, que precisa de seus serviços profissionais. Harry estava adorando a cena e se pegou olhando para Hermione que estava segurando o riso a muito custo... O almoço prometia ser conturbado....
/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x//x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/ Para quebrar o clima tenso que se formara, pois Draco estava furioso e Gina idem. Hermione se postou no meio dos dois e disse: ----Draco, a Gina me contou o que aconteceu esta manhã, e disse que só não parou por que ficou com medo de... Draco nem deixou ela terminar a frase e já foi falando... ---- Medo? Medo Mione? Ela arruinou minha roupa... eu estava vindo a pé pra cá pra visitar o Harry, saber como ele tinha passado a noite e tive que voltar pra casa pois estava coberto de lama. ---- Não sei porque tanto escândalo, por causa de uns pingos de lama disse Gina furiosa... Draco a olhou como se fosse esganá-la e quando ia retrucar foi interpelado por Harry. Harry que conhecia bem o amigo e sabia que quando ele esquentava era difícil esfriar, colocou um ponto final na discussão: ---- Draco é claro que a Srta. Weasley não fez de propósito, e outra coisa, hoje em dia parar na estrada para se ajudar alguém que não se conhece não é muito bom meu amigo. Sendo assim vamos, honrar a dona da casa e comer este almoço maravilhoso... vamos vocês dois apertem as mãos... afinal foram apresentados um ao outro pela Hermione. Draco relutantemente estendeu a mão para Gina que o cumprimentou e disse baixinho... --- Me desculpe Sr. Malfoy.. A disposição do pessoal na mesa foi feita pela Sra. Jane, ela colocara Harry ao lado de Hermione que estava de frente a Rony e Luna, que se entretinham em um papo animado. Draco estava sentado numa ponta da mesa, e imediatamente ao seu lado esquerdo estava a ruiva esquentada. Ele a olhava de solslaio. Ms Jane se sentou na ponta da mesa para poder observar melhor tudo. Harry estava ainda com um pouco de dificuldade para movimentar o braço esquerdo, havia machucado o ombro, e Hermione o serviu.. quando ele tentou beber vinho, Hermione o brecou dizendo que ele beberia suco pois estava tomando remédios fortes contra infecção. Ele tentou protestar, mas Malfoy meio que para se vingar do amigo por ter cortado a discussão falou: --- É isso aí meu amigo, vai beber suquinho, com a Hermione do lado é o máximo que vai conseguir, e depois que for embora sei que Luna vai te vigiar de perto.. ainda bem que o baile de máscaras vai ser daqui uma semana, até lá você poderá beber... ---- Engraçadinho... eu ia só bebericar um pouco, pois este frango está maravilhoso... e por falar em baile.. é em comemoração ao seu aniversário não é? --- Mais ou menos, meu aniversário é daqui a quinze dias, mas quis fazer a festa agora pois terei que viajar para a Africa do Sul. e por falar em baile, todos aqui estão convidados, será um baile de máscaras, haverá máscaras femininas e masculinas à disposição de todos na entrada do baile. Foram feitas por um artesão de Veneza e são espetaculares. Para as mulheres, disse ele olhando para Mione, Ms Jane, Luna e Gina , se quiserem que a máscara seja da cor do vestido, por favor me avisem que providenciarei que a máscara seja feita conforme vocês quiserem. --- Meu querido, disse Ms. Jane - eu não vou , já estou muito velha para isso, e além do mais nem consigo dançar. Sei que Hermione vai com a Srta. Gina, e olhando para Luna disse, e vocês três podem ir juntas não é? ---- Tia Jane - contrapôs Draco - que velha que nada, dançaremos a noite toda. Não aceitarei desculpas desta vez.. faça o favor de tirar a Hermione de casa.. conto com a ajuda de vocês... Hermione ficou brava com a dura do amigo, e disse: ---- Draco já combinei com Gina e está tudo certo. Nós vamos sim. E eu não preciso de máscara pois já tenho uma que combina com meu vestido... e Luna você poderia ir junto com a gente... Harry baixinho no ouvido dela disse: --- E eu posso ir também? Junto com vocês? Hermione sorriu e quando ia responder, Draco olhou para Gina e disse: --- Você também está convidada, assim como o seu irmão... bom presumo ser seu irmão pelo tom do cabelo, estou certo? ---- Sim, meu nome é Ronald Weasley, sou irmão de Gina. Gina o olhou intrigada, ainda estava nervosa com o estouro do loiro