FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

7. Novos Tempos, Velhas manias II


Fic: Revendo Conceitos -Dramione - Long Concluída


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________



<
NOVOS TEMPOS, VELHAS MANIAS II


- Então você acha que o pobretão está traindo a sangue ruim? – perguntou Blás descontraído enquanto ele e Draco seguiam para o campo de quadribol – Que idiota!!!

- Idiota por que, Blás? – Draco parou e olhou para Blaise, desconfiado.

- Oras, a sangue ruim é jeitosinha, Draco. Vai me dizer que você nunca parou para reparar? Aqueles seios, as pernas torneadas, a bundinha empinada... – Blás falava enquanto parecia se deliciar com cada palavra dita – E além do mais se ele a estiver traindo com quem você acha... Por Mérlin, ela não vale um sicle furado.

Draco olhava para Blás boquiaberto. Havia feito cara de nojo ao ver seu amigo enumerar as qualidades de Hermione.

- Não sabia que prestava tanta atenção assim na sabe tudo, Blás! – Draco respondeu enojado.

- Nunca prestei muita atenção nela, mas esse ano ela está diferente! ‘Tá... – Blás parou para pensar em que palavra usaria para classificar a Castanha. – Gostosa!!! Todos os caras já repararam. Me admira você não ter prestado atenção nisso!!

- Sei... – disse Draco com um ar malicioso – Todos os caras né? Só me faltava essa! – Draco revirou os olhos e disse divertido – Você se apaixonar pela sabe tudo!!! – Completou com cara de nojo.

- Vá se ferrar, Malfoy! – disse Blás fingindo irritação – Além do mais, eu não me apaixono e você sabe bem disso!!!

Os dois amigos gargalharam chamando a atenção das garotas que estavam próximas ao Campo de Quadribol, arrancando suspiros da maior parte delas. Os dois eram uma dupla imbatível. Se Draco estava muito bonito, Blás não fica atrás do loiro. Blaise Zabini era negro, alto, olhos meio puxados, com músculos e peitorais altamente definidos (N/A: Eu o imagino parecido com aquele modelo Tyson Beckford... lindo de morrer *-*) (N/B: Estão vendo né?! Depois ela reclama que eu tenho tara pelos personagens da fic ¬¬)

- Ai meu Merlin! – Draco parou ao olhar para o campo de quadribol. – Todos os idiotas de Sonserina vieram para a seleção? Eu não sabia que ser capitão era tão difícil assim!!! Aliás, nem sei por que me convidaram para ser capitão – Draco revirou os olhos – Da última vez foi tão fácil! Meu pai comprou as vassouras e pronto!

Draco olhou para os candidatos com uma cara de nojo e para Blás com uma cara de súplica:
- Tire esses idiotas do campo Blás. Faça uma pré-seleção, os entregue aos dementadores, faça o que quiser, mas tire-os de perto de mim!

- Mas eu ainda não faço parte do time, Draco! Vou participar da seleção agora, esqueceu? – Blaise respondeu gargalhando.

- Acabo de te nomear o batedor principal. Pronto! Retire todos os idiotas. Volto em meia hora. – E acrescentou ao ver o olhar duro de Blás sobre si – Por favor! (N/B: eu havia prometido a mim que não ficaria enchendo a fic de n/b, mas dessa vez foi preciso! O Draco falou POR FAVOR pela primeira vez na vida!!!)



▪▫ ▪▫ ▪▫ ▪▫




Draco voltou 45 minutos depois com um sorriso satisfeito no rosto. Levou duas horas para escolher o novo time de Sonserina, mas estava bem satisfeito com suas escolhas. Após o almoço, como sempre fazia, foi para o salão comunal dos monitores “passar seu tempo”.

Draco lia um livro de poções avançadas, quando Harry chegou junto com Hermione no salão comunal. Deu um sorriso de lado e falou com sua voz fria e arrastada:
- Ora, ora veja senão é o “testa rachada”? – Draco sorriu de maneira sarcástica – O que faz aqui na sala dos monitores?

- O que faço, ou deixo de fazer aqui não é da sua conta Malfoy! - Harry falou ameaçadoramente – Já começou a botar as manguinhas de fora novamente? Você não estava assim há duas semanas quando chegou triste porque o papai foi condenado à Azkaban.

- É Potter, antes um pai preso do que um pai morto. – Draco sorriu irônico – Realmente meu pai está preso, mas se eu quiser vê-lo é só eu ir à Azkaban... E você? – Malfoy olhava Harry com ódio nos olhos – Me diga, você vai ao cemitério quando quer ver o seu papai, Potter? – Draco disse com voz arrastada fria e com um olhar aterrorizador. (N/B: eu odeio o Draco ¬¬)

Hermione que ouvia o diálogo dos dois de longe se aproximou e segurou Harry ao vê-lo apontar sua varinha para Malfoy.

