FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Capítulo V


Fic: Uma ruiva pertubada - Com capa nova


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Gripada e de Molho.


 


Bom dia- tarde! Eu acabei de acordar sabe... Apenas estou aqui, ainda descansando os olhos e mantendo eles fechados. Ôoo Preguiça!


 


Tem alguma coisa mexendo no meu cabelo... Pânico! Tem alguma coisa tirando a minha meia, que não é tãaao minha assim, mas eu necessitava precariamente de uma então se eu estou com ela, a faz ela ser um pouco minha.


 


A coisa tá subindo gente. SOCORRO!


 


Ai isso me lembra uma música trouxa que eu escutei quando Fred e Jorge sintonizaram a rádio trouxa nas férias passadas.


 


Help, I need somebody! Help, not just anybody!  Help, you know I need someonehelp!


 


Aiiin! Essa coisa tá mexendo no meu pé! Que não seja uma borboleta, que não seja uma borboleta! QUE NÃO SEJA UMA COISUDA DE UMA BORBOLETA!


 


Parou. Acho que se cansou. Hehehe! Tentar mord...


 


- AHHH! – Eu majestosamente (mentira) levantei delicada (mentira) Do tapete da Sala Comunal (... verdade! Peguei vocês né?) – SAII!


- Desculpinha Gina! – Harry me falou gargalhando da minha cara. Bem engraçado né? Há, há , há. Não!


 


- ¬¬ - Ai mais que idiota! Quem em sã consciência acorda a outra mordendo os pés? Ai vai ter vingança! Ah se vai! – Porque você fez isso seu coisa de óculos?


 


- Eu tentei de chamar, nada. Te sacudi, nada. Taquei travesseiro em você, nada. Ai eu fui morder para saber se o resultado seria diferente. – Ele passou a mão no bendito cabelo dele e ajeitou os óculos. O famoso tique nervoso do Harry. Úhh! Tive uma idéia! – E pelo visto deu certo.


 


- Eu pensei que era algum inseto idiota tentando morder meus pés lindinhos. – Biquinho infantil ON.


 


- Onnwt! – Viu? Meu biquinho é super hiper mega irresistível. Ninguém resiste. Er... só  a mamãe e o Percy. – Me desculpa ruiva.


 


- Contagem regressiva para deixar o Harry como uma topeira cega. Cinco...quatro...três...dois...UM! – Eu cheguei perto dele e puxei os óculos.


 


- Hey Gina! – Ele falou gritando para a lareira. Fala sério, lareira Harry? Tsc, tsc, tsc... – Me devolve já!


 


- Não! – Ai como eu sou má! Eu subi no sofá do Sala Comunal e comecei a pular com os óculos do Harry no meu rosto. Nossa! Tá tudo borrado! Isso é maneiraço.


 


- Gina! – Ele gritou enquanto eu ria dele. O- ou! Ele pegou a varinha. Fez um feitiço apontando para o próprio rosto. Ele tá enxergando. – Para com isso sua coisa ruiva e saltitante!


 


Coisa ruiva e saltitante? Rum!


 


Tá pensando que eu me ofendi né?


 


Obvio.


 


Mary amor da minha vida!


 


Esse é o Harry, e não eu. :D


 


Vamos rir, para a palhaça não perder o emprego. Há, há, há.


 


 Eu achei engraçado!


 


Sério? o.o Esse mundo tá perdido...


 


Vamos rir. Há, há, há.


 


Aiin! Assim machuca meu lindo coração!


 


Idiota...


 


Eu não sou idiota. Apenas não uso muito a massa cinzenta. Ajo por instintos sabe...


 


Não usa muito? Você quase não usa!


 


Oi, eu ajo por instinto. Tchau.


 


- Ah não Gina! Assim não! – Ele sentou no sofá onde eu pulava e me puxou pelas pernas, fazendo eu cair ao seu lado. – Assim vão olhar pra você e dizer: “Olha, é o Harry Weasley! Ou então, “Olha só a Gina Potter!”


 


Gina Potter né? Humm... Não é tão ruim assim sabe...  A Gina gosta... Ai eu poderei dar uns pegas nele e ainda colocar a mão na desejada bundinha. (6)


 


Eu tirei os óculos e olhei para ele. É incrível! Ele fica tão lindo quanto com óculos.


 


- Harry com óculos. - Eu encaixei os óculos nele. – Harry sem óculos. – Eu tirei. – Harry com óculos. Harry sem óculos. Harry com óculos. Harry sem óculos. Harry com... AH! Desisto!


 


- Porque desisti?


