FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. MEU PRIMEIRO BEIJO


Fic: A SETE CHAVES


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

                             Image and video hosting by TinyPic


                                                                                              -

Sirius a viu fazendo diversas poses e se divertiu com a cena. É engraçado como mulheres conseguem se por diante de um espelho e imaginar. Imaginar diversas situações e fazer poses só para ver como ficariam com aquele visual. É bom ver uma mulher se admirando, mesmo Gina sendo apenas uma menina – Você está crescendo muito rápido. Está se tornando uma linda mulher. – Sirius não sabe como é ter filhos. O máximo que conhece é o seu relacionamento com Harry e isso já serve para deixá-lo sempre preocupado. Imagina como deve ser bonito ver uma menina crescer e desabrochar.


- Muito obrigada, Senhor Sirius! – Gina ficava envergonhada, o que a fez desviar o olhar para o chão.


- Ah, por favor! Não me chame de Senhor! Me sinto o seu pai ou o Dumbledore! – O comentário fez Gina rir. Ela usava esse pronome de tratamento por pura educação


- Desculpe! É sem querer! – Gina sorria ainda envergonhada enquanto Sirius ainda a admirava da porta do seu quarto.


Acho que não havia mais nada a ser dito. Sirius só conseguia olhar para Gina e a mesma não sabia mais como se portar. O ar havia ficado mais tenso. Gina sabia e sentia isso. Procurava alguma coisa para dizer, mas as palavras... Quais palavras? Qualquer coisa seria de bom tamanho. Antes que Gina pudesse pensar em qualquer outra coisa para Sirius se aproximou dela parando a sua frente. A menina estava muito nervosa enquanto Sirius não tinha muita certeza do que estava fazendo. Aquilo era real mesmo? Não parecia real. Parecia um sonho... Qualquer coisa.


Gina podia sentir a respiração de Sirius em seu rosto, mas não conseguia, não podia encará-lo. A mão de Sirius foi para o rosto de Gina levantando-o de vagar. Um turbilhão de coisas de passava pela cabeça da ruiva. Ela estava deixando? Era o momento mais estranho de sua vida. Ela sabia o que esperar. Sabia o que eu estava prestes a acontecer, mas se sentia imóvel. Como se não pudesse impedir isso. Por outro lado, Sirius queria! Queria beijá-la e conhecer o sabor daqueles lábios maravilhosos.


Sem mais e com sua mão guiando o rosto de Gina, Sirius a beijou. O beijo era lento. Tudo começou com um pequeno selinho e aos poucos Gina foi se entregando e aumentando a intensidade do beijo. Ao mesmo tempo que Gina experimentava o seu primeiro beijo Sirius fazia tudo com a maior calma do mundo. Ele a encarava como uma boneca de porcelana. Delicada e fina. Mas ao mesmo tempo, queria tê-la naquele momento. Queria tê-la em seus braços e prende-la com toda a força até que ela pedisse para parar. Os pensamentos pouco pecaminosos de Sirius cessaram quando Gina se afastou de leve do beijo. E agora? O que falar?


- Me desculpe...! – Sirius a olhava disposto a não forçá-la a nada – Me desculpe, Gina. Eu não sei o que aconteceu, eu... Com licença! – Sirius foi embora atormentado e Gina foi deixada completamente confusa. O que estava acontecendo? Ela gostou?! Mas... E o Harry? Não é dele que ela gosta? Como querer continuar aquele beijo, continuar aquele perfeito primeiro beijo?


A noite foi curta para os pensamentos de Gina. O beijo de Sirius foi a coisa mais inesperada do mundo e também o que não saia da cabeça dela. A menina tentava se lembrar da sensação que o beijo a deu. Ele era... Molhado! Molhado, mas gostoso. Não tem como explicar... É diferente. Acho que um beijo faz parte daquelas coisas que não tem explicação. Se desse para resumir, acho que ‘bom’ seria apropriado. Beijar é bom... Mesmo sendo breve, Gina queria mais.


Acho que o melhor seria conversar com ele. Saber exatamente por que ele fez isso e talvez contar que ela gostou. Mas se contasse o que aconteceria? Será que tem alguma coisa pra acontecer? O mais sensato é conversar, falar que está tudo bem e perguntar o que passa na cabeça dele. Sinceramente, essa é a única coisa que importa. As razões para Sirius ter beijado Gina só latejavam na cabeça dela. Ele é bem mais velho e ela tem só quatorze anos o único motivo só pode ser tara! Mas bem, isso será resolvido e como ele já pediu desculpas uma vez ele pedirá novamente e ela vai desculpá-lo.


Descer as escadas foi o seu maior momento de preparo. Trabalhou bem a sua mente para abrir aquele sorriso fingido quando encontrasse todos na mesa do café. Tinha medo do que sentir quando o visse – Bom dia! – Ótimo preparo! Gina dá uma olhada geral na casa indo se sentar. O nervosismo ainda estava com ela quando se sentou à mesa e sem nenhum sinal de Sirius – Cadê o Sirius? – A perguntou soou quase como uma preocupação. A escada não foi longa o suficiente para ela também trabalhar a voz de fingida. 


- Foi embora. – Respondeu Lupin.


- Foi embora? Como assim foi embora? – Ainda bem que dessa vez ela não teve que falar nada. Harry, afilhado de Sirius, ficou tão chocado quanto ela. Pra onde ele foi?


- Eu não sei. Ele só foi falar comigo ontem depois que fomos dormir e disse que precisava sumir por uns dias. – Lupin se sentava à mesa – Com certeza deve ter alguma pista a nosso favor e foi atrás dela! – Foi embora? Gina, desapontada olhava para mesa com raiva. Ela pensou e se preparou tanto! De que adianta agora? Precisava dessa conversa. Será que ele tinha ido embora por causa dela? Era isso que dava pra entender. Ele sumiu e sem dar explicações. Se bem que Lupin não falaria a verdade explícita, mas para Harry pelo menos a verdade ele diria.


A frustração era sua nova amiga. Ela estava triste. Isso. Estava triste por Sirius não estar na mesa do café e por não estar na sua casa. Mas isso só porque ela tinha muita coisa para falar com ele.


- Quanto tempo ele vai ficar longe? – O assunto já tinha sumido. Por que voltar a tocar nele?


- Eu não sei, Gina. – A pergunta pegou a todos de surpresa e tudo o que Gina lutou para disfarçar foi quase jogado no lixo. Ela não tem que se preocupar. Talvez isso seja até melhor. Não ter a imagem constante dele em sua mente pode ajudá-la a esquecer esse episódio. Mas e as palavras que estão presas na garganta dela? Com quem ela vai falar?


OFF
Obrigada por lerem, mais uma vez e desculpe a demora! 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.