FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

2. Quase briga


Fic: Simplesmente Adolescente


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 


-OK, OK! –Exclamou Hermione, soltando-se bruscamente do aperto de Gina. –Acho que aqui já está bom. –Murmurou, tirando a franja dos olhos, estavam na praça em que costumavam brincar entre os oito e dez anos.


-Quê... Como... Quando... –Gaguejava Rony. –O quê você está fazendo aqui? –Decidiu-se e Hermione riu, relembrando esses momentos de indecisão do ruivo.


-Eu resolvi voltar, estava com muitas saudades. –Disse abrindo um enorme sorriso e os braços, ela passou os olhos pelos dois irmãos, que não ostentavam a mesma expressão, e depois fitou Harry, que acabava de chegar.


-Resolveu voltar?! –Rosnou Gina.


-É – a morena mordeu o lábio. –achei que ficariam felizes em me ver. –Comentou.


-Felizes?! Hermione, eu vou te informar de um fato que é ligeiramente importante: você sumiu! –Explodiu a garota com escárnio. –Por um ano. –Concluiu deixando uma lágrima cair.


-Eu achei... –ela tentou se aproximar, mas a ruiva esquivou-se da mão da morena, que se surpreendeu. –que vocês entenderiam. –Completou com o cenho franzido, ela os olhou. –Qual é?! Sou eu, Hermione, Mia, a amiga de vocês!


-Amiga? –Resmungou Gina, dando as costas para ela, os dois garotos não se intrometiam na discussão, apenas fitavam-nas. –Amigas, no meu conceito pelo menos, não somem sem deixar nenhuma carta, nenhum aviso, sem dizer um adeus. –A ruiva se virou para Hermione, passando a mão pelas bochechas, tentando secar as lágrimas que teimavam em cair. –Agora me diz, se você gostaria de ter uma amiga assim? –Com a voz carregada de escárnio para esconder a dor Gina ficou frente a frente com Hermione. –Sabia. –Murmurou ao receber apenas silêncio como resposta, virou as costas e ia sair da praça, mas a Granger foi mais rápida:


-Então por que ainda usa esse colar?! –Gritou e quando Gina se virou, observou a morena colocar a mão dentro do decote do vestido e tirar um colar de lá. Instintivamente a Weasley fez o mesmo.


-Porque eu sou uma burra! Por isso! –Gritou em resposta. –Quer saber - ela tirou o colar do pescoço com força. –pode ficar com ele. –Jogou-o aos pés da garota, que ficou chocada, antes de sair correndo em direção ao carro.


-Gina! –Gritou Rony.


-Ron... –Murmurou.


-Você magoou muito a gente, não foi você quem passou noites em claro consolando sua irmã Hermione. –O ruivo praticamente vomitou aquela frase, carregada de mágoa, antes de sair correndo atrás da irmã.


-E você? –Hermione falou levantando o olhar para fitar o moreno, que secou rapidamente uma lágrima que escapou.


-O que você acha? –Devolveu.


-Que – ela suspirou. –você está me odiando. –Afirmou.


-Ódio? Não é ódio, – disse dando um passo à frente, fazendo Hermione cultivar esperanças. –não sei se eu sou capaz de sentir algo tão forte por você. Mas eu sinto! E o que eu sinto é magoa, é decepção, dor – a esperança foi sumindo aos poucos. – muita dor, nós nos sentimos traídos Hermione, você sabe o quê é isso?


-Me perdoe, eu posso explicar. –Pediu olhando-o suplicante.


-Conquiste nossa confiança. –Disse e virou-se, deixando-a lá. –Ou melhor - parou ainda de costas. –tente. –Olhou-a por cima do ombro e voltou a andar, pisando duro.


-Harry! –Chamou, mas ele já estava longe. –O que foi que eu fiz? –Perguntou para si mesma, caindo no chão e agarrando o colar que Gina havia jogado no chão. Era um colar de prata, o pingente era um pouco grande e em forma de coração, com encaixe para o que Hermione tinha, virou-o, na parte de trás do pingente estava escrito “Para minha ruiva favorita, porque você é o fogo do meu foguete, com você eu enfrento tudo.” Pegou o seu e virou o pingente “Para minha morena estourada, mas que é o meu ponto seguro, com você eu sempre passo por cima, de qualquer obstáculo. Mais lágrimas caíram pelo rosto da morena, ela abraçou os joelhos.