 


- Você é bonito de todo o jeito.


 


- Eu sei que sou irresistível. – Ele falou sorrindo irresistivelmente (meio irônico não?). É engraçado como só ele tem aquele sorriso. Eu já procurei por toda a escola, mas apenas ele sorri daquele jeito.


 


- Harry, Gina? – Nãao! Somos Belatriz e Voldemort, na cama treinado pra fazer bebês! Ô Merlin! Hermione perguntou entrando na Sala Comunal e olhando pra mim e para Harry que estávamos prestes a nos abraçar. Estraga prazeres. ¬¬ - Faltam apenas trinta minutos para irmos a Hogsmeade e vocês ainda estão de pijamas? Sinceramente... – Blá, blá, blá...


 


Harry olhou pra mim e beijou minha bochecha. Levantou e abraçou Hermione amigavelmente e olhou pra mim como se dissesse: “Eu te ainda te amo mais tá?”


 


- Ôoo Hermione! Não briga com o amigo aqui... – Nossa ele é tão bom como eu atuando. – Assim eu caio em depressão e ainda levo a Gina junto!


 


Ela suspirou e sorriu.


 


- Vai lá. – Ele apertou ela e depois soltou. – Você ia usar o mapa mesmo...


 


- Uhúu! – Ele gritou. Maluquinho. E subiu as escadas do dormitório masculino.


 


Hermione riu e olhou para a minha pessoa, colocando as mãos na cintura.


 


- Eu não fiz nada. - Essa é a frase mais maravilhosa que poderiam ter inventado. Graças a essa frase eu nunca (quase nunca) me meti em confusões. Eu fui uma boa aprendiz de Fred e Jorge sabe? Ai, ai...


 


- Gina...


 


- O quê?


 


- A Srta, vai ficar ai, com cara de tacho, olhando pra mim ou subir e tirar esse pijama?


 


- Eu tenho alternativas?- Não. É, eu já imaginava isso.


 


- Sobe.


 


- E se eu não quiser? – Yes! Eu não vou deixar aquela garota, ladra de irmãos ruivos e bonitões, pensar que só porque é minha cunhada pode mandar em mim! Não mesmo!


 


- Você vai ficar ai sem ver seus irmãos. - *Sorriso maléfico* Medo. O.O


 


- Okay. Você é do mal Hermione! – Eu subi as escadas de braços cruzados e ela bateu nas minhas coxas.


 


Eu subi, tomei banho, mudei a minha roupa e coloquei meu tênis quentinho *-* Eu desci as escadas, e detalhe, eu ainda tava com a fita que o Harry me deu hoje de manhã, presa no meu cabelo.


 


Falando em cabelo... OH Merlin! Cadê o meu cabelo? OMG! Pera *procurando freneticamente no bolso da calça e com direito ao Amora a me olhar esquisito*


Achei *ufaa*


 


- Você tá pronta? – Hermione me perguntou enquanto olhava pra mim de cima a baixo. Ai que garota chata viu? Nota Mental: Mandar o Rony dar uns pegas na Hermione imediatamente.


 


- Sim... – Não querida. Estou pronta. Ainda falta alguém me amassar e por no forno pra eu ficar pronta. Dãaa!


 


- Ai Gina! Você tira o pijama pra colocar uma roupa de mendiga? Fala sério!


 


Fala sério digo eu! Eu tirei o pijama, mas eu coloquei minha calça jeans, e a camisa do Chudley Cannons que o Rony me deu. (Que era dele, mais eu roubei quando eu tinha 13 anos e comecei a dormir com ela. Ai como um bom irmão ele me deu :D) E os meus tênis.


 


Eu não tô com roupa de mendiga.


 


Nãao! Imagina. Apenas está com roupa de pendente de rua.


 


Não estou! Eu estou elegantérrima. E eu vou me encontrar com os meus irmãos! Eles têm que ter orgulho da caçula aqui õ//


 


Vai lá! Seja feliz.


 


Ah! Eu sei que você me ama!


 


- Hey! – Vai lá Tow! Me defende! – A cenoura tá maravilinda assim! – Uhúu! Eu amo o Tow mano.- É isso ai maninha! – Ele tá me abraçando por trás e me levantando. Agora ele me largou me deu um beijo na bochecha e sorriu pra Hermione. Nos olhamos cúmplices e sorrimos.


 


- Vai lá Chudley Cannons! Uhúu. – Eu e ele gritamos no meio da Sala Comunal. É isso ai Chudley Cannons! (Só pra constatar esse é o grito de guerra dos Weasleys quando escutamos o jogo dos Cannons)


 


- Harry, você conhece esses dois? – Hermione falou baixinho.


