FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

14. • Lar Doce Lar


Fic: Lily Muggles Diary UA


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________

 Girls Aloud - Sexy! No, no, no.



Narrado por: Lilian Evans.


Ai cara, depois que eu aceitei me casar com o Ti, parece que a minha cabeça anda com muito mais coisas do que antes. Eu já estou pensando no nosso casamento, no meu vestido, no meu buquê, na festa após o casamento, e sem contar a nossa casa. Eu vou querer tudo do nosso jeitinho, e nem que tenhamos que sofrer no começo, eu não me importo. Afinal, minha mãe e meu pai me apoiaram.
Eu já estou quase acabando a escola, já escolhi a minha faculdade, e então... lá vem a pior parte: Arrumar um emprego.
Até que essa parte não é tão ruim assim, mas depende de como você pensa, entende? Se você pensa como eu: Vou ter que ficar longe do Ti o dia inteiro, pois eu vou ter a faculdade de noite e o emprego de dia, ou vise-e-versa, serviços domésticos e etc. Ai sim, tudo parece um pesadelo.
O pai e a mãe do Ti, assim como os meus, disseram que vão ajudar em tudo que precisarmos e também se no começo nós precisarmos de alguma grana, eles vão nos emprestar.

A mãe e o pai do Ti, querem fazer um jantar na semana que vem, assim só para os familiares e amigos mais chegados mesmo. Como se fosse algum jantar de "noivado". Ui, só de falar essa palavra eu já gelo.
Eu acho que vai ser incrivelmente legal estar casada com o Ti. O que eu jamais pensei que tudo passaria de um affair. Ele é perfeito, e acho que estou cada vez mais apaixonada ( se é que é possivel *-* ).

Apesar de que eu não gosto nada dessa idéia de deixar os meus poster's e bixinhos de pelúcia para trás na minha nova vida de casada. :(
Mas eu tenho que pensar que agora nós estamos crescendo, e nada mais vai nos atrapalhar de termos uma vida perfeita juntos.

Cara, daqui três semanas é aniversário do Ti. Own, que lindo. Dezoito anos. O meu aniversário é em três meses, e eu também nem vejo a hora que chegue. *-*
Concerteza vai ser antes do nosso casamento, quer dizer, o nosso casamento de verdade, só vai acontecer depois que eu estiver na faculdade, trabalhando, e o Ti também. Então isso quer dizer, que mais ou menos daqui um ano.

A Dine foi embora de casa ontem, depois de eu ter aceitado o pedido. Ela e o Ti me contaram tudo o que aconteceu e o porquê. Até que eu fiquei muito feliz e agradeci ela por tudo. Realmente a aliança é linda. Mas o Ti disse que ele vai comprar outra para eu poder guardar essa como uma "herança" de familia, como sempre foi. Ai como ele é lindo. :D
Eu não me arrependo um minuto de ter aceitado me casar com ele, e também não sei o que eu faria se eu não tivesse aceitado.

Bom, agora eu tenho que me levantar. Droga, estava realmente tão bom aqui, sonhando com o meu futuro que não está tão longe. *-*
Eu olhei para o lado da cama, e lá estava um buquê de Lirios. Os meus prediletos, junto tinha um cartão com aquela letra tão perfeita que eu amo;

Bom Dia Flor do Dia...
Estive aqui mais cedo, mas você estava parecendo um anjo dormindo,
então fiquei com dó de te acordar.
Mas quando você sentir o meu cheiro,
estarei na cozinha.

Um beijo, com muito amor.
Seu futuro marido.


Own, eu já disse que o meu noivo é lindo e perfeito? :D

Sem exitar, eu calcei minhas pantufas, e desci as escadas correndo.
O Ti estava na cozinha fazendo algo para comermos. Minha mãe e meu pai já haviam saido para o trabalho, e então isso quer dizer que... estamos sozinhos em casa (6).

- Bom Dia. - Eu disse aparecendo na cozinha, e abracei o Ti por trás.

- Bom Dia meu amor. - Ele disse se virando e me dando um selinho *-* - Acordou com o cheiro do meu delicioso café?

