FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

15. Despedida de Solteiro(a) •


Fic: Lily Muggles Diary UA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 - Timbaland Feat. Money - Fantasy



3 meses depois...
Narrado por: Lilian Evans



- Liiiiiil. Acorda! - Ah, que droga, 'tava tão bom dormir debaixo daquela coberta quentinha, junto com o Ti.
Ah, eu acho que eu ainda não contei a novidade de quê nós já nos mudamos para o nosso apartamento, e eu vou me casar em três dias, contei? *-* (n:b/cristo *-*)
Pois é, eu estou tããão feliz! Tudo está dando certo.
Eu 'tô na faculdade de arquitetura *--*, mas ainda não achei um emprego.

O Ti está fazendo faculdade de comunicação social e jornalismo, e está trabalhando em um pequeno jornal ajudando o editor.
Bem, isso já é um grande começo não? *-*

Nós guardamos o salário do Ti que seria para gastarmos em bobagens e móveis para a casa, mas nós guardamos para o casamento e a festa.
Claro que não foi tudo feito com o dinheiro dele, meu pai, minha mãe e os pais do Ti também ajudaram muito nessa parte de grana e tal.

- Lilian, acorda. Sou eu, Marlene!

Eu levantei tão rápido e assustada, que eu acabei batendo a minha cabeça com a cabeça da Lene. Auch, 'tá doendo. :@

- Desculpa, eu me assustei com a sua cara. - Eu disse me segurando para não rir, enquanto massageava a minha cabeça.

- Haha, muito engraçado. - A Lene disse massageando a dela também.

- Cadê o Ti? - Eu perguntei vendo que ele não estava ali na minha cama, como na noite passada.

- Já foi com os meninos. - A Lene respondeu abrindo a minha janela, e deixando aquele puta sol entrar, e bater na minha cara. O_O'

- Foi pra onde? - Perguntei indo pro banheiro escovar os dentes.

- Pra despedida de solteiro, ué.

Eu cuspi toda a pasta-de-dente que tinha na minha boca e falei inconformada:

- Despedida de solteiro? Que é quando o noivo vai sem a noiva para uma boate, com os amigos dele, e faz sexo até o coitadinho murchar ? - Eu perguntei horrorizada, só de pensar na possibilidade do Ti estar fazendo isso.

- Isso mesmo. - A Lene respondeu simplesmente.

- E quem deixou? - Eu respondi saindo do banheiro, e pegando o celular para discar o número do celular do Ti, e pedir para ele vir embora logo.

- Eu deixei. - A Lene disse pegando o celular da minha mão e tacando no chão. E... e quebrou tudo. /cry/

- MARLENE, você tem noção de quanto tempo eu guardei dinheiro pra comprar esse celular? - Eu quase gritei, enquanto pegava todos os pedaços do meu ex-celular.

- Não me importa. Agora vai logo, se arruma porque nós estamos atrasadas, e a Dora 'tá esperando lá embaixo. - A Lene disse abrindo o meu guarda-roupas.

- Afinal.. onde vamos?

- Primeiro nós vamos conhecer o padre, ver se todas as coisas da igreja estão como eu mandei e segundo nós vamos... Para a sua despedida de solteira ;). - A Lene piscou e saiu do quarto.

Opa, agora eu 'tô começando a gostar dessa idéia de despedida de solteira. (66)

***


- Lene, você tem certeza que nós temos que ir conversar com o padre? - Eu resmunguei do banco de trás do carro. - Quero dizer...eu não preciso conhecer o padre. Eu confio nele.

- Lily minha amiga, veja só, foi o mesmo padre que casou os seus pais, e por mísera concidência, ele casou os pais do Tiago também.

- Sério? - Perguntei arregalando os olhos.

- Aham! - A Lene disse, e então ela estacionou o carro na frente de uma igreja bem, bem, bem, bem velha.

Descemos do carro e entramos. Uau, era bem bonita. E a igreja parecia ser turistica, já que tinha uma recepção.

- Olá, posso ajudá-las? - Uma senhora perguntou do outro lado do balcão.

- Err, nós viemos falar com o Padre Hagrid.(n:b/ hagrid já é arroz de festa,q.) - A Lene falou.

- Ah, sim claro! Senhora Evans? - A senhora perguntou, olhando para a Lene.