na hora do almoço e respondeu.. ---- Obrigada pelo convite Sr. Malfoy, mas não sei se vou... tenho que ver se não tenho nada agendado. ---- Ah nem vem Gina... você me prometeu hoje de manhã - disse Hermione angustiada. Pela primeira vez em anos tinha vontade de ir a algum lugar e dependia que Gina fosse com ela. Sozinha ela não teria coragem de ir... Ela olhou a amiga com um olhar assassino e disse: --- Ok, mas não vou poder me demorar muito. Harry da ponta da mesa disse: ---- Pode deixar que tomarei conta dela Srta. Weasley - disse Harry piscando pra ela. ---- Tenho certeza que sim Sr. Potter - disse Gina com um olhar divertido nos olhos... Draco olhou intrigado para Rony que se entretinha em conversar com Luna que estava totalmente absorta na conversa, ela tinha o poder de ignorar o que acontecia em volta quando se interessava por algo em particular... --- Sr. Weasley, o Sr. mora por estas redondezas? --- Não Sr. Malfoy, eu me formei há dois anos em Geologia e estou de volta depois de um trabalho extenso em minas de urânio no Cazaquistão. E agora vou tentar algum trabalho em alguma mineradora que não seja no Oriente Médio. Draco estava impressionado, estava precisando de um profissional do gabarito de Ronald e precisaria conversar melhor com ele. Mas ali não era hora nem lugar. A Srta. Jane chegou com as sobremesas. Uma torta de massa folheada de nozes estava em em frente a Harry, e esta era uma das paixões secretas dele, e ele segredou no ouvido de Hermione que teve um arrepio involuntário: ---- Minha querida... não querendo abusar de você, mas eu adoraria um pedaço bem grandão desta torta... sou louco por doces e torta de nozes é meu fraco... Hermione riu da cara que ele fez e atendeu o pedido do moreno. Assim que ela pousou o prato com a sobremesa na frente dele, ele debaixo da mesa segurou a mão dela e disse: --- O médico me deu alta, tenho que ir embora hoje - disse ele com um pesar na voz que não passou desapercebido por ela. ---- Falando assim até parece que a estadia foi boa - disse ela encabulada.. ---- Eu não diria boa, diria fantástica!!! Tirando é claro aquela parte daquele troço que você passou na minha perna e também daquela recaída que tive quando fui mal educado com você. Mais uma vez desculpe. Ela tentou tirar a mão, mas ele a segurava com firmeza, e ao mesmo tempo acariciava as costas da mão dela com o polegar. Aquele contato estava sendo devastador para Hermione. Harry continuava comer sua sobremesa, e olhava para ela. --- Promete que vai me visitar? disse ele num sussurro. Hermione custou a se concentrar... não era possível que aquele homem estava dando bola pra ela... não podia ser.. ele devia estar tentando ser educado, retribuiur a gentileza.. --- Hermione? Promete me visitar? ---- Hum? Isto é um convite? Porque sem convite não vou na sua casa não... me lembro bem da última vez. disse ela divertida com a aflição do moreno, à simples menção do primeiro encontro deles... ---- Não é um convite é uma intimação... promete? disse ele com aqueles olhos verdes ... Ms Jane observava de camarote as reações da sua menina e de Harry. Ela se abaixou um pouco e disse no ouvido dele: --- Prometo... Gina de longe já havia observado que algo estava acontecendo, assim como Malfoy, ambos cruzaram o olhar, mas não disseram nada um ao outro. O café foi servido, e Malfoy ajudou Harry a se sentar na sala com eles, estava difícil andar com a perna enfaixada, se bem que um pouco era charme pois ele via que Hermione ficava toda preocupada quando ele se levantava, e ele estava adorando aquilo... Draco agora se sentou perto de Harry e segredou no ouvido dele: --- Só vou te falar uma coisa... a Mione é material de casamento, portanto não brinque com os sentimentos dela ouviu? Gosto muito de você meu amigo, mas a Hermione não merece outra decepção amorosa... não mesmo!!! Ele ia se levantando quando Harry segurou o pulso dele e evitou que ele se levantasse e disse: --- Que história é essa de decepção amorosa? E outra não estou de brincadeira com ela, não foi você que disse para eu pegar leve com ela? ---- Falei pra pegar leve, e não pegar ela de jeito... Harry me dê algum crédito, você seguiu a Mione com o olhar desde a hora que caiu do cavalo, e agora na hora do almoço, vi bem onde a sua