- Ah, sabe que não? Acordei para pensar em você mesmo. - Eu disse rindo e o Ti riu também.

- Toma um pouco. - Ele me disse estendendo uma xícara de café.

- Obrigada. - Eu disse e tomei um pouco. Humm, e não é que realmente estava bom? - Quero só ver, se quando nós estivermos morando juntos, você vai cozinhar tão bem assim.

- Você vai ver Ruvinha ;) - Ahh, não me provoque logo de manhã, eu amo essa piscadinha dele! (L)

- Olha que assim eu gamo. - Eu disse indo abraçar o Ti, e então nos beijamos. *-*

- Pode gamar, que gamado é mais gostoso. - Ele sussurrou no meu ouvido e me agarrou pela cintura./N:b/gizuiz ,se abana e morre/

Ai Deus, como esse homem vicia ... :9

***


- Que tal se fossemos dar uma volta no shopping? - O Ti perguntou saindo do banho com os cabelos molhados e super sexy.

- Hum... eu estava pensando em outra coisa. - Eu falei adimirando-o secar os cabelos com a toalha.

- No quê, meu Lírio? - O Ti perguntou botando a calça jeans.

- Que tal se fossemos ver alguns apartamentos e casas hoje?

- Claro! Por quê eu não tinha pensado nisso antes? - O Ti disse vindo na minha direção, então ele deitou em cima de mim e começou a beijar o meu pescoço. - Eu vou ter a esposa mais inteligente do mundo.

- É, e eu vou ter o marido mais safado do mundo. - Eu disse tentando empurrar ele de cima de mim, mas sem chances nenhuma. - Dá pra sair de cima?

- Ah é... - Ele disse se levantando, colocando a camiseta e então... fomos :D.

***


Pegamos o carro da minha mãe que já estava na garagem, e fomos á uma agência mobiliária.

- Olá.. em que posso ajudá-los? - Perguntou uma mulher morena que estava sentada na recepção da agência.

- Oi.. Er, nós queriamos ver alguma casa ou apartamento. - Eu falei para a mulher, enquanto o Ti pegava alguns pamfletos.

- Claro. Tem algum preço ou localidade de preferência? - A mulher perguntou, digitando tudo em uma velocidade incrivel no computador.

- Não ? - Eu respondi meio que perguntando.

- Ok. Temos o Mr. Joyce livre agora. Ele estava saindo para acompanhar um casal na escolha da nova casa, mas o casal ligou cancelando o encontro. Então, pode ser agora? - A mulher perguntou me encarando com aqueles enormes olhos castanhos.

O Ti me olhou sorridente e respondeu que sim á mulher, e logo um homem não muito velho, com um nariz gigante e pouco cabelo chegou perto da gente sorrindo.

- Olá, então jovens, procurando uma casa ? - O Homem perguntou.

- Ahnn, err, sim. - Não não tio, eu vim buscar uma marmita mesmo. (Y)

- Muito prazer. Meu nome é Collin Joyce. Mas podem me chamar só de Collin. - O homem disse estendendo a mão.

- Ah sim, muito prazer Mr. Joyce. - Eu disse comprimentando-o, e o Ti fez o mesmo.

- Apenas me chame de Collin, Srta... - Eu olhei para o Ti e sorri, e ele ficou com uma cara do tipo "?".

- .. Potter. - Respondi. - Sra. Potter./n:b/ ai que lindo *-*/

- Oh, ok Sra. Potter. Será um prazer acompanhá-los a procura da casa perfeita. - O homem saiu rindo e eu e o Ti saimos atrás dele. Será que o Tio Joyce achou que aquilo foi engraçado? O.o' É cada um viu...

***


Entramos no carro do sujeito, que iria nos levar " Em busca da casa perfeita ", eu já estava me sentindo em um filme né (H).

- Bom, nós vamos ver essas casas aqui. - O Tio Joyce disse dando um papel para mim e para o Ti, que tinham duas casas e três apartamentos.

- Em qual vamos primeiro? - Perguntei do banco de trás do carro.