- Venha Harry, não vale à pena fazer nada com esse aí. Sai daqui agora, Malfoy!

- Sair daqui? Quem estiver incomodado com a minha presença que saia. – disse Malfoy sarcástico – Eu tenho direitos duplos a esse local! – o loiro se deitou no sofá e cruzou as pernas.

- Deixa Mione, vou embora. Volto quando esse ser repugnante não estiver por aqui.

Harry saiu cabisbaixo da sala comunal. Hermione tinha certeza que seu amigo choraria. Foi em direção à Malfoy com o dedo em riste:
- Você é um idiota Malfoy!!! Quem você acha que é para falar dessa forma com os outros? Seu estúpido! – Hermione tremia de raiva. Nunca havia sentido tanto ódio do Draco, como naquele momento.

Draco sorriu de lado, irritar a sabe tudo e seus amigos idiotas era, sem dúvida alguma, seu maior passatempo. Olhou em direção à castanha para lhe responder à altura, mas parou ao se lembrar das palavras de Blaise: “Oras, a sangue ruim é jeitosinha, Draco. Vai me dizer que você nunca parou para reparar? Aqueles seios, as pernas torneadas, a bundinha empinada...” . Draco olhou para a castanha para analisá-la, mas o fez de uma forma tão maliciosa que a fez perceber e corar. “Não é que o Blás tem razão? Ela está realmente uma delícia. Pena que é amiga daqueles dois panacas... Eu até toleraria o fato de ser uma sangue sujo, mas amiga do santo Potter? É impossível!”

Hermione que já estava completamente corada com o olhar de Malfoy, olhou em sua direção e disse ameaçadoramente:
- Seu escroto, nojento!

E saiu da sala, à procura de Harry deixando um Malfoy visivelmente constrangido, muito mais por ter sido descoberto do que por outra coisa, para trás.



▪▫ ▪▫ ▪▫ ▪▫




Harry estava sentado em frente ao Lago Negro jogando pedrinhas na água. Sem fazer barulho, a castanha sentou ao lado do amigo e passou a mão pelo seu ombro. Percebeu que o amigo chorava.

- Ei, você não vai ficar desta forma por conta daquele idiota do Malfoy vai? – perguntou Mione enquanto encostava a cabeça no ombro do amigo – Aquele ali não presta Harry, não vale à pena!

- Não tô assim por conta do Malfoy, de repente bateu uma saudades dos meus pais.... Ele tá certo! Meu pai está morto! – respondeu Harry triste.

-Sim está morto! Mas morreu por você Harry!!! Morreu por amor a você! E está perto de você... O pai daquele idiota pode tá vivo, mas não vale nada. É mau, é cruel! – Hermione tentava consolar o amigo – E quem disse que seu pai não está vivo? – ela perguntou enquanto deitava a cabeça de seu amigo em suas pernas.

Harry apenas olhou para a amiga que prosseguiu:
- Ele está bem vivo... Aqui – e pôs sua mão no coração do Harry. – E aqui. – pôs a outra em sua cabeça. E é isso que importa!

Mione agora bagunçava o cabelo de seu amigo, que já começava a sorrir.
- Além do mais, Sr. Potter, o senhor tem algo que é muito valioso! É claro que não compensa a falta de seus pais, mas ainda sim, é muito valioso.

Harry a olhou com um sorriso divertido no rosto. Adorava Hermione. A castanha era como uma irmã para o moreno. Continuou a olhando como se pedisse para prosseguir.
- O senhor tem a mim!!! – Hermione deu um beijo na testa do amigo – Sua irmã. Ou senhor acha que eu não sei que fica tirando satisfações do Rony fazendo o papel de irmão mais velho?

Harry soltou uma gargalhada, Hermione sabia como fazê-lo sentir melhor. Sentou no gramado em frente à castanha:
- O Ron te contou? – perguntou divertido
- Sim quando fomos para a Austrália, e vocês demoraram n’A Toca. Eu quis saber o que conversaram. E ele me contou, e disse que não era a primeira vez que você se referia a mim como sua irmã. Fiquei tão feliz!!! – deu um abraço no amigo.

De longe Gina observava a cena, com um misto de alívio, pois sabia o que tinha acontecido no salão dos monitores, e ciúmes.

- Oi! – Gina disse ao se aproximar dos amigos – Vejo que está bem Harry! Fiquei preocupada, o Ron falou que se aborreceu com o Malfoy e que saiu bem triste.

