FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

20. "Come What May"


Fic: Moulin Rouge - Amor em Vermelho


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Capítulo 20: “Come What May”




Ela se soltou dele e postou-se em frente à janela, ambos trocavam olhares cheios de amarguras de vez em quando. Apesar disso, não estava no sangue de Harry desistir tão fácil das coisas. Ainda olhando-a suplicante, ele começou a cantar baixinho.

HARRY
Never knew
(Nunca imaginei)
I could feel like this
(Que pudesse me sentir assim)
Like I’ve never seen the sky..
(Como se nunca tivesse visto o céu...)
...before
(...antes)


Gina se virara para encará-lo e viu nele muito determinação em alguém que jamais iria desistir de seus sonhos e sentiu seus olhos enxerem de lágrimas.

Want to vanish
(Quero desvanecer)
Inside your kiss
(Com um beijo seu)


>> FLASHBACK <<


Estavam no teatro ensaiando a peça. Harry consultava seus papéis e dizia.

- Certo, essa é a cena em que o tocador de cítara escreve uma canção secreta para a cortesã. Assim, haja o que houver, eles lembrarão do seu amor. Agora, vamos à parte da sua fala, Gina.

- Precisamos ter cuidado. – disse ela segurando as mãos de Simas.

- Não tema, nosso caso de amor prosseguirá bem embaixo do nariz do marajá. – disse Simas e em seguida caiu dormindo no chão por conta de sua narcolepsia.

- Francamente amigo, assim é impossível. – disse Zidler se levantando irritado.

>> FIM DO FLASHBACK <<


Seasons may change
(As estações podem mudar)
Winter to spring
(Do inverno à primavera)
But I love you
(Mas eu te amo)
Until the end...
(Até o fim...)
...of time
(...da vida)


Gina parecia estar mudando de idéia sobre terminar o romance deles por conta de seu sorriso.

Come what may
(Haja o que houver)
Come what may
(Haja o que houver)
I will love you
(Eu amarei você)
Until my dying day
(Até o dia da minha morte)


Gina já voltava a ser feliz e a sorrir, agora acompanhava-o na música.

HARRY E GINA
Suddenly, the world
(De repente, o mundo)
Seems such a perfect place
(Parece não ter defeito)
Suddenly, it moves
De repente, move-se
With such a perfect grace
(Com tanta graça)
Suddenly, my life doesn’t...
(De repente, minha vida...)
...seem such a warte
(...não parece tão inútil)
It all revolves around you
(Tudo gira em torno de você)


Ainda no apartamento de Harry, ele e Gina estavam decididos a dar mais um passo na relação deles. Pouco tempo depois, as roupas de ambos estavam jogadas a um canto do quarto e eles estavam deitados na cama mais unidos e felizes do que nunca.

Era uma sensação maravilhosa estarem ali depois de tanto tempo sem se verem, naquele dia em que resolveram se entregar um ao outro. Tinha sido muito difícil para Harry ficar sem ver ou falar com Gina naqueles dois anos em que ele esteve viajando pelo mundo a trabalho que quase se esquecera do quanto era bom olhá-la, abraçá-la e beijá-la, melhor ainda quando ela retribuía com o maior amor do mundo.

Para Gina aqueles dois anos tinham sido um verdadeiro inferno. Ter que se conformar com a partida de Harry, ter que vir para Paris trabalhar no Moulin Rouge, ter que vender seu corpo para ter o que comer e ter que superar a morte de quase toda a sua família. No entanto, Harry voltara a sua vida alegando que a amava mais do que tudo na vida e isso fazia sua vida valer a pena.

Foi então que se entregaram de corpo e alma, naquele momento único e inesquecível onde não tinha espaço para se lembrar dos problemas e preocupações, era só Harry e Gina e mais nada.

Dez minutos depois eles estavam exaustos, cansados, mas completamente felizes. Estavam deitados na cama olhando um para a cara do outro e sorrindo enquanto cantavam baixinho e juntos.

HARRY E GINA
And there’s no mountain
(E não há montanha)
Too high
(Alta demais)
No river too wide
(Nem rio muito extenso)
Sing out this song
(Cante esta canção)
And I’ll be...
(E eu estarei...)
...there by your side
(...aí ao seu lado)
Storm clouds may gather
(Tempestades podem se formar)
And stars may collide
(E estrelas podem colidir)

HARRY
But I love you
(Mas eu te amo)

GINA
I love you
(Eu te amo)

HARRY E GINA
Until the end...
(Até o fim...)
...of time
(...da vida)
Come what may
(Haja o que houver)
Come what may
(Haja o que houver)
I will love you
(Eu amarei você)


Como sempre no mesmo horário, eles foram para o Moulin Rouge ensaiar a peça com os demais.

Neville analisava nota por nota no piano para que tudo saísse perfeito. Gina tentava se controlar, pois sentira aquela pontada no coração de novo, mas essa foi fraca. Simas lia suas falas e Malfoy estava sentado ao canto assistindo ao ensaio junto de Pancy.

- O tocador de cítara cai do telhado e diz: “A coisa mais importante que se pode aprender é amar, e em troca, amado ser”. – dizia Harry a todos.

- Esse final é mio tolo. Por que a cortesã se apaixonaria pelo paupérrimo escritor? Ops! Quero dizer, tocador de cítara. – falou Pancy para Malfoy, em seguida se levantando e indo se sentar junto das amigas com um sorriso no rosto.

Naquele momento, Malfoy entendeu tudo, tudo mesmo. O teatro, o fato de Gina não estar se encontrando mais com ele, o motivo de Harry e Gina estarem tão felizes... tudo fazia sentido, agora. Mesmo assim ele decidiu não falar nada, por enquanto. Iria fazer umas pequenas mudanças para começar e seria agora.

Lá no palco todos cantavam a parte final da canção secreta dos amantes com bastante empenho. Gina e Simas estavam no centro rodeados por todos os outros homens e prostitutas que também cantavam, inclusive Zidler, Hermione, Rony e até mesmo Harry sentado num canto com seus papéis.

TODOS
Come what may
(Haja o que houver)
I will love you
(Eu amarei você)
Come what may
(Haja o que houver)

GINA E SIMAS
Yes, I will love you
(Sim, eu amarei você)

TODOS
Come what may
(Haja o que houver)

GINA E SIMAS
I will love you
(Eu amarei você)

TODOS
Till my dying day
(Até o dia da minha morte)


_____________________________________________________________________________________

Continua...

No próximo capítulo...


“- NÃO ME INTERESSO PELA SUA RIDÍCULA DOUTRINA! – gritou Malfoy e Rony ficou seriamente ofendido (...).”

“(...) Ela se aproximou dele e falou de uma forma charmosa – Por que você e eu não vamos jantar? Depois então, diremos ao sr. Zidler como preferimos que a história termine.”

“- Haja... o que... houver... – falou ela lentamente – Eu te amo.”

“- Jamais. Jamais se apaixone por uma mulher que se vende. – disse Simas calmamente indo em direção a Harry e depois já estava gritando – SEMPRE TERMINA MAL!”


Bjus a todos

Lady Potter

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.