- Para essa daqui. - O Tio Joyce disse apontando para a primeira casa que tinha no papel, e então ele ligou o carro.

Eu e o Ti estávamos sentados no banco de trás, e o Tio Joyce estava dirigindo.

- O Remo não vai mais tentar ligar pra Dora mesmo? - Eu perguntei para o Ti, quando o Tio ligou a música e nós ficamos um olhando para a cara do outro.

- Bom, tentar ele está tentando, mas quem disse que ela quer falar com ele? - Pois é, a Dora está sendo rude com o Reminho :T. Ele 'tá sofrendo tanto. Dá pra ver a tristesa nos olhos dele. ( leia-se: por causa das olheiras )

- Ah, deixa a Dora tomar um ar primeiro, eu imagino como deve ser barra para os dois. - O Ti disse pegando a minha mão, e me olhou carinhosamente. Eu tive a impressão de que ele ia falar alguma coisa, mas o Tio Joyce nos interrompeu, falando que haviamos chego na primeira casa.

Descemos do carro, e lá estavamos nós em frente da casa.

Bom, eu já não fui muito com a cara daquela casa. Primeiro porque a casa tinha um pequeno jardim na frente, e eu não quero jardim na frente da nossa casa. Jardim dá muito trabalho para cuidar, sem contar que cria um monte de insetos, e bichos nojentos. {Y}

O Ti me olhou, para ver o que eu havia achado da frente da casa, mas como eu já imaginava, ele sabia que eu não gosto de jardins na frente das casas.

Bom, talvez o interior poderia salvar a casa não é mesmo?
Passamos pelo portão todo cheio de teia-de-aranhas, e fomos em direção á porta da casa. A porta da casa, era de uma madeira cor de bosta podre. Tinha cor daquelas madeiras que ficaram na chuva, e olha que eu não duvido muito que essa tenha ficado hein? E para piorar ainda, quando o Tio Joyce foi tentar abrir a porta, a fechadura caiu, e a porta estava enterrada (n/a: ou seria emperrada? o.o'), resumindo: a casa estava inteirinha podre.
Quando entramos na casa, eu percebi que o teto estava todo preto de mofo, e o chão de madeira estava cheio de buracos feitos pelos cupins.

- Err.. que tal se deixassemos o primeiro andar para depois? - Eu perguntei do lado de fora da casa ainda. - Eu sou muito nova, e não tenho seguro de vida ainda.

- Concordo. - O Ti disse.

- Vou me lembrar de colocar essa casa na lista. - O Tio Joyce sussurrou para si mesmo, e então voltamos para o carro.

- A segunda casa fica muito longe? - Perguntei sentada no banco traseiro denovo.

- Não muito.. uns cinco minutos. - O Tio respondeu.

- Ok. - Eu afirmei, e voltei á olhar para o Ti. - E a Lice e o Frank, como estão?

- Bom, o Frank me contou que também quer pedir a Lice em casamento no aniversário de namoro deles, que é no mês que vem. - O Ti me contou, e eu fiquei pasma, e a minha boca abriu-se automaticamente.

- Sério? - Perguntei tentando não babar.

- Uhum... - Uau, aquilo estava ficando demais! Nós nos conhecemos na pré-escola, e agora estamos todos nos casando. :D \o/

- Chegamos!!! - O Tio avisou e então nós descemos do carro novamente.

Uau, essa casa era bem melhor do que a outra: A frente era toda asfaltada. Sim, sem jardim minha gente. Aleluia. E a casa parecia ser maravilhosa por dentro, pois por fora era muito bonita. Tinha duas pilastras entre a porta de vidro da entrada, e a casa era toda branca por fora.

Entramos na casa, e ela era realmente maravilhosa.
A sala era grande e arejada, depois tinha a cozinha que até me lembrava a cozinha da minha casa, tinha um balcão de marmore, e outra porta de vidro que dava para o quintal com piscina e churrasqueira. Uau, eu estava ficando apaixonada por aquela casa.
No andar de baixo ainda tinha um banheiro, e um quarto de empregada.
Fomos para o primeiro andar, e lá tinha três quartos, dois eram suites, e o outro tinha uma varanda maravilhosa, uma sala de tv, e outro banheiro que ficava no corredor.