- Aquele Malfoy é um idiota. Mas o Harry está melhor né? – respondeu Hermione com um sorriso. – Preciso ir, você ficará agora em ótima companhia. – Hermione levantou e deu um beijo na testa do amigo. – Você sabe do Ron? – perguntou sorrindo à Gina.

- Acho que voltou para o salão comunal de vocês! – a ruiva respondeu.

Hermione deu um beijo na cabeça da ruiva que se sentava ao lado do namorado e seguiu em direção à entrada do castelo.

- Que bom que a Mione conseguiu lhe acalmar! – Gina disse dando um beijo em Harry!

- Ahh sim! Ela sempre consegue segurar minha barra. – Harry disse sorrindo para Gina. Preocupou-se quando viu a namorada baixando a cabeça. – Ei, você está triste? Aconteceu alguma coisa?

Gina fez que não ainda com a cabeça abaixada. Foi quando uma idéia passou pela cabeça de Harry.

- Ginevra Molly Weasley! – Harry exclamou e ao ver a ruiva erguer os olhos, confusa, prossegui – Não acredito que você está com ciúmes da Mi!

- Eu? Mas... – Gina não pode prosseguir pois Harry lhe agarrou e deu um beijo de lhe tirar o fôlego. A ruiva abriu um sorriso que foi acompanhado por Harry.

- Mi é apenas uma amiga Gina, não esqueça nunca disso. É como se ela fosse minha irmã.

Gina ficou da cor de seus cabelos. Estava completamente envergonhada por ter pensado na possibilidade de Harry com a Mione, esboçou um sorriso tímido e com a voz fraca balbuciou um pedido de desculpas. O que foi prontamente aceito pelo moreno, que agarrou a ruiva em um beijo. Ficaram a tarde inteira namorando....

Hermione foi em direção ao salão comunal dos monitores. Só depois se dera conta que havia deixado o Ron só com o Malfoy e mais duas pessoas na sala que ela não lembrava bem que era. “Do jeito que aquele Malfoy é perturbado, é bem provável que tenha provocado o Ron. Eu não deveria ter ficado tanto tempo aqui fora!”, pensava a castanha.

Hermione chegou afoita no salão comunal, mas não encontrou Rony por lá. Apenas Malfoy que estava dormindo em um dos sofás. “Mas como esse moleque é abusado” - pensou Hermione - “e lindo” - seu cérebro completou sem que ela desse conta. Hermione se aproximava do loiro lentamente, não tinha a intenção de assustá-lo “Mas dormir aqui já é um pouco demais, apronta com o Harry e depois dorme o sono dos justos!”, pensou a castanha ao diminuir a distância entre os dois. Já estava a ponto de tocá-lo para acordá-lo quando Ron entrou na sala, vermelho que nem pimentão.

- Está muito tempo aqui Mione? – perguntou Ron afoito.

Hermione levou um susto e soltou um grito que despertou Malfoy. Malfoy olhou curioso para ela. “Ela está perto demais”, pensou o loiro.

- Nossa Rony, você me assustou! Onde estava??

- Fui atrás de você, logo assim que saiu. Encontrei com a Gina e fui te procurar pelo Castelo.

- Você não imaginou que eu estaria com o Harry?

- Sim – disse Rony vermelho – Por isso fui procurá-los!

- Mas você não sabe qual é o local para onde Harry vai toda vez que está triste? – perguntou Hermione desconfiada.

Draco, que havia acordado com o grito de Hermione, observava atento à cena. “Quero ver se sair dessa, pobretão”, pensou divertido.

- Hein, Rony? – Hermione já estava impaciente, não entedia porque Rony estava mentindo para ela. Na verdade nem sabia se o ruivo mentia, mas não estava gostando da postura de culpa que ele estava assumindo.

- Granger, a nossa reunião será hoje à noite mesmo? Ou amanhã? Eu acho que estou confusa com o nosso calendário de reuniões – perguntou Chang que acabava de entrar na sala. – Não consigo me lembrar o que marcamos. Ah queria aproveitar e pedir a você que desse uma olhada no relatório que eu fiz.

Hermione lançou a Rony um olhar de “a gente conversa depois”. Foi até a mesa que Chang havia acabado de sentar, para auxiliar a oriental.

- Salvo pelo gongo, pobretão! Quase que a sabe tudo chega perto... – sussurrou Draco quando passou perto de Rony, ao sair da sala.

Rony apenas olhou bravo para cara de Draco, não podia fazer nada, para não levantar suspeitas.