 


- Eu? – Harry falou apontando pra si mesmo. – Nãao! E você?


 


- Nem sei.


 


- Hey! – Exclamou o Tow. – Não falem como se não estivéssemos aqui.


 


Isso mesmo.


 


A chata da Hermione sorriu e me abraçou.


 


- Ah! Você sabe que eu te amo não sabe Gina?


 


- Não?! – Hermione olhou pra mim confusa e desatou gargalhar. O.o


 


E eu tô rindo junto.


 


Oi, nós somos duas lerdas gargalhando em plena Sala Comunal lotada. Tchau.


 


- Vamos Rony. – Harry falou puxando o Tomate pelo braço. – Deixa essas malucas ai.


 


- Hey! Esperem seus chatos. – Hermione gritou enquanto corríamos pelos corredores atrás dos meninos. Isso é alguma conspiração! Eles já andam mais rápido que nós, correndo é pior ainda!


 


Posso resumir?


Sim tia Gina!


Eu não ouvi direito?!


Sim tia Gina!


Resumindooo!


 


Encontramos eles na frente dos portões, escutamos a Tia Minnie, o Filch revistou as nossas coisas, depois pegamos uma carruagem e formos para Hogsmeade. Ron e Hermione foram pra Zonko’s(ainda acho que ele foram se agarrar por aí) e marcamos pra nos encontrar no Três Vassouras depois que eu encontrar com Fred e Jorge *-*


 


Agora eu e Harry estamos de mãos dadas por aí.


 


Eu acho legal ficar de mãos dadas com alguém u.u Tipo, eu ando de mãos dadas por todos os lugares com alguém maior. Com o Rony, com os meus irmãos,(menos com o Percy que eu sinceramente ainda acho que é adotado.) Até com o Neville uma vez! (Mas ele corou mais que o inferno e a NANA FICOU SEM FALAR COMIGO POR TRÊS DIAS!!!) E agora com o Harry bundinha linda Amora Potter


Ahn... Mas eu fiquei de mãos dadas com uma pessoa que vocês meros mortais, nunca imaginariam! Eu já andei de mãos dadas com nada mais nada menos que Sirius Black! (Que Deus o tenha) É verdade tá! =p Foi uma vez em Londres. Mas mesmo assim eu já andei! Isso é pra poucos. SINTAM A MINHA POTÊCIA BICTHES!


 


Mas voltando...


 


Agora eu estou aqui, andando por Hogsmeade de mãos dadas com o Amora, chupando um pirulito roxo de uva. ( Delíiicia!) Que o Harry comprou pra mim. Ele comprou um de laranja, um de cereja um de Amora *-*


 


Ele tava mascando um chiclete de hortelã. Dá pra sentir o cheirinho daqui. =3


 


Eu tava lá de bobeira, chupando meu pirulito docinho e gostosinho, quando alguém me cutuca no ombro.


 


EU ODEIO GENTE QUE CUTUCA! Não dá pra conversar civilizadamente? Mas nãao. A pessoa tá andando toda feliz da vida e vem à outra e cutuca! Mano, dá uma vontade de mandar enfiar o dedo em lugares nada impróprios, sabe...


 


Eu revirei os olhos, respirei fundo, pronta pra mandar a pessoa catar fadas mordentes da casa dos gritos, quando eu dei de cara com os ruivos idênticos mais lindos desse mundo. *-*


 


Babação...


 


São meus irmãos sua  


- Gininha! – Meus gêmeos lindos falaram juntos. Isso é tenso.


 


- Fred! Jorge!


 


- rum-rum. – Fred pigarreou fazendo o Jorge olhar pra minha mão e a de Harry juntas fazendo-o soltar logo. ¬¬ Tava bom de mais...


 


- Relaxa cara. – Jorge falou me esmagando. Alôoo! Gininha sendo esmagada aqui. – A Gina tem que andar de mãos dadas com alguém maior.


 


- Apoiado! Apoiado Fred! – Fred falou me abraçando(lê-se esmagando) – Porque vai que ela se perde e as pessoas confundem ela com uma criança de doze anos e adotam? – Fred me soltou e pegou na minha mão esquerda, e Jorge na direita. –Como nós vamos ficar sem a nossa irmã ruiva mais linda desse mundo inteirinho?


 


Eu sorri e Fred deu um beijinho na minha testa e Jorge na minha bochecha.


 


- E então... E aquela história de mandar uma garota pra ala hospitalar sem usar varinha Gina?