- Nossa, essa casa é linda! - Eu disse enquanto passavamos pelo corredor, para irmos ver o próximo apartamento.

- Realmente. - O Ti disse.

Chegamos na rua para entrarmos no carro, e vi que estava o maior movimento ali na frente de casa.
Meu deus, o quê era isso? Tem alguma boate na minha rua e ninguém me avisou? Mas, perai... esse povo não 'tá com cara de quem está indo para uma boate.
Foi então que eu vi, que tinha uma igreja bem na frente da casa.
Ai meu Deus, isso só pode ser alguma macumba não é?

- Se for só uma vez por semana, não pode ser tão ruim assim Lil. - O Ti sussurrou no meu ouvido.

Eu atravessei a rua, e fui passando entre a multidão que tinha saido da igreja. Logo na porta eu encontrei uma placa que dizia:
Venha se juntar á nós! Encontre Deus e faça seus pedidos á ele... De terça á domingo, em três horários por dia. Mas não demore, Deus não tem o dia inteiro.

Gezuis, que pecado é esse?
Como assim eles têem missa ou seja lá oque de terça á domingo, em três.. TRÊS horários diferentes?

Passei pela muvuca denovo, agora bufando e indo em direção ao carro.

- Então... - O Tio Joyce ia começar á falar alguma coisa, mas quando ele viu a minha cara, ele parou e voltou para dentro do carro. - Tudo bem, entendi o recado. Vamos ver os apartamentos.

Entrei no carro e me sentei do lado do Ti, que estava com uma cara do tipo "?"

- De terça á domingo, três vezes por dia. - Depois de dizer isso eu apenas cruzei os braços, e fomos até o primeiro apartamento.

- É aqui... - O Tio Joyce disse quando paramos na frente de um prédio que eu achei simplesmente maravilhoso.

Eu apenas sorri de dentro do carro, e o Ti sorriu quando viu o meu sorriso.

- Espero que seja esse. - Ele sussurrou antes de me dar um selinho, e então nós descemos do carro.

- Bom, vamos. É no último andar, cobertura... número 375. - O Tio Joice disse.

Entramos no prédio, e pegamos o elevador.
Sabe é bem dificil encontrarmos qualquer prédio aqui em Londres com elevador. *-*

Chegamos no andar, e a porta 375 era a mais linda do corredor.
A porta era branca, com vários detalhes de madeira, e tinha um tapete na frente onde dizia "Home sweet home".

O Tio Joyce pegou a chave, e abriu a porta do apartamento, e... UAU!

- Isso é perfeito! - Eu disse pausadamente.

O apartamento, era realmente perfeito.
A porta dava direto para a sala do apartamento, que era gigante, e tinha uma varanda enorme bem á frente. A esquerda tinha uma escada caracol que concerteza nos levava para a cobertura. Depois da escada tinha a cozinha, que era linda, e tinha uma SUPER janela arejada. Depois tinha um quarto pintado inteiro de azul bebê. Acho que os últimos donos tinham um filinho... O outro quarto era gigante, suíte, com uma varanda e um closet, enoooorme, dava pra se perder lá dentro. ;x
Subimos para a cobertura, e lá tinha uma churrasqueira, uma piscina quente, outra de hidromassagem e outra normal, uma sala de vídeos e a vista era PERFEITA. Como o prédio era no centro, era possivél enchergar o prédio da Canary Warf, e alguns da West India.

- EU AMEI! - Eu disse com os olhinhos brilhando, e o Ti me abraçou.

- Eu também achei perfeito Lil. - O Ti disse me dando um beijo na testa.

- Ótimo... Muitas pessoas gostam mas... elas não ficam com ele porque, err.. hum. Deixe pra lá não é mesmo? - O Tio Joyce disse.

- Epa.. se o apartamento é tão perfeito, por quê eles não ficam com ele? - Eu perguntei me soltando do Ti.

- Bom, o preço é um pouquinho, quer dizer... um pouco BEM alto. - O Tio Joyce disse tentando desfarçar.