-Me perdoem! –Pediu antes de continuar a chorar e soluçar.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


-Gina? –A ruiva viu Parvati encostada em sua BMW, acompanhada de Lilá.


-Eu quero ir para a casa. –Fungou ela.


-Nós vamos com você. –Garantiu Lilá esperando a amiga destravar as portas do carro.


-Eu não sou uma boa companhia chorando. –Avisou.


-E daí? –Parvati andou até seu lado e a virou para si. –Nós somos suas amigas, não vamos deixar você sofrer sozinha. –Gina teve um repentino déja vu.


-Ele não quer namorar comigo, Mia! Ele só quis me beijar! –Gina tinha 13 anos e havia acabado de dar o primeiro beijo em um garoto por qual ela era apaixonada.


-Calma, vamos para casa, daí você chora, desabafa e eu escuto. –Disse Hermione, passando a mão em volta de seus ombros, dando um leve apertão.


-Eu sou muito chata triste! –Reclamou se esquivando.


-Você é chata sempre. ­–Disse fazendo a ruiva repreender-lhe com o olhar. –E eu sou sua amiga, e os amigos estão aí para isso! –Segurou uma mão dela. –Ajudar os amigos a desabafarem. ­­–Gina acabou cedendo, e puxou ela para um abraço.


Gina novamente puxou Parvati para um abraço, dessa vez mais desesperado do que o de três anos atrás.


-A Lilá dirige, acho que vai ser melhor. –Disse a morena, tirando a chave da mão da ruiva e entregando-a para a amiga. –Vem. –Disse sentando com Gina no banco de trás, enquanto a loira dirigia.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


-Dino, viu minha irmã? –Rony perguntou quando chegou à frente da casa do amigo e não viu o carro da irmã.


-Ela foi embora com a Lilá e a Paty. –Respondeu indo até o ruivo. –O que deu lá? –Indagou indicando a praça com a cabeça.


-Amanhã a gente conversa, ok? Preciso esfriar a cabeça. –Falou passando a mão nos cabelos.


-Está bem. –Deu tapinhas amigáveis no Weasley. –‘Tá de pé o clube amanhã?


-Sim, qualquer coisa eu te ligo. –Gritou enquanto corria para o carro, saindo rapidamente pela rua.


-Harry – Cho gritou e o moreno suspirou, parando e se virando para a namorada. –já vai?


-Já. –Respondeu e olhou ao redor, procurando os amigos, constatando que eles haviam ido embora.


-Mas está cedo. –Ronronou aproximando-se e tentando lhe dar um beijo.


-Cho, - ele pegou em seus pulsos e afastou-a. - não. –A garota bufou ofendida e deu as costas. Ele se encaminhou até a esquina e entrou em uma limusine, logo o motorista arrancou e ele soltou um pesado suspiro.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


Um soluço foi ouvido e a silhueta de uma morena era identificada entre algumas árvores. Hermione passou as mãos na bochecha, secando as lágrimas, e se levantou, tirando a grama do vestido.


-Não vou mais chorar! –Garantiu com a voz embargada. –Afinal, eu sou a Princesa de Gelo, e não é à toa que esse é meu apelido. –Resmungou e começou a andar em direção à festa, assim que ela saiu na rua, os olhares de todos foram em sua direção, ela ignorou. Foi até sua limusine, indo para a casa.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


Em uma das pouquíssimas casas que havia no Upper East Side, Gina e Rony moravam com todos os Weasley’s, em um bairro cercado de prédios de altíssimo padrão a casa deles não passava despercebida. A grandiosa mansão em estilo moderno, branca, era o sonho de consumo de centenas de famílias de Manhattan.


-Filha, o que houve?! –Alarmou-se Molly ao ver a caçula entrar chorando em casa.


-Depois, senhora Weasley. –Pediu Parvati e a mulher concordou, não fazia nem duas horas que elas haviam saído e já estavam de volta.


Elas entraram no quarto da ruiva, que tinha uma cama de dossel, o quarto rosa, com uma decoração requintada. Gina tirou os sapatos, jogando-os no outro lado do quarto com uma raiva sem tamanho.