 


- Ahh! Aquilo? Não foi nada.


 


- Quem foi Gi? – Fred perguntou curioso tirando o pirulito da minha boca com a mão livre – Sua língua tá super roxa.


 


- Foi a Pansy Parkinson da Sonserina. – Jorge arregalou os olhos e Fred sorriu. – Sinta  poder da minha língua roxa Freddie.


 


- Freddie? – Ele me perguntou e eu assenti.


 


- Deu a doida nessa aí. – Harry falou pro Freddie. – Colocou apelidos em todo mundo...


 


- Mesmo? – Jorge perguntou. Ai, ninguém aceita né?! Assim magoa...


 


- Uhum. Saiu batizando o pessoal com nome de frutas. Nem o Professor Dumbledore escapou.


 


- Frutas Gin? – Fred perguntou.


 


- Sim! O Harry é Amora. – Fred segurou o riso e olhou pro Harry. – O Rony, é Tomate, mais ai tem variações, tipo Tow, ou Ron-Ron. A Hermione é Maçã, porque o Rony gosta de maças sacou? E você é o meu Freddie.


 


- E eu Gin? – Jorge me perguntou.


 


- Levanta aqui Freddie. – O Freddie, me levantou e eu beijei a bochecha do Jorge. – Você é o meu Jow-Jow.


 


- Fiquei feliz denovo.


- Mas fala, como foi que você madou a Parkinson pra ala hospitalar?


 


- Ela estava assediando sexualmente o Ron, quando eu meti a mão naquela cara de buldogue dela.


 


- Mesmo? – Eles perguntaram juntos.


 


- Mesmo.


 


- E essa camisa dos Cannons? – Freddie falou.


 


 


- Era do Ron-Ron – Eu justifiquei tentando pegar o meu pirulito com a boca da mão do Jow-Jow.


 


- Vai lá Chudley Cannons! Uhúu. – Eu e eles gritamos e Harry riu.


 


- Toma sua chata. – Ele me devolveu o pirulito e me beijou na testa.


 


Todos os alunos que estavam passeando por Hogsmeade olhavam pra gente. Eu uma anã, segurando a mão de dois ruivos gigantes e amáveis. (Sim, meus Freddie Jow-Jow são amáveis)E ao lado um moreno gato, lindo, gostoso, fofo, de olhos verdes e com a bundinha mais sexy do mundo. (6)


 


Ficamos de bobeira, eu chupei o pirulito de laranja, pregamos algumas pecinhas ( Se colocar fogo no cabelo da metade dos Sonserinos e ainda deixar algumas garotas com o cabelo verde limão forem pecinhas), e depois formos para frente da Zonko’s.


 


- Ahn... – Freddie olhou para o relógio e soltou a minha mão.


 


- Temos que ir Gininha. – Jow-Jow ficou ao lado do Freddie e ambos me deram um beijo nas duas bochechas ao mesmo tempo.


 


-Uhum! – Eu abracei os dois e tirei o cabelo do bolso da minha calça. – Eu amo vocês.


 


- Te amamos Gininha. – Eles falaram antes de aparatar.


 


É. Foi divertido enquanto durou. Eu amo eles, mesmo.


 


- Vamos Gin. – Harry pegou na minha mão e me deu outro pirulito


 


- Eu sou tão irritante assim?


 


- Como? – Ele fica colocando pirulito na minha boca pra eu não falar nada. É sim! L


 


- É! Você fica colocando pirulitos pra eu não falar. – Eu fiz um bico e continuei andando. Tava parecendo mais quando eu tinha dez anos e a mamy não deixava eu ver as vassouras no Beco Diagonal.


 


Ele parou de andar e me puxou olhando pra mim, com aquele olhinhos lindos de brilhosos dele e com aquela boquinha sexyhot (6) vermelhinha dele.


Ele puxou meu pirulito e deu um beijo na minha bochecha, bem pertinho da boca. (Droga de reflexo! Eu deveria ter virado!)


 


- Não diga isso! – Ele voltou a andar um pouco com raiva.


 


- Desculpe. Mas é que...


 


- Nunca mais diga isso! – Ihh! Ele estressou viu? Que lindo! Que lindo! *-* - Eu amo escutar a sua voz.


 


Dessa vez fui eu quem parou. Ele me olhou e corou. Eu cheguei perto e mordi a bochecha dele, como sempre fazia. E dei um beijinho depois.


 


- Me desculpe.E que as vezes, quando eu saio um tiquito da Ginalândia, tudo fica confuso e minha cabecinha ruiva entra em colapso.