- Ah é... o preço. - Eu disse. - Quanto que é?

- Run.. err... setemilequinhetospormês.

- Quanto? - O Ti perguntou.

- £7.500. - O Tio Joyce disse alto.

- Nossa. Você chama isso de caro? Mas peraí, você disse que estava alugando e não vendendo. - Eu afirmei meio confusa.

- Pois é, e estamos alugando.

- Então, esse é o preço por mês? O.o - Eu perguntei com meda.

- Uhum..

- MEU DEUS, vamos embora. Porque se eu quebrar algo aqui eu vou trabalhar a minha vida inteira para pagar.

Eu, o Ti e o Tio Joyce descemos o prédio pelo elevador. {*__*'} e voltamos para o carro.

- Bem, vamos para a nossa penúltima chance. - O Ti disse e eu concordei com a cabeça.

O Tio Joyce começou a dirigir novamente e disse que esse também não era muito longe.

- Hey, e a Lene com o Six? Nenhuma novidade? - Eu perguntei para o Ti que me olhou sorrindo.

- Ah, você sabe... eles continuam na mesma! O Sirius 'tando namorando já é uma grande coisa. - O Ti disse e eu ri.

- Isso é verdade. Uau, nunca imaginei Sirius Black amando alguém... ainda mais a Lene, que é tão ciumenta, possesiva. - Eu disse realmente imaginando os dois felizes e com centenas de filhinhos. uaheuaehuae :p

- Vai ver que o Six gosta de ser tratado assim, ou que ele acha que o ciúme da Lene é uma prova de amor. - O Ti disse. Uau, essa frase foi tão linda. :D

O Tio Joyce parou o carro na frente de um prédio simplesmente horrorendo. O contrátrio em todos os sentidos daquele primeiro prédio que visitamos.
O bagui era o bicho mesmo. Um monte de lixo na frente, mendingos no chão e eu pude jurar que eu vi um rato passando por ali. Eu jurooo O_O'

Se ele dizer que é esse aqui, eu não desço (Y).

- É esse. - O Tio Joyce disse sorrindo para nós.

- Sinto muito, mas vamos para o próximo. - Eu disse colocando o cinto-de-segurança novamente.

- Ok.. você quem manda!

O Tio Joyce saiu dirigindo, daquele bairro horroroso, e depois de uns quinze minutos, nós tinhamos chego a nossa última chance.
Tinha que ser aquele apartamento, eu gostando ou não. (Y)

O bairro parecia ser legal, quer dizer, me lembrava bastante o meu bairro atual /queseriapassadoempoucosmeses *-*/, era bem calmo, parecia ter pouca gente no bairro, e apenas família, e acho que aquele era o único prédio do bairro.

- É esse? - Apontei para um prédio que parecia bonitinho.

- Esse mesmo! - O Tio Joyce disse.

Eu nem esperei o Tio, peguei a mão do Ti, e fomos entrando no prédio.

Até que era bem bonitinho sim, pelo menos não eram tão ruim quanto os outros.
Tudo bem que nesse prédio não tem elevador, mãããs, são apenas três andares, e nós estamos indo para o terceiro.
Que bom, porque eu amooo o último andar dos prédios. *-* (Ninguém faz barulho em cima da gente ;x)

Subimos pela escada mesmo, até o terceiro andar. Isso aê, não tem elevador. Eu também acho um absurdo, mããs, fazer oque :).

Chegamos lá em cima, e tinha uma porta comum.(?) {n/a: não, tinha o portão de Hogwarts -.-'}

- Aqui mesmo crianças... apartamento 25. - O Tio Joyce disse apontando para a porta que eu já estava na frente, e foi pegando a chave.

O que eu não entendo é: Eu estou me casando... por quê ele continua me chamando de criança? O.O' Vou chamar ele de velho (y).

O Velho Joyce abriu a porta, e nós entramos. Demos de cara com uma sala, toda encarpetada de marrom, até que não era tão grande quanto as outras salas, mas parecia bem confortável, e arejada. Seguimos para a cozinha, que tinha uma pequena divisa com a área de "lavar" e uma janela. Depois tinha alguns degraus, tipo uns cinco, que eu nem chamo de escada, e então tinha dois quartos, uma suíte, e no final do corredorzinho um banheiro.