mãozinha estava... portanto leve a sério meu aviso. --- Sei disso, não vou magoá-la, nunca conheci ninguém igual a ela... mas que decepção é essa que você fala tanto... tem algo a ver com a mania dela de cobrir espelhos e ter medo de chuva? ---- Olha se ela ainda não te contou, não sou eu quem contarei, mas posso te adiantar que pelo que ela passou até que está muito bem. E se tem algum interesse com ela, te dou uma dica, vá com calma... ela ainda está muito arisca com tudo... agora vou ali falar com o irmã daquela pimentinha e já volto... ---Ok... já detectou alguém para trabalhar pra você né? Te conheço Malfoy... Draco se encaminhou para Rony e começou a conversar a respeito da experiência profissional dele e tudo mais. Luna foi conversar com Gina e Hermione, estavam combinando o baile. Gina olhou para Hermione e disse: --- Sei que você não é ligada nestas coisas, mas tem um vestido apropriado para a ocasião Mione? ---- Gina não subestime minha feminilidade. Tenho um vestido de arrasar quarteirão, mas não sei se o colocarei. É muito decotado, e o tecido um pouco transparente... ---- Deixa eu ver... daí dou minha opinião, ou melhor você podia mostrar pra mim e para Luna... --- Nem pensar... e outra coisa, só posso adiantar que ele é dourado, ouro velho, e combina com uma máscara antiga que meu pai deu pra mamãe... vai ficar perfeito, só precisa de uns retoques. ---- Eu não trouxe nenhum vestido de festa, mas vou pedir para despacharem um para mim, parece que esta festa vai ser bem chic... sempre que vou a este tipo de eventou vou com o Harry que aliás acho que não tem nenhum smoking, vou precisar pedir uma roupa pra ele também... ---- Eu tenho um vestido lindo também, que ganhei de uma cliente de presente por ter ganho uma causa. Versace... lindo... vou pedir uma máscara pratae azul clara pra aquele mal educado do seu vizinho... vai ser difícil combinar uma máscara com ele. Ou melhor Mione você podia pedir pra mim né "querida"? Mione a fuzilou com o olhar, sabia que o "querida" que Gina havia ouvido pela manhã não tinha passado batido por ela. Ela teve ganas de pegar o pescoço da amiga e respondeu mal educada: --- Porque, você não pode pedir? Perdeu a língua? --- Não, mas é que a simples presença dele me irrita.. e você ainda diz que ele quer uma advogada, e pior que a advogada seja eu... só se for pra gente se engalfinhar os dois no tribunal.. ---- Pega leve Gina, você precisa do trabalho e ele de alguém como você. Ele é influente e vai ser ótimo pra você tudo isto. E você Luna quer que eu peça alguma máscara especial pra você? --- Adoraria Hermione, vou usar um vestido preto que Harry me deu no Natal passado.. e adoraria algo que combinasse . --- Então fiquem aí conversando enquando vou falar com o Malfoy.. Malfoy estava entretido na conversa com Rony, e Hermione passou por Harry que a chamou. --- Fale.. Ele pegou sutilmente na mão dela e disse: --- Hermione sente-se aqui comigo um pouco... daqui a pouco vou embora e ainda não conversamos... --- Não conversamos... nós só conversamos, a noite toda quase disse ela sorrindo... --- Eu sei.. você vai na festa do Malfoy certo? Ele perguntou ansioso pela resposta. Ele mesmo estava desconhecendo suas reações. Parecia um adolescente combinando um encontro Ela também respondeu ansiosa, esperando por uma resposta positiva dele. Mas onde ela estava com a cabeça, ele só estava sendo educado. No máximo trocaria algumas palavras com ela e sairia a caça. --- Vou sim e você vai? --- Vou.. ele me disse que fez o baile de máscaras pensando em mim acredita, sabe que não quero que ninguém me reconheça... ---- Esperto este Malfoy né, porque ele me disse a mesma coisa, que fez o baile de máscaras pensando em mim, pois sabe que eu não saio faz anos de casa e que ninguém me vê em evento nenhum da região. Harry riu gostoso, seu amigo sabia ser gentil e fazer as pessoas se sentirem especiais... --- Me dê um minuto que já volto, vou falar com Malfoy pois Gina e Luna querem máscaras especiais para combinar com seus vestidos - disse Hermione divertida... --- Ok, vou falar com sua Tia Jane.. chame ela pra mim por favor Mione? Hermione chamou a tia que imediatamente se sentou do lado de Harry e começou uma conversação animada. Mione chegou na hora em que Draco entregava