 


Ele sorriu e entramos no Três Vassouras. Hermione e Rony estavam rindo sorrateiramente. VIU?! TAVAM SE AGARRANDO! Ele tá olhando pra ela daquele jeito tão esquisito e ela olhando pra ele com aquele sorriso ninfomaníaco disfarçado.


 


- Amora... – Ele me olhou confuso e apontou para a mesa deles. – Não. Vamos passear.


 


Saímos do Três Vassouras e formos por aí. Eu estava chutando a grama quando ele parou de andar e me puxou pra trás de uma árvore. Tomara que ele faça algo de útil aqui atrás. Escondido, comigo, sozinho, com a bundinha vulnerável. (6) *esticando a mão até lá* Falta pouco. Muito, muito pouco. *colocando a pontinha dos dedos*


 


Ah eu vou apertar! Ah, eu vou apertar! AH EU VOU...


 


Ele se virou. ¬¬° Será que uma garota não pode apertar bundinhas deliciosas e sedutoras em paz?


 


Ô garotinho filho da mãe viu? Agora baixou a vontade de esganar essa coisa linda, musculosa, delicia, de olhos verdes, cabelos sedosos e sorriso sedutor... uii, bateu uma onda de calor agora...


 


Se essa onda de calor se chamar vontade de dar uns pegas no Harr...


 


Mary! Na frente das crianças não!


 


Ah! Desculpe Srta. Puritanismo em pessoa...


 


 Eu sei que eu sou uma santa. *-* 40 kg de pura ingenuidade...


 


- O que foi Harry? Os alienígenas resolveram atacar Hogsmeade? S.O.S!!! – Eu comecei a gritar, quando o Harry me agarrou. {Isso foi muito, muito, muito bom. Aqueles braços, com aqueles bíceps, tríceps e todos os ceps bem definidos. Apaga essa luz que aqui mesmo eu faço a festa. (6) }e tapou a minha boca.


- Shiii!


 


- O quê? – eu meio que tava perdida na história sabe. Tipo o João e Maria naquela história trouxa... Que idiotas! Jogar pãezinhos. Humpft! Sou muito mais jogar pedrinhas esquisitas ou um feitiço.( Por isso que eu amo ser bruxa *-*)


 


- Shiii!


 


- Dá pra parar com esse “shiii”?!


 


- SHIII!


 


- Harry, meu querido amigo Harry. Vá fazer esses seus “Shiiis” na casa da filha de Merlin! Seu coisudo idiota.


 


- Fala baixo ruiva! – Ele sussurrou. Que lindo, que lindo. Voz rouca e sexy... Harry, meu amor, você quer falar assim comigo pro resto da sua vida? Seu totozo!


 


- O que foi Harryzito da Gina? – Ele olhou pra mim e deu um sorrisinho estranho.


 


- O Rony e a Hermione...


 


- O que tem eles? – Eu falei pulando para tentar ver alguma coisa por cima do ombro dele. – Me diz! Vai!


 


- Eles tão... – Ele se virou pra mim, ele estava em estado de choque. Tadinho... Vem pra Gininha aqui, ela te anima rapidinho... hehehe (6)


 


- O que eles tão fazendo Harry Potter? – ò_ó Eu estou ficando brava!


 


- Olha. – Ele me puxou e me colocou a sua frente, fazendo eu ficar de costas pra ele e ele estava segurando a minha cintura. ( Isso é bom sabia. Aquela mãos quente na minha cintura. Ahn... Harry? Quer não me soltar mais? Please!)


 


Eu colocou a cabeça para fora do tronco e vi uma coisa que me fez ter a mesma reação que o Harry. O RONY ESTAVA ENGOLINDO A HERMIONE! Ele estava encostando(ou achatando) a Herm na parede e dando um beijo desentupidor de pia e de vasos sanitários do banheiro da Murta que Geme. E ela está agarrada nele, como se ele fosse o macho alfa da história do mundo todo. Ceús, esse mundo tá perdido...


 


Bem... Pelo menos eles estão felizes e sabem que não vão dar um pé na bunda um do outro. E nem um dos dois é galinha ou uma vadia mal amada...


 


 É verdade...


 


Deixa eles serem felizes e pega geral  Ginaaa! UHÚUUU!


 


o.o Mary? É você mesmo?


 


Ahn... Desculpa. Foi só uma combustão de hormônios.


Okay... (Tenso)


 


 


- Você viu o que eu vi? – A visão afetou o cérebro do Harry... Tadinho


 


- O que? – Eu me fiz de cegueta. – As árvores que estão balançando? Ahh... Vi sim.