-Aquela... Vaca! –Berrou Gina socando a parede. –Como ela teve coragem de voltar? –Jogou alguns perfumes que estavam em cima de sua mesa no chão. –DEPOIS DE TUDO O QUE ELA ME FEZ! –Acusou, a porta foi escancarada e Rony entrou.


-Gi... –Começou, mas a garota mandou ele se calar.


-Não, não protege aquela vadia! –Urrou e foi em direção ao computador para jogá-lo no chão, mas Rony segurou seus pulsos.


-Para! –Mandou em voz baixa. –Essa não é você, você é a que passa por cima de tudo, lembra? Você é a mais temida do colégio, mas também a mais amada! –Lembrou e ela suspirou.


-Segunda. –Corrigiu. –Sempre a segunda. –Sussurrou.


-Não para mim! –Disse o ruivo abraçando a irmã.


-Só para você. –Fungou afundando o rosto no peito do irmão e se acalmando, sentiu uma mão em seu ombro.


-Para nós também. –Garantiu Parvati e Lilá concordou, ainda assustadas com o ataque de raiva da ruiva.


-Por que ela teve que voltar? –Perguntou. –Estava tudo tão perfeito, como eu sempre sonhei. –Confessou e fitou as amigas.


-Será? –Lilá indagou, deixando a Weasley confusa. –Gi, nós somos suas amigas, mas nós percebemos que tem algo faltando na sua vida, e esse algo, com certeza, é Hermione Granger.


-Não! –Gritou à ruiva e Rony apertou o abraço. –Eu não preciso dela e eu vou provar! –Garantiu se soltando do irmão.


-Fiquem aqui. –Pediu Rony e saiu do quarto, ninguém na casa havia escutado o ataque da garota devido ao ótimo isolamento acústico do lugar. Ele se dirigiu até a cozinha e pegou um iogurte e uma taça com morangos, levando-os para o quarto.


-Comida?! –Bufou Gina, que estava deitada no colo de Lilá, quando viu o irmão chegar.


-Por favor, Gi, você sabe que eu me preocupo com você. –Ela fitou o irmão que estava com os olhos vermelhos e percebeu que ela não era a única que estava sofrendo, o irmão também era próximo de Hermione, percebeu que estava tendo uma atitude egoísta e infantil.


-OK. –Suspirou e pegou o iogurte, provocando um fraco sorriso nascer nos lábios do goleiro. Escutaram batidas na porta e viram Harry entrar, Lilá e Parvati suspiraram e Gina deu um fraco sorriso.


-Posso ficar aqui hoje? –Pediu passando a mão nos cabelos, sem jeito.


-Claro, não vai ser a primeira vez que vamos dividir um quarto. –Disse Gina e o irmão e as amigas riram do trocadilho.


-Vamos ter que nos preparar. –Avisou Harry.


-Eu sei, conheço muito bem Hermione Granger, sei que ela não é de brincadeira. –Murmúrios de concordância ressoaram depois da frase da ruiva.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


Hermione estava parada na frente do maior edifício e mais luxuoso de Manhattan. Era lá que morou durante dez anos de sua vida e também era lá que não colocava os pés fazia um ano, então ela respirou fundo, antes de entrar.


-Senhorita Hermione! –Espantou-se o porteiro, reconhecendo a garota rapidamente, uma morena como aquela não era comum. –Quanto tempo!


-Olá Marlon. –Cumprimentou Hermione com um sorriso e seguiu para o elevador, apertou o botão que levava ao último andar e esperou pacientemente, arrumando a maquiagem no espelho do elevador. Quando um sinal foi ouvido ela saiu do elevador, estava dentro do Hall de entrada de uma enorme cobertura.


-Mione. –Suspirou em alívio uma voz que vinha da sala. –Como foi? –Ela olhou para sua tia: Lizzie, ela tinha 24 anos, cabelos loiros que iam até o meio das costas em cachos definidos, ela era alta e magra, uma modelo muito renomada em todo o globo. A expressão indiferente de Hermione foi se desmanchando conforme a morena ia chegando perto do sofá.


-Desastroso. –Afundou-se no sofá ao lado da mulher e relatou rapidamente a conversa, ou melhor, a briga.