- E então... - O Velho Joyce perguntou.

- Eu gostei, e você Lil? - O Ti perguntou.

- Ah.. não é como as outras! Mas eu gostei sim. - Eu disse sorrindo e abraçando o Ti.

- E o preço dessa não é tão alto assim! - O Tio Joyce falou, nos mostrando o papel, e era só £700 por mês.

- Ficamos com essa mesmo. - Eu afirmei balançando a cabeça rapidamente.

- Mas... Lil. - O Ti olhou pra mim, e eu mandei um olhar matador pra ele. - Você não acha que ainda é um pouco cedo? Quer dizer, a gente não tem que conversar ainda?

- Não... Eu gostei dessa,e vai ser essa. - Eu disse cruzando os braços.

- Tudo bem, você quem manda! - O Ti disse levantando os braços para o céu, agradecendo á Deus e ser fiel.. (8) OISUEOIAUE, ok. parei ;x. (n:b/ kkkkkk..)

- Bom, vamos voltar para a agência, e vocês poderão assinar os papéis lá! - O Tio Joyce disse, e então nós o seguimos até o carro, e seguimos á agência.

***



- Aii Tii! Eu estou tããão feliz *_* - Eu disse chaqualhando (?) o contrato da nossa nova casa, e pulando no colo dele, depois que saimos da agência.

- Que Bom Li... porque isso é tudo que eu quero. - Owwwn, que lindo! Eu não exitei, e beijei ele no meio da rua. *-*

O meu celular começou a tocar, e então eu tive que parar o beijo :(.

Liice chamando...

- Hey Lice!

- Hey Lil. Como 'ses tão?

- ÓTIMOS! E vocês?

- Bem bem...

- Ah Lice, nós temos que te contar o quê aconteceu... estamos tão feliz!! - Eu falei caminhando de mãos dadas com o Ti.

- Que bom que vocês estão felizes Lil. Eu e o Frank também temos que contar uma novidade... Mas achamos que seria melhor se todos estivessemos juntos.

- Ok! Ótima idéia. Que tal se nos encontrarmos agora? Você pode chamar a galera?

- Claro... Em meia-hora aqui em casa, ok?

- Ok.. até mais. Beijo amica :*

- Então, o quê vai rolar? - O Ti perguntou passando a mão pelo meu ombro.

- Vamos nos encontrar com o pessoal. Parece que a Lice e o Frank também têem alguma novidade. - Eu disse enquanto passava uma das minhas mãos (?) pela cintura dele.

- Hum... estou curioso. - O Ti disse fazendo uma cara beeem.. sexy :9

***


- Liiiiiice ! - Eu gritei abraçando a loira, e entrando na casa dela.

- Oii Lil. Hey Ti! - A Lice abraçou o Ti, depois eu abracei o Frank, depois a Lene, o Six, a Dora, o Remo... e todo mundo.

E depois do abraça-abraça nós nos sentamos nos sofás da casa da Lice, com algumas cervejas e amendoins na mesinha do meio.

- Então... quais são as novidades? - A Dora perguntou sentada bem longe do Remo.

- Ah, eu e o Ti temos uma novidade para vocês. - Eu disse pegando a mão do Ti. - E parece que a Lice e o Frank também *-*.

A Lice e o Frank sorriram meio "amarelo", mas só pode ser a felicidade ;).

/ Efeito especial, barulho de grilo... /

- Então, alguém vai falar? - O Sirius perguntou com a boca cheia de amendoin, e logo ele deu um gole na cerveja pra descer tudo. - Wow ;O

- A Lil e o Tiago podem falar primeiro. - O Frank disse.

- Ok. - Eu comecei. - Bom, eu e o Ti saímos em busca de uma casa hoje... para o nosso casamento e tal. - Eu disse sorrindo toda alegrinha, serelepe, pimpona, e todos sorriram *-*

- E... ? - A Lene perguntou espectativa.