 


- Gina! – Ele me virou e ficou olhando pra mim, com aqueles olhinhos verdes e coisudos que fazem ficar amanteigada... *-*


 


- EU!


 


- Sério? – Harry Ironia Potter falou. – Pensei que fosse a pedrinha ali.


 


- Aiin! Que amor hein?


 


- Fala sério ruiva. – Uiii. Tremi na base agora. “Treme tre treme, tre treme treme a ruivinha” – Você não viu nada anormal? Além de você mesma é claro.


 


Euu? Anormal? Fala sério... Eu apenas sofro de um misero distúrbio mental.


 


- Anh... Tem árvores, passarinhos, pirralhos pentelhos do terceiro ano, correndo de um lado para o outro, - Okay, é melhor eu dizer logo. Ele tá tão irritado que pode me jogar no latão de lixo e me abandonar lá... – o Tow e a Herm se engolindo, um Harry bem lindinho e irritado e... só.


 


- Agora deleta da sua mete “superdotada” – Hey! Eu senti a ironia nessa frase Sr.Potter! – as árvores, os passarinhos, os pessoal do terceiro ano e talvez, eu disse talvez tire a visão da minha pessoa irritada por obséquio. – Eu fiz cara de pensativa e ele suspirou. – Tirou? – Afirmativo Senhor! *bate continência com a Mary* - Agora me diz o que você viu.


 


- O Tow fazendo uma “breve” demonstração pública de desentupimento de garganta na Maçã.


 


Ele olhou pra mim e riu. :D


 


- Isso!


 


- E...?


 


- Eles demoraram muiitaço pra fazerem isso você não acha?


 


- Com certeza!


 


- O que você acha de irmos interrompê-los? – Harry está usando aquele sorriso maroto dele. MUAHAHAHA!


 


- Harry, isso é uma idéia maravilhosa :D  - Ele pegou na minha mão e agente foi sorrateiramente chegando perto do “casal vinte engolidor”


- Hey! – Amora gritou fazendo-os descolar um do outro assim *estalo de dedos* num estalo de dedos. – Vão pra Sala Precisa vocês dois!


 


- Oh Merlin! – Falei cobrindo os olhos. – Isso é muita pouca vergonha pra meus olhinhos puros.


 


- Gina. – Hermione virou os olhos. – Menos, tá legal.


 


- Eu só disse para irem para um lugar mais reservado sabe...  Os pirralhos do terceiro ano podem ficar traumatizados.


 


A Maçã me olhou feio. E eu escondi meu rosto no meio do corpo definido, delicioso e “pegável” do Harryzito.


 


- Ela tem razão. – Viram!! O Amora ainda me apóia! Seus feios :p


 


- Hum! Olha quem fala. Sr. eu beijei a Chinesa da Chang Chorona.


 


 Na boa, precisava lembrar a idiotice dele? Fiquei depressiva agora... ¬¬


 


- Valeu Ron! – O Harry falou hiper irônico. Ele me apertou mais.


 


- Ron-Ron, Faz um favor? – Ele me olhou totalmente vermelhoo – Vai ser feliz em um lugar mais discreto, por favor?


 


Ele balançou a cabeça e pegou na mão da Herm.


 


- Até a hora da janta! – Herm gritou sendo arrastado pelo Tow


 


O Harry olhou pra mim riu.


 


- Já tava na hora não acha? – Ele falou enquanto agente caminhava.


 


- Com toda a certeza dessa cabeça ruiva.


 


Agente ainda andou um pouquinho e encontramos um lugar legal. Vazio, só com o barulho do vento nas árvore e do canto dos pássaros. Deitamos na grama verde e olhamos para o céu


 


Harry virou pra mim e sorriu.


 


- Vai chover. – Ele passou o dedo na minha bochecha e apontou. – Olha lá. Tão vindo muitas nuvens.


 


- Aquela parece um coelho. – Eu apontei pra uma nuvem que tinha orelha e era fofinha ;D


 


- E aquela parece um dragão.


 


Ficamos ali por horas...


- Aquela parece a Murta-que-Geme vomitando alguma coisa. – Harry falou depois de achar várias formas esquisitas.


 


Eu já estava rindo pra caramba.


 


Ele virou pra mim e me olhou. Sabe o que ele fez? (cri-cri)


 


Ninguém sabe? (cri-cri)


 


Ele simplesmente se aproximou e...


 


Mordeu a minha bochecha.


