FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout  
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout FeB Bordas para criar o Layout
FeB Bordas para criar o Layout
 

(Pesquisar fics e autores/leitores)

 


 

::Menu da Fic::

Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo


Capítulo muito poluído com formatação? Tente a versão clean aqui.


______________________________
Visualizando o capítulo:

5. Quem é você Harry Potter


Fic: Viajantes no tempo- Quando algumas gerações se encontram CAP


Fonte: 10 12 14 16 18 20
______________________________


Cada um deitou um um sofá, e Harry conjurou colchões e acendeu a lareira, deixou um lugar bastante agradável, pois já estava a noite, todos estavam deitados no sofá confortáveis, e tinha a agradável luz refletida da lareira. E ainda tinha uma linda lua nova que iluminava a noite.


- Bom... Acho melhor explicar de quem você é filho.- disse Lilian para a surpresa de Harry


- Como?- perguntou Harry confuso


- Ah qual é! Desse jeito você está insultando minha inteligência! Eu não sou burra! – disse Lilian- O que eu quero dizer é que você é filho do James. Porque primeiro você é a cara dele, segundo: estamos no futuro, então isso pode acontecer, e terceiro você é um ótimo apanhador, então você deve ter herdado isso dele!- disse ela feliz


- então quer dizer que você é meu filho?- perguntou James abobado


- Sim. Sou seu filho. Mas você sabe quem é a minha mãe? Adivinha?- perguntou Harry


- Se algum dia eu tiver filhos a mãe iria ser ... a Lily!- disse James mais feliz ainda fazendo lily revirar os olhos e sorrir


- Sim. Provavelmente sou eu, afinal ele tem os meus olhos. E se eu tivesse um filho chamaria de Harry.- disse Lily feliz


- Sim. Sou filho de vocês!- disse Harry


- Caramba! Meu filho!- disse James ainda abobalhado indo até Harry lhe dar um abraço e Lily foi fazer o mesmo. Esta ai uma coisa que Harry nunca pensou que iria acontecer com ele: ele estar abraçando seus próprios pais, como uma família que ele nunca teve


- Sabe, você pode ser a xero-cópia de seu pai, mas eu tenho certeza que tem a minha personalidade!- disse Lily convicta


- Como assim? – perguntou Harry divertido- Até que eu já ouvi isso em algum lugar.- disse Harry se lembrando da lembrança de Snape conversando com Dumbledore


- Então quer dizer que você não é convencido, arrogante, metido a senhor BA-bã-bã, e nem é um galinha igual ao seu pai?- perguntou Lily divertida, mas ao ver a cara que Thiago fez caiu na gargalhada- Tá bom! Igual ao seu pai era, está melhor Jay?


- Não! Ele é meu filho! Não precisa manchar a minha imagem com ele! Apesar de que eu acho que ele me conhece bastante bem para saber que você está exagerando um pouco.- disse James emburrado


- Calminha amor! Tenho certeza que eu acho que ele te conhece bastante bem para saber que eu estou falando a verdade quanto a sua personalidade de antes, não é Harry?


- Ahãn- disse Harry, afinal ele poderia não ter sido criado por eles, mas tinha visto algumas lembranças para saber exatamente do que a sua mãe falava


- O Harry é tudo ao contrario de você James. – disse Mione- ele tem complexo de heroísmo, salva todo mundo que pode e sente culpa quando não pode fazer nada


- Vive atraindo perigos e arrisca a vida por aqueles que ama- disse Gina


- É o mais jovem milionário, para não falar trilhionário!- disse Rony


- Não gosta da fama, embora seja o cara mais famoso do mundo, e além de ser considerado o cara mais sexy do mundo bruxo pela bruxoteens!- disse Mione fazendo Gina fechar a cara


- E você também sabe que o meu irmão não está muito atrás não, sabe?- perguntou Gina e sorriu satisfeita ao ver Mione fechar a cara na hora


- Sei.- respondeu Mione emburrada


- Amor, não liga não! Você sabe que eu só tenho olhos para você!- disse Rony e o efeito foi imediato, Hermione tirou o biquinho da cara e abriu um enorme sorriso


- eu sei!- disse Mione feliz dando um beijo no rony


- Vocês dois! Vocês tem muito tempo para namorarem, e se quiserem podem ir para um lugar reservado nós não ligamos!- disse James fazendo os dois corarem até o ultimo fio de cabelo


