FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Capítulo V


Fic: SURPREENDIDOS PELA PAIXÃO fic de Dyone Smith


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

Hermione acordou cedo com uma dor tremenda no estômago. Não havia sido uma boa idéia misturar tantos tipos diferentes de comida de madrugada. Ajeitou-se rapidamente e seguiu para a ala hospitalar, e só recebeu alta pouco antes do jantar.

Draco estava indo tomar banho no banheiro dos monitores-chefe, a essa hora eles estariam desertos, afinal já era hora do jantar. Sem perceber, ele se via procurando uma cabeleira castanha pelos corredores, fez um trajeto longo passando na biblioteca, no corredor que levava ao quadro da Mulher-Gorda e até no banheiro feminino. Não havia visto Hermione em lugar nenhum, ela não tinha comparecido a nenhuma aula, o que era atípico, e nem o metido do Potter ou o idiota do Weasley pareciam saber onde ela estava. Mas porque estaria pensando nela? Deveria odiá-la, e não se preocupar com ela.

Entrou no banheiro e tranqüilamente despiu-se ficando de cueca, com a toalha branca num dos ombros. Quando chegou no corredor dos chuveiros, viu que um dos boxes já estava ocupado: era ela.

Hermione estava exausta, e não queria encontrar com ninguém por enquanto, precisava tomar um bom banho quente e tentar falar com o Malfoy pra desfazer o mal-entendido do dia anterior. Pegou umas roupas no dormitório e foi até o banheiro dos monitores-chefe.

Como ele podia ser tão idiota? Ela não ia pedir pra ele matar o pai ou algo do tipo, mas mostrar pra ele que podia ser bom, confiável, sensível, amável... e ela faria o que fosse preciso para ajudá-lo a mudar. Depois do que ele disse, ela sentiu-se culpada por nunca ter dado uma chance ao garoto, mas ele também não tinha ajudado muito não é?!

Entrou num dos últimos boxes do banheiro e começou a ensaboar-se.
No corujal ele pareceu ser outra pessoa, seus olhos demonstraram algo como… carinho? Não... era loucura! Por um momento pareceu que ele tivera ciúmes dela com Harry, Rony e até Victor, mas será?! Balançou a cabeça e passou as mãos pelos cabelos. Tinha uma sensação estranha, como se alguém a observasse. Lentamente abriu os olhos e virou-se na direção da entrada, levou um susto ao constatar que realmente não estava sozinha: tinha um par de olhos azuis olhando na sua direção.

Ela podia ser o que quer que fosse: sangue-ruim, sabe-tudo, amiga do cicatriz e do bundão do cabelo vermelho, mas ela era linda! O box denunciava os contornos do corpo da garota, os cabelos molhados chegavam quase à cintura, a pele transparecia maciez e o perfume do shampoo invadia seus pensamentos. Ela mantinha os olhos fechados enquanto massageava os cabelos, até que de repente pareceu sentir sua presença ali e...

- Malfoy! O que está fazendo aqui? – ela disse estabanada, enquanto cobria o corpo com a toalha que estava pendurada na porta do box.

- Calma! Eu só vim tomar banho. Desculpe se interrompi. – ele falou segurando-se para não rir. Ela estava corada até os cabelos, e estava linda assim.

- Tá, tudo bem. Eu já acabei mesmo. – disse imaginando se ele havia visto muitas partes do seu corpo, arrepiando-se com o pensamento. Saiu do box e deu de cara com um Malfoy semi-nu de cueca bóxer preta, pernas, braços e tórax à mostra, e um abdome trabalhado que ele parecia ter orgulho em exibir. – Trate de se vestir! Não vê que está praticamente nu? – ela disse virando-se de costas pra ele.

- Eu vim tomar banho, esqueceu? – riu da situação, pois nunca havia imaginado a Granger tão vermelha como agora. Aproximou-se devagar, sussurrando em seu ouvido. – Você também não estava longe disso quando cheguei.

- Como assim? – ela virou-se abruptamente, porém arrependeu-se no instante seguinte, pois sua toalha foi ao chão em dois tempos e ela não sabia onde enfiar a cara.

Malfoy era a calma em pessoa, e antes que ela dissesse que ele era um pervertido por ficar olhando pra ela totalmente nua, ofereceu sua toalha, cobrindo-a.

- Bom... eu não tinha visto tudo, mas agora... – ele disse enquanto balançava a cabeça diante da ira que se instalava nela.

Ela não sabia se chorava, gritava ou batia nele, e acabou optando pelos três: enquanto suas lágrimas rolavam, ela dava socos em seu peito berrando que ele era tarado, safado...

Enquanto ela lhe enchia de xingamentos ele não sabia se gritava com ela ou beijava-a, tão forte era o desejo que o consumia! E acabou escolhendo a segunda alternativa.

Ele segurou-a pelos ombros e fez com que ela olhasse em seus olhos. Não conseguiu ter tanto autocontrole com vendo os olhos amendoados vermelhos e os lábios trêmulos de raiva... Olhando fixamente para aquela boca ele aproximou-se a beijando suavemente, porém com firmeza. Ele achou que ela fosse lhe esbofetear, mas ao contrário, ela entreabriu a boca dando permissão pra que aprofundasse o beijo. E assim ele fez.

Beijou-a com paixão, com desejo, segurava em sua cintura com uma das mãos, enquanto a outra acariciava a nuca delicada. Ela também estava entregue àquele momento, passando a mão em seu tórax, costas, despenteando seus cabelos. O beijo parecia não ter fim. Não era como na floresta, ela parecia realmente estava entregue. A respiração de ambos era ofegante, seus corpos estavam colados, e pareciam não querer desgrudar. Ele passou a acariciar seus braços, costas, sua mão queria tocar todo o corpo de Hermione, mas quando elas foram levadas até a curva dos seios da garota ele a sentiu se enrijecer e se afastar lentamente dele.

- Isso foi um erro e não deve se repetir! – ela falou com uma voz rouca e baixa, quase um sussurro, depois saiu correndo em direção à saída.

- Você é um idiota, Malfoy! – ele deu um soco na parede próxima e passou as mãos nervosamente pelo cabelo.

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.