FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

9. Convivendo com o Ted


Fic: Viajantes no tempo- Quando algumas gerações se encontram CAP


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


- Papai! Senti saudades- disse sorrindo para um Remo estático, abobado, confuso, e tudo ao mesmo tempo.


- O que? O aluado é pai? O aluado é pai!- disse Sirius alheio como sempre ao clima sério, se levantando e começando a dançar a dança da vitória. Depois de ficar nessa dancinha por pelo menos uns dois minutos, viu que tinha perdido a graça. Pois ninguém o acompanhava- Pô! Vamos comemorar Pontas! O Aluado não ficou encalhado! Levanta Pontas!- disse puxando James pelo braço, mas esse como o resto dos marotos estavam em choque.


- Almofadinhas, quer fazer o favor de sentar no sofá, ficar quieto, e calar a boca? Você está estragando o momento do Remo!- disse Alice impaciente.


- Que momento?- perguntou Sirius confuso, levando um tapa na nuca dado por James- Ai! Doeu! O que eu fiz?


- Nada! Simplesmente está começando uma dança da vitória no meio do salão, enquanto Remo está com uma série de conflitos internos. Afinal, ele nunca se imaginou pai!- disse Lilian como se explicasse para uma criança que 1+1 = 2.


- E confesso, leva um tempo para a ficha cair!- disse James, e Frank concordou.


Cinco minutos depois...


- Mas eu acho que a ficha devia ter caído não? Afinal já se passaram uns cinco minutos que ele está sem nenhuma reação!- disse Gina preocupada, observando o antigo professor de DCAT.


- Também estou começando a ficar preocupada... - disse Lily olhando o amigo.


- Como vamos fazê-lo voltar ao normal?- perguntou Sirius.


- Não faço a mínima idéia!- disse James.


Enquanto eles falavam, Remo e Ted não estavam nem ouvindo. Estavam concentrados um no outro. Ted fazia carinho no rosto de Remo como se quisesse gravar cada parte daquele rosto que há muito não via. Ted só tinha algumas lembranças, flashes de memória sobre o pai e a mãe. Mas todos os dias os avós lhe mostravam as fotos, daqueles que um dia morreram por ele. Ted esperava pacientemente que Remo tomasse uma atitude, falasse algo, sorrisse para ele como as fotos mostravam. Sim, ele reconheceu a voz dele, e seria capaz de reconhecer a voz de sua mãe, afinal, ele sonhava com eles praticamente todas as noites. Mas agora o que ele fazia era simplesmente sorrir para o pai, fazer carinho nele igual o Dinho Harry fazia com ele.


Remo olhava espantado para Ted. Então quer dizer que ele é meu filho? Pensava, olhava cada parte do rosto de Ted, cada detalhe, queria absorver tudo sobre aquele pequenino que se encontrava em seu colo, sorrindo e lhe fazendo carinho. Então depois de alguns minutos observando o seu filho, fez a coisa mais lógica que podia fazer, lhe deu um sorriso. Mas foi o suficiente para Ted dar uma gostosa gargalhada que preencheu todo o recinto, fazendo todos rirem juntos. Realmente o seu filho era encantador!


- Então quer dizer que ele é realmente meu filho?- perguntou para Harry.


- Sim. Esse é o seu filho Ted. Meu afilhado. - disse Harry feliz.


- Mas quem é a mãe? Quem se casou comigo?- perguntou Remo confuso.


- Ninphadora Tonks. – disse Harry.


- Ninphadora tonks? A minha prima? Filha de Andromeda e Ted Tonks?- perguntou Sirius curioso.


- Sim. – disse Gina sorrindo para o pequeno Ted que agora dava palminhas para Remo querendo atenção.


- Mas como alguém quis se casar comigo? Eu sou praticamente um monstro!- disse Remo triste.


- Remo, uma hora você vai perceber que não adianta se afastar daqueles que ama. Pois você vai acabar sofrendo e levando a pessoa que ama a sofrer também. Mas olhe para o Ted, vê e fala que não vale a pena viver um amor? Ted é a prova viva disso. Agora você pode achar que fez uma coisa errada, que atrapalhou a vida de Tonks, mas depois você vai perceber que simplesmente a fez ficar melhor, e também vai ver que ficar sozinho não vai ajudar em nada!- disse Gina calmamente.