- Sim, sou eu. - Eu disse passando na frente da Lene, e me apoiando no balcão.

- Ótimo, Padre Hagrid já está esperando por você... vocês. - A Senhora acrescentou analisando a Lene e a Dora que estavam nos seguindo. - Por aqui por favor.

Entramos em um corredorzinho que parecia mais uma passagem secreta, até que chegamos á uma porta de madeira, que parecia tão velha quanto a igreja realmente velha.

- Aqui.

- Obrigada. - Respondemos.

Eu bati na porta, e logo um homem alto e barbudo abriu-a.

Pra mim ele não tinha nada cara de padre, e sim ator de Harry Potter ator de filme de terror.

- Olá. Em que posso ajudá-las jovens? - O homem grande perguntou.

- Olá. Err, sou Lilian Evans. - Eu disse em uma vóz fina, afinal eu 'tava com medo pow. O_o'

- Ah sim! Claro... Entre Senhorita Evans. - Disse o grande homem me dando passagem, e então eu, a Lene e a Dora entramos na sala.

Era uma salinha que mais parecia uma casa; Tinha bastante coisa grande. Três grande cadeiras em volta da grande mesa, uma grande poltrona, um grande sofá, uma grande lareira e por fim, uma grande cama.

O Homem foi até o fogão e pegou um pouco de chá servindo-nos.

- Sentem-se. - Ele pediu, e então o fizemos.

Ficamos em silêncio por um longo tempo, apenas apreciando o chá, mas eu não poderia perder a minha tarde toda ali.

- Er, então.. está tudo pronto? - Perguntei meio sem-graça.

- Você diz a cerimônia? Ah sim, está tudo em ordem. Tenho tudo decorado, bem aqui. - O homem disse apontando para a própria cabeça.

- Hum, ótimo. Se nos dar licença, temos que ir. Você sabe né, vida de noiva é uma loucura. - A Lene disse se levantando.

- Ah sim, claro. Vejo vocês em três dias. - O Tal de Hagrid disse e então quando saímos ele fechou a porta delicadamente.

- Lene, por quê você fez isso? - Eu perguntei enquando andavamos no corredorzinho de volta.

- Ah Lil, aquele lugar estava dando arrepios, e ele me assustava! Sem contar que eu não queria perder o meu dia inteiro olhando pra cara feia dele.

- Credo Lene. - Eu disse enquanto passavamos pela recepção novamente. E então eu agradeci a senhora. - Obrigada.

- De nada jovens. - A Senhora respondeu acenando enquanto voltamos para o carro.

- E agora, vamos pra onde? - Eu perguntei dentro do carro.

- Vamos para sua casa, você vai se arrumar, e então nós vamos ...

- APROVEITAR! - Gritamos juntas.

***


- Estou prontaaaaaaaa! - Eu gritei descendo as escadas, e me encontrei com a Lene de calça jeans, sapato de salto alto e uma blusa com um decote gigaaante, e a Dora estava com uma saia jeans, bota de cano alto e um top.

- Uau Lil, você vai arrasar hein ;). - A Dora disse olhando para mim com aquele top + micro-saia.

- Espero. - Respondi sorrindo amarelo.

Fui até o quintal e peguei três baldes bem fundos, para conseguirmos bastande dinheiro. ( n/a: isso é uma tradição Escocesa, que na despedida de solteiro da mulher, ela vai em todos os bares, dá um "selinho" em cada cara, e eles pagam, colocando dinheiro no balde ;D }(n:b/ uêpa, vou casar na escócia ,q)

- Hey, a despedida de solteiro é MINHA. - Eu disse agora me tocando de que elas também iriam aproveitar.

- Ah, eu estou solteira \o' - A Dora disse erguendo os braços.

- E você Lene? - Eu perguntei encarando-a.

- Ah, eu vou aproveitar beleza? Ninguém precisa ficar sabendo. - A Lene disse indo pegar a chave do carro e então fomos ao pub \o.

- Onde vamos primeiro? - Perguntei sentada no banco de trás do carro, a Lene dirigia, e a Dora estava no banco do passageiro.

- No primeiro que encontrarmos. - A Lene disse,e então logo nós avistamos um pub.

- ALI ALI ALI. - Eu gritei apontando para frente.

- Eu vi Lilian! - A Lene disse indo estacionar o carro. Ui, que nervosinha.

