FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

22. Capítulo XXII


Fic: SURPREENDIDOS PELA PAIXÃO fic de Dyone Smith


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

N/A Espero que gostem deste cap... está um pouco grandinho, mas acho que ficou bem legal!!!

Obs.: Partes com [i] e [/i] são pensamentos da Hermione e do Draco, ok?!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Hermione caminhava a passos largos para a sala de aula.

[i]Como aquela doninha tem coragem de insinuar que eu tenho algum tipo de sentimento por ele? Tudo bem que foi só ele chegar perto de mim que eu fiquei sem reação e fôlego, mas é só ódio dele!... Tem que ser ódio...[/i]

E no momento em que viu os olhos azuis em sua direção realmente teve ódio, pois Pansy Parkinson estava praticamente beijando-o na porta da sala de aula.


[i]Ela acha que me engana! Se ela também não sentisse nada por mim ela teria me azarado no mesmo instante que eu a beijei. Nunca em toda a sua vida ela me deixaria chegar tão perto sem antes me lançar um Crucio.[/i]

Draco balançava a cabeça enquanto seguia pelo corredor. Quando estava a dois passos da porta foi puxado por Pansy, que o aguardava ansiosa.

- Ei lindo! Pensei que não viesse mais para a aula. – Começou a garota.

- Tinha umas coisas pra resolver. – Ele disse simplesmente.

- Hum... Mas já que está aqui, porque não me dá um beijinho? - Disse insinuando-se.

- Fala sério Pansy, quem vê pensa até que você realmente gosta de mim.

- Mas eu gosto! – Ela levantou as sobrancelhas. – Você anda muito estranho ultimamente.

- Você que anda me enchendo ultimamente! – Respondeu ríspido.

- Tá bom, já que é assim não precisa me dar mais. – Disse a garota já se afastando.

Porém, neste momento Draco viu Hermione virando o corredor.

- Quer saber, fica mais um pouco. Tem tempo que a gente não conversa. – Draco disse puxando a garota pelo braço.

- Ah, já que você insiste. – Falou Pansy já agarrando o pescoço do rapaz.


[i]Primeiro diz que queria me beijar... Agora também está desejando que aquela nojenta o beije! Ainda bem que eu não caí no papo dele. Idiota![/i]

Hermione sentia o sangue subir à cabeça, mas sentiu uma mão no seu ombro antes que pudesse ter qualquer reação. Rony trazia sua mochila e ao lado dele Harry e Neville também chegavam para a aula.

- Mione, você esqueceu lá na sala comunal. Achei que fosse precisar. – Rony explicou com um sorriso.

[i]Ele vai ver só! Pensa que sou sua bonequinha e estou disponível quando quer...[/i]

- Ainda bem que eu tenho você, né?! – Disse Mione um pouco melosa passando a mão delicadamente no braço do garoto.

Ele riu estranhando o comportamento da amiga.

Hermione olhou disfarçadamente para o lado e viu que Malfoy estava prestando atenção com uma cara de poucos amigos.

[i]Agora você vai ver quem é Hermione Granger! E que comigo você não brinca![/i]

- E por você ser tão gentil merece um prêmio! – A garota aproximou-se rapidamente para que Rony não pudesse desviar.

E beijou-o. No começo ele não entendeu direito, mas após alguns segundos de surpresa começou a corresponder o beijo segurando-a pela cintura. Os dois beijavam-se intensamente sem ligar para os olhos cravados neles.

Harry e Neville entreolharam-se sem saber o que estava acontecendo. E os alunos que estavam chegando para a aula pararam também para ver a cena.

Hermione não sabia se o amigo estava correspondendo por vontade própria ou devido às suas unhas cravadas em seu braço. Sentia-se mal e bem ao mesmo tempo: mal por estar usando Rony para implicar com Draco e bem porque o beijo do amigo era muito bom.

Quando ela estava quase sem fôlego parou de beija-lo devagar e tentou não ligar para os olhares de interrogação à sua volta.

Rony estava vermelho, como nunca esteve antes. Afinal, estava sem graça por ter sido agarrado pela melhor amiga em público.

A garota teve receio de que ele colocasse tudo a perder, denunciando que ela mentira sobre o namoro dos dois. Mas no momento em que abriu a boca para falar o Professor ordenou que os alunos entrassem para dar início à sua aula. Hermione dignou-se a sussurrar um “depois eu te explico” e puxar Rony para dentro, evitando cruzar o olhar com Malfoy.