seu cartão pessoal para Rony e Rony entregava o dele. --- Não quero atrapalhar a conversa dos dois - disse ela se desculpando. --- De forma nenhuma Mione - disse Rony, Draco e eu já nos acertamos, eu vou agora falar com a Srta. Luna, ela me disse que é nova por aqui e gostaria de convidá-la para ir lá em casa.. ela disse que gosta de gatinhos e nossa gata persa deu cria novamente, e eu prometi dar um gatinho pra ela. Ela disse que adora gatos... e saiu se despendindo dos dois, á procura de Luna... Draco olhou divertido para Hermione que logo rebateu: --- É também percebi.. acho que estes dois tem algo em comum... ---- Mas me parece que o temperamento dele é bem mais suave que o da irmã. Ainda bem que não foi genético... ---- Draco... eu sei que Gina não foi das mais educadas não parando o carro, mas dê um desconto.. foi como Harry disse, parar nos dias de hoje para oferecer ajuda a alguém na estrada não é nada sensato. --- Tá aí, Harry e sensato, duas palavras bem colocadas... posso saber o que se passa entre vocês, além da relação óbvia, enfermeira / paciente? Hermione ficou escarlate, não conseguia esconder nada de Draco, mas não ia entregar de bandeja o que estava acontecendo.. e se fosse tudo fruto da sua imaginação? --- Nada Draco. Apenas deixamos a falta de educação de lado, e eu... tratei dele só isso. Nada mais, tudo que qualquer mulher faria para um homem machucado. ---- Querida, sem querer ofender, nos dias de hoje as pessoas não fazem nada sem pensar no que podem lucrar. O Harry estava acostumado a ter todas as mulheres que queria de bandeja na sua cama.. até acontecer tudo que aconteceu...um dia te conto tudo... ---- Eu sei de tudo.. ele me contou ontem... e pra seu governo não caí na cama dele... nem me interessa - disse ela tentando fingir indiferença.. --- Mione você pode enganar tudo mundo menos a mim... conheço tanto você quanto conheço Harry, e sei que deve estar rolando alguma coisa a mais do relação amistosa de vizinhos. - disse Draco ---- Draco, eu sei me cuidar viu? - disse Hermione brava ---- Eu sei linda, só não quero você machucada como a vi com aquele canalha do Louis. Claro que Harry é de um naipe diferente, mas é homem Hermione, vá com calma!!! disse o loiro passando a mão na cabeça dela sendo observado por Harry. --- Eu sei, obrigada por se preocupar comigo, e não está rolando nada não viu? ---- Hum - hum tá bom Hermione. Me engana que eu gosto. Mas fala linda, o que você queria falar comigo? Hermione falou pra ele das máscaras e garantiu que ia no baile sim. --- Vou levar mais tarde seu hóspede pra casa.. alguma recomendação??- disse Draco olhando-a cuidadosamente. --- Não nenhuma.. só que ele tome os remédios direito e não tome bebida alcóolica... vamos mudar de assunto.. você já está recrutando um novo funcionário é? O irmão de Gina se formou com distinção na faculdade e me parece ser um Geólogo de primeira. --- É pelo pouco que conversei com ele me parece ser um cara bem informado, fez uma faculdade excelente, e ainda tem experiência com mineração. Tudo que eu preciso. E o melhor, não tem o temperamento da irmã... credo!!! --- Pega leve Malfoy.. a Gina é gente boa.. ela tá numa fase difícil, o pai há dois anos atrás foi passado para trás por um sócio que os deixou somente com a casa. Ela é uma advogada de primeira, e tudo que ganhou investiu nos estudos do irmão e cuidou dos pais. Hoje ela está se reerguendo, mas ainda precisa de ajuda. E você precisa dela. Sei que ela é implacável nos tribunais. --- To reconsiderando a proposta.. ela é muito nervosa e a gente não combina... --- Deixa de ser chato Malfoy, só porque ela te cobriu de lama, não quer dizer que ela não seja boa. Sou amiga dela há anos, me dê você agora, algum crédito. E por favor, converse com ela. Cá entre nós, esta última venda de meus livros, estou depositando uma porcentagem pra ela em uma conta separada e vou presenteá-la no Natal. Mas ela é osso - duro de roer, não aceita dinheiro emprestado e passa o maior aperto... --- Falar em livros, sabia que seu doentinho aí, adora os seus livros, ou melhor é viciado por eles? E morre de curiosidade de saber quem os escreve? ---- Você não abriu o bico né Malfoy? disse ela assustada --- Jamais querida, seu segredo, meu segredo... e estou lendo o último