FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Hermione


Fic: Tudo ou nada -All or nothing- AVISO 30.11


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Era a quinta vez que estava tentando ligar para Tobby. Por que justo nesses momentos ele não atende a droga do celular? Desistiu e deixou-se escorregar numa árvore. Estava no parque perto do colégio. Tinha saído de lá correndo depois que escutou o que Harry disse. Sabia que as meninas iam ficar preocupadas com ela, mas Hermione queria ficar sozinha naquele momento.

Ainda não conseguia acreditar no que tinha acontecido. Apesar de nunca ter ido com a cara de Harry, ele estava diferente nos últimos dias e tinha prometido a si mesma que deixaria ele se aproximar. Não iria zombar, nem implicar com o moreno. Tentaria manter um clima de paz entre eles. Mas no final das contas ele era exatamente a mesma pessoa que ela sempre pensou que fosse! Como odiava se enganar com as pessoas!

Não chorava mais. Na verdade, não se permitia mais chorar por causa dele. Nunca mais! Sentiu seu celular vibrar e viu na tela que era Jennifer. Deixou tocando e não atendeu. Distraiu-se olhando algumas crianças brincando num escorregador próximo.

*****************************************************

- Ela não atende o celular – bufou Jennifer pegando alguns livros no armário.

- Onde será que ela se meteu? – pensou Elizabeth.

As duas estavam preocupadas com a amiga. Hermione nunca tinha feito algo do tipo. Estavam tão entretidas que não perceberam quem estava se aproximando.

Ty veio andando no corredor, conversando com Mitch e Terry. Quando viu Elizabeth no meio do seu caminho, sorriu e andou até a garota que não tinha reparado a sua presença.

- Pensando no que? – perguntou assustando-a, abraçando a garota por trás.

- Ty, você me assustou!

- Desculpe – disse sorrindo – Então, porque está preocupada?

- Como sabe que estou preocupada? – perguntou rindo ao perceber que Ty já a conhecia bem.

- Você fica com o olhar distante quando está pensando em alguma coisa... – Jennifer revirou os olhos. Aquilo era chiclete demais para ela.

- Estamos preocupadas com Hermione que sumiu! – disse se metendo na conversa do casal.

- Sumiu? - disse Mitch surpreso – Que horas?

- Na hora do intervalo. Estávamos no refeitório, ela levantou para comprar alguma coisa e não voltou mais!

- Isso não é do feitio dela... – comentou Mitch.

- Você acha que eu não sei? – Jennifer estava impaciente. Desde quando o V.I.P. se intromete nos nossos assuntos?

- Acho que sei o que aconteceu... – Terry que estava um pouco afastada, resolveu falar alguma coisa.

- Até a Terry? Pensou Jennifer. ?Hoje é O dia.

- Ela teve uma pequena discussão com Harry.

- Harry? – Jennifer tinha escutado muito bem, mas queria confirmar a informação – O que o Potter fez dessa vez?

- Eu vou contar a história, se acalme! – pediu Terry. Ela começou a narrar tudo o que Harry tinha contado a ela, desde quando viu Hermione parada escutando a conversa deles, até a hora que eles discutiram.

Antes que Jennifer fizesse qualquer comentário sobre o que tinha acabado de ouvir, bateu com força a porta do armário, assustando todos. E saiu andando em direção a entrada do colégio.

Eles olharam para Elizabeth, esperando ela dizer o que ia acontecer.

- Vamos atrás dela! – disse depois de alguns instantes. Elizabeth até riria se não estivesse receosa com o que Jennifer pretendia fazer. Ela andava rapidamente e eles tinham problemas para manter o passo.

Olhou para o lado e viu que além de Ty, Mitch e Terry também seguiam Jennifer. Aquilo que era comitiva! pensou.

Jennifer não estava ligando para as pessoas que estavam no seu caminho, as empurrava sem pedir desculpas. A história que Terry tinha contado ainda ecoava em sua cabeça.

- Jenny, o que você pretende fazer? – perguntou Elizabeth chegando ao seu lado, depois de desviar de um garoto que Jennifer tinha empurrado.

- Fique quieta Beth! – falou rápido e rispidamente – Estou pensando! – ela parou apenas por um segundo e como se lembrasse de alguma coisa, entrou num corredor que dava acesso numa das saídas laterais.