- UHU! A NOIVA ESTÁ CHEGANDO! - A Dora gritou quando abrimos a porta do bar, a música estava bem alta, e o que mais tinha eram homens.

- Lembre-se que eu estou fazendo isso por você ein. - A Lene sussurrou pra mim, e logo começou a encher o balde, a Dora logo fez o mesmo, e eu... bem eu não iria ficar parada né?

***


- Lene, eu estou cansada! - Eu disse quando por acaso me encontrei com ela do outro lado do pub, e logo a Dora chegou.

- Minhas mãos estão doendo de segurar esse balde pesado. - A Dora disse mostrando o balde dela, que estava o mais cheio de todos.

- Uaaau, onde você conseguiu tanto dinheiro? - A Lene perguntou quase enfiando a cabeça dentro do balde da Dora.

- Ah, foi apenas um beijinho mais longo. - A Dora disse apontando para um cara barrigudo e com bigode do outro lado do bar.

- Arrrgh! - Eu e a Lene falamos juntas, fingindo que estávamos vomitando.

- Ah, quê foi? Esqueceram que é pra Lil? - A Dora perguntou sorrindo.

- Ah meninas, obrigada mesmo! Eu nem sei o quê eu faria sem vocês. - Eu disse abraçando-as.

- É, eu sei que vocês me amam e tal, mas eu realmente preciso descançar. Vem, vamos sair daqui e ir comer em algum restaurante, depois eu sei um pub perfeito para fazermos isso. Lá sempre tem uns noivos fazendo despedida de solteiro. - A Lene disse nos puxando para fora do pub.

Colocamos os baldes no porta-malas da Lene, afinal do jeito que tinha moeda ali, era praticamente impossivél de cair.

- Onde nós vamos comer? - Eu disse dentro do carro enquanto massageava os meus braços. Ui, aquele balde me cansou.

- Não sei... que tal Burguer King? - A Lene sugeriu quando nós avistamos um, não muito longe.

- Pode ser :D - Eu e a Dora dissemos juntos, e então a Lene estacionou o carro.

- Peguem os baldes. - A Lene disse abrindo o porta-malas.

- Por quê? - Eu e a Dora perguntamos juntas denovo. Er, mas que saco! Pega no verde.

- Para contarmos o dinheiro ué.

- Ok. - AAAAH, para de me copiar Dora. ;@

***


E lá estavamos nós, sentadas na mesa do Burguer King, parecendo umas seiláoquês (?) com três baldes gigantes cheio de moedas, fazendo aquele barulho insuportavél de cada vez que uma moeda caia no balde e todos no olhavam, comendo um X-bacon + batatas fritas + coca-cola + nugets. Não, nós não somos gordas ;D

- Ai gente, eu acho que eu não aguento mais. - A Dora disse empurrando os nuget's dela e algumas batatas.

- EU COMO! - Eu e a Lene dissemos juntas com a boca cheia de lanche, e foi impressão minha ou uma alface pulou da minha boca? UHAEUEAHUEAHU.

Nós começamos a rir pow, e agora sim que ninguém para de nos olhar.

- Quê foi? - A Lene perguntou fazendo uma careta pra um menininho que tava passando e olhando pra gente.

Ele começou a chorar e saiu correndo. Talvez seja porque a Lene 'tava com a boca cheia de batata com ketshup e hamburguer. AISEIEAOSEKOSAUASEH :X

- Credo Lene, para de assustar as crianças.. AAAAAAHHHH - A Dora começou a falar, mas deu um grito quando a Lene olhou pra ela.

- Quê foi ? - A Lene pergutou enquanto o kepshup escorria da boca dela.

- Nada, você só me assustou. - A Dora disse colocando a mão no coração fingindo ter se assustado.

- Haha, muito engraçado, você vai ser, Dona Dora. - A Lene disse tacando um saquinho de mostarda que era pra acertar na Dora, mas acertou em mim.

- Mira boa, hein Marlene? - Eu perguntei me levantando e 'tentando' me limpar com o guardanapo.

- Ah, então quer dizer que isso era pra me acertar? - A Dora perguntou fazendo uma cara de pasma.

- Era... - A Lene confirmou enquanto não parava de rir, pelo fato da minha saia ter ficado amarela.