 


Eu olhei pra ele e ele estava rindo com aqueles lábios vermelhinhos, aqueles olhinhos brilhantes e tudo mais. Ai, ai...


 


De repente começou a chover. OMG!


 


Oh você aí de cima? Tá de sacanagem comigo né? Do nada tipo assim, puf! Começa a chover?


 


Harry se levantou da grama e limpou a graminha verde que tinha daquele bumbum delicioso. Sentimento de arrependimento de não ter ajudado ele...


 


- Vamos Gin!


 


- Pra que a pressa? – Eu falei pulando feito uma louca (o que de fato eu sou) Nas poças de água. – Eu já tô toda molhada mesmo...


 


Ele estava encharcado. Nós estávamos. O cabelo dele grudando na testa e a minha franja também, as roupas mais pesadas que o convencional, mas quem disse que eu me importo? \ô/


 


Eu tirei os tênis que eu estava usando e joguei pro alto. Neste momento eu estava com a blusa dos Cannons molhada e colada na minha barriga, à franja molhada na testa que eu insistia e tirar dos olhos, descalça, com a calça jeans molhada. “Loca, loca, loca!”


 


Harry pegou meus sapatos e correu atrás de mim.


 


- Gin sua problemática! – Ele gritava no meio de Hogsmeade. – Me espera.


 


Correr do Harry não é legal. Ele deixa você cansar e depois corre bem rápido. Apanhador idiota.


 


Ele me abraçou pelas costas segurando na minha cintura, agora eu estou andando no meio das pernas dele.  Tipo, um passo dele são dois meus sacou? Ele é bem maior que eu aqui. *bubú* L


 


Ele anda e eu também, estamos grudadinhos ( Isso é tãaao bãaao) Eu coloquei meus pés sujos de lama, em cima dos pés dele. Agora ele está andando por mim. ;D


Ele deu um beijo “molhado” na minha bochecha e sussurrou:


 


- Gin, as carruagens já partiram. Vamos ter que usar as passagens secretas.


 


- Você quem manda.


 


Agente entrou na Dedos de Mel e logo formos pra passagem.


 


Resumindo, passamos, encharcados, saímos na estátua da bruxa de um olho só e formos pra Sala Comunal.


 


Hermione e Rony estavam se engolindo no sofá então eu subi. Amanhã eu iria ficar na minha caminha até mais tarde.


 


Subi, tomei um banho quentinho e fui logo pra minha caminha. Peguei o Arnaldo e dormi com ele, como sempre.


 


********************


 


Olá pessoas *-*


 


Eu não estou me sentindo bem.


 


Dores nas costas, o meu nariz tá um pouco entupido e minha garganta dói.


 


Eu vou descer e ver alguém sabe...


 


Troquei meu pijama por uma roupa quentinha e desci as escadas. Já haviam algumas pessoas na Sala Comunal. Me deitei no sofá e fechei os olhos por alguns minutos.  Ou não né?


 


O Ron chegou e sentou do meu lado.


 


- Você tá bem Gina?


 


- Dão. Acho que o beu dariz tá intupido. ( Traduzindo: Não. Acho que o meu nariz tá entupido)


 


- Você quer alguma coisa?


 


- Dão.


 


- Tudo Bem. – Ele se levantou e beijou minha testa. – Vou me encontrar com a Hermione.


 


- Boa Sorte.


 


Eu fiquei lá, quando senti outra pessoa se aproximar.


 


- Gin?


- Oi Harry. – Eu não precisava abrir olhos pra saber que era ele. Sua voz já era conhecida pelo meu cérebro. :D


 


- Você tá bem?


 


- Dão buito. Eu tô com o dariz intupido e dor de garganta.)Ele se levantou e deu um beijinho na ponta do meu nariz. :D


 


- Hum... Vamos comer alguma coisa.


 


- Eu dão estou com fome.


 


- Mas você precisa comer.


 


- Eu be recuso a ir.


 


-Ah, mas você vai!


 


- Be tire daqui então?


 


- Você quem manda.


 


Ele me levantou e me jogou em seu ombro como seu eu fosse um saco de batatas. ¬¬


Mas... até que eu posso ficar aqui o dia todo. Com a mão ao alcance da bundinha dele sabe...


 


Andamos, andamos, andamos e eu aqui.


 


- Harry, o Salão Principal é pro outro lado.


 


- Não vamos pra o Salão Principal.


 


- Dão?


 


- Não. Vamos na cozinha.


 


- Ahhh!


 


Andamos e chegamos finalmente na cozinha. Que estava cheia de elfos domésticos orelhudo, olhudos e esquisito.