Elizabeth se perguntou porque ela estava indo para lá, mas sua pergunta logo foi respondida. Quando saíram do colégio e começaram a descer as escadas, Elizabeth notou que o V.I.P. estavam ali.

Aquele lado do colégio ficava próximo do estacionamento e tinha alguns bancos nos jardins. Elizabeth desde que começou a estudar ali, nunca tinha visto outras pessoas sentadas naqueles bancos que não fossem o V.I.P.

- O que ela vai fazer? – perguntou Ty notando a presença dos seus amigos ali.

- Sinceramente? – ela olhou para o moreno – Não sei! Mas provavelmente alguém não vai gostar! – disse apontando Harry com a cabeça.

- Adianta falar com ela? – perguntou receoso. Eles estavam a poucos passos de distância do V.I.P.

- Não custa nada tentar – ela se afastou de Ty e ficou ao lado de Jennifer de novo – Jenny, por favor! Você escutou o que a Terry falou! O Harry participou, mas ele não teve culpa! Deixe isso para lá! – pediu.

Elizabeth pensou que Jennifer tinha aceitado o que ela disse porque esta parou de andar e se virou, ficando de frente para ela. Terry, Ty e Mitch pararam ao lado delas.

- Por que você acha que estou aqui pelo Harry? – perguntou como se aquilo fosse óbvio. Percebeu que não só Elizabeth ficou sem entender nada, mas não perdeu tempo e voltou ao seu caminho.

Kate estava prestando atenção naquele grupo desde que os viu descendo as escadas. Pela feição de Jennifer, sabia que não podia ter coisa boa. Os outros ainda não tinham notado aquilo, então discretamente chamou a atenção de Eric que estava ao seu lado conversando com Luna.

- O que foi? – perguntou o garoto.

- Prepara-se...

- Pra que? – perguntou confuso. Ela apontou Jennifer. Eric olhou para a garota e depois para o grupo que vinha logo atrás dela. Ali tinha coisa!

- Ora, ora! O proletariado resolveu visitar a corte? – brincou Dale, chamando a atenção de todos para Jennifer.

Jennifer não deu atenção ao que ele disse. Ela tinha um motivo para estar ali. Andou até Draco, que estava com Gina ao lado, e fechou a mão no rosto dele. Ninguém esperava aquela atitude de Jennifer.

Ela estava sem fôlego. Seu coração batia rapidamente. Olhava para o loiro a sua frente que não tinha tomado nenhuma atitude depois do soco que ela tinha lhe dado.

- Isso é para você nunca mais se meter com nenhuma de nós! – disse trincando os dentes. Deu meia volta e saiu andando. Ainda não tinha chegado até Elizabeth, quando sentiu alguém puxar seu braço com força.

Virou-se e não se surpreendeu ao ver Draco. O seu rosto no lado esquerdo estava todo vermelho. Percebeu que alguns meninos tinham se aproximado deles. Sabia que eles estavam esperando Draco fazer um movimento, para segurarem o garoto. Mas ela sabia que isso não ia acontecer!

- Porque você acha que eu mereço esse soco? – perguntou com raiva, ainda segurando em seu braço.

- Eu sei da história da gosma, Draco! – percebeu que o garoto se contraiu levemente – Não sei porque ainda me surpreendi quando descobri que você estava envolvido nessa história!

- Eu estava apenas...

- Estava apenas se divertindo! À custa de nós! – disse irritada. Ela se aproximou dele e falou mais baixo para que ninguém escutasse – Você não era assim! O que aconteceu contigo? – perguntou olhando para ele como se não o reconhecesse.

- Isso não lhe diz respeito! – respondeu largando seu braço.

- Você foi minha maior decepção, Draco! – disse olhando-o nos olhos. Virou-se e seguiu o caminho de volta para o colégio. Elizabeth se despediu de Ty e seguiu o caminho com a amiga.


*****************************************************

Sentiu o celular vibrar de novo. Ia ignorá-lo novamente, mas o pegou assim mesmo. Sentiu-se aliviada ao ver que era Tobby que estava retornando suas chamadas.

- Hermione?

- Tobby estou tão feliz em ouvir sua voz!

- Aconteceu alguma coisa? – Hermione escutava muitas pessoas falando perto dele e uma música alta.

- Eu queria escutar um pouco a sua voz – disse exausta – Sinto sua falta!