- Acho melhor continuarmos, não? Harry, acho melhor você começar a falar tudo desde o começo, e sem deixar uma parte sequer para trás, todos eles merecem saber da verdade.- disse Mione após recuperar a cor normal


- eu sei. Mas é muito difícil!- retrucou Harry


- Nós estamos aqui Harry, vamos te ajudar a contar, e vamos conjurar uma cama, um lenço ou um calmante se eles precisarem. E se ele derem piripaque a madame prompherey está aqui na escola e poderá atende los com o maior prazer, parta relembrar os velhos tempos!- disse Gina tentando aliviar o clima e conseguiu pois todos começaram a rir


- Eu sei e agradeço até hoje Merlin por ter amigos como vocês!- disse Harry


- Será que você poderia por favor começar essa história logo? Estou super curiosa para saber das suas aventuras!- disse Alice


- Bom, não sei se podem ser consideradas aventuras se eu passei a maior parte de Horgwarts tentando sobreviver. E a minha história não é muito feliz não, pelo menos o inicio e o meio. Agora o fim só depende de mim. – disse Harry olhando Gina


- Mas eu só pesso uma coisa. Já é bem difícil para o Harry ter todos vocês aqui, e não é só para eles, é difícil para todos nós. Então eu só pesso que se quiserem chorar, chorem. Mas não interrompam ele. Ok?- pediu mione- pode começar Harry


- Bom, tudo começou com um bruxo chamado Voldermort. Conhecem?- perguntou Harry a todos que assentiram


- Sim. Eles mataram os pais da Lily, do James e os meus.- disse Alice séria


- pois então, tudo começou quando uma profecia foi feita, desde então eu estava destinado a não ser um bruxo normal. Os perigos me rondavam desde que eu era um bebê. Então Voldermort ficou sabendo da metade dessa profecia, e não ela toda. O que o levou a pensar que a profecia se referia a mim, mas também tinha a probabilidade de ser Neville Longbottom, filho de Alice e Frank, mas ele me escolheu. Então começou a me caçar, meus pais se esconderam o máximo que conseguiam, então resolveram fazer o feitiço fidelius, e assim foi feito. De inicio meu pais escolheram Sirius para ser o fiel do segredo, mas ele achou que fosse muito óbvio, então escolheram e depositaram a confiança na pessoa errada: Pedro Pettigrew.


"Era 31 de outubro de 1981, me lembro como se fosse hoje, vocês escutaram um barulho e logo o alarme de intrusos foi acionado, meu pai estava sem varinha, mas mesmo assim pediu a minha mãe me levar para cima e assim ela fez. Era Voldermort que estava a minha procura, ele queria simplesmente me matar para acabar com a profecia e qualquer coisa que arriscaria a vida dele. Ele chegou e lançou a maldição imperdoável nele, meu pai jazia morto no chão, sem vida, nunca iria me ver crescer, nunca...-


nesse momento todos estavam chorando, Alice estava agarrada a Frank que estava estático sem reação, Sirius estava estático mas seus olhos estavam brilhando de fúria, Remo estava branco e sem reação, Lilian estava chorando agarrada a James e parecia que nunca mais iria solta-lo, James estava tentando assimilar tudo isso e acariciava o cabelo de Lily e a abraçava como se fosse a ultima vez que faria isso, Gina estava segurando a sua mão mais forte ainda, mas podia ver que ela estava segurando as lágrimas, Hermione era outra que estava aos prantos, Rony estava consolando-a mas via se dor, pena, em seus olhos, mas acima de tudo tinha raiva, pois agora ele conhecia eles e sabia que nunca deviam ter morridos, aliais, nenhum deles devia, era tão...injusto! Mas Harry respirou fundo e continuou