 


- Dobby, você me prepara um chocolate bem quente e uma salada de frutas bem rica em proteínas por favor?


 


- Sim Harry Potter. É uma verdadeira horna Dobby servir ao senhor e a garota ruiva. – Que elfo mais esquisito... Pelo menos ele é melhor que o Monstro


 


- Ela é irmã do Rony, Dobby.


 


- Ela é irmã do Sr. Weasley? – Ele arregalou aquelas coisinhas gigantes que tem no lugar dos globos oculares.


 


- É sim Dobby.


 


- É uma honra para Dobby servir a garota Weasley. – Ele fez uma reverência aos meus pés que o narigão dele tocou no chão. Tenso o.o


 


-Dão é dada Dobby. – Eu falei simpática.


 


Ele saiu e foi fazer o chocolate quente.


 


Eu e Harry sentamos em um dos banquinho dali.


 


- Porque será que só eu peguei gripe se você também estava na chuva Abora?


 


- Por que meus glóbulos brancos são fortes!


 


- Seu chato!


 


- Não esquenta ruiva. – Ele falou passando a mão no cabelo e ajeitando a armação dos óculos no nariz.Ô maniazinha  chata essa viu? – Eu passo o dia cuidando de você. :D


 


Ele fez de novo.


 


- Isso por acaso é um tique dervoso? – Eu perguntei enquanto ele passava a mão de novo.


 


- Vai dizer que não tem um?


 


- Eu dão. – Eu falei tirando a franja dos olhos.


 


- Ah-há! – Ele gritou, puxando o meu braço. – Já é a quarta vez que você tira a franja dos olhos.


 


- Dãa! É Dessesário!


 


- Rum!


 


Mais resumindo o dia: Comi na cozinha, depois formos para o lago, e agora eu estou de novo no sofá da Sala Comunal, com o Harry sentando e com minhas pernas em cima das pernas dele. Ele tá estralando meus dedos. Eu vou dormir pessoas.


 Assim eu aproveito melhor o domingo *-*


Tchauzin’


 


_____________________________________________________________________


 


N/B: OMG! Que cap lindo Angie! Rachei na parte do “Treme a ruivinha” huashauhs. O Ron e a Hermione finalmente desencalharam êee! Ele foi até mais rápido que o Harry... E o surto hormonal da Mary foi o melhor. Uauahsuah “Pega geral.” A Gina com o nariz entupido parece muitaaço com você. :D  Manda mais okay? Bjão. Comentem a Fic da Angie, porque ela merece


 


 


N/A: Olá pessoas ô/!Cá estou eu novamente né... Estou tão feliz *-* Fui a única da sala em passar em todas as matérias. Até em Física *o* E Pra comemorar eu estou aqui, escrevendo mais um cap dessa fic u.u Felicidade ON a toda carga. Mas chega! Vamos falar da fic. Vocês viram que desacalharam ai um casal que muita gente gosta... E eu fiz esse cap um pouquinho menor, mas coloquei um Harry bem apaixonado pela Gina tipo dizendo “ Eu tô de quatro por essa ruiva maluca e ela não percebe! OMG” Mas aqui pra nós, o Harry é lentinho mesmo sabem... Mas quem sabe nos próximos cap ele incorpora mais o maroto pai dentro de si? Ninguém sabe...


 


Agora, aos coment’s


 


Julii.Weasley – Eu já fui com a blusa e uma vez de pantufas para a escola *-* E eu tbm tinha marcado de ir com minhas amigas, mas elas não formam... E os amigos já me viram de pijama verde *-* Umas trilhões de vezes quando vem aqui em casa para fazer algum trabalho escolar ou algo do  tipo. Huahsuahs Que bom que você está gostando tanto da fic. Eu amo quando você comenta. Não deixa de comentar não viu?! Obrigadinha


 


Bárbara JR. – Mas olha o privilégio! Tá podendo hein? uahsuahsu Acho que trabalho melhor sobre pressão *-* Mas mesmo assim, sempre quando eu vejo seus coment’s nas minhas fics fico pulando de alegria aqui. Ainda bem que você tá gostando \ô/ Obrigada.


 


 


Nathy Evans – Fiquei tão feliz em saber que você gostou tanto a ponto de dizer que perfeito *-* Mas eu faço isso por vocês. Tenho uma idéia e penso logo se vai agradar aos leitores.E deu Mil Graças por estar agradando tanto assim. Obrigada.


 


Bom, obrigada mesmo por estarem gostando, e não se esqueçam de ler nem de comentar okay. 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.