- Também sinto sua falta, carinho! – Hermione riu ao escutar o namorado a chamar por aquele apelido.

- Tudo está tão diferente... E você não está mais por perto!

- Mas sempre que você precisar de mim, sabe que pode me ligar! Agora diga o que aconteceu! – Hermione ia falar, quando escutou pessoas gritando do outro lado da linha.

- Carinho, me desculpe por isso! – ele estava rindo de alguma coisa – Os rapazes não estão me deixando te escutar!

- Onde você está?

- Numa festa com o pessoal da faculdade – novamente começaram a gritar.

- Eu te ligo mais tarde, Tobby.

- Tem certeza carinho?

- Tenho.

- Está bem. Vou desligar porque eles estão me ameaçando me jogar na piscina! – disse divertido.

- Vai lá – Hermione deu um sorriso fraco.

- Te amo carinho!

- Também te amo!

Hermione desligou o telefone. Sentia falta da presença constante de Tobby ao seu lado. Queria tanto estar ao seu lado naquele momento! Sabia que as coisas iriam mudar depois que ele fosse para a faculdade, mas descobriu-se não estar preparada para tais mudanças.

Olhou o relógio e viu que era tarde. Levantou-se e pegou a mochila ao seu lado. Queria ir para casa e tomar um longo banho. Pegou o celular e resolveu dar alguma satisfação as meninas. O telefone não tocou muitas vezes e logo apareceu uma Jennifer bem irritada.

- Você tem noção da preocupação que nos deixou hoje?

- Oi para você também Jennifer – respondeu rindo, sabendo que aquilo iria irritar mais ainda a loira.

- Não me venha com sua falsa educação! – disse raivosa – Onde você está?

- No parque da cidade.

- Espere... – Hermione escutou ela falar com Elizabeth – Hermione estamos em minha casa, não quer vir para cá?

- Não sei meninas... Estou tão cansada! E estou morrendo de fome!

- Mary fez bolo de chocolate – Hermione parou de andar um instante e pensou. Mary era empregada de Jennifer. Hermione simplesmente era uma amante de seus doces e quitutes. Jennifer tinha jogado sujo!

- Está bem, vou passar ai! – falou se decidindo e atravessando a rua em direção a casa de Jennifer.

- Estamos esperando por você – Hermione sabia que a loira estava dando um de seus sorrisos triunfantes.

- Chego em dez minutos! – elas se despediram e Hermione desligou o celular. Não podia estar com Tobby, mas sabia que tinha as melhores amigas do mundo para animá-la.


*****************************************************

Rony riu mais uma vez.

- Chega ruivo! – exclamou Ty.

- Sério, eu ainda não consigo acreditar!

- Você já disse isso milhares de vezes! – disse Eric.

- É que vocês não vêem a situação como eu! – tentou se explicar. Os garotos pararam de lhe dar atenção e olharam para a rua. Harry estava dirigindo o carro calado.

Concordava com Rony. Ele nunca esperou que Jennifer algum dia fosse bater em Draco. Mas o mais estranho disso tudo, era que o loiro não tinha feito nada.

Depois que Jennifer e Elizabeth voltaram para o colégio, Draco foi embora com Gina na sua cola. Terry, Mitch e Ty que presenciaram a cena desde o começo explicaram o porque Draco tinha apanhado.

Apesar de tudo, achava que era bem feito! Afinal tinha sido Draco e Dale que inventaram aquela humilhação estúpida! Só uma coisa martelava em sua cabeça: Por que Jennifer tinha dito “Você foi minha maior decepção, Draco?”Que Harry soubesse, os dois só se conheceram no colégio! Mas também sabia que uma parte da vida de Draco era um mistério. Achava que tinha alguma coisa a ver com a morte do pai, que ele nunca comentava no assunto.

Olhou para Rony pelo espelho retrovisor. O ruivo nem disfarçava sua alegria! Rony sempre foi amigo de Draco, mas depois que ele começou a namorar Gina, o tratamento entre eles mudou. Rony não concordava com o relacionamento dos dois, e não escondia isso de ninguém. Por conta disto, estava sempre brigando com Gina, o que era quase todos os dias!

Entrou na vaga do carro e desligou o carro. Os quatro desceram do carro. Harry se adiantou e girou a chave, abrindo a porta.

- Que cheiro bom! – Rony falou alto.

- Sua mãe teve ter se superado hoje, Harry! – Ty sorriu para o amigo.