Sentaram-se à frente. Harry e Neville simplesmente não fizeram perguntas, já que não tiveram oportunidade.

O Professor iniciou a aula, e após alguns minutos perguntou à classe:

- Alguém poderia me dizer qual o principal motivo da poção do futuro estar incluída nos N.I.E.M.S.?

Hermione levantou o braço, como geralmente acontecia.

- Mais alguém? – Como ninguém se prontificou ele franziu o cenho. – Srta. Granger?

- Bom, ela é utilizada para esclarecer aos alunos como será o futuro deles caso escolham ou não uma determinada profissão. – Ela tomou fôlego antes de continuar. – Se o aluno estiver realmente em dúvida, ele pode optar por tomar a poção do futuro para descobrir se obterá êxito ou não na carreira escolhida.

- E porque a poção não deve ser ensinada aos alunos? – Ele disse levantando-se.

- A poção deve ser ministrada somente pelos professores nesse caso, pois não só permite que os alunos vejam o futuro acadêmico, mas tudo o que desejarem descobrir. – Ela resumiu.

- Certo. E qual o principal ingrediente da poção? – Ele perguntou com um olhar interrogativo.

- Bom... O ingrediente mais importante para a preparação desta poção é uma gota de sangue da pessoa que terá o futuro revelado. – Ela disse sob o olhar atento do Professor. – Mas só os especialistas em poções tem conhecimento de como ela é preparada, não constando em nenhum livro seu modo de preparo.

- Mas parece que isso não impediu a Srta. de fuçar na área restrita da biblioteca, não é? – O professor exibiu um sorriso cínico.

- Professor... – Ela começou a explicar, sendo interrompida.

- Como a Srta. mesma disse, este assunto não consta em nenhum livro, a não ser nos que são proibidos aos alunos. E me parece que o assunto é bem familiar para a Srta. – Ele tinha um olhar de triunfo. – Nenhum dos alunos deveria saber que o principal ingrediente da poção era esse.

- É que... – Hermione não sabia o que dizer. Realmente tinha ido até a seção proibida da biblioteca por achar que lá tinha os assuntos realmente interessantes pra pesquisar. Mas nunca tinha utilizado seus conhecimentos para fazer nada de ruim ou praticar algo ilegal. – Bom... Na verdade...

- Não precisa se explicar Srta. Granger. Menos 20 pontos para a Grifinória!

- Mas... Isso não é justo! Ela respondeu corretamente. O Sr. deveria conceder pontos e não tirar. – Harry disse da mesa de trás.

- Quieto Potter, senão mais pontos serão retirados de sua casa!

Hermione ouviu Harry bufar. Realmente não era justo! Não tinha a ver onde ela havia descoberto aquilo, e sim que ela sabia da resposta. Mas como o Professor nunca fora razoável com os grifinórios, resolveu ficar quieta.

- E antes que eu me esqueça... a Srta. deverá cumprir detenção às 19:00 h na biblioteca esta noite. – O Professor disse antes de voltar-se ao resto da turma. – Quero 20 cm de pergaminho sobre a profissão que pretendem seguir quando formados. Caso não tenham decidido ainda devem selecionar as possíveis carreiras, informando os prós e contras encontrados pelos senhores. – Ele deu uma última olhada para Hermione e sentou-se novamente. – Podem começar.

Todos estavam em silêncio, mas parecia que vozes atormentavam a cabeça de Hermione.


[i]‘Como pôde beijar o Rony pra implicar com o Malfoy e ainda inventar que ele é seu namorado?’

‘Você fez bem! Quem é aquele loiro pra fazer hora com a sua cara?’

‘E se o Rony confunde as coisas e pensa que você tá apaixonada por ele?’

‘Você gostou do beijo dele... Mas o do Malfoy...’

‘O que vai dizer ao Rony? Que sem ele saber vocês estão namorando e que ele tem que aceitar porque é seu amigo?’

‘Dá em cima de você, se agarra com a Pansy-lambisgóia-Parkinson e ainda fala de sentimentos!’[/i]

Hermione balançou a cabeça tentando afastar as dúvidas que se instalavam em sua mente, concentrando-se na redação que o professor pedira há pouco. Além de tudo ainda teria que cumprir detenção à noite.
Hoje definitivamente não é o meu dia!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.