romance... menina você realmente tem talento.. --- Estou escrevendo outro, comecei ontem... depois te passo os manuscritos pra você aprovar.. você é meu termômetro... --- Vou adorar.. aliás adoro ser sempre o primeiro a ler... um privilégio... Harry havia terminado seu papo com Ms. Jane e tinha se levantado com uma certa dificuldade e se encaminhado para Hermione e Draco. Nenhum dos dois percebeu a aproximação lenta do moreno que chegou e disse: --- Primeiro a ler o que? Privilégio ? - disse ele a Draco --- Quem mandou levantar Harry? disse Hermione preocupada e tentando desviar o assunto... --- É isso aí cara, tá querendo ficar de molho por mais tempo? disse Draco pegando no braço do moreno e o encaminhando par ao sofá.. ---- Vai me responder sobre o que estavam falando ou não? Draco olhou para Hermione que sustentou o olhar responde: --- Ler os documentos do processo que está correndo contra ele na mineradora da Africa do Sul. A Gina vai defendê-lo nos tribunais, não é Malfoy? --- Isso, pedi a Hermione pra me apresentar a pimentinha ali - disse ele indicando Gina com a cabeça. --- Sei.. você tá bem enrascado não é? Pra abaixar a crista e aceitar ajuda da amiga de Mione a coisa deve estar feia... disse Harry olhando - o --- Um pouco, mas com um bom advogado me safo desta, não tive culpa cara. Eu já havia interditado a mina pra contenção mas a empresa havia fraudado o contrato dizendo que eu o havia assinado a dois meses, me culpando pelo acidente. Sei que aquela Srta esquentada ali é boa em defender processos complicados como este, e vou precisar de toda ajuda possível. --- Então é melhor ser educado com ela Malfoy... você não foi nada delicado na sua chegada.. - disse Harry divertido.. --- Porque não foi você que virou um monte de lama em um segundo, porque essa doida anda em uma estrada vicinal, cheia de lama a 100 km/h. ---- Chega vocês dois, tá na hora do remédio de Harry. Gina estava chegando com Luna e estavam em uma conversa animada. Gina disse que precisava ir embora. Luna disse que ia subir para arrumar as coisas de Harry . Já havia se despedido de Rony e marcado para o dia seguinte ir na casa dele pegar a gatinha que ele tinha lhe dado. Ela precisava falar com Harry, mas sabia que ele aprovaria ela pegar uma gatinha pra ela, ele adorava gatos. Malfoy chamou Gina de lado e disse: --- Escuta, sei que a Mione já havia falado contigo a respeito de você, errr, me prestar seus serviços profissionais.. e --- Já sei de todo seu caso Sr. Malfoy, agora não posso discutir sobre isso, mas já tenho alguns detalhes e já fiz algumas pesquisas, portanto se quiser falar sobre negócios podemos marcar um horário. Malfoy estava impressionado com a rapidez e eficiência da ruiva mas não deu o braço a torcer e disse: --- Podemos marcar para amanhã à noite na minha casa? Tipo sete e meia? ---- Combinado Sr. Malfoy, eu estarei lá. Por favor esteja munido de todos os documentos necessários e de todas informações para que eu possa analisar se pego ou não sua causa. Agora adeus. Gina não deu nem tempo de Malfoy se despedir. Pegou Rony pelo braço e fez um tchau de longe para todos. Não queria interromper Hermione que parecia estar em uma conversa animada com Harry. Malfoy ficou parado no mesmo lugar... seria duro trabalhar com ela, mas ele precisava dela, ela era boa no que fazia, ele tinha ótimas referências dela, e ele não podia perder esta ação. Se voltou e se encaminhou para Harry e Hermione. ---- Escuta, vou te ajudar, não seria bom você ficar subindo e descendo escadas. Seria bom se ficasse aqui embaixo até a tarde quando virei buscar à tarde para te levar pra casa combinado? Hermione, tem algum lugar que podemos colocar o Harry aqui embaixo? --- Tem a biblioteca, ela tem um sofá enorme que ele pode se instalar e é um lugar privado, não tem muito barulho, vem vamos que eu vou abrir a porta para vocês.. ---- Combinado, minha perna está começando a doer, vou me deitar um pouco disse Harry. Draco que estava apoiando Harry disse baixinho só pra ele escutar: --- Deixa de fazer charme, te conheço, já passou por coisas bem piores e tá aí todo sensível... que vergonha, truque mais barato este seu... Harry sorriu e falou entre os dentes: --- Você tá tão engraçadinho hoje... Hermione se adiantou na porta da