- Meninos? – eles escutaram uma voz lhes chamando – Estou na cozinha!

Rony se adiantou e foi andando pela casa sem pedir licença. Eles freqüentavam a casa de Harry há tantos anos que deixavam para lá as formalidades.

Eles seguiram o corredor e encontraram Lílian em frente ao fogo, mexendo uma panela. Ela sorriu ao avistar todos.

- Tudo bem meninos?

Eles deram a volta na bancada que os separava e a cumprimentaram. Rony pegou uma colher e colocou dentro da panela, pegando um pouco do molho.

- Se você colocar essa colher dentro da panela de novo, vou bater em você Rony! – ameaçou. Os meninos riram, enquanto Rony repousava rapidamente a colher na pia.

- Planos para hoje? – a mulher perguntou voltando a mexer a panela. Cada um pegou uma cadeira e sentou-se à mesa para conversarem com ela.

Harry adorava aquelas ocasiões. Seus pais eram muito participativos em sua vida. Não podia pedir pais melhores! Eles conheciam todos seus amigos e sempre que os levava, seus pais, Lílian e Thiago, sempre faziam que todos se sentissem em casa.

- Hoje não – disse Ty – Mas amanhã tem festa!

- Festa? – ela olhou para o filho – Harry não me contou de nenhuma festa!

- Você está encrencado cara! – brincou Rony. Os outros riram, inclusive Lílian.

- Fica quieto Rony! – ele se virou para a mãe – Tinha esquecido dessa festa, Amy me lembrou mais cedo!

- É claro que ela te lembrou! Afinal, se você não for, com quem ela vai ficar? – perguntou Lílian. Os meninos caíram na gargalhada.

- Mãe! – pediu Harry envergonhado – Por favor!

- Estou falando alguma mentira meninos? – ainda rindo, eles negaram com a cabeça.

- Estou vendo o quanto sua mãe gosta da Amy... – comentou Eric.

- Não é uma questão de gostar e desgostar, Eric – explicou – Simplesmente acho que Harry merece coisa melhor!

- Vamos parar de falar sobre minha vida? – pediu. Levantou-se e pegou uma jarra de água – Não está na hora de vocês irem embora?

- Nos expulsando Potter? – brincou Ty – Você não era assim!

- É influência da Amy... – disse Rony. Harry pegou um pano e jogou no ruivo.

- Sem brigas na minha cozinha! – falou Lílian também rindo – E eles vão jantar aqui Harry!

Eles comemoraram enquanto Harry olhava indignado para a mãe.

- Fazer o que filho? – ela ria, pois eles tinham levantado e a abraçavam – Eles me amam!


*****************************************************

Hermione esperou a porta abrir. Enquanto andava, pensou em tudo que tinha acontecido com mais calma. Podia ter se enganado com Harry antes, mas uma coisa tinha que admitir. Ele parecia realmente arrependido do que tinha feito!

Interrompeu seus pensamentos quando a porta foi aberta. Cumprimentou Mary e perguntou onde estavam as meninas. Subiu as escadas e foi em direção ao quarto de Jennifer.

Girou a maçaneta e encontrou as duas sentadas no chão, com vários papéis no chão, escutando uma música agitada. Quando entrou no quarto, Jennifer abaixou o volume do rádio.

- Por onde você andou? – perguntou enquanto ela largava a mochila no chão e sentava-se ao lado de Elizabeth.

- Eu já disse!

- Estamos sabendo da história da gosma e do envolvimento do Harry, Draco e Dale! – comunicou Elizabeth.

- Já? – perguntou surpresa.

- Sim. Terry nos contou tudo! – disse Jennifer.

- E você nunca vai acreditar o que a Jennifer fez! – comentou Elizabeth. Hermione se virou para olhar as duas com mais atenção. Elizabeth ria e Jennifer fingia-se de inocente.

- Que escândalo você fez dessa vez? – perguntou receando a resposta.

- Eu não fiz nada... – Hermione percebeu um pequeno sorriso vitorioso no canto da boca de Jennifer. Virou-se para Elizabeth, esperando uma explicação.

- Ela deu um soco no Draco! – Hermione olhou para Jennifer com a boca aberta.

- Você... Você fez isso? – perguntou surpresa.

- Fiz e faria de novo! – respondeu com veemência.

- Jennifer, desse jeito você vai ser expulsa!