-Nossa. –Soltou a mulher e virou-se para a morena. –Você vai se abater? –Ergueu uma das sobrancelhas e a morena sorriu tristemente.


-Acho que você sabe a resposta. –Suspirou e esquadrinhou a sala com os olhos. –Cadê meu pai? –Perguntou.


-Escritório. –Apontou um corredor.


-Que milagre! –Exclamou irônica e se levantou, indo até lá e abrindo a porta que dava em um amplo escritório. –Achei que sairia daqui para, pelo menos, dar um “oi” para a filha que você não vê faz um ano. –Disse a morena fitando um homem que estava sentado atrás de uma mesa cheia de papéis.


-Oi. –Falou Dylan Granger, um empresário famoso em todo o mundo, cabelos enrolados castanhos, alto, atlético, rosto com linhas duras, tinha 40 anos.


-Nossa que recepção. –Falou andando até o pai.


-OK! –Falou ele levantando o olhar para a filha e tirando os óculos de lentes retangulares. –Oi filha! Quanto tempo, você está mais linda, vai me causar mais problemas do que já causava, mas já passou da hora de você ir para a cama, boa noite. –Disse irônico, voltando o olhar para o computador. Hermione engoliu algo dolorido e deu as costas, fechando a porta com força.


-Relaxa, ele está bravo por você ter ido embora. –Apaziguou Lizzie.


-Foda-se. –Rosnou Hermione, indo até a bancada da cozinha e colocando uísque em um copo e bebendo todo o conteúdo. –Ele ainda não conhece a filha que tem. –Sorriu e a tia revirou os olhos.


-Vai sair?


-Hoje não, tenho que acordar cedo para comprar meus materiais amanhã. –Fez uma careta e Lizzie riu. –Você vai junto, eu não quero nem ver como é essa tal escola que eu vou ter que encarar. –Ela riu e abraçou Hermione pelos ombros, subindo uma escada e parando em frente a uma porta.


-Durma bem. –Disse dando um estalado e carinhoso beijo na testa da morena.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


Harry, Rony, Lilá, Gina e Parvati estavam no Clube em que se reuniam com os amigos. O New York Luxury Club era o clube de lazer mais famoso de Manhattan, abrigando os adolescentes que moravam no Upper East Side, principalmente, no verão. Apesar da última novidade, o grupo resolveu manter os planos e fazer a devida e definitiva despedida às férias.


Seguiram com a BMW de Rony para a piscina principal, que havia sido fechada para eles aproveitarem. Chegando lá se depararam com um DJ, uma enorme quantidade de jovens, comidas e bebidas (sem álcool, milagre, devido o dia seguinte), algo que se assemelhava a boxers dando um charme à piscina, como se fosse um jogo de espelhos.


-Oh gente bonita. –Comentou Rony acompanhando com o olhar uma garota que passou por ele, arrancando um sorriso dos amigos. Encaminharam-se até o aglomerado de jovens e cumprimentaram todos, ninguém tocava no assunto do momento, apesar de todos os olharem com curiosidade.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


-Já vai! Sei que estou atrasada para a festa de despedida das férias... Sei que todos os populares vão estar lá...! Arg, eu já estou a caminho! –Uma garota que passou perto da vitrine que Lizzie e Hermione olhavam falava no celular, o assunto despertara a curiosidade da morena.


-Uma festa? –Arqueou uma sobrancelha, insinuante.


-Não, Mione. –Aconselhou a tia. –Isso é demais até para você, se você quer mesmo ter eles como amigos de volta, vá com calma.


-Não vou com calma! Não vou fingir ser alguém que nunca fui. –Protestou, entrando na loja com a loira em seu encalço.


-Hermione, o que você vai fazer, realmente? –Perguntou.


-Só os fazer matarem a saudade da presença de Hermione Granger em uma festa. –Explicou divertida.


-Você não presta. –Acusou.


-Não fale o que eu já sei. –Devolveu.


*~*Simplesmente Adolescente*~*


A BMW preta de Lizzie estacionou perto do acesso ao lugar da festa.


-Certeza? –Perguntou à loira.


-Claro. –Disse Hermione abrindo a porta e olhando seu reflexo na lataria do automóvel: um short jeans, uma blusa ombro caído bege que revelava a alça de um biquíni com um cinto da mesma cor e uma rasteirinha. –Beijo. –Disse de modo arrastado antes de subir até o lugar, que estava lotado pela adolescência de classe alta da cidade.