- E nós achamos o apartamento perfeiiito. :D - O Ti terminou, e então todo mundo levantou e começou o abraça-abraça de novo (!) {n/a: me abraça Six ;)}{N:B/me abraça Six *-*}

- E quando vocês se mudam? - O Remuxo perguntou, e a Dora fez uma careta.

- Ah, não sabemos. Quanto antes melhor né. - O Ti disse e então sorriu pra mim, eu sorri pra ele, e nós sorrimos um para o outro, e trocamos lindos sorrisos. (?)

- Que demais...Isso significa festa de inauguração na casa nova!!! - O Sirius disse pulando no sofá.

- Credo, só pensa em festa. - A Lene falou e o Six deu um beijinho no pescoço dela.

- Ok, agora chega desse blá-blá-blá da minha casa nova, porque a Lice e o Frank também têem uma novidade. - Eu terminei de falar e então o silêncio se formou na sala, e todos sorriam felizes, serelepes, pimpões.

- Err.. ok gente! Mas a novidade ela.. - A Lice começou a frase, e depois ela entrelaçou as mãos. - Não é tão boa assim.

- Ah.. o quê pode ser tão ruim assim? Contem logo... - Sirius sempre optimista falou (Y).

- Bom, é que eu e o Frank.. nós... bem, estamos nos.. hum, mudando. - A Lice falou tudo rápido, embolado e baixo demais.

- O quê? O.o - Todo mundo perguntou junto.

- É que o Frank conseguiu um emprego na Escócia, na nova filial que o pai dele tem lá, e então nós vamos ter que nos mudar pra lá. Eu também já consegui um emprego e tal.. e, a casa, nós já vimos uma casa. - A Lice explicou tudo, mas eu percebi que ela estava com lágrimas nos olhos.

Ahh, que droga gentem!

- Ahhhhhhhh! - Todo mundo choramingou e então começou a troca de abraços novamente. Mas agora todo mundo 'tava em cima da Lice e do Frank, abraçando os dois.

- BOLINHO NOS TRAIRAS QUE VÃO NOS DEIXAR! - Adivinha quem gritou? Isso aê, Sirius Black x_x' Ele adora um bolinho ;). OPAIEPOAIEOPAIE

- Socorro! Eu vou morrer. SEM AR. - A Lice gritava. Coitada, ela era a que estava sendo mais esmagada. UAHEUHUEI ;X.

- Ok, ok. Chega de bolinho, vamos assistir algum filme. - Eu disse, tirando todo mundo de cima da Lice que 'tava morrida vermelha de falta de ar.

A Lene sentou no colo do Six, A Dora e o Remo em um sofá de dois lugares, porém ela estava quase no braço do sofá porque queria ficar longe do Remo, eu e o Ti estávamos deitados no chão, e a Lice e o Frank estavam em outro sofá.

***


- Sirius.. - A Lene chamou baixinho.

- Quê meu amor?

- DÁ PRA VOCÊ PARAR DE FICAR EXCITADO TODA A VEZ QUE A JESSICA ALBA APARECE NO FILME? - A Lene gritou tirando a atenção de todo mundo.

- Quê isso Lene? Eu não fico excitado não. - O Six disse baixinho morrendo de vergonha. =x Eu ouvi! *-)

- Ah não, magine! Eu estou sentindo seu cachorro.

- Lene, você sabe que eu só tenho olhos pra você, não sabe meu amor? - O Six disse passandos a mão no rosto da Lene, e ela logo a tirou.

- Ah, então você anda meio vesgo ultimamente Sirius. - OIAUWEOIAUSEOIASUEOAIUEASEHAIUHEAISE. Boa Lene \o

Ela levantou do colo dele, e foi se sentar no sofá.

- Quê isso meu amor? Volta aqui. - O Six disse indo agarrar a Lene e tal... e todo mundo sabe onde isso ia parar.

- 'Dá para os dois pombinhos pararem de se amar ai? Eu quero ver o filme. - O Remo disse fuzilando os dois. Vai ver que ele também 'tava ficando excitado ;x.