- Não se preocupe! – ela se levantou – Vou lá em baixo fazer uma pipoca para nós! – assim que ela fechou a porta, Hermione se virou para Elizabeth.

- Conta-me essa história direito!

- Como ela disse, a Terry que nos contou o que tinha acontecido para você ter ido embora – Hermione fez sinal para ela continuar – Naquela hora eu, Ty, Terry e Mitch estávamos presentes. Jennifer ficou uma fera quando descobriu o que tinham feito e saiu andando em disparada pelos corredores. Achamos que ela estava atrás do Harry!

- E ela não estava? – perguntou confusa.

- Não. Todo o V.I.P. estava na saída lateral do colégio! Antes que pudéssemos fazer qualquer coisa, Jennifer aplicou um soco, muito bem dado por sinal, no meio do rosto do Draco! Mas o estranho é que... – disse pensativa.

- O que é estranho? – Elizabeth estava deixando Hermione curiosa.

- O que ela disse para o Draco! – Elizabeth olhou para a porta – Ela bem que tentou falar baixinho, mas eu consegui ouvir e tenho quase certeza que o Harry também!

- Mas o que ela falou? – perguntou já se irritando.

- Que o Draco tinha sido a maior decepção da vida dela! Mas eu não consigo entender por que ela diria isso!

Hermione pensou por alguns instantes. Mas antes que pudesse compartilhar seus pensamentos com Elizabeth, Jennifer entrou no quarto.

- Pedi duas pizzas para a gente – disse largando uma bandeja no chão com pedaços do bolo que tinha prometido a Hermione e alguns copos com refrigerante.

- Jennifer, eu vou embora daqui a pouco! – avisou Hermione.

- Não vai nada! Pega esse telefone – ela o jogou para cima da morena – E avisa para sua mãe que você vai dormir aqui!

- Jennifer, estou cansada! – tentou argumentar - Quero tomar banho!

-E desde quando isso te impediu de dormir aqui? Esqueceu que vocês duas tem uma gaveta no meu armário só com coisas de vocês?!?

- Não discutir com você – disse já discando – Sei que vou perder!

- Ainda bem que sabe! – respondeu sorrindo.

Hermione ligou e avisou que ia ficar lá. Algumas horas mais tarde, elas ainda estavam conversando.

- Hermione? – chamou Jennifer – Você morreu ai dentro? – Hermione abriu a porta do banheiro, vestindo um pijama e com a toalha enrolada na cabeça.

- Engraçadinha – debochou.

Todas já estavam de banho tomado e vestindo pijamas. Deitaram na cama para verem o filme que tinham saído e alugado.

- Eu voto em vermos P.S. Eu te amo primeiro! – disse Elizabeth.

- Essa menina, depois que começou a namorar ficou um grude! – Elizabeth bateu na amiga.

- Primeiro, eu sempre gostei de romances! E segundo, eu não estou namorando...

- Conta outra, Beth! – implicou Jennifer se levantando e colocando o DVD no aparelho.

- Estamos juntos, mas ele nunca perguntou para mim se quero namorar!

- Achei que isso estaria subentendido – comentou Hermione.

- Não estou ligando para isso! O importante é que estamos juntos! – disse sorrindo sem graça sob os olhares das duas – Não importa se ele deixou ou não de fazer uma pergunta para mim!

- É isso ai, Beth! – Jennifer se empolgou – Você é das minhas! – elas bateram a mão.

Jennifer deu play e o filme começou. Tinha uma coisa que estava tomando conta de seus pensamentos. Quando o filme acabou e elas estavam se preparando para irem dormir, Jennifer resolveu falar, para saber qual era a opinião das amigas.

- Vocês ficaram sabendo da festa que vai ter, não é?

Hermione e Elizabeth pararam de esticar o lençol no colchonete e se viraram para olhar Jennifer.

- No Mountain Club? – perguntou Elizabeth.

- Ty comentou conosco, perguntou se eu iria – Hermione confirmou o que Elizabeth tinha dito.

- E o que você disse? – perguntou interessada.

- Que não estava a fim de ir!

- Estava pensando... Por que não vamos? – Hermione sabia que ali tinha coisa.

- Porque não! – respondeu Elizabeth – Nunca gostamos de ir nessas festinhas e encontrar o pessoal do V.I.P.