biblioteca e a abriu a bibilioteca, que só ela tinha acesso. Harry ficou impressionado com o nível de segurança do local. --- Exame de retina e de impressões digitais? O que você guarda aí, a múmia de Ramsés II ? disse Harry espantado --- Mais ou menos, entre, enquanto Draco te ajuda a se acomodar, vou buscar seu remédio. Harry estava sem palavras... aquili era uma verdadeira galeria de obras de arte. Parecia coisa saída de filmes de cinema. Todas aquelas caixas de vidro climatizadas, aqueles objetos de arte, nem sempre tão bonitos, mas que ele sabia pela pouca experiência que eram valiosos... --- Draco, o que significa isto tudo? disse Harry enquando Hermione se afastava. --- Isto meu caro amigo, é a menina dos olhos de Hermione, toda história de seu pai e avô contida nesta sala, todos objetos preciosos, todos os livros e manuscritos adquiridos por eles em escavações ou em leilões... tudo está destinado a ser devolvido ao Egito, Mione vai devolvê-los pois como seu pai dizia, isto era patrimônio daquela terra. Mas por enquanto ela os mantém aqui até que todos os trâmites legais estejam prontos para que ela possa devolvê-los.. --- Esse aparato todo de segurança então é para manter isto longe dos ladrões? --- Exatamente e se sinta privilegiado de estar aqui, ninguém tem acesso a esta sala, eu mesmo só a conheci dias atrás.. Draco se despediu de Harry e de Hermione que estava entrando na biblioteca. Harry e Hermione ficaram sós. Luna já havia descido com tudo que era dele e agradecido Hermione por ter cuidado dele com tanto desvelo. Ele destava deitado no sofá de couro super macio que tinha na biblioteca e admirava cada recanto. Hermione fechou a porta e disse: --- Bom, vamos tomar seu remédio, o outro será somente antes de dormir, já orientei Luna quanto aos horários - dizendo isto entregou um copo com água e um comprimido para ele tomar. Ele tomou e fez sinal para ela se sentar junto a ele. Ela se sentou no lado oposto do que Harry indicara. Não ia arriscar ficar perto daquele homem. Não podia e não queria se envolver... Ele percebeu e se sentou com certa dificuldade, e ela ralhou com ele. Se levantou e o deitou novamente. ---- Hermione, por favor.. fique aqui comigo e me explique o que é tudo isto que estou vendo... --- Isto Sr. Potter é uma pequena parte dos meus segredos. Tudo isto aqui é mais valioso para mim em termos sentimentais do que monetários... --- Tá parecendo aquele filme do Sean Connery - Armadilha... tem raios infra-vermelhos também cruzando o chão? disse ele divertido --- Tem, mas já os desliguei.. não posso facilitar... ---- E confia em mim o suficiente para me trazer aqui? Ela estava com a caixa nas mãos que ela estava tentando decifrar os hieróglifos para abrí-la quando falou: ---- Sim, e além do mais a pessoa para abria aqui precisa de mim, das minhas impressões digitais e do meu olho... senão não abre. Ele se levantou e se dirigiu lentamente para ela. E a encostou na mesa e disse: --- Fácil, é só roubar você e te trazer pra cá... quer dizer que ninguém pode entrar aqui agora? disse ele aconchegando-a pra mais perto Hermione arfou, viu que tinha feito besteira... ele estava perto demais... ela tentou se esquivar e encostou a caixa nele, que imediatamente pegou a caixa das mãos dela... quando ele tocou na caixa, tudo escureceu e ele se sentiu caindo... """"""""""""""""""""" Flashback Ele estava desesperado, Iset havia mandado um mensageiro do templo dizendo que precisava falar com ele com urgência, ele sabia que o Faraó visitaria o templo de Hathor à procura de uma esposa. E seu coração apertou. Ele saiu correndo e foi ao encontro dela que estava aos prantos. Ela não consegui articular as palavras, o faraó a havia escolhido já para fazer todos os rituais para ser uma das esposas reais. O chão de Seatou se abriu, ele não tivera tempo de expor sua situação com Iset e agora ficaria impossível voltar atrás... Ele não podia perdê-la, não podia deixar o amor de sua vida escapar... Toda aquela angústia e aquele desespero passaram naquele momento, foram transmitidos instântaneamente para Harry e Hermione que estava trêmulos quando voltaram a si.. fora uma visão compartilhada pelos dois.. assim que Harry havia tocado a caixa com Hermione. Ele se afastou a olhou nos olhos