- ENTÃO É GUERRA? - A Dora gritou levantando da cadeira, e eu rapidamente fiquei vermelha, afinal, o quê elas queriam? me matar de vergonha?

- É! - A Lene gritou levantando, e até ai já tinhamos atraido a atenção do Burguer King inteiro, até que um funcionario que tinha meio que cara de segurança foi se aproximando da nossa mesa.

- Então toma, Marlene! - A Dora disse jogando maionese no cabelo da Lene, mas antes que ela pudesse revidar, nós já estavamos sendo expulsas do local.

O homem que se aproximou com cara de segurança, realmente era o segurança, e nos botou pra fora. 'Dá pra acreditar?

- E não voltem mais aqui! - O tal do segurança falou, enquanto nos jogava para fora do estabelecimento {n/a: desculpa, eu não aguentei, asopkepasokeopsa}

Até que a Lene mandou uma 'banana' pra ele, e quando ele ameaçou sair pela porta (?) e nos dar uns cascudos a Lene desenbestou e saiu correndo para o carro.

- CORRE NEGADA! {n/a: tirei da fic Platônico. (LLL)}

***


- Porra Lene, tu tinha que começar? - Eu falei irritada, enquanto ainda tentava tirar aquela mostarda nojenta de mim.

- Ah Lil, não reclama, eu só 'tava brincando. Esse povo não aceita brincadeiras. - A Lene se defendeu enquando dirigia e tentava limpar o cabelo.

- Ok, que seja. - A Dora disse. - Pra onde vamos agora?

- Ah, eu sei sobre aquele pub que eu avisei pra vocês. Lembram? É aqui perto. - A Lene falou.

- Pode ser... - Eu respondi, e então a Lene dirigiu até a frente do pub.

Nós descemos com os baldes nas nossas mãos, e logo na entrada, nós já tinhamos conseguido alguma coisa.

- Hey, olha só aquele balcão. - A Dora disse apontando para o balcão onde tinha três homens sentados.

- Pois é, vamos faturar. - A Lene disse indo em direção á eles.

- BEIJINHO NA NOIVA? - Eu gritei quando cheguei perto dos três homens, e eles viraram sorrindo.

- Claro que sim.. OPA, LILIAN? - Eu ouvi o homem dizer, afinal, como ele sabe meu nome?

- TIAGO? - Eu ouvi a Dora gritar.

- REMO? - A Lene gritou.

- MARLENE? - Eu ouvi uma voz conhecida gritar,

- DORA? - Outra voz conhecida gritou.

Espera, 'tá faltando um nome por ai... Lilian, Tiago, Remo, Marlene Dora e... Ah sim..

- SIRIUUUUUS! - Eu gritei entrando na brincadeira, mas só agora que eu fui perceber que eu realmente estava encarando o Sirius. - Opa, o quê vocês estão fazendo aqui?

- Eu que te pergunto. - O Ti disse chegando perto de mim, e me tirando dos bêbados que tentavam me agarrar,e colocar dinheiro no meu balde. { Uii, sôou mal }

- Eu estou na minha despedida de solteira ué. - Eu disse enquanto dava um selinho em um barbudo, e ele colocou algumas moedas no balde que eu ainda segurava.

- O quê? - O Ti perguntou me virando e fazendo encara-lo.

- Minha despedida de S.O.L.T.E.I.R.A, entendeu ou 'tá dificil? - Eu perguntei secamente.

- E quem deixou? - O Ti perguntou ignorando a minha secura (?).

- Ué, quem deixou você vir na sua também? - Eu perguntei tentando me soltar dele, mas os braços fortes do meu noivo não deixavam.

- Tudo bem então. As despedidas estão encerradas. A única despedida que vai ter aqui é de você e do pub. Vamos pra casa Lil. - O Tiago disse tentando me puxar para fora do bar.

- MAS NEM A PAU! - Eu disse saindo dos braços dele (6). - Eu vim e vou ficar.

- Vai mesmo, você vai ficar em casa... Vamos Lil..

- Eu já falei que eu não vou. - Eu falei entre os dentes, o encarando profundamente.

- Lil, eu acho que você bebeu um pouquinho e não está entendendo. Vamos para casa. - O Tiago crispou (?) entre os dentes também.

- MAS EU NÃO QUERO IR, E EU NÃO VOU! - Eu gritei batendo o pé.