- Mas desta vez é diferente! Você está namorando o Ty e Hermione é amiga do Mitch... – Jennifer foi interrompida por Hermione.

- Qual é o seu interesse nessa história? – perguntou cruzando os braços.

- Quero mostrar que não temos medo deles e não vamos nos esconder!

Hermione analisou o que ela tinha falado.

- Vamos Hermione – incentivou Jennifer – Mostre para todos que aquele episódio da gosma não te afetou em nada! – Hermione olhou para a amiga. Ela sabia convencer as pessoas, disso ela não tinha dúvidas – Vamos ao shopping amanhã, comprar roupas novas, nos produzir e deixar de todos de boca aberta – ela se virou para Elizabeth – Inclusive seu namoradinho! Então o que me dizem?

Hermione olhou para Elizabeth. Sabia que a decisão estava em suas mãos, pois tinha certeza que a amiga estava tentada com a idéia de encontrar Ty na festa.

- Vamos nessa! – respondeu. Jennifer sorriu. Amanhã ia ser um longodia!


 





*Entrando no palco hesitante, com medo que a platéia comece a jogar tomates em cima de mim. Engulo seco e olho para os rostos raivosos. O medo se instala!*

Sei que demorei quase dois séculos inteiros para ATT essa fic! E peço mil desculpas por isso e por todos os futuros atrasos!
Meus planos para essas férias não saíram exatamente da maneira que tinha planejado!
Queria ter tido a oportunidade de escrever pelo menos três capítulos nesse quase 1 mês que fiquei livre do colégio, mas eis que surge a chance de fazer um estágio e eu a agarrei com todas as minhas forças!

*O público não se mostra nada comovida. OK, vamos tentar outra abordagem*

Vocês sabem que adoro todos vocês, certo? E que se dependesse só de mim, vocês teríamos novos capítulos toda semana! Mas infelizmente existem outros fatores que não podemos ignora-los.
Por exemplo, o fato de só ter um computador e sermos cinco para usá-lo!
E também pela minha repentina falta de tempo por conta do estágio!

Mas vocês devem estar pensando:

"E aos finais de semana, Bia? Saiu para a night enquanto ficamos aqui, mofando?"

Bem, meus queridos, não sou de sair para a night! Na verdade, o assunto é mais complexo do que parece!

*Visualizo rostinhos curiosos e começo a ganhar a confiança de volta*

Faço teatro há três anos e estamos estreando uma peça (Quem casa quer casa, de Martins Pena, para quem está interessado em saber!), eu já ficava domingos quase que inteiros ensaiando e como está chegando o dia da apresentação, começamos a ensaiar nos sábados de tarde! Sendo que sábado de manhã eu tenho cursinho de inglês!
Entendem-me agora? Porque demorei tanto para postar...

Nick está de prova! Estou desde as 18:00 no MSN com ela, mal dando atenção a menina, porque estava escrevendo esse capítulo que nem uma condenada. Ouso dizer que minha bunda há essa hora está quadrada!

Espero sinceramente que vocês tenham gostado do capítulo! Apesar de ter feito em tempo recorde (no caso, um dia! sempre deixo para continuar no outro dia).
Adorei principalmente a parte que a Lílian aparece e fica conversando com os meninos! Quando ela deixa o Harry sem graça é ótimo! Rsrsrs
E também adorei as meninas na casa da Jennifer! Eu pensei: "Tenho que escrever essa cena! Amigas que são amigas mesmo, sempre dormem uma na casa das outras!" Me inspirando um pouco na minha vida, escrevi essa cena!
Ahhh, a música da Selena é muito importante para esse capítulo! Afinal eu a escutei mais de trinta vezes hoje (isso não é uma hipérbole! é a mais pura verdade!), e foi escutando ela que tive as idéias para postar esse capítulo!

Vou parando por aqui! Porque infelizmente acabou-se o que era doce!
Amanhã começa a aula de novo e mais uma semana de trabalho!
Deem aos seus pais um FELIZ DIA DOS PAIS por mim, ok? Pode falar que a Binks mandou! =D Depois você fica explicando quem é a Binks! Rsrsrsrs

Um agradecimento muito especial a Nick que betou esse capítulo para mim! Amiga, muito obrigado! Agradeçam a ela também, gente!

Beijinhos para todos e até a próxima.

*Agradeço ao público, saio do palco e a cortina se fecha!*



Binks

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.