- Você se juntou ao clube dos que falam que eu devo aproveitar a vida e deixar o meu probleminha peludo de lado? Já é a segunda pessoa que me fala isso hoje!- disse Remo meio divertido tentando se livrar mais uma vez desse assunto.


- Então talvez seja a hora de escutar os seus amigos. – disse Mione sorrindo docemente para Remo.


- Tô fome!- disse Ted para Remo.


- Está com fome? O que eu faço agora?- perguntou Remo para Harry que riu.


- Aprenda com o mestre aqui!- disse rindo se levantando e indo até Ted- Ted vem no Dinho!- e Ted levantou os bracinhos para facilitar que Harry o pegasse, e quando Ted já estava em seu colo disse- Vamos comer baixinho? O que você quer?


- Humm... – disse Ted fazendo biquinho como se estivesse pensando.


- Tive uma ideia! É uma surpresa ok?- disse Harry para Ted que concordou- Monstro!- E com estalo Monstro aparatou no salão comunal.


- Monstro, está as ordens de mestre Harry!- disse fazendo uma irreverência exagerada.


- Monstro, faz um especial para o Ted, ok?- disse dando uma piscadela para monstro que entendeu.


- O que é o especial?- perguntou James.


- Sei lá! Monstro é que escolhe o que fazer para Ted, mas no final vai ficar tudo a mesma coisa mesmo, afinal é comida de bebê!- disse Mione conjurando uma cadeirinha de comer e um lencinho para limpar a boca de Ted.


- Aqui está amo Harry!- disse Monstro aparatando com um pratinho na mão.


- Obrigado monstro, qualquer coisa eu te chamo!- disse Harry pegando o pratinho e colocando na cadeirinha junto com o Ted- Agora abre a boquinha que a comida já vem Ted!- disse Harry levando a colher até a boca de Ted que abriu.


- Roxo!- disse Ted apontando para a comida.


- Não Ted! Esse aqui é o rosa! Rosa de beterraba!- disse Harry devagarzinho para Ted entender bem.


Enquanto isso o pessoal via Harry dá de comer para Ted que ria e comia com as caretas que Harry fazia para o pequeno.


- O que é isso rosa que ele está comendo?- perguntou James.


- Beterraba batida com um pouco de feijão. - disse Gina.


- Eca!- Disse James- Ele come só isso e ainda por cima batido?


- Não faz essa cara! Essa é uma comida de bebê e por mais que pareça estranho ainda é gostosa!- disse Gina.


- Sabe, dar comida para um bebê parece ser muito fácil!- disse Sirius depois de algum tempo que ficaram observando Ted comer.


- Falou certo Sirius! Só parece! Porque na verdade é um sufoco você fazer esse pestinha abrir a boca para comer!- disse Rony.


- Qual é? Olha lá o Harry! Ele está dando de comida para o Ted com uma facilidade!- disse Sirius.


- Mas é o Harry. O padrinho dele! O Ted custa a comer comigo, e olha que sempre que o Ted está com o Harry eu estou junto!- disse Gina.


- Aposto que eu consigo!- disse Sirius estufando o peito.


- Aposto que você não consegue!- disse Gina.


- Eu vou com a Gina!- disseram Rony e Mione.


- E vocês?- perguntou Gina para os marotos.


- Não sei! Prefiro não opinar!- disseram os marotos.


- Ok! Valeu pessoal pelo apoio!- ironizou Sirius se levantando e se aproximando de Harry e Ted - Harry será que você pode deixar eu dar comida para esse pestinha?


- Hum, sei não Sirius, não é tão fácil como parece!- disse Harry para Sirius


- Qual é Harry! É só dar a comida!- disse Sirius.


- Ok! Mas não diga que eu não avisei!- disse Harry indo se sentar com o resto do pessoal.


- Ele não vai conseguir, não é? - disse Remo para Harry.


- Não. - disse Harry - Eu mesmo demorei uns dois meses para colocar a comida dentro da boca dele, imagina o Almofadinhas que está aqui por um dia?