- Ah Remuxo, cala boca ae. Só porque a Dora 'tá brava com você, você tá com inveja, firmê? - AOSUEOIUEIOASEUO, gente, eu mereço isso? X_x'

O Coitado do Remo corou, e a Dora também.

- Que inveja o quê. É que vocês estão atrapalhando o filme. - O Remito falou enquanto voltava á sua cor normal.

- Iiih, nem vem ô invejoso. Só porque 'tá solteiro. - Agora tinha sido a Dora e o Remo que o fuzilaram com o olhar. - E nem adianta olharem assim pra mim, porque eu não tenho nada a ver com isso.

- Nem eu. - A Dora tinha falado pela primeira vez.

- Ah, você sabe que nós só não estamos juntos, porque você não quer me desculpar, não sabe? - O Remo disse chegando perto da Dora, mas ela logo o afastou.

- Porque eu não quero?! Que eu saiba foi porque você me traiu, Lupin. - A Dora falou olhando para a tv. Mas assim como todos nós sabiamos que ela nem estava interessada no filme.

- Ah Dora... Por favor! Você sabe que não foi por querer... eu te amo! - O Remo disse tentando chegar mais perto, mas ela o empurrou denovo.

- OK OK, CHEGA DE BRIGAS! Eu vou arrumar as minhas malas. - A Lice disse se levantando.

- Já ? - Eu perguntei surpresa. - Mas quando vocês vão?

- Amanhã.

- AMANHÃ? - Todos gritamos juntos ;x.

- É gente.

- Ok então, eu vou ajudar a minha amiga. - Eu disse abraçando a Lice, e logo a Lene e a Dora também a abraçamos, e começou o abraça-abraça [32154848710158645005454054] denovo.

- Lil, eu 'tô indo ok? Te vejo mais tarde :* - O Ti disse vindo me dar um beijo.

- Ok Ti.. Eu te ligo quando chegar em casa.

- Ok. - O Ti foi indo para a Lice, deu um abraço e um beijo na bochecha dela, e depois foi dar um "abraço" no Frank. - Boa viajem e boa sorte cara!

- Valeu Tiago.. pra você e pra Lil também. ;D E nos avisem porque nós viremos para o casamento ein ;).

- Pode deixar. - O Ti disse e logo ele foi-se.

O Remo e o Six foram pra cozinha conversar e beber com o Frank, enquanto eu a Dora e a Lene ajudavamos a Lice a fazer as malas.

Que triste, a minha amiga se vai :( Mas tudo que seja melhor para ela, e para a felicidade dela. (L)

TE AMO LICE, vamos sentir tua falta :*


Photobucket

N/a: Oiiii gentem :)
ah eu gostei de escrever esse capt, e vou te contar. Foi bem rápido ein.
ASOIEUSIOEUIOAS, no domingo já estava pronto mais da metade. Ufa :P
Agora eu tenho que começar a escrever AFL, antes que a Marii me mate estrangulada :X.
iueioueioaueio, boom, eu não sei seu já avisei, mas esse vai ser o penúltimo post do mês.
Talvez eu poste mais 1 OU 2. No máximo, e então eu vou ficar umas 3 semanas sem postar... porque eu estou indo viajar, para o Brasil *--*
quem quiser me encontrar, eu vou estar em Sampa ok ? :D
aeuaeoiuaiosueiaos.
bom, eu sempre faço N/a's grandes né ? :(
Deixa eu agraceder tb á Sophie Black que mudou o teu nome, e eu esqueci qual é O.o
aoiueioueioasueo, pela capa maraviiilhosa que ela fez, e por esse bottom.
Ameeeeei os comentários, muito obrigada viiu!? *-* fiquei tão feliiz caras :D \o/.
Beijos beijos, até o prox :*

Photobucket



N:b/ ain meu Deus *-*
Que coooisa maaaais perfeita, o Ti e a Lily são TÃO lindos juntos cara *-*
O casamento deles vai ser o maaais perfeito ;)
A-M-E-I Le , ficou tão lindo :D
Beijo Guys, até o próximo !:*

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 0

Nenhum comentário para este capítulo!

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2022
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.