FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

ATENÇÃO: Esta fic pode conter linguagem e conteúdo inapropriados para menores de idade então o leitor está concordando com os termos descritos.

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

3. O visitante.


Fic: A era da serpente.


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

                                               O visitante.

  Hermione não suportaria por muito mais tempo. No começo, enfrentar Draco tornou-se uma questão de honra, mas agora, depois de dias sendo torturada fisicamente e principalmente, psicologicamente, estava a deixando fraca, depois de anos em Askaban, Hermione sempre conseguiu suportar qualquer coisa, mas suportar tudo aquilo de Draco Malfoy, estava abalando a garota de uma maneira surpreendente. Sua tosse piorara, e agora elas vinham acompanhadas de febres insuportáveis. 
  O som metálico da cela se abrindo acordou a morena. Hermione ficou estática, ela iria explodir a qualquer momento. 
  -Vamos Granger, eu sei que está acordada. Cansou de se divertir comigo?- Draco fingiu-se ofendido.    
  A garota sentou-se, encarou o comensal por alguns momentos, para surpresa do homem, ela iniciou um acesso de riso.
  -O que é tão cômico, sangue-ruim? -perguntou irritado. 
  A mulher respirou fundo antes de responder.
  -Você é cômico Malfoy. Sua vida lá fora deve ser realmente um desastre, se não fosse, você não perderia todo esse tempo comigo, vem todos os dias aqui, mais de uma vez. Eu devo ser a coisa mais importante na sua vida agonizante. -ela riu de novo, porém dessa vez o riso destilava sarcasmo.
  Draco não deixou-se atingir, sorriu.
  -Você tem razão. Não há nada mais prazeroso do que vir aqui todos os dias e te ver definhando. -ele se aproximou dela, ficando menos de meio metro de distancia. -Não há nada nesse mundo melhor do que ver você. Granger, aqui, sozinha, esquecida. Onde está o nogento do Potter e o pobretão do Weasley para te salvar?- Hermione mordeu o lábio, tentando segurar o choro. -Eles morreram, em breve será sua vez. eu mesmo irei acabar com você.
  Hermione o fitou seriamente.
  -Eu espero por isso todos os dias, Malfoy, acha mesmo que eu desejo ser solta? NÃO HÁ MAIS NADA LÁ FORA, NADA LÁ FORA VALE Á PENA .-ela estava entrando em erupção. -EU QUERO MORRER. EU ESPERO POR ISSO A CADA RESPIRAÇÃO, A CADA TORTURA, EU NÃO SUPORTO MAIS.- sentia sua face ruborizada. -Era o que você queria ouvir, não é? Eu não consigo mais, não com você. EU TE ODEIO. -O corpo dos dois tremiam´de ódio. 
  Draco agarrou o pescoço da bruxa. Uma voz em sua cabeça gritava para que ele pegasse sua varinha e a torturasse, mas por quê ele não o fazia?!! Seus dedos a soltaram bruscamente, o comensal se levantou e retirou-se da cela. A mulher estava surpresa, ele não havia a torturado. Por quê? Ela estava ciente que ele não a mataria mais tão cedo, mas torturá-la, ela já aguardava pela dor e ele havia partido. Hermione suspirou aliviada, não só por não ter sido torturada, mas  por ter explodido .Um pequeno raio de sol, entrou pela janela naquele instante, Hermione não via o sol há tanto tempo, parecia um sonho, depois de tanta escuridão, encostou-se na parede fria e ficou a observar o pequeno raio, seu brilho queimando fracamente sua face. lembrou-se então, de suas manhãs ensolaradas nos jardins de Hogwarts.
  Draco respirava descompassadamente, o que havia acontecido? Ele havia falhado. Depois de anos, ele não se lembrava mais como era esse sentimento de dúvida, culpa. Esmurrou a parede. Ele não poderia falhar. Nunca mais. Não conseguia acreditar que havia sentido piedade pela sangue-ruim. Continuou andando, precisava sair de Askaban, respirar. Ao sair, se deparou com o sol, brilhava intensamente, fazia-se tempo que o sol não aparecia dessa forma. Draco fechou os punhos. Voltaria esta noite em Askaban, não falharia novamente. Mataria a Granger.
  Hermione acordou um pouco tonta, sentia algo movendo-se em suas pernas. Abriu os olhos assustada.
  -Shh, Granger. Não vou lhe machucar, estava apenas com saudades. -disse o homem subindo as mãos pela coxa da bruxa. Hermione tremeu.
   Não fora a primeira vez que Scabior aparecera em sua cela. Lembrava-se de quando percebera suas intenções na primeira noite, logo após de ter sido abusada, chorara por dias, havia entregado seu corpo á um monstro, sentira-se suja, impura. Sonhara como uma adolescente normal que faria amor, se entregaria apenas a alguém especial, á Rony. Depois de tantas visitas e noites atormentadoras, Hermione procurava se desligar de seu corpo, as lágrimas não molhavam mais sua face, Scabior não segurava mais violentamente os pulsos da morena, ela não se debatia, não lutava mais. Não era rápido o suficiente, mas ela quase não tinha mais pesadelos depois das visitas noturnas do sequestrador.
  -Senti sua falta. -riu sobre os cabelos da jovem. Hermione fechou os olhos, contando os segundos para o fim.
  Scabior levantou o uniforme velho de prisioneira da garota, tirou suas calças e colocou-se entre as pernas da morena. Sua boca explorava o pescoço e colo de Hermione, ela sentia a excitação do homem, encostando na parte interna de suas cochas. Ela podia senti-lo bem próximo, quando num estrondo a cela se abriu.
  -Saia daqui. Você terá sua vez depois que eu terminar. -Gritou Scabior sem tirar sua atenção na jovem, que tinha uma expressão de medo, alívio e surpresa. 
  -Saia de perto dela. -cuspiu Draco.
  Scabior surpreendido pelo comensal, levantou-se sorrindo.
  -Ora Malfoy, não sabia que você também gostava de vim brincar com a Granger. Podemos dividí-la...
  Scabior não teve tempo de terminar. Draco lhe dera um soco na cara, o homem cambaleou, e caiu após um soco no estômago. Draco não conseguia parar. Seus punhos sangravam, e misturavam-se  com o sangue do homem desmaiado no chão. Após algum tempo, o rapaz virou-se ofegante para Hermione, que tinha seus olhos surpresos no homem ensanguentando caído no chão de sua cela. O corpo da morena tremia, Draco sentiu uma grande necessidade de lhe tocar e acalmá-la. A cena de Scabior em cima de Hermione, estava colado em sua mente, o modo grotesco como a tocava, como se ela lhe fosse sua propriedade, a expressão de pânico e desamparo de Granger, ele estremeceu. 
  -A-acha que ele está morto?- perguntou a bruxa num sussurro.
  -Espero que esteja.-Draco rosnou.
  Os dois olharam-se durante um bom tempo. Ela queria lhe agradecer, e desabar no chão, ser amparada, que alguém a fizesse esquecer de todo aquele inferno. Draco se aproximou do homem.
  -Não se preocupe com ele, irei terminar com ISSO.- chutou as costas de Scabior. E em um estalo Draco desaparatou com o corpo.
  Hermione piscou assustada. Draco havia a surpreendido novamente, tinha a protegido, o modo como ficou furioso quando se deparou com aquela cena, o modo como tinha a olhado depois de tudo, fez Hermione se sentir aquecida. Depois de muito tempo, a garota conseguiu adormecer, e não acordar nenhuma vez com pesadelos. 
 

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por vanzhan em 30/07/2011

*O*

Aiin eu amo sua fic >.<

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.