FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo



______________________________
Visualizando o capítulo:

21. Capítulo XVII


Fic: Só Esquece Por Um Momento


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Oi!
Pois é... Uma eternidade depois, eu postando novamente.
Desculpem a demora. Estava sem idéia alguma.
**

Capítulo XVII

-Bom dia...! – Neville murmurou do modo embargado ao entrar na cozinha.

-Eu acredito que sim, Neville – Harry comentou sorrindo de lado, Neville estava mais preocupado em deixar seus olhos abertos para corar sob o comentário malicioso do outro moreno.

Gina lançou um olhar assassino para o homem de olhos verdes, mas parou de concentrar sua vista nos olhos dele depois de sentir certa tontura. Ressaca era mesmo a coisa mais horrível do mundo...

-Onde estão Fred e Jorge? – Neville indagou em tom baixo enquanto observava, sonolento, a mesa.

-Por aí – Harry disse vagamente. – Você sabe, mais tarde é o jogo. Pelo visto querem apostar com qualquer coisa disposta a se arriscar – esclareceu dando de ombros. – Não precisa se preocupar, então – Neville o encarou confuso, mas Harry simplesmente se voltou para Hermione, lhe oferecendo mais comida.

Hermione negando com a cabeça e mão. – Está querendo me ver engordar, Harry? – indagou erguendo a sobrancelha, fingindo um tom acusador.

-Você não deveria ser tão inteligente, Granger – ele retrucou num tom falsamente irritadiço enquanto cruzava os braços e fazia bico. – Outro plano malévolo indo por água a baixo por culpa de sua perspicácia... – a morena mordeu o lábio interior observando-o. Ela deveria ter achado engraçado, mas observá-lo daquele modo fazia tudo passar por sua cabeça, menos que Harry Potter estava encenando uma comédia... Ela suspirou frustrada enquanto voltava sua atenção para uma Gina quase recuperada.

-Francamente, Potter... Que trajes são esses? Ou devo dizer: Que falta de vestes é essa? – perguntou ferina, fitando-o com a sobrancelha erguida. – Como pôde, ontem mesmo, estar falando de indecência... Rá! Sim, disto eu me lembro. Quando você é tão ou mais indecente?

Harry corou um pouco antes de, adquirindo um ar cáustico, retrucar com simplicidade: - Você esqueceu, pequena Weasley, que meu quarto ontem à noite esteve muito...Ow, e eu repito: Muito, indisponível por toda a noite? - Gina abriu a boca para redargüir, mas decidiu que já havia atingido sua cota de pirraças com Harry daquele dia.
**&**

Hermione sorriu assim que observou o rosto pintado de Harry, com as cores da seleção Irlandesa, ele parecia ter feito um feitiço para que seu cabelo, se era possível, ficasse mais desordenado que o normal. Estava encantador. Ele também estava usando o broche que lhe comprara.

Ela piscou várias vezes quando percebeu a repentina aproximação de seus rostos e corpos, não lembrava de ter se movido. A mulher pestanejou mais algumas vezes ao observar o sorriso divertido de Harry ao fitá-la enquanto suas mãos iam ao encontro de seu rosto...
Só então percebeu que Harry estava com algum tipo de tinta nos dedos e passava em seu rosto. Ela abriu a boca confusa, mas não se afastou enquanto ele fazia um pequeno retângulo em sua bochecha esquerda com, ela imaginou, as cores da Irlanda. Então Harry pegou o chapéu enorme que se encontrava entre as mãos dela e pôs em sua cabeça. Ele se afastou para observar o que havia feito e sorriu satisfeito com o resultado.

-Você está perfeita! – declarou animado. – Agora estamos prontos para torcer para a Irlanda! – disse retirando com magia os resquícios de tinta nos dedos.

Hermione se forçou a lhe oferecer um olhar indignado. – Como pode ter certeza que eu irei torcer para a sua Irlanda?

Harry a encarou com altivez. – Não é como se tivesse escolha, meu amor – disse com ironia enquanto a guiava para fora da barraca.

Hermione riu empurrando-o levemente. – Você está vendo como está falando? E comigo? Eu não sabia que poderia ser tão arrogante, Potter.

-Foi você quem começou com essa história de “quem te garante que eu torcerei pra Irlanda?”.

-Talvez por que eu vá torcer contra você – disse dando de ombros.

Harry a encarou quase enfadado. - Você não seria capaz – desafiou.

Estreitando a vista para ele, ela redargüiu. – Quer tirar a prova?

-Você continua a mesma de sempre, Hermione – ele contrapôs sorrindo ao quebrar o contato visual que mantinham. – Mas isso não quer dizer que eu sou o mesmo Harry de antigamente... – continuou erguendo a sobrancelha. Ela o instigou a continuar. – Isso significa apenas que eu não sou mais aquele Harry de anos atrás que vai dar de ombros e deixá-la torcer pra Bulgária fingindo que não me importo – ele sorriu maliciosamente. - Você vai torcer pra Irlanda.

Hermione parou de caminhar ao reparar no tom autoritário dele. Ela sempre odiou quando ele fazia daquele modo, como se fosse o todo-poderoso e as coisas girassem ao seu redor... Ela sabia também que Harry estava apenas brincando, como ela estivera a segundos atrás - obviamente que ela iria torcer pra Irlanda, só gostava de provocá-lo um pouco... Visto que sabia o quanto ele adorava aquela coisa chamada quadribol. -, mas não significava que ela aceitasse muito bem aquele tipo de brincadeira...

-Ah é? Eu gostaria de ver você me obrigar! – retrucou sentindo-se ofendida.

-Como quiser - Harry a fitou e, dando de ombros, foi a seu encontro e a colocou em seus ombros. Ele riu quando a ouviu protestar e bater em suas costas (não com força, com medo de machucá-lo) e espernear enquanto ele se voltava para trás. – Vocês vão demorar muito?!

-Já estamos aqui, Já estamos aqui! – Gina reclamou enquanto saia da barraca com Neville em seu encalço. – O que é isso? – a ruiva indagou rindo-se. – Um momento “mim Tarzan, você Jane”?! – continuou rindo-se.

Quando Harry tornou a caminhar, gargalhando, Hermione levantou a cabeça para observar o casal às costas de Harry e a sua frente. – Muito engraçado – redargüiu com enfado, tentando em vão não corar. – Solte-me agora Harry James Potter!

-Uh... Ela está irritada – Gina comentou fingindo medo.

-Deixe-me conseguir pegar minha varinha, Ginevra, então você verá o que é estar realmente irritada – a morena murmurou asperamente fitando duramente a Gina que continuava achar a situação muito divertida.

A mulher ainda tentou forçá-lo a lhe soltar, mas Harry era estupidamente mais forte que ela... Frustrada, Hermione se deixou levar, observando entediada a paisagem enquanto eles se aproximavam mais e mais da multidão.
**
(continua)
**

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.