assustadíssimo e disse: ---- Mas que diabos aconteceu aqui? Hermione não sabia o que tinha acontecido, mas já tinha partilhado destas visões, as tivera quando escrevera os primeiros capítulos do livro. Ela não sabia que Harry também já havia tido alguns flashs, mas achara que eram só sonhos... agora fora real... fora com eles acordados... ela também estava assutada.. ---- Não sei Harry.. você também viu? Também sentiu? ---- O que foi tudo isso.. quem são estas pessoas.. e esta caixa - disse ele apontando para a caixa que jazia na mesa... ---- É tudo muito confuso... não sei o que te dizer - disse ela ainda muito assustada, trêmula e prestes a cair no choro. Ele se aproximou dela e disse: --- Vem aqui... ela se aproximou dele e ele a puxou e encostou sua cabeça o ombro dele. Ela suspirou fundo e ele tornou a dizer: --- Escuta, vamos discutir isto depois, acho que a tensão destes dias, o clima nostálgico desta sala.. não sei... vamos esquecer isto por enquanto ok? Ela simplesmente acenou com a cabeça afirmativamente, mas continuou deitada no ombro dele. A visão dele percorreu a escrivaninha dela e ele viu o novo livro que ele também havia adquirido da autora Nihil. – Neferatari a Rainha Sedutora. Ele se moveu e ela olhou para ele inquisitoramente e ele apontou o livro com a cabeça e ela ficou branca. Tinha esquecido completamente que tinha levado o livro para a biblioteca. --- Quer dizer que a Srta. tem uma quedinha por este tipo de romance disse ele pegando o livro. ---É... quer dizer não.. eu só os leio porque me disseram que há muitas referências históricas e eu ..eu detesto quando contam as histórias distorcidas só isso... Harry olhou divertido para ela, por sorte achou que o constrangimento era por ter sido pega lendo um livro que tinha altas dosagens de erotismo.... --- Além de referências históricas, digamos assim ... é um tipo de leitura que não é recomendável para noites solitárias... disse ele tentando segurar o riso Hermione ficou muito vermelha, e disse: --- E... daí? Sou bem grandinha para ler esta coisas... – disse ela levantando o queixo --- Mione, ninguém cora assim nestes dias e você está toda embaraçada – disse ele puxando-a pra si e segredou no ouvido dela: Adoro isso..... Hermione tentou se soltar do abraço dele, mas não conseguiu, ele a prendeu mais e a encostou novamente na escrivaninha e disse: ---- Não sei o que está acontecendo aqui, mas não consigo ficar longe de você... --- Harry por favor, já conversamos sobre isto e eu... Ela nem terminou a frase, pois ela se apossou da boca dela com uma voracidade única, ela nem conseguiu resisitir, não conseguia resistir, retribuía o beijo com a mesma intensidade, aquele beijo remetia os dois para um mundo que não era deles... ele percorria as mãos pelas costas dela, fazendo-a se sentir nas nuvens. Ela estava fora de controle, nunca se sentira tão viva e tão excitada na vida dela, com tanta vontade de tocar e ser tocada por um homem. Ela o abraçou com força e deixou as emoções passarem por todos os seus sentidos, eles eram agora únicos, somente um beijo tinha a capacidade de deixá-los extasiados. Ele sentiu uma vontade imensa de toca-la, de sentir sua pele, mas se lembrou do amigo Draco que disse que se ele queria ter algo com ela que fosse devagar, então ele se segurou e ficou somente abraçado a ela. O que tinha acontecido entre eles era diferente, aquele beijo tinha sido diferente.. e ambos não conseguiam articular as palavras. Ela estava constrangida, tamanha tinha sido a entrega daquele beijo. Ela desvencilhou do abraço dele, mas ele a puxou novamente e disse olhando-a nos olhos e disse: ---- Isso foi incrível... você tira todo meu equilíbrio... ---- Harry .. eu não seio que está acontecendo, mas sei que não deveria estar acontecendo.... --- Porque não Mione? Porque? Se temos tanto em comum, se temos esta química entre nós dois. Céus nunca me senti assim com mulher nenhuma. --- Harry eu simplesmente não posso!!! Não devo... não sei como você pode dizer todas estas coisas pra mim!!! Eu uma mulher do interior, sem atrativos, sem sal.... harry a segurou pelos ombros e disse: ---- Quem te fez acreditar em tudo isso? – Me conte Mione... Hermione chorava e disse: --- Não posso, não tenho forças pra te contar... --- Me conte por favor