A tarde passou rápido e logo chegou a hora da reunião dos monitores. A maioria deles estavam aborrecidos, com o excesso de formalidade de Hermione, durante as reuniões. Todos torciam para que acabasse logo, pois haveria uma festa na sala precisa. A primeira do semestre e não queriam perdê-la.

- Então é isso. Vamos continuar com as mesmas duplas. – Mione finalizou a reunião ao ver a cara entediada dos colegas – Alguém tem alguma dúvida?

- Eu tenho! – Draco levantou a mão.

Hermione suspirou e revirou os olhos, não estava com humor paras as gracinhas do Malfoy.

- Me poupe de suas gracinhas, Malfoy. Pelo menos por hoje. Alguém tem mais alguma consideração?

- Eu tenho! – o loiro continuava com a mão levantada. Olhava desafiador para Hermione.

- Tudo bem! – Hermione respirou fundo – Fale!

- A gente não levantou a questão dos problemas da ronda. Tipo, – Draco olhou na direção de Rony e o ruivo ficou da cor de seus cabelos – alunos fora de suas casas comunais após o horário. Ou alunos se agarrando pelas salas.

Hermione não acreditava no que ouvia. Draco Malfoy se preocupando com a monitoria? “Ou eu ou ele está enlouquecendo”, pensou Hermione.

- Na verdade Malfoy, eu até gostaria de fazer essa pergunta, mas me parece que a maioria está com muita pressa hoje. Mas já que você puxou o assunto, eu gostaria de saber a opinião dos colegas, pois eu não tive problema algum.

-E u também não. E você Weasley? – Draco perguntou com a voz arrastada – Viu alguma coisa de diferente?

- Não, Malfoy! – Rony baixou os olhos.

“Bingo!” - pensou Malfoy - “Eu sabia que eu estava certo. Agora a questão é, como uso isso ao meu favor?”



N/A : Ei pessoas, a n/a vai ser curtinha. Vou ficar um tempo sem atualizar. Vou ser submetida, hoje ã tarde, a uma intervenção cirúrgica e vou precisar ficar, pelo menos, uma semana longe do pc...Não é nada grave, é apenas uma cirurgia para reduzir a miopia. Mas peço que me mandem vibrações positivas... To com uma outra fic no ar. Passem por lá, ela se chama Destinos Opostos.

Beijos a todos e obrigado por acompanharem a fic...



Plock Watson Granger : Ei!!! Eles chegaram na escola !!!! AAAAAAAAAeeeeeeeeeeee. Que bom que está gostando da fic, fico muito feliz por isso!!!!! Será que vai ser o Malfoy, o novo monitor chefe??

Serena : Ei menina, vc por aqui????Que bom que você amou a fic. E que bom que gostou desse Rony repaginado. Ele cansou de ficar à sombra do Harry e resolveu botar as garrinhas de fora!!!!

Ju Fernandes : Até te empresto o meu Malfoy, desde que você me empreste o seu...Tão fofo, tão cuidadoso...

Ártemis Granger : Eu também acho a Pansy um nojo de ser humano... pegajosa e outros atributos. Espero que tenha gostado desse capítulo também.

Claudiomir José Canan : Sabe, eu também acho a Mione muita areia par o caminhão do Rony, mas ele não está se sentindo idiota não viu? Ele ta sentindo liberto, não estando mais à sombra do Harry, e aí resolveu por as manguinhas do lado de fora...Eu acho que o Draco ta seguindo seu conselho viu...Acho que ele vai desvendar as artimanhas da chantagem...

Deh Malfoy : Olha ta começando as cenas D/Hr, você viu???Espero que tenha gostado. E espero que tenha gostado desse capítulo, como gostou do outro.













Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 3

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Vênnice em 10/04/2013

Me diverti com as falas de Malfoy neste capítulo. Sarcástico ao extremo : Draco olhou para os candidatos com uma cara de nojo e para Blás com uma cara de súplica:

- Tire esses idiotas do campo Blás. Faça uma pré-seleção, os entregue aos dementadores, faça o que quiser, mas tire-os de perto de mim! 

Ri demais...

Flor! Sei que já ouviu muito isso, mas, eu tenho que dizer: a fic é demais! Bjs 

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por Déia Santos em 06/11/2011

Nunca achei que Rony fosse bom o suficiente pra Hermione. Draco, por mais que seja um 'inimigo', ´bem mais adequado.

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por JOSY CHOCOLATE em 30/10/2011

eu to aqui lendo e pensando que mania nós escriores temos de fazer a Pansy vadia e pegajosa... serÁ pq ela deixa essa impressao? hauhauahaua adoroooooooooooooooooo... e sobre esse namoro Mione e Rony merlinnnnnnnnnnnnnnnn que namoro chato hauhauhau

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.