- Hum, pestinha? Sabe, eu sou Sirius Black, a perfeição em pessoa! Prazer em conhecer você também! Mas sabe aquele pessoal ali?- disse apontando para o sofá- Pois é, eles acham que eu não consigo dar comida para você! Vê se pode! – disse Sirius rindo enquanto Ted olhava para ele atentamente- Mas agora é só você abrir a boquinha... - disse levando a colher até a boca de Ted, mas no último segundo Ted virou a cabeça para o lado - Qual é! Ajuda aí! De novo!- disse levando a colher até a boca de Ted que fez a mesma coisa.


Depois do que seria a 10ª vez ele desistiu.


- Desisto! – disse Sirius se levantando e indo até onde o pessoal que agora ria dele.


- Sabe Almofadinhas, quando é que você vai parar de apostar com a Gina? - disse James- Não cansa de perder, não?- disse rindo.


- Não desiste Almofadinhas, quem sabe na próxima você consegue?- disse Rony.


- Você fala porque não era você que estava lá tentando dar de comida para alguém que toda hora virava a boca!- disse emburrado.


- Não fica assim não Six!- disse Lily rindo da cara do amigo.


- Até você Lily! Realmente é o fim do mundo! Até a monitora chefe certinha está rindo de mim!- dramatizou Sirius fazendo todos cair na risada novamente.


- Almofadinhas, nos conta como é a sensação de perder mais uma aposta contra Gina Weasley?- perguntou James.


- James vai se... - começou Sirius mas foi interrompido por Remo.


- Almofadinhas olha a boca, pois, o meu filho tem dois anos e não precisa saber do seu vocabulário!- disse remo olhando para Sirius.


- Calma, Aluado! Prometo que vou tentar me controlar, ok?- disse Sirius se sentando no sofá.


- Harry, eu acho que o Ted quer dormir!- disse Rony ao ver que Ted levava as mãos aos olhos e abria a boca em um bocejo.


- Também acho, creio que ele deve ter brincado muito hoje com a Andromeda. – disse Harry se levantando e indo até o pequeno que foi pro colo dele de bom grado. Harry fez com que Ted se deitasse em seu colo e começou a ir para o dormitório masculino, com o pessoal em seu encalço - Pessoal, vocês podem vir, mas primeiro fiquem embaixo da capa e fazem o favor de não fazer nem um pio! Se ele vir vocês ele não vai dormir!- E o pessoal concordou.


Harry chegou ao dormitório com o Ted praticamente dormindo, pegou a varinha e apontou para a sua cama e fez um feitiço ampliador nela. E o colocou no meio da cama, deitou ao seu lado, fazendo carinho nele. Ted aos poucos foi fechando os olhinhos, mas quando estava a ponto de dormir ele vira para Harry e fala.


- Cadê papai? Qué papai também!- disse fazendo as meninas segurarem um coro de " ahhhh que fofo" e remo sorrir com o seu filho. Remo foi até Ted ainda meio hesitante mas, relaxou ao ver que Harry o sorria encorajando e Ted também parecia satisfeito.


- Papai está aqui!- disse baixinho deitando ao lado de Ted. Depois de deitar Ted deu a mão para Harry e Remo que a seguraram sem pestanejar.


Harry pegou a varinha e apagou a luz, só deixando um abajur ligado. Guardou a varinha na mesinha de cabeceira, cobriu Ted e preparou para dormir também. E pediu ao resto do pessoal que fossem dormir sem fazer barulho. Sirius foi imediatamente para a cama e as meninas foram para o dormitório logo depois.


Remo ficou babando pelo seu filho que ainda tentava lutar contra o sono, ia falar alguma coisa para fazer Ted dormir, mas, não fazia à mínima ideia do que falar olhou para Harry em busca de ajuda e este apenas sorriu e disse para Ted.


- Ted, você tem que dormir para sonhar com a mamãe e o papai, ok? Mas dorme pequeno, e não se esqueça que eu te amo muito!- disse Harry para Ted que deu um sorriso meio cansado e disse meio sonolento:


- Te amo Dinho, e te amo papai... - disse antes de fechar os olhos e dormir.


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por lily jean OLIVER em 19/03/2012

já que ningem falou vou falr ah que fofinho

Nota: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.