Mione.. estou aqui pra te ouvir... ---- Harry, vamos deixar esta conversa pra outro dia, sim? Disse ela passando a mão no rosto dele... Por favor... ---- Ok, só se você me prometer que vai se abrir comigo.... disse el segurando a mão dela e beijando-a --- Eu prometo, agora você já ficou tempo de pé demais... vem deite-se aqui e o conduziu para o sofá. Ele estava realmente cansado, e o ferimento doía e ela sentou do lado dele, suspirou e disse: ---- Amanhã vou te visitar e ver se você está se comportando direito... ---- Prometo me comportar, se prometer me fazer visitas diárias, sabe posso ser bem indicplinado, no ofranato que eu e Luna morávamos nos divertíamos muito, mascarávamos nossa solidão e abandono fazendo travessuras... Eles ficarm a tarde toda conversando e só foram despertos pelo telefone, era a única maneira de se comunicar com a bibilioteca. Ms Jane estava chamando-a dizendo que o café estava pronto e que do Sr. Draco estaria dentro e uma hora para buscar o Sr. Potter. Eles tomaram café juntos na biblioteca e Hermione estava adorando as histórias de Harry, jamais imaginara que ele tinha passado por tantas coisas e tinha chegado onde chegou. Draco chegou para pega-lo e foi junto com Ms. Jane para a biblioteca. E os encontrou em uma conversação amigável na biblioteca, fazia tempo que ele não via o amigo tão animado. --- Vamos, ta na hora de sairmos... a mordomia acabou.... ---- Vamos sim, preciso me despedir de todos e de Hermione. Harry se adiantou e beijou a mão da babá de Hermione e disse: --- Obrigado por tudo, e por favor viste-me, estou logo na casa ao lado. Voltou-se para Hermione e sentiu frustrado pois Draco e Ms. Jane estavam ali, mas a babá de hermione, puxou o loiro pela mão e disse: ---- Draco querido, separei pra você aquela torta maravilhosa que fiz, vem, venha pra cozinha comer um pedacinho... --- Que torta Ms. Jane? Disse ele alto Ela olhou-o firmemente e o empurrando para fora disse: --- A torta de nozes que você adora querido!!! --- Ah , ah, a torta , sim claro, hum Harry dentro de alguns minutos estarei de volta. Harry já nem ouviu o que ele dizia, pegou nas mãos de Hermione e disse: --- Primeiro me desculpe, por todas grosserias que fiz a você, depois obrigada por ter sido meu bálsamo, e minha luz nestes dias, você não trouxe só cura para as feridas do meu corpo, mas um aliviativo para as feridas da minha alma... --- Harry não fiz nada de mais, eu somente fiz o que qualquer um faria numa situação destas... ---- Não é verdade e você sabe disto, estarei te esperando amanhã, por favor... ---- Pode deixar eu irei, disse ela colocando a mão na maçaneta da porta para sair... --- Não senhora, não sem o meu beijo... --- Harry por favor....o Draco estará aqui dentro de minutos... ---- Então temos tempo, disse ele puxando-a pra si e dando um beijo rápido mas de tirar o fôlego da morena. Draco veio da cozinha fazendo barulho e eles interromperam o beijo à tempo... --- Vamos, tenho ainda que dar uns telefonemas para resolver alguns assuntos e por falar em resolver problemas, Neville te ligou e quer te colocar a par do primeiro dia de reuniões na África do Sul. --- Bom tchau – espero as duas na minha casa amanhã, para o café da tarde .. ---- Ok, nós iremos... Ms Jane e Hermione acompanharam os dois até a porta ... As duas ficaram na porta até o carro sumir. ---É querida, é um homem e tanto este tal de Sr. Potter e parece que ele mexeu mesmo com minha menina... --- Tia Jane... não sei do que está falando... ---- Querida além de ter olhos, enxergar bem, bati um papinho com o Sr. Draco --- Ahhh, vocês dois me matam!!! Hermione entrou em casa e sentiu subitamente vazia.. flatava algo.. faltava alguém... não se sentia sozinha assim desde a morte dos pais... subiu para o seu quarto, e lá estava a cama que ele havia deitado. Gina tinha razão, ela não trocaria os lençóis , pelo menos por esta noite.. ela queria sentir o cheiro dele pelo menos por esta noite. Ela se recostou e adormeceu... e pela primeira vez na vida, depois de tudo que tinha acontecido com ela, ela não gostaria de estar sozinha naquela cama... X/X/X/X/X/X/X/X/X/X/X/X/X/X//X/X/X/X AMO TODOS VOCÊS... POR FAVOR COMENTEM !!!! VOU VER SE POSTO MAIS UM NO FINDI...

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.