- Ah, você vai sim... - Ele disse me pegando no colo e então me levou até o carro do Sirius.

O pessoal nos seguiu, e logo Sirius e o Remo estavam dentro do carro do Sirius tentando me segurar lá dentro, e a Lene, e a Dora já tinham ido pra casa para me esperar lá.

- Eu já disse que eu não quero ir. - Eu choraminguei dando um chute no saco do Sirius, e então ele me soltou.

Mas enquanto eu me preocupava se eu realmente tinha alejado machucado o Sirius, O Tiago e o Remo colocaram o cinto-de-segurança em mim, e o Sirius ligou o carro.
Legal, agora sim é que eu não tenho pra onde fugir. (Y)
Eu bufei, cruzei os abraços,
O Ti me abraçou, e fomos assim até chegar em casa.

Quando chegamos, eu desci e sai correndo na frente, entrei no apartamento, e me tranquei lá. Mas para a minha surpresa (?) a Lene a Dora já estavam lá.

- AAAAAAAH, ME DEIXEM SOZINHA! - Eu gritei, e sai correndo pro quarto.

A Dora e a Lene tentaram me seguir, mas eu fui mais rápida, e tranquei a porta.

- Lil, abre a porta. - A Dora pediu do outro lado.

- ISSO AI LILIAN, ABRE A PORRA DESSA PORTA! - A Lene gritou esmurrando a porta.

- Para de gritar Marlene, assim mesmo é que ela não vai abrir a porta. - Eu escutei a Dora cochichar do outro lado da porta pra Lene.

- Ela não vai abrir essa merda de qualquer maneira. - A Lene disse, e então eu ouvi os passos dela indo embora.

Eu tirei aquela micro-saia e top que eu estava, peguei uma calça jeans e uma blusinha preta normal, e fui tomar um banho.

- Cadê a Lil? - Eu ouvi o Tiago perguntar do outro lado da porta.

- Ela 'tá no quarto. - A Dora respondeu suavemente.

- Eu lá falar com ela. - Eu disse, e então eu escutei seus passos duros vindo ao quarto. Mas a porta estava trancada.

- Não Ti! Deixa ela um pouco...ela está se casando em três dias. Ela só deve estar nervosa. - A Dora falou mais uma vez.

Ele bufou, e voltou para a sala.
Depois eu não ouvi mais nada, apenas que eu entrei no chuveiro.

Tomei um banho de água gelada, para tentar tirar todo o extress da minha cabeça.
Saí, e me troquei.
Coloquei aquela calça jeans e a blusinha preta que eu tinha pego antes de ir para o banheiro. Calcei um salto alto preto, pentiei os cabelos e saí do meu quarto.

Todos estavam assistindo Tv, viraram-se para mim.

- Lil, a gente tem que conversar. - O Ti disse levantando-se do sofá.

- Conversamos amanhã. Agora eu vou sair. - Eu disse seca indo pra cozinha.

- Sair? Você vai pra onde? - Ele disse vindo atrás de mim.

- Eu vou sair ué. - Eu falei me virando e encarando-o. Droga, agora sim eu percebi que ele estava sem camisa, e com um copo de cerveja na mão. Ele se aproximou, e então eu o empurrei pelo peitoral. - Não se preocupe, eu não vou voltar para a minha despedida de solteira. - Eu falei cínica.

Peguei um copo da água, e fiquei ouvindo-o reclamar.

Fui até a sala, e chamei as meninas.

- Lene, Dora, vamos no centro. - Eu falei pegando as chaves do carro da Lene, enquanto o Remo e o Six não paravam de me olhar. - Quê foi?

- Nada. - Os dois responderam juntos.

- Nós vamos pra onde Lil? - A Lene perguntou.

- Vamos dar uma volta no centro, e ver se as coisas para o meu casamento estão como eu pedi. - Eu disse me referindo ao vestido.

- Só isso? - O Ti disse aparecendo na sala.

- É, só.. Por que? - Perguntei encarando-o, que ainda estava gostoso sem camisa.

- Então nós vamos com você. - Ele disse sorrindo, o Sirius e o Remo concordaram, levantando-se do sofá.

- NANA, NINA NÃO! - Eu gritei levantando a mão.

E então todos pararam. Estátua (8).

- Por que não ? - O Ti perguntou. E deeeeeus, ele estava mais gostoso do quê nunca.