-.."Minha mãe subiu rapidamente as escadas e trancou a porta, mas ela sabia que não adiantaria, ela sabia que iria morrer, e que meu pai estava morto. Mas iria lutar, implorar para que eu vivesse. E assim aconteceu. Voldermort subiu as escadas e abriu a porta falou que ela poderia viver se me entregasse mas ela não aceitou, ela implorou pela minha vida, falava o tempo todo ' o Harry não!', mas ela escolheu morrer por mim, e isso fez toda a diferença. Assim que Voldermort lançou a maldição, minha mãe também tombou no chão:morta. Logo depois Voldermort apontou a varinha para mim e lançou o feitiço, mas saiu pela culatra, no final eu sobrevivi da maldição da morte mas em troca eu ganhei essa cicatriz em forma de raio. Que como diz Dumbledore tinha provado ser uma benção e maldição ao mesmo tempo. No final, o teto tinha desmoronado, meus pais estavam mortos, mas eu estava ali: vivo e chorando no berço, sem fazer a mínima idéia do que eu iria passar na vida, não fazia a menor idéia que tinha perdido meus pais. Mas uma coisa todos sabiam, Voldermort havia desaparecido quando tentou me matar. Sirius apareceu lá logo depois do acorrido e jurou vingança a Pettigrew. Depois apareceu Hagrid que me levou no colo até onde estava Dumbledore, na casa da minha tia Petúnia e seu marido Walter e meu primo Duda. "


"Cresci sendo tratado com aberração, tudo que acontecia era minha culpa, fui castigado ficando sem comida, mas nunca podia perguntar sobre o meus pais, esse assunto era um tabu. Cresci sem saber que era um bruxo, só fiquei sabendo que era um bruxo quando Hagrid apareceu em uma cabana onde nós estávamos escondidos para eu não receber nenhuma carta de Hogwarts, mas mesmo assim Hagrid me achou. E foi nesse dia que a minha vida virou de cabeça para baixo. No sentido literal! No dia seguinte eu estava no beco diagonal comprando meus materiais e minha varinha, que era a irmã gêmea da de Voldermort, onde eu passava era cumprimentado, era famoso e nem sabia o porquê! Mas Hagrid me explicou um pouco as coisas, e eu comecei a saber um pouco mais da minha vida. Meu primeiro ano foi bastante tranqüilo, fora ser famoso por ser o menino – que -sobreviveu, ter um professor de poções que me odiava, e eu ter salvado a pedra filosofal de Voldermort e um professor possuído por ele, fora o fato de que se eu quisesse chegar até a pedra filosofal eu teria que passar pelo visgo do diabo, passar pelo fofo um cão de três cabeças, apanhar uma chave, jogar xadrez humano, passar por um teste de lógica e ficar frente a frente com ele e de frente ao espelho de Ojed, e com ele conquistar a pedra e no final, atrasar Voldermort mais uma claro com a ajuda de meus amigos"


Quando terminou de relatar o primeiro todos estavam impressionado com os garotos, pois com onze ano eles tinham vencido Voldermort! Mas já estavam um pouco recuperados de saber que, e o como James e Lilian foram assassinados. Agora Lilian e Alice se separam dos namorados e correram até Harry


- Como assim você lutou com o exprectro de Voldermort? Você está louco? Você podia ter morrido! Para que você foi caçar confusão?- disse Lilian colocando a mão na cintura dando uma de Molly Weasley


- E por que eu acho que isso é só o começo?- disse Alice para si mesma


- talvez por que seja. E mãe, eu não corro atrás de perigo, é o perigo que corre atrás de mim!- falou Harry e Lily deu um sorriso ao ver Harry lhe chamar de mãe com a maior tranqüilidade apesar de tudo que ele passou


- Tem razão filho. Mas eu quero saber de cada detalhe para depois lhe dar o castigo merecido por se meter em tanta confusão!- disse Lily divertida indo se sentar com Thiago


E assim Harry contou a todos o resumo bem detalhado de toda a sua vida


Continua...


Primeiro Capítulo :: Próximo Capítulo :: Capítulo Anterior :: Último Capítulo

Menu da Fic

Adicionar Fic aos Favoritos :: Adicionar Autor aos Favoritos

 

_____________________________________________


Comentários: 1

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

Enviado por lily jean OLIVER em 19/03/2012

gostei.......do........f.i...final kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nota: 5

Páginas:[1]
:: Página [1] ::

_____________________________________________

______________________________


Potterish.com / FeB V.4.1 (Ano 17) - Copyright 2002-2023
Contato: clique aqui

Moderadores:



Created by: Júlio e Marcelo

Layout: Carmem Cardoso

Creative Commons Licence
Potterish Content by Marcelo Neves / Potterish.com is licensed under a Creative Commons
Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 Unported License.
Based on a work at potterish.com.