*


Gina conversava com Lilá, ambas estavam sentadas em um tipo de escada na piscina, a água ia até um pouco a cima do umbigo delas, que tinham um copo de suco nas mãos. A ruiva jogou a cabeça para trás e gargalhou de algo que a amiga havia lhe contado, quando estava levando o copo de suco aos lábios detectou um movimento na escadaria que dava acesso àquela parte do clube.


-Só pode ser macumba. –Resmungou tirando os óculos escuros depois de identificar Hermione. Viu a antiga amiga sorrir para um grupo de adolescentes que conversavam confortavelmente acomodados em espreguiçadeiras.


-O quê? –Perguntou Lilá e viu Gina indicar a morena com a cabeça. –Quem a convidou?


-Ela se convidou. –Respondeu como se soubesse da resposta e saiu da piscina, lançando um significativo olhar à Parvati, que falava com um menino, logo a morena a acompanhou.


*


Hermione, depois de falar com alguns presentes, passou os olhos pelo lugar, logo vendo duas cabeleiras ruivas juntamente com uma negra e uma loira. Viu que Gina observava-a firmemente enquanto segredava com o irmão e as amigas, sorriu desafiante para a ruiva, que apenas arqueou uma delineada sobrancelha avermelhada em resposta. Colocou a bolsa que carregava na espreguiçadeira ao seu lado, soltou os cabelos que caíram até abaixo do meio das costas em madeixas lisas. Tirou o cinto, os sapatos e começou a puxar, lentamente, a blusa, atraindo olhares para si devido ao esbelto e delineado corpo. Sorriu para a Weasley, que balançou a cabeça em sinal de desagrado. A Granger já iria tirar o short quando seus olhos focalizaram algo que fez seu estômago se revirar.


*


-As coisas vão esquentar. –Avisou Rony ao ver em que Hermione havia prendido o olhar.


-Vamos lá. –Disse Gina e saiu rápida, seguida do irmão e das amigas.


*


Quando Cho viu quem havia acabado de chegar tratou de capturar os lábios do namorado em um beijo ardente. Ao abrir os olhos entre o beijo, viu que a morena tinha a atenção presa nela e em Harry. Sorriu e levou as mãos até as madeixas negras do Potter, voltando a fechar os olhos e se embriagar com o gosto da boca que tomava posse da sua.


*


Os quatro estavam quase chegando ao bar onde Harry estava com a namorada, quando Hermione alcançou o casal, se inclinando e aproximando a boca do ouvido de Harry.


-Sério isso?! –A voz de Hermione soou fria e cortante, digna de uma Princesa, o que fez Harry se separar bruscamente da namorada e fitar a morena, assustado.


-O quê você está fazendo aqui? –Perguntou se levantando e encarando os orbes cor de chocolate.


-Mionezinha! Quanto tempo. –Cho disse, ironicamente.


-Fica quieta, porque a conversa ainda não passou pelo subúrbio. –Rosnou apontando o dedo em riste para ela e a japonesa fechou a cara. Gina segurou o riso ao ver a expressão de desagrado de Cho.


-Não fala assim com ela. –Harry avisou e viu-a dar um passo em sua direção, ficando muito próxima.


-Por que fez isso? –Perguntou com a cabeça erguida para conseguir fitar o rapaz mais alto que ela nos olhos, Harry viu que os olhos castanhos estavam marejados, ignorou a vontade de abraça-la que ainda existia nele.


-O quê? –Ecoou.


-Namorar essa... Coisa. –Cuspiu com asco ao fitar a garota.


-Por que quer saber, Granger? –A morena tornou a prestar atenção em Harry, olhando-o chocada por usar o sobrenome.


-Fez isso de propósito, não é Potter? –Inquiriu do mesmo modo.


-Você se acha o centro do mundo, não é? Mas eu não giro em torno de você. –Respondeu afiado, uma faísca cortou o olhar de Hermione, que soltou uma risada alta e sarcástica, mas que escondia a mágoa.