- Esqueceu que o vestido da noiva é surpresa? - Eu perguntei sarcasticamente.

O Ti fez uma cara de paisagem{n/a: eu amo essa expressão. ausheiusa (666)}, e eu chispei (?) do apartamento, antes que todos começassem a discutir novamente.

***
Três dias depois...


- Lil, ficou simplesmente P.E.R.F.E.I.T.O. - A Lene disse me olhando os pés á cabeça. - Você não poderia ter feito escolha melhor.

- Obrigada gente. - Eu disse com lágrimas nos olhos, olhando-me no espelho. - Vocês também estão lindas!

Eu disse olhando para os vestidos da Dora e da Lene, que realmente estavam lindos.
Eram um tom de Lilás, assim como as flores do meu buquê, e as flores que estavam na igreja.
O Vestido era comprido até um pouco para baixo dos joelhos, e tinha um delicado decote em forma de 'V'.

- Own, não chore Lil. Você vai estragar a sua maquiagem! - A Lene disse me abraçando.

- Poxa. Eõ nõa conzigo. - Eu respondi com a voz meio embreagada(?) por causa das lágrimas.

As meninas me abraçaram, e aquele foi o abraço mais confortante da minha vida.
Eu senti a amizade, o amor e a ternura que havia entre a gente. E que eu sei que isso nunca iria acabar. Minhas amigas, minhas verdadeiras amigas.

- Hey gente, cadê a Lice? - Eu perguntei quando o nosso abraço terminou.

- Ah, ela 'tá ajudando o Ti. - A Lene disse enchugando algumas lágrimas.

- Ok. - Eu disse sorrindo, e me virei para o espelho, e logo a Lice entrou na sala.

- Hey gente.. UAU LIL! Você 'tá liiiiiiiinda. - Ela disse vindo me abraçar e eu comecei a chorar denovo. Oh Gosh, isso nunca vai acabar. São tantas emocões.

- Obrigada. - Eu disse começando a ficar meio nervosa. - E o Ti? Como ele está?

- Ótimo...está mais lindo doque nunca. Mas também um pouco nervoso! - A Lice disse entrelaçando as mãos.

- Nervoso? - Eu perguntei me virando abruptamente para encarar as meninas. - Você quer dizer nervoso no sentido de quê ele não tem certeza se quer se casar comigo, ou se vai fugir com uma outrazinha aê, bem na minha frente? Ou nervoso no sentido, que ele vai me abandonar no altar? Ou nervoso que eu descubra que ele me traiu, e a piranhazinha está grávida? Ou então pode ser porque ele esqueceu a aliança... eu sabia! Ele sempre esquece tudo e..

- LIL! Acalme-se. - A Lice disse. - Eu acho que você também está um pouco nervosa.

- Eu? Nervosa? Eu pareço nervosa? - Eu disse tudo rápido demais, e a Lene me trouxe com copo de água com açucar.

- Toma, acho que isso vai ajudar. - Ela disse me entregando o copo.

Eu peguei o copo de água com açucar ainda tremendo, e tomei tudo em um gole só.

- Gente, tem uma coisa que eu preciso contar pra vocês. - A Lice disse mordendo o lábio inferior.

Todas olhavamos pra ela, mas a Lice parecia meio nervosa.

- Eu estou grávida! - Ela disse com lágrimas nos olhos, porém um lindo sorriso.







Photobucket

n/a: Geeeeente. Meu último capítulo antes de eu ir viajar. Glória a Deus eu consegui postar. uahuahuahua.
Bom, eu tô indo na segunda, e chego ae na terça feira.
Eu sei que ficou uma bosta esse capítulo, mas eu prometo que quando o casamento começar vai ser beeeem melhor, e vai ter surpresas (6) muhahaha.
Mas eu vou postar o 16 só quando eu voltar :T
espero que aproveitem esse.
auhauhauhua :P
Gente, eu tenho uma fic nova. - http://www.floreioseborroes.net/menufic.php?id=29325
Iria ficar mto feliz se vcs passasem ;)
eu vou postar o prólogo logo-logo :]

beeeeiijão amores. Amo vocês, e vou sentir falta *-*
me desejem boa viajem. aopskeposkepase.

Lê Grint.
19/07
21:23 [ London - UK ]


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.