FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

21. Eu não gostei desse final


Fic: Moulin Rouge - Amor em Vermelho


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 21: Eu não gostei desse final




A música acabou e todos ficaram em silêncio.

- Eu não gostei desse final. – disse Malfoy calmamente e todos olharam para ele.

- Não gostou do final, meu caro duque? – perguntou Zidler.

- Por que a cortesã escolhe o pobre tocador de cítara em vez do marajá que lhe oferece uma vida estável? – quis saber Malfoy ficando de pé – Isso é amor verdadeiro. Depois que o tocador de cítara satisfazer sua luxúria vai deixar a cortesã sem nada. Sugiro que, no final, a cortesã escolha o marajá.

- Mas, mas, mas... Desculpe. – disse Rony incrédulo no palco andando até se postar ao lado da irmã – Mas esse final não segue os ideais boêmios da verdade, da beleza, da liberdade...

- NÃO ME INTERESSO PELA SUA RIDÍCULA DOUTRINA! – gritou Malfoy e Rony ficou seriamente ofendido – POR QUE A CORTESÃ NÃO ESCOLHERIA O MARAJÁ?!

- PORQUE ELA NÃO AMA VOCÊ!!! – gritou Harry mais alto ainda se arrependendo depois pelo o que disse e tentou concertar falando baixo – Ele. Ela... ela... ela não ama... não ama... não ama ele...

Malfoy olhou para Gina que o olhou de volta muito séria, tudo fazia muito mais sentido ainda.

- Agora eu entendo. – disse ele – Sr. Zidler. O final será reescrito. A cortesã escolherá o marajá. Sem a canção secreta dos amantes. Será ensaiado pela manhã para a estréia de amanhã à noite.

- Me-meu caro duque, i-isso se-será impossível. – gaguejou Zidler.

Gina sabia que ela precisava tomar alguma providência, pois todos estavam discordando de Malfoy e suas idéias absurdas e ele poderia desconfiar de alguma coisa, isso se já não tivesse desconfiado.

- Harold. O pobre duque está sendo tratado de forma imperdoável. – disse ela com um sorriso debochado nos lábios, descendo as escadas do palco e indo em direção a Malfoy – Esses tolos escritores se deixam levar pela imaginação. – Ela se aproximou dele e falou de uma forma charmosa – Por que você e eu não vamos jantar? Depois então, diremos ao sr. Zidler como preferimos que a história termine.

***

Naquela noite no camarim das prostitutas, Gina acabava de se aprontar para se encontrar com Malfoy.

- Obrigada, Luna. – agradeceu a garota que estivera lhe ajudando a se arrumar, Luna sorriu e depois saiu.

- Eu não quero que durma com ele. – falou Harry que estivera ali escondido há algum tempo. Gina se assustou com a aparição repentina dele.

- Ele poderá destruir tudo. – disse ela.

Eles ficaram em silêncio enquanto Padma e um homem apenas passavam por ali rindo.

Gina aproximou seu rosto do de Harry e falou baixinho.

- Eu faço por nós. Você prometeu... – ela falou no ouvido dele. – Você prometeu que não sentiria ciúmes. Tudo vai ficar bem. Sim, ficará. Ele está esperando...

- Não... não... – Harry segurou o braço dela.

- Haja... o que... houver... – falou ela lentamente – Eu te amo.

- Haja o que houver... – sussurrou ele.

Ela foi para a torre para salvar a todos. E da parte de todo mundo... nada podiam fazer, exceto esperar.

No quarto de Malfoy em que este esperava, Gina entrou no aposento fechando a porta atrás de si.

Ela vestia um elegante vestido negro com luvas da mesma cor que ia até o cotovelo, seu cabelo estava preso num coque bem feito e usava seu costumeiro batom vermelho.

- Meu caro duque. – disse ela, suava bastante e estava muito nervosa – Espero não tê-lo feito esperar muito.

Harry se reunira no teatro bastante silencioso junto com Rony, Simas, Neville, Dino, Hermione, Luna, Cho, Parvati, Padma, Pansy, Lilá, Susana, Ana e todas as outras prostitutas e os homens que trabalhavam ali chamados de cafetões.

Harry tomava um uísque atrás do outro muito apreensivo, Neville tentava trabalhar em sua música no papel e Hermione olhava para todos os lados.

Para provocá-lo, Pancy sentou-se nas pernas de Harry e disse em deboche.

- Não se preocupe, Shakespeare, terá seu final. Assim que o duque tiver o dele também.

Foi sem pensar e com muita raiva que Harry a empurrou dali com grosseria fazendo-a cambalear e quase cair.

- Pancy, não, não. – dizia Simas segurando a garota que tentava partir para cima de Harry.

- Tire as mãos de cima de mim! – gritava ela, mas foi se acalmando.

Harry ficara de pé, mas sem intenção de bater em ninguém e observava, assim como todo mundo ali, Simas acalmando Pancy.

- Jamais. Jamais se apaixone por uma mulher que se vende. – disse Simas calmamente indo em direção a Harry e depois já estava gritando – SEMPRE TERMINA MAL!

_____________________________________________________________________________________

Continua...

No próximo capítulo...


“(...) – O ciúme o levará a LOUCURA!”

“Havia uma gargantilha enorme e prateada que cobria todo o pescoço e um pouco abaixo. Era feito de detalhes minuciosos e daquilo que Gina mais adorava: Diamantes.”

“Harry parecia começar a sofrer em dobro ao vê-la ali com Malfoy e não poder fazer nada (...)”

“- SILÊNCIO! – gritou ele furioso agarrando os dois pulsos dela e os forçando para baixo fazendo-a se ajoelhar – Você me fez acreditar que me amava!”

“Gina tropeçou e caiu com tudo no chão, Malfoy começou a tirar seu vestido enquanto ela chorava.”

“Malfoy jogou Gina na cama que agora estava só com as roupas íntimas e a machucava.”

“Hermione agüentou o máximo que conseguiu e acabou chegando no seu limite caindo desmaiada no chão.”


Bjus a todos

Lady Potter

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.