-Não, eu sei que não sou o centro do mundo. –Respondeu. –Mas você, eu e eles – Indicou os irmãos Weasley’s. – sabemos que eu ainda sou importante, muito importante. –Falou e viu o adolescente vacilar. –Sabia. –Soltou e deu as costas, mas sentiu o braço sendo segurado por uma mão macia.


-Você entra na festa, arma uma quase briga e quer sair assim? –A voz de Gina ressoou em um sibilo cortante.


-Sim. E você sabe que isso não chegou nem perto de ser uma quase briga. –Respondeu soberba. –Você pode ter conseguido continuar popular, mas não consegue fazer as portas se fecharem para uma Granger. –A morena praticamente jogou isso na cara da ruiva, que não perdeu a compostura.


-Por enquanto.


-Nem tente, porque você sabe melhor do que ninguém do que eu sou capaz. –Lembrou-a e deu as costas rapidamente, fazendo os cabelos esvoaçarem na face da Weasley, que corou de raiva.


-O que foi isso? –Soltou Parvati quando a “intrusa” já estava colocando a blusa perto da saída.


-Foi a declaração de uma guerra, preparem suas armas. –Traduziu Gina e olhou com desgosto para Cho. –Mas você não vai ser aceita no meu time. –Disse para a japonesa, que apenas empinou o nariz.


-Tenho meu próprio time. –Garantiu. –E é o que vai ser o ganhador. –Avisou antes de sair, puxando um Harry um tanto transtornado com sigo.


-Agora é só esperar para ver o “Time do Gelo”. –Comentou Parvati.


-Se é que ela vai ter um time. –Caçoou Lilá.


-Por mais que eu não goste, tenho que concordar com ela: eu a conheço muito bem e é por isso que eu garanto que ela não vai ficar para trás. –Disse um tanto nostálgica. –Mas – suspirou batendo uma palma depois de um momento de silencio e riu do susto que deu nas amigas. –vamos aproveitar essa festa, porque o colegial na nossa escola não é fácil.


-Ainda mais quando se divide a sala com uma naja e seus aprendizes. –Riu Parvati.


*~*Simplesmente Adolescente*~*



N/A: Oi gente bonita! Como vocês estão? Eu estou bem feliz, não sei por que, acho que é porque acabaram minhas aulas! AE! AE! Kkkkk.



Mas, let’s go, baby:



->Eu sei que é muito óbvio que era a Mione a menina da festa, mas eu não resisti, ok?



->Quero saber o que acharam da festa, da briga, da chegada da conversa e talz, ok?



->Eu quero agradecer à Déhh, minha beta querida, que me da muita força pra continuar com a história! Mandem beijos para ela e visitem a fic dela: Harry Potter e os Elementares, não é porque eu sou a Beta não, mas a fic é mara!



RECLAMAÇÃO: Comentem, por favor, eu quero saber que tenho leitores, e não fantasmas, ok? Obrigadinha.



Respostas:



Maria Elisa: Sério? Que ótimo, e o que você achou desse capítulo? Comenta, por favor.



Bethany Jane Potter: Eu nunca enjoo das minhas leitoras, kk. Ama mesmo? Tomara que goste, fico aberta aos comentários para melhorar e opinar na fic, ok? Adivinhou (tudo bem que era fácil) é a Mione a Princesa de Gelo, e esse título custa um pouquinho para se manter... Vamos ver o que ele vai nos render. O capítulo está postado e agora quero ver o seu comentário postado, ok?



Beijos PamyPotter.



COMENTEM!

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Dryka Jane M. Potter em 13/12/2011

 

PARA TUDO!!!! kkkkkkkk...........brincadeira, ó quis chegar "chegando".....
uhmmmmm......que ficcc M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A!!!! e é NC....oba!!!!eu não sou pervetida tá, só gosto da história um pouco mais HOT!!kkkkk
que estória é essa da Mione sumir e não dizer pra ninguem, até o pai dela?? e os amigos???....o que será que aconteceu pra ela fazer isso??...eu não sei o que nossa querida autora está aprontando!!! mas eu tô CRAZY pra descobrir!!!
que será o time da Princesa de Gelo??...eu acho que á tenho uma idéia....será que envolve uma loirinha?????
e o GOSTOSO do Draco?? vai demorar para aparecer??? já to xaudade!!kkkkk
amei o cap, to roendo as unhas para o próx. post....
bjsssssssssssss...

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.